Brasilia mistica

  • View
    22

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Brasilia mistica

  1. 1. BRASLIA MSTICA
  2. 2. No sculo XIV a.C., no reinado do Fara Amenphis IV, posteriormente conhecido por Akhenaton, o culto a Aton (Disco Solar), o primeiro monotesmo da histria, foi implantado no Egito, para, poucos anos aps, desaparecer nas nvoas do tempo.
  3. 3. Talvez os seus ensinamentos possibilitem aos seres humanos o resgate das suas Razes Solares, espirituais e fsicas, auxiliando cada um de ns a encontrar o seu verdadeiro lugar no Universo, objetivo principal de nossa existncia neste planeta. Akhenaton, que foi um verdadeiro Prncipe da Paz, deixou-nos um importante legado espiritual, plenamente vlido e precioso para a Humanidade no sculo XXI, que j enfrenta srios problemas de ordem planetria.
  4. 4. Os brasileiros, em geral, desconhecem o verdadeiro significado mstico que envolve a construo de nossa Capital Federal. Existiriam mistrios e segredos, vus a serem desvelados? Quais teriam sido os fatores determinantes para a construo de Braslia?
  5. 5. Descobrir, tambm, que um dos mais significativos acontecimentos histricos do sculo XX, embora nem todos pensem dessa forma, foi a construo, em pleno Planalto Central, da nova Capital do Brasil, Braslia. Braslia, atravs de sua arquitetura, um livro aberto paratodos ns. Mas todo aquele que conseguir entender o que existe nas entrelinhas, a mensagem oculta, encontrar um grande e inestimvel tesouro.
  6. 6. Uma parte significativa da histria do sculo XX foram as inmeras guerras deflagradas pelo planeta inteiro. Dor, sangue e desespero marcaram esses conflitos e milhes de pessoas morreram. Mas a fundao de Braslia, ao contrrio, trouxe uma mensagem positiva e pacfica para a Humanidade. A fundao de Braslia, em data de 21 de abril de 1960, no significou apenas a construo de mais uma cidade planejada.
  7. 7. Todo o projeto do plano-piloto continha um significado profundamente mstico e cuja origem era claramente egpcia. Juscelino Kubistchek sempre foi considerado como um fara do sculo XX, que projetou seu sonho grandioso na construo de Braslia. Nasceu em Diamantina, Minas Gerais, em 12/09/1902, e faleceu em 09/08/1976, em acidente rodovirio. Ele foi um grande homem mstico, estudante Rosacruz-AMORC. Observe o Sol que brilha no alto da capa da Time...
  8. 8. possvel perceber, em cada detalhe arquitetnico de Braslia, a influncia egpcia. Por volta de 1930, Juscelino, ainda um jovem estudante, viajou pelo Mediterrneo e visitou a cidade de Tell-El-Amarna, a Akhetaton. Essa visita definiria parte da histria de nosso Pas. Ali, em meio s areias quentes do deserto, surgiu a semente da cidade que, um dia, seria chamada de Braslia.
  9. 9. Essa visita definiria parte da histria de nosso Pas. Ali, em meio s areias quentes do deserto, surgiu a semente da cidade que, um dia, seria chamada de Braslia. Levado pela admirao que tinha por esse autocrata visionrio, cuja existncia quase lendria eu surpreendera atravs das minhas leituras em Diamantina, aproveitei minha estada no Egito para fazer uma excurso at o local, onde existira Tell El-Amarna.
  10. 10. ...vi os alicerces da que havia sido a capital do Mdio Imprio do Egito. A cidade media oito quilmetros de comprimento por dois de largura. margem do Nilo, jardins verdejantes haviam sido plantados e, atrs deles, subindo a encosta da rocha, erguera-se o palcio do Fara, ladeado pelo grande templo. ... tudo runas! O grande sonho do Fara convertido num imenso monto de pedras, semi-enterrado na areia!
  11. 11. Hoje, tanto tempo percorrido, pergunto-me, s vezes, se essa admirao por Akhenaton, surgida na mocidade, no constituiu a chama, distante e de certo modo romntica, que acendeu e alimentou meu ideal, realizado na maturidade, de construir, no Planalto Central, Braslia a nova Capital do Brasil. (Meu Caminho para Braslia, JK, p.111)
  12. 12. Palavras do prprio Juscelino Kubitschek que revelam, com clareza, de onde veio a sua determinao de construir a nova Capital brasileira em pleno Planalto Central. So explicaes que poucos compreenderam at agora, pois, para entend-las, necessrio conhecer a fascinante histria do prprio Fara Akhenaton, dos fatos ocorridos no Egito h mais de trs milnios. Da histria da XVIII Dinastia!...
  13. 13. Sem entendermos a histria e a mensagem de Akhenaton, certas decises de Juscelino Kubitschek ficaro envolvidas em profundo mistrio. O livro Braslia Secreta da egiptloga Iara Kerns e do empresrio Ernani Figueras Pimentel, publicado pela Editora Prtico, mostra claramente essas intrigantes relaes entre Akhenaton e Juscelino, bem como entre Akhetaton (a cidade sagrada) e Braslia.
  14. 14. Segundo especialistas esotricos, Juscelino e Braslia vieram nos dias atuais para consolidar o que Akhenaton e Juscelino no puderam fazer em sua poca. Tanto Juscelino quanto Akhenaton construram para o futuro, apesar de os outros faras terem construdo para os mortos, na prpria viso de Juscelino. (Braslia Secreta Iara Kerns e Ernani Figueiras Pimentel)
  15. 15. So Joo Melchior Bosco, em italiano Giovanni Melchior Bosco, mais conhecido como Dom Bosco, nasceu em 1815, na Itlia, e faleceu em 1888. Em 30 de agosto de 1883, Dom Bosco teve uma viso proftica a respeito de uma cidade que seria construda entre os paralelos 15o e 20 o, que muitos entendem como sendo Braslia. "...entre os paralelos 15 e 20 graus, havia uma enseada bastante extensa e bastante larga, partindo de um ponto onde se formava um lago..."
  16. 16. Dom Bosco tornou-se o padroeiro de Braslia. Em sua homenagem, foi construda uma pequena capela em forma piramidal, s margens do lago Parano, a Ermida Dom Bosco. Nessa terra, conforme a viso de Dom Bosco, jorraria leite e mel e surgiria uma grande civilizao. Essas palavras profticas influenciaram a deciso final quanto ao local onde seria instalada a nova Capital Federal.
  17. 17. Mas h quem diga que a proposta de construir Braslia no interior do Pas teria partido de Jos Bonifcio de Andrada e Silva, que, em carta Corte, em Lisboa, sugere: "Criar uma cidade central no interior do Brasil, para assento da Regncia que poder ser em 15 de latitude, em stio sadio, ameno, frtil, e junto a algum rio navegvel... Em 1822, sua ideia aprovada pelos deputados brasileiros e o nome Braslia sugerido por ele prprio, anonimamente, um ano mais tarde.
  18. 18. Juscelino ainda era candidato Presidncia da Repblica, quando, durante um comcio realizado na ainda pequena cidade goiana de Jata, no dia 4 de abril de 1955, foi inquirido por um popular. A pergunta foi direta: era sua inteno transferir a Capital do Brasil para o interior do Pas? Sua resposta foi clara e imediata: "Cumprirei em toda a sua profundidade a Constituio e as leis. A Constituio consagra a transferncia. necessrio que algum ouse iniciar o empreendimento e eu o farei.
  19. 19. Esse foi um momento histrico para o Pas, pois essa promessa foi cumprida risca e no curtssimo prazo de quatro anos. Coincidncia ou no, tambm quatro anos foram necessrios para que Akhenaton mudasse o governo da cidade de Tebas para Akhetaton, que tambm foi planejada e construda em tempo recorde.
  20. 20. O que Juscelino no contou para quem aplaudiu as suas palavras, naquele memorvel comcio em Jata, realizado numa oficina mecnica e cuja plateia no passava de 500 pessoas, que ele tentaria ressuscitar a milenar Tell-El-Amarna, a cidade sagrada do Fara Akhenaton, e plant-la em pleno corao do Brasil... Braslia, a nova Capital do Sol, teria a Luz brilhando no firmamento e no corao das pessoas. A Mensagem Solar seria transmitida atravs desua ousada arquitetura.
  21. 21. Com a eleio de Juscelino Kubitschek Presidncia da Repblica, o arquiteto Oscar Niemeyer foi convidado para projetar a nova Capital do Pas. Niemeyer aceitou desenhar os edifcios governamentais, mas sugeriu um concurso nacional para traar os planos urbansticos de Braslia, que foi vencido por Lcio Costa. Sua posse, no cargo de Presidente da Repblica, ocorreu em data de 31/01/1956.
  22. 22. Croquis 1 e 2 do plano piloto de Lucio Costa (O tringulo, a Cruz, Asas de Isis?) O Plano Piloto de Braslia deveria partir de uma cruz. Segundo historiadores, essa cruz deveria corresponder a um ato de posse da terra.
  23. 23. Entre os edifcios de Braslia desenhados por Niemeyer esto: o Congresso Nacional, os Palcios da Alvorada, da Justia e do Planalto, a Catedral, a Universidade de Braslia, o Teatro Nacional e o Memorial JK. O arquiteto Lcio Costa nasceu em Toulon, Frana, em 27 de fevereiro de 1902. Em 1957, venceu o concurso nacional para a elaborao do Plano Piloto de Braslia, tendo em mente uma cidade que seria, intencionalmente, uma obra de arte.
  24. 24. Conforme havia prometido, Juscelino Kubitschek diz Nao em data de 21 de abril de1960: "Neste dia 21 de abril consagrado ao alferes Joaquim Jos da Silva Xavier, o Tiradentes, ao centsimo trigsimo oitavo ano da independncia e septuagsimo primeiro da repblica, declaro, sob a proteo de Deus, inaugurada a cidade de Braslia, Capitaldos Estados Unidos do Brasil."
  25. 25. Todas essas pessoas Juscelino Kubitschek, Dom Bosco, Jos Bonifcio, Tiradentes, Lcio Costa e Oscar Niemeyer foram instrumentos para a realizao do grandioso sonho: a criao de uma Capital do Sol, Braslia. Pois isto que, na verdade, a Capital do Brasil representa. Tudo nela foi projetado em funo das tradies solares do Antigo Egito. Algumas pessoas dizem que o Plano Piloto de Braslia (PPB) representa uma imensa nave desenhada no solo. Tal comparao no est errada, mas, de acordo com as ideias ligadas ao Egito, claramente evidenciadas em muitas construes, o mais correto que o Plano Piloto represente, de fato, a sis Alada.
  26. 26. A primeira fonte a ser examinada sis, esposa do Deus Osris. sis foi a mais amada de todas as divindidades femininas do Egito. Das asas de sis surgiu a inspirao para as duas asas de Braslia, cujo eixo est alinhado per