Contextos de Intervencao

  • View
    217

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Contextos de Intervencao

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    1/80

    O Formador: Sistema, Contexto e

    PerfilFormador: Contextos de Interveno

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    2/80

    Reconhecer o papel do formador nosistema onde desenvolve a suaatividade;

    Conhecer o respectivo perfil decompetncias;

    Identificar as diferentes modalidades de

    formao profissional e intervenoformativa.

    OBJETIVO GERAL

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    3/80

    OBJETIVOS ESPECIFICOS

    - Caracterizar os sistemas de qualificao;- Identificar a legislao nacional e comunitria

    que regula a formao profissional;- Enunciar as competncias necessrias

    atividade do formador;

    - Identificar os conceitos e as teorias do processo

    de aprendizagem.

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    4/80

    O que a formaoprofissional?

    http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.moodle.ufba.br/file.php/10061/imagens_topicos/duvidas5.jpg&imgrefurl=http://www.moodle.ufba.br/mod/forum/view.php%3Fid%3D23363&usg=__MM3q5YoCh08ZBmzNs7YrvDNUqGs=&h=380&w=380&sz=16&hl=pt-PT&start=3&sig2=mvk8C3BlzgsiLYnPqM0Vsw&tbnid=Y7zY6KPAfM9lWM:&tbnh=123&tbnw=123&prev=/images%3Fq%3Dduvidas%26gbv%3D2%26hl%3Dpt-PT&ei=-DfiSaH1Bc-RsAaoyoSqDA
  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    5/80

    Actualmente interveno:

    - Na preveno profissional de competncias;

    - No desenvolvimento e aperfeioamento das

    mesmas;

    - Na verificao de obteno de resultados.

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    6/80

    IEFP- Instituto de Emprego e Formao Profissional

    DGERT- Direco Geral do Emprego e das Relaes de

    Trabalho

    ENTIDADES NA FORMAO PROFISSIONAL

    http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.companhiapropria.pt/certificados/img/dgert.jpg&imgrefurl=http://www.companhiapropria.pt/certificados.php&usg=__ORuTciUUuxQqeVOQwNUO8exNvcs=&h=211&w=300&sz=15&hl=pt-PT&start=3&sig2=1A9Ic1568rlsyse6Rotutg&tbnid=4ZwOnn-Iif4YdM:&tbnh=82&tbnw=116&prev=/images%3Fq%3Ddgert%26gbv%3D2%26hl%3Dpt-PT&ei=GzziSbqJOcqEsAbWovmmDAhttp://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.cercizimbra.org.pt/Imagens/iefp.JPG&imgrefurl=http://www.cercizimbra.org.pt/Paginas/cao/contacts.htm&usg=__gGP72vRWKjK3c6ALgojpRKtaNbE=&h=450&w=600&sz=11&hl=pt-PT&start=1&sig2=guyOoVIeYeLtGuXBeujpOw&tbnid=mrqDkhw3vaC5vM:&tbnh=101&tbnw=135&prev=/images%3Fq%3Diefp%26gbv%3D2%26hl%3Dpt-PT&ei=_jviSdDQLIeRsAbo2rXBDA
  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    7/80

    Fundo Social Europeu (FSE)- Gerido pelo IGFSE;- SIFFSE

    Chega s entidades atravs dos Quadros

    Comunitrios de Apoio QREN (2007-2013)

    ENTIDADES NA FORMAO PROFISSIONAL

    Programa Operacionalde Potencial Humano

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    8/80

    Sistema nacional de qualificao

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    9/80

    O QUE SER FORMADOR?

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    10/80

    (...) O profissional, que na realizao de uma ao deformao, estabelece uma relao pedaggica com osformandos, favorecendo a aquisio de conhecimentos ecompetncias, bem como o desenvolvimento de atitudes (...)

    adequados ao desempenho profissional.

    O formador pode ter outras designaes (...) nomeadamenteinstrutor, monitor, animador e tutor da formao.

    In, D. Repblica Portuguesa 66/94 de 18 de Dezembro

    O FORMADOR PERFIL E COMPETNCIAS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    11/80

    COMPETNCIAS DO FORMADOR(Vrios domnios)

    Competncia Tcnico-Profissional

    Competncia Pedaggica

    Personalidade

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    12/80

    Bom domnio da rea de atuao;Abertura mudana/aperfeioamento;

    Permanecer atualizado;

    Questionar e reestruturar conhecimentos;

    Fornecer aos formandos os instrumentos necessrios para

    a adaptao mudana;

    Gesto, manuteno e correta manipulao dos materiaise equipamentos.

    COMPETNCIAS TCNICO-PROFISSIONAIS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    13/80

    CAPACIDADE DE COMUNICAO

    Clareza do discurso;

    Estrutura lgica;

    Compreenso dos quadros de referncia dos formandos;

    Sistematizao das ideias-chave;

    Adequao do repertrio.

    COMPETNCIAS PEDAGGICAS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    14/80

    CAPACIDADE DE RELAO COM OS FORMANDOS

    Compreenso/aceitao do outro;

    Apoio nos momentos crticos;

    Gesto de conflitos;

    Auto-controlo.

    COMPETNCIAS PEDAGGICAS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    15/80

    FACILITAO DA APRENDIZAGEM

    Conhecimento dos formandos;

    Conhecimento das fontes de motivao;

    Criao de condies favorveis aprendizagem;

    Comunicao dos objetivos;

    Fomento da auto-avaliao.

    COMPETNCIAS PEDAGGICAS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    16/80

    Humor;

    Espirito de Abertura;

    Auto-Crtica;

    Responsabilidade;

    Dinamismo e Criatividade;

    Estabilidade Emocional.

    PERSONALIDADE

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    17/80

    A funo FORMADOR traz tambm aoprprio formador direitos e deveres

    que devem ser cumpridos.

    http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.videogest.pt/catalogo/it340005.jpg&imgrefurl=http://www.videogest.pt/catalogo/it340005.htm&usg=__lmbJIuYTcg16dngHSULtiGarDmw=&h=180&w=200&sz=7&hl=pt-PT&start=3&sig2=X5KynKyNPYQjDUx4KsV-oA&tbnid=hwSAOJ5VjEwUJM:&tbnh=94&tbnw=104&prev=/images%3Fq%3DFORMADOR%26gbv%3D2%26hl%3Dpt-PT&ei=NEniSenpGt2RjAf8noyqDg
  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    18/80

    Competncia;

    Zelo; Sigilo; Lealdade;

    Assiduidade; Pontualidade.

    Cdigo Deontolgico

    Deveres do Formador

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    19/80

    Cuidar dos equipamentos/materiais;

    Prestar apoio pedaggico-didctico entidadeformadora e promotora;

    Preparar e realizar as atividades pedaggicaspropostas;

    Participar em aes de formao paraformadores.

    DEVERES DO FORMADOR

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    20/80

    Ser remunerado de acordo com a funo

    desempenhada;

    Ter acesso a materiais e informaesdisponveis no IEFP e na ANQEP

    Ter formao profissional necessria aoexerccio das suas funes.

    DIREITOS DO FORMADOR

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    21/80

    Julgar saber tudo; Ter o mesmo discurso seja qual for a populao

    alvo;

    Esquecer-se de perguntar aos formandos a suaopinio sobre a formao recebida;

    Criticar tudo o que no provm de si;

    No ter em conta o humor dos formandos;

    No se aproximar fisicamente dos formandos.

    O QUE PODE LEVAR AO INSUCESSO DA

    FORMA O

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    22/80

    FORMAO PROFISSIONAL

    Conjunto de atividades que visam a aquisio de

    conhecimentos tericos e prticos, assim como de

    atitudes e comportamentos, necessrios para o

    exerccio de determinada profisso ou grupo deprofisses.

    DISTINO DE CONCEITOS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    23/80

    FORMAO PROFISSIONAL INICIALFormao que visa a aquisio das capacidades indispensveis

    para o exerccio de uma determinada profisso.

    FORMAO PROFISSIONAL CONTINUA

    Formao que visa a melhoria das capacidades e competncias

    no exerccio de uma determinada profisso.

    DISTINO DE CONCEITOS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    24/80

    FORMAO EM CONTEXTO DE TRABALHO

    Visa desenvolver novas competncias e consolidar as

    adquiridas em contexto de formao, atravs da realizao de

    atividades essenciais ao exerccio profissional, bem como

    facilitar a futura (re)insero profissional.

    DISTINO DE CONCEITOS

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    25/80

    Modalidades da formaoCursos de Aprendizagem

    Cursos de Educao e Formao para Jovens

    Cursos de Especializao Tecnolgica

    Cursos de Educao e Formao de Adultos

    Formaes Modulares Certificadas

    Modalidade de Interveno Vida Ativa

    Programa de Formao em Competncias Bsicas

    Programa Portugus para Todos

    Reconhecimento, Validao e Certificao de Competncias

    RVCC

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    26/80

    PresencialFormador e Formandos partilham o

    mesmo espao fisco, com nmero limitado deformandos.

    E-learningFormador e Formandos separadosfisicamente e no havendo limite ao numero deformandos, sendo de forma sncrona e assncrona

    B-learning- Formador e Formandos partilham sessespresenciais e on-line, sendo de forma sncrona nacomponente em sala e assncrona nos trabalhos forada sala.

    Modalidades de Interveno Formativa

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    27/80

    O que aprender?

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    28/80

    A aprendizagem um processo, pelo qual

    surge ou se modifica uma atividade, nasequncia de reaes do organismo a uma

    situao do ambiente.

    Hilgard

    CONCEITO DE APRENDIZAGEM

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    29/80

    GLOBAL

    DINMICO

    CONTNUO

    INDIVIDUAL

    GRADATIVOCUMULATIVO

    A aprendizagem um processo:

  • 7/25/2019 Contextos de Intervencao

    30/80

    Global

    A sua eficcia implica interao entre os diferentes tipos desaberes. Para que haja aprendizagem, o formando temque ser capaz de relacionar os seus conhecimentos,capacidades e valores com o contexto formao.