4_ INTELIGENCIA EMOCIONAL

  • View
    412

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 4_ INTELIGENCIA EMOCIONAL

1

H

INSTITUTO BRASILEIRO DE EDUCAO DO DISTRITO FEDERAL Todos os direitos reservados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma parte desta publicao pode ser reproduzida ou utilizada por qualquer meio, eletrnico ou mecnico, incluindo fotocpia e microfilme, sem permisso por escrito do IBE DF. IBE DF SHCN - - Quadra 307 - Bloco "C" - salas: 107 e 108 Braslia - Asa Norte / CEP: 70.746.530 FONE/FAX: (61) 3349 - 5136 (61) 3202 - 8212 / 9992 - 0708 ibedf@terra.com.br www.ibedf.com.br

2

SUMRIOApresentao

Unidade I - Relacionamento interpessoal: Novos tempos, novas atitudes O que Inteligncia emocional? A primeira impresso; Processo de interao; Aquisio da competncia interpessoal.

Unidade II- A importncia do feedback nas relaes interpessoais Por que difcil receber feedback? Por que difcil dar feedback? Como superar as dificuldades; Habilidades de comunicao a serem desenvolvidas; Parfrase; Descrio de Comportamento; Descrio de sentimentos.

Unidade III - Energia no grupo: tenso e conflito interpessoal O conflito; Compreenso e diagnstico de divergncias e conflitos; Como lidar com o conflito; Evitar o conflito; Reprimir o conflito; Aguar as divergncias em conflito; Transformar as diferenas em resoluo de problemas; 3

Resoluo criativa de conflito;

Unidade IV - A importncia da Comunicao A arte de Ouvir; Quem no escuta tagarela; Os dez mandamentos das relaes humanas; De bem com a chefia; A arte de viver em sociedade

Unidade V Aprenda a lidar com Reclamaes O que fazer com um reclamante; Roteiro para lidar com reclamaes; Saiba dizer No; Auto-imagem negativa; Culpa; Enfrente a autoridade.

REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS;

4

APRESENTAO

E

m cenrios de grande competitividade importante aliar a

competncia tcnica inteligncia emocional. Em outras palavras, a estabilidade e a ascenso profissional no dependem apenas do conhecimento intelectual, mas tambm da capacidade da pessoa lidar consigo mesmo e com os outros. preciso automotivao para perseguir objetivos e empatia para entender o colega, chefe ou subordinado. Ser capaz de superar frustraes e saber interagir bem com os outros, so algumas das atitudes de uma pessoa emocionalmente inteligente para facilitar seus relacionamentos pessoais e profissionais. O objetivo deste Curso apresentar informaes e uma diversidade de estratgias interessantes para o aperfeioamento da inteligncia emocional, como forma de contribuir com o desenvolvimento do auto-conhecimento, da empatia e da capacidade de conviver e lidar com os outros, respeitando as suas diferenas e potencializando os seus talentos.

5

UNIDADE I RELACIONAMENTO INTERPESSOAL: NOVOS TEMPOS, NOVAS ATITUDES

Numa poca em que no h garantia de estabilidade no emprego e quando o prprio conceito de emprego vem sendo praticamente substitudo pelo de habilidades portteis aquelas que as pessoas podem utilizar em diferentes contextos profissionais - trata-se de habilidades fundamentais para obtermos emprego, diz Daniel Goleman, autor do livro Trabalhando com Inteligncia Emocional. Por muitas dcadas falou-se vagamente sobre essas habilidades, que eram chamadas de temperamento, personalidade ou habilidades interpessoais (habilidades ligadas ao relacionamento entre as pessoas como empatia, liderana, otimismo, capacidade de trabalho em equipe, de negociao, etc.) No cerne de todas essas mudanas, cresce a necessidade de uma profunda reformulao na maneira de ver a pessoa humana, que constitui o principal agente na estratgia para garantir o sucesso dos profissionais e a sobrevivncia da organizao em meio aos desafios da nossa poca. Qualquer estrutura que rene vrias pessoas, deve

inevitavelmente criar condies ideais para o trabalho em equipe. Sabese que bem maior a eficincia e a produtividade entre pessoas trabalhando juntas; entretanto, quando levamos em conta as diferenas, comeamos a ter outra perspectiva dos bloqueios da personalidade que geralmente dificultam a cooperao. O fato que cada um de ns tem a sua vida particular, seu estilo prprio de interagir com os outros.

6

E hoje mais do que nunca, no se deve confiar apenas no raciocnio lgico para resolver essas diferenas e cumprir as metas da organizao para a qual trabalhamos. Chegamos ao campo da aptido emocional ou capacidade para lidar bem com os nossos sentimentos e tambm com os sentimentos das demais pessoas. Sem essa aptido, o indivduo estar sujeito a conflitos internos que tiram a sua concentrao no trabalho e comprometem a sua clareza de pensamento e a sua produtividade; pode ter a sua memria afetada e dificuldade para tomar decises com objetividade. E ainda pode lhe faltar clareza quanto verdadeira funo do trabalho em sua vida. Manter-se consciente dos prprios sentimentos, permanecendo atento ao que se est sentindo, tambm uma aptido emocional bsica que auxilia o desenvolvimento da integridade e leva a pessoa a descobrir satisfao no seu ambiente trabalho. Igualmente importante saber sintonizar com os sentimentos daqueles com quem nos relacionamos profissionalmente, procurando aprender a lidar com as divergncias antes que elas cresam. No mundo dos negcios comum encontrar profissionais guiados por uma lgica e objetividade excepcionais, mas sem qualquer habilidade para os temas de origem emocional, para as questes do corao. Podemos dizer que Lgica e Intuio prometem fazer a parceria definitiva no paradigma da empresa e do profissional do terceiro milnio, reafirmando o pensamento de que s quem se conecta com o invisvel consegue fazer o possvel.

7

O QUE INTELIGNCIA EMOCIONAL?

a capacidade de conhecer e lidar bem consigo mesmo e de conhecer e lidar bem com os outros. A pessoa que consegue superar uma frustrao e levar a vida adiante, por exemplo, emocionalmente inteligente. Diante da nova realidade competitiva e do crescente nvel de exigncias do cliente, torna-se inevitvel a aplicao da inteligncia emocional no local de trabalho e no mercado global, sendo uma condio indispensvel ao planejamento das habilidades empresariais no que se refere liderana, gesto e organizao. Do contrrio, o destino das empresas no atual momento de mudanas estruturais, estar irremediavelmente comprometido. As organizaes no podem mais ignorar a fora representada pelas pessoas que a integram, que, na melhor das hipteses deve compor de profissionais competentes, atualizados, geis e inovadores. Contudo, a orientao moderna para o sucesso, pressupe que as organizaes, atravs de seus lderes, saibam criar um ambiente de trabalho onde as pessoas se sintam seguras, motivadas, de bom humor e confortveis para enfrentar os desafios requeridos por suas realizaes. No h mais dvida de que o relacionamento interpessoal entre os profissionais constitui fator prioritrio conquista da excelncia em todas as esferas das organizaes e do mercado de trabalho. Os relacionamentos existem por vrios motivos. O que devemos avaliar nos nossos relacionamentos, o seu propsito.

8

No ambiente de trabalho, o que predomina e o que devemos avaliar, so as condies para uma verdadeira harmonia entre o homem e o trabalho e vice-versa. A base concreta para um relacionamento ter percepo dos nossos deveres e obrigaes e dos limites e regras que fazem a relao social ser harmnica. muito importante fazermos uma breve anlise sobre modernidade, no contexto da era globalismo, para depois situar as relaes interpessoais, cuja rea tem que assumir novas posturas nas organizaes contemporneas. A opo no estaria em ser ou no ser moderno, mas o que ser moderno, (qual o retrato do futuro desejado pela sociedade) e o como ser moderno, (quais as intenes, prioridades, medidas e instrumentos a serem usados na construo desse futuro). Pergunto: E as organizaes nesse contexto? E por extenso, as Relaes Interpessoais? Em primeiro lugar, h necessidade de repensar no s as prticas, mas tambm os conceitos de relaes Interpessoais no mbito das organizaes. O processo de mudana nas organizaes vivas tem sido a caracterstica mais estvel ao longo dos tempos. Viver hoje um desafio intelectual e emocional constante para todos, dentro da ambiguidade e incertezas das mudanas velozes e contnuas.

Como

acompanhar

as

mudanas

aprendendo

novos

conhecimentos, incessantemente? Como estar preparado para as mudanas inesperadas e sbitas? Como antecipar mudanas?

9

A chamada educao de laboratrio uma tentativa de resposta ao problema de ajustamento mudana e baseia-se no pressuposto de que preciso aprender a aprender, no apenas copiar frmulas e modelos alheios, e sim, identificar, descobrir a melhor maneira para utilizar seus recursos e potencialidades, confiando em suas habilidades, sabendo aproveitar suas foras e lidar com suas fragilidades. Ao mesmo tempo, desenvolver habilidades de utilizar recursos dos outros, sem excessiva dependncia nem independncia total, at alcanar a sbia dosagem de autntica interdependncia. Competncia Interpessoal Eu e os Outros. Como trabalhar bem com os outros? Como entender os outros e fazer-se entender? Por que os outros no conseguem ver o que eu vejo, como eu vejo, por que no percebem a clareza de minhas intenes e aes? Por que os outros interpretam erroneamente meus atos e palavras e complicam tudo? Por que no podemos ser objetivos no trabalho e deixar problemas pessoais de fora? Quem j no pensou assim, algumas vezes, em algum momento ou situao? Desde sempre a convivncia humana difcil e desafiante. Escritores e poetas, atravs dos tempos, tm abordado a problemtica do relacionamento humano. Sartre, em sua admirvel pea teatral Huis Clo, faz a famosa afirmao: O inferno so os outros. Estaremos realmente condenados a sofrer com os outros? Ou podemos ter esperanas de alcanar uma convivncia razoavelmente satisfatria e produtiva?

10

Pessoas convivem e trabalham com pessoas e portam-se como pess