Construcao Historica Do Caboclo - Amazonia

  • View
    15

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Construcao Historica Do Caboclo - Amazonia

  • A CONSTRUO HISTRICADO TERMO CABOCLO

    SOBRE ESTRUTURAS EREPRESENTAES SOCIAIS NO

    MEIO RURAL AMAZNICO

    Deborah de Magalhes Lima

    O termo caboclo amplamente utilizado na Amaznia brasileiracomo uma categoria de classificao social. tambm usado na literaturaacadmica para fazer referncia direta aos pequenos produtores ruraisde ocupao histrica. No discurso coloquial, a definio da categoriasocial caboclo complexa, ambgua e est associada a um esteretiponegativo. Na antropologia, a definio de caboclos como camponesesamaznicos objetiva e distingue os habitantes tradicionais dosimigrantes recm-chegados de outras regies do pas. Ambas asacepes de caboclo, a coloquial e a acadmica, constituem categoriasde classificao social empregadas por pessoas que no se incluem nasua definio.

    Este artigo discute como a construo histrica do termo e o usoda palavra caboclo refletem a histria da formao da sociedadeamaznica, com sua estrutura de classes e a representao social das

    1 Doutora em Antropologia e Professora do Departamento de Antropologia e do Ncleo deAltos Estudos Amaznicos, Universidade Federal do Par.

    Novos Cadernos NAEA vol. 2, n 2 - dezembro 1999

    2_NCN_v2n2_Deborah.pmd 14/4/2009, 13:515

  • Deborah de Magalhes Lima

    6

    2 O artigo baseado em trechos da dissertao de doutorado (cf. Lima Ayres, 1992), cuja pesquisafoi realizada na zona rural do mdio Solimes, Amazonas. A discusso final foi apresentada emuma mesa redonda (Museu Goeldi, outubro de 1999) sobre a questo da identidade amaznica.

    categorias e grupos que a compem. Este sentido do termo abordadopara questionar as implicaes do uso acadmico da palavra caboclo2.

    OS USOS DA PALAVRA CABOCLO

    Na fala coloquial, o caboclo uma categoria de classificaosocial complexa que inclui dimenses geogrficas, raciais e de classe.Considerando a dimenso geogrfica, o caboclo reconhecido comoum dos tipos regionais do Brasil (cf. IBGE, 1975). Entre esses tiposgerais esto os gachos do sul, as baianas da Bahia e os sertanejos donordeste, para citar alguns. A distino de cada tipo regional estrelacionada com a geografia, a histria da colonizao e as origenstnicas da populao. Nesse sentido, os caboclos so reconhecidospelos brasileiros em geral como o tipo humano caracterstico dapopulao rural da Amaznia.

    Enquanto outros tipos regionais constituem representaesestereotipadas mais restritas (aparecendo em descries gerais e nofolclore, para exibir as identidades regionais), o caboclo tambm umacategoria de mistura racial e refere-se ao filho do branco e do ndio.A combinao de um tipo racial especfico e uma regio geogrficaest relacionada histria da Amaznia. Em contraste com outras regiesdo Brasil, a colonizao da Amaznia incluiu polticas para integrar (ouseja, escravizar, estimular casamentos mistos e civilizar) a populaoindgena sociedade colonial.

    A influncia do portugus tambm foi maior na Amaznia. Devidoa condies climticas, bem como a oportunidades econmicas,imigrantes de outros pases europeus preferiram se estabelecer no suldo Brasil. Em comparao com o nordeste e o sudeste, o nmero deescravos negros na Amaznia tambm foi pequeno, e a economiacolonial, voltada para a extrao de produtos florestais, dependiaprincipalmente de trabalho indgena3.

    Alm do caboclo, existem no Brasil outras categorias popularesde raa mista, tais como o mulato (o filho do branco e do negro) e o

    3 Por esse motivo, as influncias portuguesas e indgenas so mais fortes na Amaznia do que emoutras regies brasileiras. A mistura dos dois grupos tnicos est condensada na definio raciale cultural do caboclo. De fato, a principal caracterstica apontada por vrios autores como definidorade uma cultura cabocla a presena integrada de traos portugueses e indgenas (Galvo, 1955).

    2_NCN_v2n2_Deborah.pmd 14/4/2009, 13:516

  • A construo histrica do termo caboclo

    7

    cafuzo (filho do ndio e do negro). Mas, enquanto tais categorias raciaisno se associam a uma regio brasileira especfica, os caboclos, sim.E, em contraste com outros tipos regionais, o nome caboclo tambm usado como categoria de classificao social. Embora a associaoentre os conceitos coloquiais de raa e de classe no seja sempre realou precisa, ela usada na construo de uma representao da classesuperior amaznica como branca, enquanto se faz referncia classebaixa rural como cabocla.

    Na regio amaznica, o termo caboclo tambm empregado comocategoria relacional. Nessa utilizao, o termo identifica uma categoriade pessoas que se encontra numa posio social inferior em relaoquela com que o locutor ou a locutora se identifica. Os parmetrosutilizados nessa classificao coloquial incluem as qualidades rurais,descendncia indgena e no civilizada (ou seja, analfabeta e rstica),que contrastam com as qualidades urbana, branca e civilizada. Comocategoria relacional, no h um grupo fixo identificado como caboclos.O termo pode ser aplicado a qualquer grupo social ou pessoaconsiderada mais rural, indgena ou rstica em relao ao locutor ou locutora. Nesse sentido, a utilizao do termo tambm um meio de olocutor ou a locutora afirmar sua identidade? No cabocla ou branca.

    No entanto, nem a natureza conceitual nem a relacional do termoso explicita. Como resultado, o uso coloquial do termo leva suposiode que existe uma populao concreta que pode ser imediatamenteidentificada como cabocla e carrega a identidade de caboclos. Almdisso, nas ltimas dcadas, a literatura antropolgica tem feito uso dotermo, mas sem considerar a diferena entre o seu significado e o usocoloquial. Da a necessidade de distinguir cada uso do termo e sequestionar sobre a possibilidade de se instaurar um significado neutropara um termo consagrado pelo uso popular.

    Em contraste com o uso coloquial, o conceito de caboclosempregado na antropologia aponta uma categoria social fixa, ao invsde relacional: o campesinato histrico da Amaznia. A definio decamponeses, assim como a de caboclos, tambm problemtica erequer especificao. As politicas coloniais, implementadas durante osculo XVIII, explicitamente objetivaram a constituio de umcampesinato amaznico que viria a produzir bens para o mercadoeuropeu. Nos seus trezentos anos de existncia, o campesinatoamaznico mostrou perodos de intensa participao no mercado,alternados com perodos de baixa participao, quando predominaramas atividades de subsistncia.

    2_NCN_v2n2_Deborah.pmd 14/4/2009, 13:517

  • Deborah de Magalhes Lima

    8

    O uso objetivo do termo caboclo pretende especificar umacategoria social qual falta um termo prprio de autodenominao eaponta para o processo histrico de sua constituio. Embora o termotransmita um significado preciso aos leitores em potencial dessestrabalhos acadmicos, ele deixa uma pergunta a ser respondida: se umtermo de identificao do observador, qual a identidade prpria daspessoas s quais o termo se refere? Os chamados caboclos, isto , ospequenos produtores rurais amaznicos, no tm uma identidadecoletiva, nem um termo alternativo e abrangente de autodenominao.A nica categoria de autodenominao comumente empregada por todaa populao rural a de pobre. Noes mais fortes de identidadebaseiam-se no parentesco, na religio, na ecologia do assentamento ena ocupao econmica do grupo e do indivduo, como ser discutidoabaixo. Esses parmetros no constituem uma base de unificao, masde diferenciao no interior da prpria populao rural. As famliasconstituem a base da formao de pequenos grupos e esto diretamenterelacionadas organizao das comunidades rurais. E, dentro de cadacomunidade, grupos familiares diferentes freqentemente disputam aliderana local. Portanto, como os camponeses em geral, a categoriasocial caboclo caracterizada pela ausncia de uma identidade coletivaforte. A populao rural tem, ao contrrio, identidades locais, do pontode vista de uma observao externa que nela percebe traos comuns.

    Tal evidncia permite perceber melhor a natureza do conceito decaboclo. O caboclo uma categoria de classificao social empregadapor estranhos, com base no reconhecimento de que a populao ruralamaznica compartilha um conjunto de atributos comuns. Mas esta no uma categoria social homognea nem absolutamente distintiva. importante frisar a natureza conceitual do termo pois existe o perigode tomar-se o termo caboclo como uma identidade e desse modo criarfronteiras absolutas para um grupo social que no encontrado na vidareal. Ao contrrio, o termo caboclo deve ser entendido como umacategoria geral de referncia e identificao.

    A natureza do termo caboclo portanto conceitual e consiste emuma categoria social de pensamento analtico. Sendo uma categoriasocial, o termo uma abstrao, uma unidade de um sistema declassificao social projetado para retratar as diferenas entre as pessoasna sociedade. Em contraste com um grupo social, uma categoria socialconsiste em uma agregao artificial de pessoas baseada na identificaode atributos comuns compartilhados por indivduos que no se engajamnecessariamente em um relacionamento social em razo dessasimilaridade. Os atributos que definem uma categoria social podem ser

    2_NCN_v2n2_Deborah.pmd 14/4/2009, 13:518

  • A construo histrica do termo caboclo

    9

    biolgicos, sociais ou culturais. Um grupo social, por outro lado,consiste em uma agregao humana real, que definida por interaesestreitas e relacionamentos pessoais (ver Keesing, 1975: 9-10).

    Assim, habitantes da comunidade Nogueira, uma pequenalocalidade da regio do mdio Solimes, no Amazonas, formam umgrupo social. Eles interagem regularmente e esto ligados por relaesde parentesco. Os habitantes de Vila Alencar, localizada a apenas 4 horasde distncia de Nogueira, formam um grupo social semelhante. Mas,enquanto os moradores da cidade de Tef podem fazer referncia a ambasas localidades como sendo comunidades caboclas (porque ambasapresentam os atributos que definem a categoria social caboclo), osmoradores des