6377042 a-intervencao-do-homem-nos-subsistemas-terrestres

  • View
    1.308

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

a-intervencao-do-homem-nos-subsistemas-terrestres

Text of 6377042 a-intervencao-do-homem-nos-subsistemas-terrestres

  • 1.A Interveno do Homem nos Subsistemas Terrestres

2. Subsistemas Terrestres Atmosfera BiosferaGeosfera Hidrosfera 3. A gua doce O crescimento populacional, melhorescondies de vida, so os desequilbrios; A origem pode ser superficial, de albufeiras ousubterrnea, de aquferos. Se o consumo da gua exceder a capacidadede reposio da gua, ocorrer falta de guapotvel; As guas superficiais esto ameaadas pelapoluio; As guas subterrneas tm presena de teoreselevados de metais pesados e de fosfatos enitratos usados na agricultura, bem como depesticidas. As guas residuais e os esgotos domsticos eindustriais so tratados nas ETAR; A criao da Carta Europeia da gua e deoutros mecanismos reguladores e de utilizaoda gua foram medidas de remediao. 4. Os Oceanos Os oceanos tambm estosujeitos poluio; Acidentes com os petroleiros,derramam crude no mar; Lavagem ilegal dos tanques; Origem s mars negras; As zonas afectadas pelas marsnegras sofrem uma grandeperda em termos de vidaselvagem; A poluio dos oceanos tambmtem origem nos rios j poludos. 5. PoluioExplorao dos recursos naturais 6. Combustveis fosseis O carvo, o petrleo e o gs natural socombustveis fsseis; A utilizao destes recursos energticos deu origem revoluo industrial, no sc. XIX; O carvo foi o recurso energtico no renovvel maisutilizado at se substitudo pelo petrleo; A extraco do carvo origina graves problemas; Problemas que so os acidentes, as doenaspulmonares, as escombreiras, os transportes, e apoluio ambiental provocada pela sua combusto. Com o incio do sc. XX, o petrleo e o gs naturalpassaram a ser usados como combustveisfundamentais; A explorao j atinge santurios naturais, como oAlasca ou o Mar do Norte; A combusto, lana gases e partculas poluentespara a atmosfera, que do origem s chuvas cidas,o efeito estufa, poluio existente nas cidades. 7. Explorao mineira A explorao mineira explora osrecursos minerais do solo ousubsolo; Quatro tipos de explorao: Asubterrnea, a cu aberto, a partirde perfuraes ou a hidrulica. Esgota a riqueza mineral; Consequncias negativas:destruio de habitats, derrube dervores, alteraes das condieshidrogeolgicas e da qualidade dagua, a deposio de escombreirascontaminadas com metais pesados,o rudo das exploses e o impactovisual; A proteco ambiental necessriapara preservar o meio ambiente. 8. O solo Aco do homem: destruio e desflorestao de florestas,extraco de madeira, incndios; Contaminao dos solos: utilizao excessiva de produtos agro-quimicos na agricultura; Aumento da produtividade, tem levado aplicao defertilizantes e pesticidas que esto a contaminar os solos; Os pesticidas usados tm efeitos poderosos, e o seu uso cadavez maior; Os efluentes industriais no tratados; Provocam profundas perturbaes nos ecossistemas em que introduzido; Consequncia: Desertificao; A sua toxicidade acaba por se estender a todas as espciesanimais e vegetais e mesmo ao Homem; Alternativa: a agricultura biolgica e a proteco integrada querecorrem a fertilizantes orgnicos, alternncia de culturas e utilizao de organismos para o controlo de pragas; 9. Riscos geolgicos Devido ao aumento demogrfico e ao xodorural, a presso do Homem sobre a naturezatem vindo a aumentar; Os riscos geolgicos de origem interna so ossismos, terramotos e maremotos Os grandes sismos causam milhares de mortose muitos danos, assim como os tsunamis,consequncia dos maremotos; Os vulces tambm representam um perigo; Nos riscos geolgicos de origem externaincluem-se as inundaes, cheias,deslizamentos de terra e eroso costeira; As causas das cheias so as construes dehabitaes e os resduos depositados noscanais, rios e ribeiras; Os deslizamentos de terra acontecem porque seretira todo o coberto vegetal ao solo. A eroso costeira verifica-se ao longo de toda acosta portuguesa; 10. A atmosfera A poluio tem origem nosprocedimentos industriais e nascombustes, tanto domsticas comoindustriais; A combusto dos combustveisfsseis, o trfego automvel provocanas cidades elevada poluioatmosfrica. O vento pode dispersar a poluioemitida numa regio e transport-lapara uma zona distante. As inverses trmicas soimportantes para a poluio nascidades, em que o ar quente dascamadas superiores impede que o armais frio, prximo do solo, se eleve edisperse os poluentes. 11. Energia renovvel Energias renovveis: energia solar, energiaelica, energia geotrmica, energia da biomassae a energia do mar; A energia solar limpa, bom rendimento nospases com muitas horas de sol. Portugal tem amaior central fotovoltaica do Mundo; A energia elica apresenta um pequeno impactoambiental: rudo e perigo para as aves; A energia geotrmica provem do vapor de guaque extrado, sob presso, do interior da terra,como acontece nos Aores; A energia da biomassa produzida a partir daqueima de resduos florestais, de dejectosanimais ou aterros sanitrios; O governo Portugus criou incentivos paraajudar na instalao de energias renovveis nashabitaes, a micro-gerao. 12. Energia Hdrica A energia hdrica umafonte de energia renovvel; provoca sempre um impactoambiental; A construo de barragensdestri habitats; O seu rendimento dependeda quantidade de guadisponvel na albufeira; A pluviosidade importante,se no houver precipitaosuficiente no h produode energia. 13. ENERGIA NUCLEAR barata, potente e limpa; Principais problemas so devidos radioactividade que obriga a armazenamentodos resduos; O risco de acidentes leva a que as populaesno queiram estas centrais por perto; Estes acidentes provocam graves danos para omeio ambiente e para os seres humanos, eperduram por muitos anos; Um exemplo: Chernobyl. 14. Reciclagem A politica dos trs R: reduzir, reciclar ereutilizar; Reduzir consiste na reduo ou diminuiodo consumo; Reciclar consiste em transformar um resduonum novo material; reutilizar consiste em darmos duasutilizaes diferentes a um mesmo material. Quase todos os materiais podem serreciclados, e para isso existem os pontos derecolha selectiva, os ecopontos; A reciclagem traz imensas vantagens,consome-se muito menos energia e evita-se oconsumo de matria-prima; As ETAR, as estaes de tratamento deresduos slidos urbanos, os aterrossanitrios e a incinerao so processos detratamento de resduos a adoptar. 15. Solues AmbientaisEnergias Renovveis ReciclagemBiocombustiveis ETAR