Gestão estratégica da inovação

Embed Size (px)

Text of Gestão estratégica da inovação

Apresentao do PowerPoint

Gesto Estratgica da Inovao

Antnio Diomrio de QueirozDiretor de Cincia, Tecnologia e Inovao

Reunio PlenriaJaragu do Sul, 07 de abril de 2014

Inovao: fator chave de sucesso para a gesto empresarial na sociedade do conhecimento2. Estratgias de inovao para o empreendedorismo inovador em Santa Catarina

Gesto Estratgica da Inovao

Inovao: fator chave de sucesso para a gesto empresarial na sociedade do conhecimento2. Estratgias de inovao para o empreendedorismo inovador em Santa Catarina

Gesto Estratgica da Inovao

A gesto consiste em orientar, dirigir e controlar os esforos de um grupo de indivduos para um objetivo comum.

NEWMAN, Willian H., 1980Conceito de Gesto

Modelo do Termostato: a Gesto assegura os padres

Padres desejadosGesto

EficinciaProdutividadeRentabilidade

A Gesto inclui a Anlise Ambiental

Anlise AmbientalGestoGesto por ObjetivosEstratgia

Poltica e Diretrizes Linhas de Ao

Mensurao e Informao

Controle Estratgico de Gesto

A Gesto integra Estratgia e Ao

EstratgiaAoAmbiente InternoAmbiente Externo

Slack:modelo geral da administrao de produoDiomrio

InputRecursos a serem transformados

Materiais Informaes Consumidores

Instalaes Pessoal

InputRecursos de transformaoBens e serviosINPUTOUTPUTAmbienteAmbienteProcessodeTransformao PlanoPlanejamento e controleEstratgia de produoMelhoriaPapel e posio competitiva da empresa

Objetivos estratgicos

NVEL DE GESTOOPERACIONALESTRATGICO

A POSTERIORIMOMENTOA PRIORI(PROATIVO)

AZONA A: Prtica de OntemFonte: Hugues Boisvert

DZONA D: Prtica de Amanh

CZONA C: Teoria de Hoje

BZONA B: Prtica de HojeMomento de interveno envel de gesto

GestoEstratgicaMetas

Gesto porProcessos Atividades

Viso e ValoresObjetivos Estratgicos

Necessidades de informaesArquitetura da Informao

Melhoria Contnua Melhoria Contnua EstratgiaDiomrioConceito Renovado de GestoAdaptabilidadeAdaptabilidadeGesto da PerformanceIndicadores de Gesto - FCS

FlexibilidadeFlexibilidade

CusteioPrecificaoQualidadeInovaoTempo CompetitividadeProdutividadeAtrair e Reter ClientesLucrativos

RentabilidadeFatores chaves de sucesso

A inovao tornou-se fundamental para a definio do posicionamento competitivo da empresa

Inovao e Competitividade

Criao do conhecimento

Contnua inovao

Vantagem competitivaDenise/Senai

12

Conhecimento fator de produo determinante da formao do valor na nova economia.

1313

Diomrio: Entrevista ao Jornal da Andes,1995A Universidade tem a responsabilidade social de alimentar continuamente com novos conhecimentos o processo de desenvolvimento econmico e social de um pas.A responsabilidade social da universidade

A inovao a convergncia da histria de diversas pessoas para encontrar uma soluode futuro.2003. Queiroz, Diomrio

15

Criatividade uma habilidade humana, a qual permite chegar a solues novas para problemas a partir de associao de informaes anteriores.Criatividade

http://www.eps.ufsc.br/disserta99/queirozAlexandre Hering de Queiroz

Ideias Criativas Geram Inovaes

Cincia

Resolvem Problemas Cientficos

Geram InovaesMtodoTecnologia

Ideias criativas

Criatividade direcionadapara resultadosCriatividade ProdutivaNeri dos Santos, Dr. Ing

1919

"A inovao o instrumento especfico dos empreendedores, o processo pelo qual eles exploram a mudana como uma oportunidade para um negcio diferente ou um servio diferente". Inovao e EmpreendedorismoDrucker (1987)

20

Novas tecnologiasCusto Prazo Qualidade

EFICINCIA

Qualidade das IdeiasEFICCIA

Importncia da Inovao Tecnolgicahttp://www.eps.ufsc.br/disserta99/queirozAlexandre Hering de Queiroz

Gerao de ideias

Produto inovador $$$$$$$ETAPAS DE TRIAGEM E DESENVOLVIMENTOOtimizao dos projetos de produtos

O grande problema da empresa brasileira que geralmente ela simples reprodutora de conhecimentos aliengenas. Diomrio: Entrevista ao Jornal de Santa Catarina, 1995 Valorizao das PotencialidadesRegionais pela Pesquisa

Valorizao das PotencialidadesRegionais pela PesquisaNo exterior as empresas so concebidas como ncleos de desenvolvimento. Aqui frequentemente s se atm funo de fabricao, negligenciando-se a pesquisa e a inovao.

Diomrio: Entrevista ao Jornal de Santa Catarina, 1995

O novo paradigma do desenvolvimento A economia baseada no conhecimento

DESENVOLVIMENTO ECONMICOTrabalho Capital

Produtividade

Capital Humano Uso das TICInovaco e Cincia Impulso Emprendedor

Nvel de formao Formao em C&T Formao em Gesto Investimento Uso Base de Cincia Difuso Relao Cincia-Indstria Cultura inovaco Empresa Internacional Criatividade Capital de Risco Facilidade de Negociao Emp. forte crescimento

Entorno FavorvelAdaptado de Angel LandabasoConselheiro C & TDelegao da Comisso Europia no Brasil

A Importncia dos Intangveis PMEs InovadorasIntegrao entre Pesquisa e InovaoCapacidade para produzir high-techMelhoria contnua Rede global de inovaco e adaptabilidadeMudanas tecnolgicas e produtos inovadoresEspecificidades da Inovao na Sociedade do ConhecimentoOs investimentos so inseparveis da inovao

Fonte:Angel LandabasoConselheiro C e TDelegacao da Comissao Europia no Brasil

25

"A Lei da Inovao passa a vigorar em um contexto de desafios e de esperanas. Com ela, avanam a cincia, a tecnologia e a inovao brasileiras. E o governo cumpre, mais uma vez, o seu compromisso de mudar esse Pas, na perspectiva de suas maiorias excludas e da construo de um desenvolvimento soberano, com justia social". Ministro Eduardo Campos 02/12/2004 Lei 10.973, de 2.12.2004Lei Brasileira de Inovao

26

Lei 10.973, de 2-dez-2004 Inovao: introduo de novidade ou aperfeioamento no ambiente produtivo ou social, que resulte em novos produtos, processos ou servios.

Lei da inovao

27

A Lei 11.196/05 cria a concesso de incentivos fiscais s pessoas jurdicas que realizarem pesquisa e desenvolvimento de inovao tecnolgica.

PEC 290/13Novo marco legal para Cincia e Tecnologia

Esgotamento das estratgias convencionais de estmulo ao desenvolvimento econmico e socialPersistente estagnao da produtividade no setor produtivo brasileiroConstitucionalizar o conceito de Inovao de modo a fundamentar as aes articuladas entre academia e setor produtivo, para retomar o mpeto da pesquisa nacional e da criao de solues tecnolgicas adequadas aos desafios econmicos e sociais do pas.Formalizao constitucional de um Sistema Nacional de Cincia, Tecnologia e InovaoMelhoria da eficcia do SNCTI, desburocratizando procedimentos e viabilizando novas formas de trabalho

Inovao: fator chave de sucesso para a gesto empresarial na sociedade do conhecimento2. Estratgias de inovao para o empreendedorismo inovador em Santa Catarina

Gesto Estratgica da Inovao

2014SC: trajetria estratgica da Inovao

Incubadora1986

Projeto Sapiens2001

Parqtec Alfa1993

CELTA

1995

1991

Tecnpolis

1984

CERTI

2008

Sapiens Parque

2006

Marco Zero Sapiens

1960

31

Parqtec Alfa e CELTA

Parque tecnolgico75 empresas de tecnologia instaladasMais de 3.000 postos de trabalhoReceitas anuais de R$ 400 milhesIncubadora celta42 empresas incubadas e 65 graduadasMais de 600 postos de trabalho (2500 graduadas)Receitas anuais de R$ 45 M (R$ 600 M graduadas)Parqtec Alfa e Celta

Apoio

Realizao

Inovao & Sustentabilidade

33

Ed4. 9.800 m2

Empreendimentos no Sapiens Parque

Centro de Inovao em Medicamentos Cluster Life 5.200 m2

INPETRO Cluster Energia 9.500 m2

Softplan Cluster TIC 20.000 m2

InovaLAB Cluster de Energia e Econ.Criativa

Ed5. 15.000m2

Reason 3.000 m2

Acate 20.000 m2

SENAI

Instituto Senai de Inovao na rea de Sistemas EmbarcadosEscola do FuturoProjetos Inovao SENAI

Centro de Inovao de Educao BsicaProjeto da PMF para a inovao na educao bsicaAtividades artsticas-culturais, cientficas, desportivas, informtica, cincia e inovao voltadas para o desenvolvimento da comunicao, sociabilidade, raciocnio, disciplina e senso crtico para os alunos.

LocalizaoCIEB Norte da Ilha

TTULO X DAS DISPOSIES GERAIS

Art. 193. O Estado destinar pesquisa cientfica e tecnolgica pelo menos dois por cento de suas receitas correntes, delas excludas as parcelas pertencentes aos Municpios, destinando-se metade pesquisa agropecuria, liberados em duodcimos.

A Lei Catarinense da Inovao - Lei no 14.328, de 15 de janeiro de 2008 dispe sobre incentivos pesquisa cientfica e tecnolgica e inovao no ambiente produtivo no Estado de Santa Catarina, visando capacitao em cincia, tecnologia e inovao, o equilbrio regional e o desenvolvimento econmico e sustentvel.

Baseada na Lei 10.973, de 2.12.2004 - Lei Brasileira de Inovao

3939

PCCT&I

a sntese do passado de trabalho competente de muitas pessoas e instituies, e, ao mesmo tempo, o desafio estratgico que une governo, academia e agentes econmicos e sociais, visando qualidade de vida dos habitantes e ao desenvolvimento de Santa Catarina, com sustentabilidade ambiental e equilbrio regional.

Desenvolvimento Regional Sustentvel com Base em Educao, Cincia, Tecnologia e Inovao

PCCT&I

CONHECIMENTO

PrincpiosEixos EstratgicosLinhas de AoPrioridadesOBJETIVODesenvolvimento Sustentvel e Qualid