Planejando uma unidade de aprendizagem

  • View
    259

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Disciplina A PRTICA DOCENTE EM SADE E TRABALHO - Cursos de Mestrado e Doutorado em Sade Pblica da Fundao Oswaldo Cruz

Transcript

  • 1. Planejando um unidade de aprendizagemA prtica docente em sade e trabalhoProfa. Elomar Castilho Barillibarilli@ead.fiocruz.br

2. tendncia da educao Sec. XXI Aprendizagem baseada na reflexo na ao Practical based learning Aprendizagem social Aproximao dos agentes do processo de aprendizagem Utilizao de recursos pedaggicos Tecnologias para a educao Integrao entre presencial e virtual E-activities 3. Mercado de trabalho em sade lgica de raciocnio bom senso capacidade de aprender novos conhecimentos condies de ler e entender bom entendimento do que lhe comunicado capacidade de se comunicar capacidade / habilidade para trabalhar em grupo capacidade de articular recursos acolhimento escuta Setor sade pesquisa afetividade 4. Marco poltico-andraggicoexperincia transformadora processo humanizadono existeentendendo-aeducao em sade como ...sem....cultura contexto histrico-social prtica socialEstimulo ao pensamento crtico-reflexivo a partir da experinciaValorizao da tica e da prtica transformadora no ambiente do trabalhoReconhecimento da diversidade cultural local e pessoalImportncia da unidade teoria-prtica para a compreenso da realidadeAbordagem interdisciplinar de problemas reais inerentes ao processo de trabalhoEstmulo a autonomia do alunoPriorizao da Avaliao formativa 5. - Abordagem integrada dos currculos - Articulao en . Teoria e prtica. IES e servios de sade - diferentes conhecimentos. Aspectos objetivos e subjetivos - Metodologias ativas da aprendizagem fomento a:. Pesquisa . Projeto . Problematizao / discusso . . Participao / colaborao (dilogo, socializao) . . Reflexo, identificao, anlise, proposio, avaliagico ... Estudos de caos ... Situaes problema. - Desenvolvimento de atributos cognitivos, psicomoto res e afetivos - o campo da prtica o eixo estruturante a partir do qse estabelece o confronto experencial com a realida . propiciar a reflexo e construo de saberes. . favorecer o uso de conhecimentos e habilidades(re)significados por meio dos valores individuais . - incorporar as regionalidades ao processo educativo - considerar a avaliao como oportunidade de reflex1 O XESI 6. E2IXO3S4 7. dentro da EPS, prope-seInverso de fococurrculo alunocontedosAtividades laboraisal ionicaicgdisciplinaCompetnciasrad ragt d oanUnidades de ca Unidades de oaprendizagem u ca contedoEdu Ed aluno currculo 8. Conhecendo e etendendo o SUS O que SUS Quem so os responsveis pelo SUS? Qual a porta de entrada do SUS?Construindo um processo educativo: pensando em Quais so os princpios finalsticos do SUS? O que o pacto pela sade (2006) e suas formas de repasse financeiro? Qual a legislao que garante o SUS? ContratualizaoHistrico do SUS - A assistncia mdica antes do SUS - Quem podia utilizar este sistema? - O movimento de reforma sanitria - O simpsio sobre Poltica Nacional de Sade (nov. 1979) - As sucessivas mudanas do INAMPS ocorridas durante a dcada de 80 - O movimento de reforma sanitria. O atendimento no SUS? Coberturaalguns contedos Descentralizao Referenciao Quais so as instncias gestoras do SUS? O que ateno bsica, alta e mdia complexidade? O que o piso para ateno bsica (PAB)? O que so os convnios? 9. competncias objetivoseixos temticoscontedoConstruindo uma UNIDADE DE APRENDIZAGEM atividadesestratgias didticas avaliao estratgias didticas 10. Roteiro MetodolgicoexemploQuem o sujeito? Perfil do pblico-alvoQual a sua realidade?perfil de entrada?Quais os objetivos a serem alcanados ao finaldo processo educativo? Objetivosperfil de sadaQuais so as competncias (atividades) a seremdesenvolvidas no contexto profissional? CompetnciasQuais so os conhecimentos requeridosEixos temticospara o desempenho destas competncias(atividades)?Estes eixos temticos podem ser agrupados? Estrutura de contedosQual o suporte que pode ser dado para facilitar Acompanhamentoo desenvolvimento das competncias?Pedaggico 11. Roteiro Metodolgico exemploQuais sero as tecnologias utilizadas? Recursosrepresentao do contedo tecnolgicosQuais sero as equipes envolvidas?Como pode-se aferir o alcance dosSistema de avaliaoObjetivos educacionais? 12. Roteiro MetodolgicoexemploQuem o sujeito da aprendizagem? Perfil do pblico -alvo Profissionais de sade, estudantes dos cursos da rea da sade.Perfil de sadaConhecer o SUS, sua histria, organizao/planejamento e mecanismos de funcionamento.Quais os objetivos a serem alcanados ao final do processo educativo?Auxiliar o aprendiz a conhecer o SUS por meio da construo histrica das assistncia sadeno Brasil dentro da perspectiva do direito sade: suas organizao, estrutura, princpiosfinalsticos e mecanismos de funcionamento.Auxiliar o aprendiz a desenvolver a conscincia crtica sobre a realidade no funcionamento doSUS, por meio da percepo da diferena entre o que se props para o SUS e o que realmentese consegue fazer atualmente.Capacitar o aprendiz a desenvolver anlise crtica das aes e programas implementados pelasunidades de sade do SUS 13. Roteiro Metodolgico exemploEstrutura temtica Mdulo 1 -Objetivo 1 Capacidade 1.1 Saberes requeridosConhecer a histria do SUS e Conhecimento da histria da sademarcos legaisno Brasil, incluindo a criao das CAPsCompreender a construo e IAPs.histrica do modelo de A sade brasileira no regime militar. AAuxiliar o aprendiz a conhecerassistncia sade no Brasil na Unificao em INPS e Criao doo SUS por meio da construoperspectiva do direito sade INAMPS.histrica das assistncia O movimento de Reforma Sanitria.sade no Brasil dentro daA 8 Conferncia Nacional de Sadeperspectiva do direito sade:suas organizao, estrutura, Capacidade 1.2princpios finalsticos emecanismos de Analisar a proposta defuncionamento organizao poltico-Constituio de 1988institucional do sistema desade e o papel do estadoConstituio de 1988 Capacidade 1.3 Lei 8080/90Lei 8142/90Conhecer a estrutura e oOs princpios poltico-ideolgicos damecanismo deproposta SUSfuncionamento do SUSOs princpios organizacionais do SUS 14. Roteiro Metodolgicoexemplo Estrutura temtica Mdulo 2 - Objetivo 2 Capacidade 2.1 Saberes requeridos Sistema de repasse de verbas, distribuio de Identificar os principais recursos humanos, atuao dos gestores em instrumentos para sade para cada esfera do governo organizao, Vigilncia epidemiolgica e sanitria, e controle planejamento, controle ede endemias A organizao de uma rede de ateno sade avaliao do sistema de integrada (acesso aos demais nveis de sade complexidade)Auxiliar o aprendiz aAo programtica e rede de servios Caractersticas da rede de servios -desenvolver a conscinciaorganizao internacrtica sobre a realidade no A contribuio dos sistemas de informao emfuncionamento do SUS, porsade no planejamento da ateno Participao popular atravs da Lei 8142meio da percepo da Participao popular nas confernciasdiferena entre o que se municipais e nacionais de sadeprops para o SUS e o queMarcos Histricos da participao popular at a implementao e consolidao do SUSrealmente se consegue fazeratualmenteCapacidade 2.2 A construo de instrumentos de coleta de dados e informaes para utilizao em salas de espera ou conversa junto aos usurios e Realizar anlise crtica evoltados para promover reunies para debate reflexiva da realidade de sade dos principais problemas de cada rea no Brasil, bem como daAs transies epidemiolgica e demogrfica proposta de organizao doAs desigualdades regionais em sade sistema nico deOs principais indicadores de sade e sociais O exerccio profissional no sistema de sade sade (SUS) e do papel do Programa Humaniza-SUS e Pacto pela Sade profissional de sade nesse Diretrizes do Ncleo de Apoio Sade da processo. Famlia e Redes de Ateno 15. Roteiro Metodolgico exemplo Estrutura temtica Mdulo 2 - Objetivo 2 Capacidade 2.3 Saberes requeridosAuxiliar o aprendiz a Fontes, Instrumentos e formas dedesenvolver a conscinciabusca sobre as funes profissionaiscrtica sobre a realidade no Conhecer a situao dedeterminadas pela sua Instituio defuncionamento do SUS, porsade de sua regio ou rea serviomeio da percepo da de atuao, analisando aModelo assistencial do SUS perspectiva do gestor, dosPlanejamento e Programao Localdiferena entre o que se profissionais e dos usurios, em Sadeprops para o SUS e o quesob a tica da humanizao eMunicipalizao da gesto do SUSrealmente se consegue fazerdo cuidado em sadeatualmente 16. Roteiro Metodolgico exemploEstrutura temtica Mdulo 3 - Objetivo 3Capacidade 1.3 Saberes requeridos Referencial Terico do DonabedianConhecer conceitos bsicos Eficcia, Eficincia e Efetividadeda Avaliao em Sade Capacidade 2.3 - Identificao clara das metasCapacitar o aprendiz a elencadas e/ou pactuadas a seremdesenvolver anlise crticaatingidas pelas aes e programasElaborar estratgias de- Identificao dos eventos ou aesdas aes e programas avaliaoconcretas que ocorrero como parte dasimplementados pelasaes e programas implementados naunidades de sade do unidadeSUS- Quantificao dos recursos, das atividades ou das mudana necessrias implementao das aes e programas - Relacionamento lgico do problema identificado com os efeitos esperados como resultados das aes. - Dimensionamento realstico e adequao entre os recursos disponveis e o plano de implementao - Coadunncia entre as aes e o prazo no qual as meta so alcanadas 17. Roteiro MetodolgicoexemploEstrutura temtica Mdulo 3 - Objetivo 3Capacidade 3.3 Saberes requeridos- Comprometimento dos gestores epessoal na avaliao- Pactuao de uma viso comum doElencar indicadores e modos programa SUSde operacionalizao da - Definio das questes avaliativasCapacitar o aprendiz aavaliao - Definio do foco, da abordagem e dodesenvolver anlise crtica desenho da avaliaodas aes e programas - Definio da matriz de informao comimplementados pelas a eleio dos indicadores, mtodos decoleta e meios de verificao dasunidades de sade doinformaes obtidasSUS - Definio da matriz de julgamento coma eleio dos critrios, valores e pontosde corteCapacidade 3.4 - Elaborao de relatrio do processo avaliativo e das informaes obtidas - Disseminao e utilizao das informaes obtidas Utilizar as informae