of 33/33
D D e e t t e e r r m m i i n n a a ç ç õ õ e e s s e e m m i i t t i i d d a a s s p p e e l l o o T T r r i i b b u u n n a a l l d d e e C C o o n n t t a a s s d d a a U U n n i i ã ã o o à à F F u u n n d d a a ç ç ã ã o o O O s s w w a a l l d d o o C C r r u u z z Elaboração: Auditoria Interna/Fiocruz Abril de 2006

AUDIN - Serie Historica TCU

  • View
    151

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of AUDIN - Serie Historica TCU

Determinaes emitidas pelo Tribunal de Contas da Unio Fundao Oswaldo Cruz

Elaborao: Auditoria Interna/Fiocruz Abril de 2006

Auditoria Interna

Prezados Membros do Conselho Deliberativo da Fiocruz, Apresentamos a V.S uma srie histrica de todas as determinaes emitidas pelo Tribunal de Contas da Unio Fundao Oswaldo Cruz, nos ltimos dez anos, aproximadamente. Este trabalho teve como pressuposto, alm de atender s determinaes dos Acrdos 1627/2005 2 Cmara e 283/2006 2 Cmara, oferecer a cada Unidade da Fiocruz um documento unificado, de fcil leitura e consulta de todas as recomendaes do TCU, de forma a facilitar o conhecimento, o aprendizado e a soluo de problemas relacionados gesto, aspectos to importantes para o sucesso das aes administrativas que contribuem para o alcance das metas institucionais. O presente documento est estruturado por grandes reas temticas Licitaes e Contratos, Obras Pblicas, Convnios, Pessoal, Bens Patrimoniais e outros temas no elencados nos anteriores. Dentro de cada rea, apresentamos as determinaes e o(s) respectivo(s) documento(s) do Tribunal que deu origem s mesmas. No obstante esta divulgao condensada que ora apresentamos, todas as determinaes do TCU so divulgadas por esta Auditoria Interna no mbito da Fiocruz atravs de Memorandos-Circulares, quando os assuntos so afetos a toda Instituio, e atravs de Memorandos especficos ou mensagens eletrnicas para as Unidades envolvidas nos assuntos tratados. Uma demonstrao dessa divulgao pode ser verificada neste trabalho, quando indicamos, aps cada documento do TCU, o instrumento da Audin que o divulgou na poca. importante frisar que a divulgao dessas determinaes dentro de cada Unidade poder contribuir para o no cometimento de falhas e impropriedades que possam vir a ser objeto de constatao dos rgos de controle interno e externo, alm de subsidiar o trabalho dirio das atividades realizadas pelos profissionais das reas relacionadas aos temas, motivo pelo qual sugerimos ampla distribuio deste 1 documento nas reas em que V.S julgar pertinente. Nessa linha, registramos que no primeiro mandato de gesto da atual Presidncia e neste dois primeiros anos do segundo mandato, foram aprovadas as prestaes de contas de duas gestes anteriores (1994 a 2000) e as contas relativas a 2001 e 2002, estando em processo de julgamento as contas de 2003 e 2004. Finalmente, colocamo-nos disposio dessa Unidade ao mesmo tempo que informamos que este documento est disponvel na intranet da audin: http://157.86.112.4/audinintranet/ Rio de Janeiro, 27 de abril de 2006.

Atenciosamente

Silvina da Costa Marques Auditora-Chefe

AUDIN/FIOCRUZ 2

Auditoria Interna

NDICE

BENS PATRIMONIAIS ................................................................................................ 04 CONVNIOS...............................................................................................................07 LICITAES E CONTRATOS.......................................................................................10 OBRAS PBLICAS.......................................................................................................16 PESSOAL..................................................................................................................... 24 OUTROS TEMAS.......................................................................................................... 30

3

Auditoria Interna

Bens Patrimoniais

4

Auditoria Interna

1 - Proceder a compatibilizao dos registros contbeis com os bens inventariados. Documento TCU: Acrdo 81/92 P (Prestao de Contas de 1987) 1 2 - Realizar o inventrio de bens imveis, no prazo mximo de seis meses, em cumprimento ao item 8 da IN/SEDAP n 205 e a Lei n 4.320/64, e regularizar a situao destes bens junto GRPU/RJ. Documentos TCU: Acrdo 81/92 P (Prestao de Contas de 1987) 1 Acrdo 419/97 1(Prestao de Contas de 1992) Ofcio 718/02, Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Relatrio de Inspeo (Prestao de Contas de 2000) Divulgao AUDIN: Memo 102/02, de 17/04/02 Presidncia Memo 115/02, de 06/05/02, DIRAC Memo 207/04, de 09/11/04, DIRAD Memo 083/05, de 24/05/05, DIRAD Memo 084/05, de 24/05/05, DIRAC 3 - Prosseguir com a regularizao da cesso de seus bens mveis e imveis, observando o disposto no inciso III do artigo 1 do Decreto n 99.509/1990. Documento TCU: Acrdo 2.099/04 1 (Prestao de Contas de 2000) Divulgao AUDIN: Memo 180/04, de 13/09/04, DIRAD Memo-Circular 012/04, de 13/09/04, aos Diretores e Administradores Memo-Circular 016/04, de 09/11/04, aos Diretores e Administradores Memo 207/04, de 09/11/04, DIRAD 4 - Alienar os veculos que possuem alto consumo de combustvel. Documentos TCU: Ofcio 718/02, Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Divulgao AUDIN: Memo 203, de 04/11/04, DIRAC Memo 084, de 24/05/05, DIRAC1 Tendo em vista o tempo decorrido, no foi possvel resgatar a divulgao dada pela AUDIN ao Acrdo de 1992.

5

Auditoria Interna

5 - Registrar nas futuras prestaes de contas as providncias adotadas para o controle dos bens importados, demonstrando a contabilizao da importao desde o fechamento do contrato de cmbio at o atesto de recebimento do material e pagamento, realizando assim o gerenciamento dos procedimentos em todas as fases de importao. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo 190, de 24/10/05, DIRAD Memo-Circular 024, de 25/10/05, s Unidades Descentralizadas

6

Auditoria Interna

Convnios

7

Auditoria Interna

6 - Ater-se aos objetivos da Entidade e legislao pertinente, com relao assinatura de convnios. Documento TCU: Acrdo 81/92 P (Prestao de Contas de 1987) 1 7 - Creditar e manter os recursos transferidos entidade, por conta de convnios celebrados com a Unio, diretamente na conta especfica de cada convnio, nos termos do art. 20 da IN/STN n 01, de 15 de janeiro de 1997. 8 - Observar o disposto no art. 21 da IN/STN n 01, de 15 de janeiro de 1997, quanto a liberao de recursos relativos a convnios celebrados com outras entidades. Documento TCU: Acrdo 7/99 P (Prestao de Contas de 1993) Divulgao AUDIN: Despacho de 26/02/1999 DIRAD e Procuradoria 9 - Adotar providncias no sentido de proceder ao recolhimento de valores residuais provenientes de convnios concludos. Documento TCU: Deciso 208/99 - P (Relatrio de Inspeo de 1997) Divulgao AUDIN: Encaminhado a DIRAD/DEFIN por despacho no processo. 10 - Elaborar o plano de trabalho com informaes suficientes para identificar de forma clara e sucinta as atividades a serem executadas com os recursos recebidos. 11 - No celebrar convnio com a Sociedade de Promoo da Casa de Oswaldo Cruz - SPCOC, ou com outras quaisquer entidades, quando o objeto e a realizao dos eventos estabelecidos no plano de trabalho no forem compatveis com as atribuies estatutrias das entidades, tendo em vista o disposto no artigo 1, 2, da Instruo Normativa STN n 01/97. 12 - Descrever qualitativa e quantitativamente as metas a serem atingidas, conforme preceitua o inciso III do artigo 2 da Instruo Normativa STN n 01/97. 13 - No celebrar convnio quando o objeto envolver a prestao de servios ou a aquisio de produtos cuja contratao deva ser precedida do competente certame licitatrio, conforme determina o artigo 2 da Lei n 8.666/93, conforme observado no convnio com a Indstria e Comrcio de Medicamentos Labogen S/A.1 Tendo em vista o tempo decorrido, no foi possvel resgatar a divulgao dada pela AUDIN ao Acrdo de 1992.

8

Auditoria Interna

14 - Exigir que o objeto do convnio guarde correlao com a descrio do programa de trabalho, conforme preceitua o inciso I do artigo 7 da Instruo Normativa STN n 01/97. 15 - Exigir do convenente a adoo de procedimentos anlogos aos estabelecidos na Lei n 8.666/93, consoante dispe o pargrafo nico do artigo 27 da Instruo Normativa STN n 01/97. 16 - Exigir do convenente que os recursos sejam mantidos em conta bancria especfica, somente sendo permitidos saques para o pagamento de despesas previstas no plano de trabalho, conforme dispe o inciso XIX do artigo 7 e o artigo 20 da Instruo Normativa STN n 01/97; 17 - Avaliar, acompanhe e fiscalize a execuo dos convnios, impedindo a realizao de despesas no compatveis com o objeto da avena, conforme estabelece o artigo 23 da Instruo Normativa STN n 01/97. 18 - Rescindir o convnio quando os recursos forem utilizados em desacordo com o plano de trabalho, instaurando a competente tomada de contas especial, conforme estabelece os artigos 36 e 37 da Instruo Normativa STN n 01/97. 19 - No liberar parcelas do convnio enquanto no tiver havido comprovao da boa e regular aplicao da parcela anteriormente recebida, conforme estabelece o inciso I do pargrafo 4 do artigo 21 da Instruo Normativa STN n 01/97. 20 - Exigir do convenente que sejam mantidos em boa ordem os documentos comprobatrios de despesa em conformidade com o artigo 30 da IN/STN 01/97. 21 - Exigir que o convenente apresente todos os documentos na lngua portuguesa, de acordo com o artigo 13 da Constituio Federal. 22 - Realizar por meio de sua auditoria interna, com fulcro nos arts. 7, V e XVIII, e 23 da IN n 01, de 15 de janeiro de 1997, alterada pela IN STN n 2/2002, a funo gerencial fiscalizadora, de forma a prevenir a ocorrncia de irregularidades e disfunes, em especial no que tange legitimidade e autenticidade dos documentos comprobatrios de despesa. Documento TCU: Acrdo 2.099/04 1 (Prestao de Contas de 2000) Divulgao AUDIN: Memo 180, de 13/09/04, DIRAD Memo 181, de 13/09/04, DIPLAN Memo-Circular 012, de 13/09/04, aos Diretores e Administradores

9

Auditoria Interna

Licitaes e Contratos

10

Auditoria Interna

23 - Observar fielmente os dispositivos do Decreto-Lei n 2.300/86 em relao ao necessrio processo licitatrio para contratao e aquisio de bens. Documento TCU: Acrdo 83/92 P (Prestao de Contas de 1988) 1 24 - Observar o disposto nos artigos 24, 25 e 26 da Lei n 8.666/93 quando da contratao com dispensa ou inexigibilidade de licitao. Documento TCU: Acrdo 2.159/03 2 (Prestao de Contas de 1994) Divulgao AUDIN: Memo 203, de 10/12/03, DIRAD Memo 031, de 06/02/04, DIREH Memo-Circular 003, de 11/02/04, aos Diretores 25 - Atentar para a necessidade de, nos editais de licitao, serem adotados critrios igualitrios para os licitantes nacionais e estrangeiros, no que tange s exigncias de comprovao de qualificao econmico-financeira, dos prazos e locais para entrega dos bens e da forma de pagamento nos termos do art. 32, 4, 41, 3 e 6, ambos da Lei n 8.666/93. Documento TCU: Deciso 641/98 - P (Representao de 1995) Divulgao AUDIN: Despacho a DIRAD em 14/10/98, solicitando a juntada da Deciso ao processo de prestao de contas/95. 26 - Obedecer aos ditames da Lei n 8.666/1993 e das normas especficas quando da ocorrncia de reajustes nos contratos firmados pela entidade. Documento TCU: Acrdo 296/04 2 (Prestao de Contas de 1996) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 007, de 06/04/04, aos Diretores e Administradores Memo 108, de 19/04/04, DIRAD 27 - Abster-se, nos processos licitatrios, de adotar preferncia de marca, a menos que seja demonstrado tecnicamente e de forma circunstanciada, que somente uma atende s necessidades especficas da Administrao, conforme disposto nos artigos 7, 5 e 15, 7, inciso I da Lei n 8.666/93.1 Tendo em vista o tempo decorrido, no foi possvel resgatar a divulgao dada pela AUDIN ao Acrdo de 1992.

11

Auditoria Interna

Documentos TCU: Deciso 208/99 1 (Relatrio de Auditoria de 1997) Deciso 664/01- P (Representao de 2001) Acrdo 1.613/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Encaminhado DIRAD por despacho no processo Memo 166, de 13/11/03, DIRAC 28 - Firmar entendimento no sentido de que a reabertura de prazo para apresentao de novas propostas nos termos previstos no art. 48, 3, da Lei 8.666/93, permite a ampla reformulao das propostas, at mesmo quanto ao preo, no estando as novas propostas vinculadas s anteriores. 29 - Corrigir as ilegalidades cometidas pela CL no mbito da CP 15/2000, promovendo a alterao do contrato 13/2000 da decorrente, a fim de que o valor total para 30 meses seja restabelecido ao originalmente proposto, ou seja, ao valor de R$ 480.647,10 e aplicado este valor como referncia para as parcelas mensais referentes aos meses que ainda faltam transcorrer para a execuo do contrato, ou em caso de negativa da empresa contratada, rescinda o contrato por interesse pblico, haja vista o acrscimo injustificado de 27,27% na proposta de preo, dando-se cincia ao tribunal no prazo de 30 dias das providncias adotadas. Documentos TCU: Deciso 907/01 P (Representao de 2001) Deciso 072/02 - P Divulgao AUDIN: Memo 274 de 03/12/2001 a DIRAD Memo 283 de 07/12/2001 a DIRAC Memo 009 de 15/01/2002 a DIRAC Memo-Circular 003 de 15/01/2002 aos Diretores e Administradores Memo 079 de 27/03/2002 a DIRAC e DIRAD 30 - Cumprir os parmetros estipulados nos artigos 22 e 23 da Lei n 8.666/93, de modo a regularizar a contratao de pessoa jurdica para a prestao de servios de jardinagem, limpeza e manuteno predial, sendo fixado para tal o prazo de seis meses. 31 - Nas licitaes que tenham como participantes cooperativas, observar o disposto no art. 23 da Lei n 8.212/91 (recolhimento ao INSS do valor correspondente alquota de 15% sobre a fatura de prestao de servios), providenciando o devido acrscimo ao preo ofertado.

12

Auditoria Interna

32 - Observar fielmente os ditames da Lei n 8.666/93, quando da realizao das licitaes, em especial os artigos 3, 1 e 2, inciso II; 14; 15, 7, inciso II; 21, 2, 25, incisos I a III e pargrafos 1 e 2, 32, 5, 38, caput, inciso III e pargrafo nico, 40, 1 e 2, inciso II; 43, incisos I a IV; 45, 2, 48, inciso II e pargrafos 1 e 2 e 109, 1. 33 - Adotar providncias para que conste dos processos licitatrios a relao dos preos praticados no mdulo gerencial Comprasnet/SIASG. Documentos TCU: Ofcio 718/02, Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Divulgao AUDIN: Memo 102, de 17/04/02 Presidncia Memo 115, de 06/05/02, DIRAC Memo-Circular 010, de 07/05/02, aos Diretores e Membros do CD Memo 203, de 04/11/04, DIRAC Memo-Circular 015, de 09/11/04, aos Diretores e Administradores Memo 084, de 24/05/05, DIRAC 34 - Atentar para o disposto no pargrafo nico do art. 61 da Lei n 8.666/93, promovendo a correta edio dos dados para a publicao resumida do instrumento de contrato, que visa a indispensvel eficcia do mesmo. Documento TCU: Acrdo 3.063/04 - 1 (Prestao de Contas de 2001) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 001, de 27/01/05, aos Diretores e Administradores 35 - Constituir os processos de inexigibilidade de licitao com os elementos previstos no art. 26, pargrafo nico, incisos II e III da Lei n 8.666/93, tendo em vista o observado nos processos de contratao com pagamento por recibo de pagamento de autnomo - RPA. Documentos TCU: Acrdo 471/03 P (Fiscobras 2002) Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 009, de 04/07/03, aos Diretores e Administradores Memo-Circular 022, de 24/10/05, aos Diretores e Administradores 36 - No incluir no projeto da licitao o fornecimento de materiais e servios sem previso de quantidades, contrariando o art. 7, 4, da Lei n 8.666/93. 13

Auditoria Interna

37 - Atentar aos termos do art. 54, 1 e 2, da Lei n 8.666/93, que preceitua que os contratos devem estar em conformidade com a proposta a que se vincularam. 38 - Observar os dispositivos da Lei n 8.666/93, especialmente no que se refere ao art. 25, limitando as contrataes por inexigibilidade de licitao aos casos em que houver, comprovadamente, inviabilidade de competio. 39 - Fazer constar, nos processos licitatrios, a compatibilidade dos preos com os praticados no mercado, consoante o art. 26, inciso III, da Lei n 8.666/93. 40 - Verificar a conformidade de cada proposta com os requisitos do edital, consoante o que determina o art. 54, 1 e 2, da Lei n 8.666/93. 41 - Abster-se de autorizar a execuo de servios sem cobertura contratual, em obedincia ao art. 62 da Lei n 8.666/93. 42 - Observar rigorosamente, no caso de contratao em carter emergencial, alm do disposto no art. 24, inciso IV, c/c o art. 26, pargrafo nico, incisos I a III, da Lei n 8.666/93, com o detalhamento contido na Deciso Plenria n 347/94, tambm a necessidade de consultar o maior nmero possvel de interessados, em ateno aos princpios da impessoalidade e da moralidade administrativa, que devem reger as atividades do administrador pblico. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 022, de 24/10/05, aos Diretores e Administradores 43 - Efetue corretamente os registros no SIAFI das operaes com contratos, especialmente quanto ao valor contratado. 44 - Divulgue, por intermdio de sua Auditoria Interna, a todas as unidades gestoras as deliberaes dirigidas por esta Corte a essa Fundao, de forma a prevenir a repetio de falhas e irregularidades. 45 - Observe, na publicao de extratos de contratos na Imprensa Oficial, as disposies do art. 61 da Lei n 8.666/1993, devendo conter o nmero do contrato, os nomes das partes, o objeto, o ato que autorizou a sua lavratura, o nmero do processo da licitao, da dispensa ou da inexigibilidade, valor, data de assinatura, prazo de vigncia e a fundamentao legal, inclusive com a indicao do artigo da norma utilizada, prestando, assim, as informaes que permitam identificar todos os atos praticados pelos administradores. Documento TCU: Acrdo 283/2006 2 Cmara Divulgao AUDIN: Memo-Circular 006, de 03/04/2006, aos Diretores e Administradores 14

Auditoria Interna

46 - Determinar Fundao Oswaldo Cruz que se abstenha de realizar antecipaes de pagamento, sem a devida contraprestao de fornecimento de bens ou execuo de obra ou servio, nos contratos que celebrar, ressalvados os casos em que o adiantamento de parcela contratual vise a sensvel economia de recursos para a Administrao (art. 40, inciso XIV, alnea "d", da Lei n 8.666/93), tenha previso no edital e o contratante apresente suficientes garantias de ressarcimento ao Errio, em conformidade com o art. 65, inciso II, alnea "c", da Lei n 8.666/93 e com a jurisprudncia deste Tribunal. Documento TCU: Acrdo 23/2006 - P (Representao) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 003, de 15/02/2006, aos Diretores e Administradores

15

Auditoria Interna

Obras Pblicas

16

Auditoria Interna

47 - Realizar processo licitatrio para a contratao de profissionais para atuao na rea de fiscalizao, supervisionamento e gerenciamento de obras, conforme determina o art. 37, inciso XXI, da Constituio Federal e o art. 2 da Lei 8.666/93, em substituio aos procedimentos de contratao por intermdio de recibo de pagamento de autnomo RPA, inclusive para as obras ora em andamento. 48 - Anexar aos processos licitatrios a declarao do servio financeiro de que h disponibilidade oramentria para a realizao da despesa, conforme dispe o art. 7, 2, inciso III, da Lei n 8.666/93. 49- Submeter o projeto bsico aprovao da autoridade competente, conforme dispe o art. 7, 2, inciso I, da Lei n 8.666/93. 50 - Submeter as minutas do edital e dos contratos ao exame e aprovao da Procuradoria Geral, conforme estabelece o art. 38, pargrafo nico, da Lei 8.666/93. 51 - Providenciar o recebimento provisrio das obras pelo fiscal responsvel, mediante termo circunstanciado assinado pelas partes, conforme determina o art. 73, inciso I, alnea a, da Lei n 8.666/93. 52 - Elaborar o projeto bsico com todos os elementos necessrios e suficientes, com o nvel de preciso adequado para caracterizar a obra, de acordo com o que determina o art. 6, inciso IX, da Lei n 8.666/93. 53 - Proceder reteno/recolhimento dos valores previdencirios devidos ao INSS, calculados sobre o valor bruto dos servios realizados e constantes das notas fiscais, faturas ou recibos emitidos pelas contratadas, de acordo com o que determina a Ordem de Servio INSS/DAF n 209/1999 e Instruo Normativa n 18/2000/INSS. 54 - Encaminhe ao TCU o comprovante do desconto na fatura da empresa Cinzel Engenharia Ltda. do valor relativo diferena apurada no item solo cimento 15:1, no valor de R$ 51.293,81 (Processo n 25380.006575/2000-48, Contrato n 003/2001); 55 - Orientar a Procuradoria Geral para que no aprove o edital de licitao, minuta de contrato ou de termo aditivo quando houver descumprimento a qualquer artigo da Lei n 8.666/93. Documento TCU: Acrdo 471/03 P (Fiscobras 2002) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 009, de 04/07/03, aos Diretores e Administradores 17

Auditoria Interna

Memo-Circular 010, de 09/07/03, aos Diretores e Administradores Memo 118, de 14/07/03, DIRAC Memo-Circular n 011, de 17/09/03, aos Diretores e Administradores Memo 118, de 14/07/03, DIRAC

56 - Verificar nos processos licitatrios a compatibilidade das propostas apresentadas com os preos praticados no mercado, consoante o que dispe o art. 43, inciso IV, da Lei n 8.666/93. Documentos TCU: Acrdo 471/03 P (Fiscobras 2002) Acrdo 1.333/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 010, de 09/07/03, aos Diretores e Administradores Memo 144, de 23/09/03, Bio-Manguinhos 57 - Manter, sempre no local da obra, o dirio de obras e o livro de ocorrncia consoante previsto no art. 67, 1, da Lei n 8.666/93. Documento TCU: Acrdo 471/03 P (Fiscobras 2002) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 010, de 09/07/03, aos Diretores e Administradores 58 - Envidar esforos junto ao rgo ambiental competente para a obteno de Licena Ambiental, em cumprimento ao que dispe a legislao correlata, notadamente o art. 10, da Lei 6.938/81 e o art. 2 Resoluo CONAMA n 237/97. Documentos TCU: Acrdo 471/03 P (Fiscobras 2002) Acrdo 1.333/03 P (Fiscobras 2003) Acrdo 1.613/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 010, de 09/07/03, aos Diretores e Administradores Memo 144, de 23/09/03, Bio-Manguinhos Memo 166, de 13/11/03, DIRAC 59 - Elaborar, sempre que necessrio, o Relatrio de Impacto Ambiental, em observncia ao disposto nos art. 2 e 3 da Resoluo CONAMA n 237/97 e no inciso VII do art. 12 da Lei 8.666/93.

18

Auditoria Interna

Documentos TCU: Acrdo 1.333/03 P (Fiscobras 2003) Acrdo 1.613/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo 144, de 23/09/03, Bio-Manguinhos Memo 166, de 13/11/03, DIRAC 60 - Providenciar a confeco da placa de identificao da obra, consoante dispe o art. 16 da Lei 5.194/66. Documentos TCU: Acrdo 1.333/03 P (Fiscobras 2003) Acrdo 1.613/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo 144, de 23/09/03, Bio-Manguinhos Memo 166, de 13/11/03, DIRAC 61 - Providenciar a elaborao do relatrio de obras, no qual devem ser descritas as irregularidades ou falhas encontradas na execuo dos servios, em consonncia com o disposto no art. 67, 1, da Lei n 8.666/93. Documento TCU: Acrdo 1.333/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo 144, de 23/09/03, Bio-Manguinhos 62 - Observar a efetiva inviabilidade de competio quando da aprovao de contrataes fundamentadas no art. 25, inciso II, c/c art. 13, inciso I, da Lei n 8.666/93. 63 - Providenciar que os mapas de medio das obras executadas pela FIOCRUZ apresentem distribuio detalhada dos quantitativos e dos custos unitrios. 64 - Adotar as medidas necessrias junto s empresas contratadas para que essas providenciem a Anotao de Responsabilidade Tcnica (ART), no CREA, dos responsveis tcnicos pelas obras, observando o disposto nos artigos 1 e 2 da Lei n 6.496/77. Documento TCU: Acrdo 1.613/03 P (Fiscobras 2003) Divulgao AUDIN: Memo 166, de 13/11/03, DIRAC 19

Auditoria Interna

65 - Elaborar o oramento detalhado em planilhas que expresse a composio de todos os seus custos unitrios e explicite-o no instrumento convocatrio, de acordo com o preconizado pelo art. 7, 2, inciso II e art. 40, 2, inciso II da Lei n 8.666/93, quando da realizao de licitaes, para a execuo de obras e servios. Documentos TCU: Acrdo 2.909/03 1 (Representao de 2003) Acrdo 1.725/05 P (Representao de 2005 ENSP) Divulgao AUDIN: Memo 032, de 06/02/04, Far-Manguinhos Memo-Circular 004, de 12/02/04, aos Diretores Memo 196, de 07/11/05, DIRAC 66 - Nas alteraes contratuais, atentar para o disposto no artigo 65, 1, da Lei n 8.666/1993, apenas celebrando termos aditivos de valores que gerem acrscimo superior a 25% do valor inicial contratado nas hipteses excepcionais previstas na Deciso n 215/1999 - Plenrio, que devem ser devidamente justificadas. Documentos TCU: Acrdo 1.194/04 P e Acrdo 424/2005 P (Fiscobras 2004) Divulgao AUDIN: Memo 086, de 31/05/05, Bio-Manguinhos 67 - Desenvolver planejamentos eficazes e desocupe tempestivamente as reas onde ocorrero obras, de maneira a no ocorrer paralisaes ou atrasos indevidos. 68 - Analisar tempestivamente os pedidos de prorrogao de prazo e de recomposio do reequilbrio econmico-financeiro dos contratos. 69 - Designar como fiscais de obras servidores pblicos lotados na unidade onde o empreendimento ser realizado, de modo a cumprir com eficincia o previsto no art. 67 da Lei n 8.666/93. Documento TCU: Acrdo 1.671/05 - P (Fiscobras 2004) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 027, de 25/11/05, a todas as Unidades

20

Auditoria Interna

70 - Atentar para a necessidade de exigir, a cada pagamento referente a contrato de execuo continuada ou parcelada, a comprovao da regularidade fiscal para com a Seguridade Social, para com o FGTS e para com a Fazenda Federal, com base no art. 43, I, da Lei n. 8.443/92. Documento TCU: Acrdo 1.178/05 (Fiscobras 2005 P) Divulgao AUDIN: Memo 165, de 21/09/05, Bio-Manguinhos 71 - Definir de forma clara o objeto da licitao, de acordo com o art. 40, inciso 17 I, da Lei 8.666/1993, de modo a possibilitar aos interessados o perfeito conhecimento do que se deseja contratar. 72 - No incluir, como condio participao no procedimento licitatrio, restries desnecessrias que frustrem o carter competitivo do certame, conforme previsto no art. 37, inciso XXI, da Constituio Federal. 73 - Consignar expressamente, nos casos de exigir-se capacidade tcnicoprofissional, no processo licitatrio os motivos da exigncia, demonstrando, tecnicamente, que os parmetros estabelecidos so necessrios, suficientes e pertinentes ao objeto licitado, de forma a evidenciar que a demanda no constitui restrio ao carter competitivo do certame. 74 - Observar que a descrio dos servios a serem prestados pela contratada devem estar enquadrados nas atividades a serem desempenhadas pelos tcnicos de refrigerao e circunscritas quelas estabelecidas pelas resolues do Confea para os profissionais de nvel mdio. 75 - Definir, previamente contratao, Plano de Trabalho aprovado pela autoridade competente, o qual dever conter justificativa da necessidade dos servios, relao entre a demanda prevista e a quantidade de servio a ser contratada e demonstrativo de resultados a serem alcanados em termos de economicidade e de melhor aproveitamento dos recursos humanos, materiais ou financeiros disponveis, de conformidade com o que dispe o art. 2 do Decreto 2.271/97. 76 - Cumprir as disposies do Decreto 2.271/97, quando da contratao de empresas para a execuo indireta de servios, observando que a disponibilizao de mo-de-obra faz-se necessria quando da necessidade de execuo de servios predeterminados e quantificados, e no de forma contnua. Documento TCU: Acrdo 666/05 P (Representao de 2005 CPqAM) Divulgao: Acrdo encaminhado diretamente ao CPqAM, que encaminhou cpia a AUDIN. 21

Auditoria Interna

77 - Adotar, no prazo de 15 dias, com fundamento no art. 71, inciso IX, da Constituio Federal e no art. 45 da Lei 8.443/92, procedimento tendente a promover a anulao das Concorrncias 003 e 004/2004, referente contratao das obras de reforma dos 5 e 6 andares da Escola Nacional de Sade Pblica ENSP. 78 - Revisar o projeto bsico das obras de maneira a contemplar as correes dos projetos de instalao eltrica, de gs, hidrulica, de esgoto, de telefonia, lgica, de ar-condicionado e de exausto, alm de atentar para o projeto estrutural do prdio, de forma a evitar aes como a perfurao de vigas e outros elementos estruturais que possam vir a colocar em risco a segurana fsica de pessoas e equipamentos, a fim de dar exato cumprimento ao disposto no art. 6, inciso IX, da Lei 8.666/93. 79 - Demonstrar claramente a viabilidade, necessidade e atendimento ao interesse pblico de repartir a reforma em duas licitaes distintas (caso seja mantido este posicionamento), contrariamente ao certame nico anteriormente realizado que resultou no Contrato 009/2002, tendo em vista a interligao dos espaos, com compartilhamento dos sistemas eltricos, de gs, de gua, de esgoto, lgicos, de telefonia, de ar-condicionado e de exausto. 80 - Abater os servios j executados pela empresa Seatek Comrcio e Servios Ltda. na elaborao do projeto bsico e do oramento. 81 - Observar o disposto no artigo 105 da Lei 10.934/2004 (Lei de Diretrizes Oramentrias) de forma que os custos unitrios no sejam superiores mediana daqueles constantes do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e ndices da Construo Civil - Sinapi, mantido pela Caixa Econmica Federal. Documento TCU: Acrdo 1.725/05 P (Representao de 2005 ENSP) Divulgao AUDIN: Memo 196, de 07/11/05, DIRAC Memo 013, de 26/01/06, DIRAC Memo 028, de 22/02/06, DIRAC 82 - Determinar, por medida cautelar inaudita altera pars, a imediata suspenso, no ponto em que est, da concorrncia pblica n 05/2005-Dirac, da Fiocruz, at posterior deliberao do TCU. 83 - Determinar a outiva do presidente da Fiocruz e do presidente da comisso especial de licitao para que apresentem, no prazo de 5 dias teis, razes para a exigncia de um ou mais atestados de capacidade tcnica que contenham, cada um deles, todos os servios descritos na alnea A do item 7.1.2 do edital, bem como para a mesma exigncia com relao aos servios 22

Auditoria Interna

da alnea B, em descumprimento ao art. 37, inciso XXI, in fine, da Constituio Federal e ao princpio da igualdade referido no art. 3o da Lei n 8.666/93. 84 - Assinar o prazo de 15 (quinze) dias para que o presidente da Fundao Oswaldo Cruz adote as providncias necessrias ao exato cumprimento da lei, anulando a concorrncia pblica n 005/2005-Dirac ou, se entender mais conveniente para a entidade, apenas alterando o subitem 7.1.2 do edital, para permitir a comprovao de capacidade tcnica, relacionada aos subitens 7.1.2.1 a 7.1.2.6, por meio de atestados que contenham os respectivos servios em conjunto ou isoladamente, com observao, neste caso, do disposto no art. 21, 4, da Lei n 8.666/93, de maneira que seja assegurada a reabertura de prazo para apresentao de novas propostas, por quaisquer interessados. Documentos TCU: Acrdo 59/2006 - P (Representao Delta Construes S/A), Acrdo 566/2006 P (Representao Delta Construes S/A) Divulgao AUDIN: Memo 015 de 27/01/2006 CEL nomeada pela Portaria n 398/2005 Memo 071 de 20/04/2006 PF

23

Auditoria Interna

Pessoal

24

Auditoria Interna

85 - Abster-se do pagamento de Gratificao de Produtividade aos seus advogados no percentual de 40%, por falta de amparo legal. Documento TCU: Acrdo 81/92 P (Prestao de Contas de 1987) 1 86 - Observar fielmente os preceitos normativos da Lei n 8.020/90, em especial o seu art. 6, 1, quanto cesso de servidor da FIOCRUZ ao FIOPREV, demonstrando, efetivamente, a partir das contas de 1991, que o ato administrativo est de acordo com suas disposies. 87 - Comunicar ao TCU o resultado dos Inquritos Administrativos instaurados para apurar o desaparecimento de materiais e a acumulao indevida de cargos. Documento TCU: Acrdo 83/92 P (Prestao de Contas de 1988) 1 88 - Suspender, se ainda no o fez, o pagamento de diferenas de salrio que extrapolaram os limites da tabela de vencimentos da entidade, vigente em 1991/92, e os definidos pela Lei 8.270/91, e providenciar o recolhimento dos valores pagos a maior. Documento TCU: Acrdo 419/97 1 (Prestao de Contas de 1992) Divulgao AUDIN Despacho AUDIN de 14/10/97 a DIRAD e DIREH 89 - No realizar contratao de pessoal sem a observncia do estabelecido no artigo 37, inciso II, da Constituio Federal. Documento TCU: Acrdo 2.159/03 2 (Prestao de Contas de 1994) Divulgao AUDIN: Memo 203, de 10/12/03, DIRAD Memo 031, de 06/02/04, DIREH Memo-Circular 003, de 11/02/04, aos Diretores 90 - Abster-se de conceder auxlio-alimentao a estagirios, ante a vedao contida no art. 13 da Portaria n 08/2001 do Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto.1 Tendo em vista o tempo decorrido, no foi possvel resgatar a divulgao dada pela AUDIN ao Acrdo de 1992.

25

Auditoria Interna

Documento TCU: Acrdo 2.160/03 2 (Prestao de Contas de 1995) Divulgao AUDIN: Memo 203, de 10/12/03, DIRAD Memo 031, de 06/02/04, DIREH Memo-Circular 003, de 11/02/04, aos Diretores 91 - Cumprir fielmente os prazos previstos na Instruo Normativa TCU n 16/97 quanto aos atos de aposentadoria e penso. Documentos TCU: Ofcio 718/02, Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Divulgao AUDIN: Memo 102-AUDIN, de 17/04/02 Presidncia Memo 114-AUDIN, de 06/05/02, DIREH 92 - Adequar o pagamento do adicional de insalubridade de todos os servidores cedidos, ao disposto no inciso II do art. 3 do Decreto n 97.458, de 15 de janeiro de 1989, providenciando o ressarcimento dos valores indevidamente recebidos. 93 - Cessar o pagamento relativo ao adicional de insalubridade e de radiao ionizante Diretoria Administrativa, Diretoria de Recursos Humanos e Presidncia da Fundao, por estar em desacordo com o inciso I do art. 3 do Decreto n 97.458/89, providenciando e demonstrando nas prximas contas o devido ressarcimento, nos termos da Smula TCU n 235. Documentos TCU: Ofcio 718/02 - Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Divulgao AUDIN: Memo 102-AUDIN, de 17/04/02 Presidncia Memo 114-AUDIN, de 06/05/02, DIREH Memo 204-AUDIN, de 04/11/04, DIREH Memo 077, de 10/05/05, DIREH 94 - Regularizar a situao dos servidores cedidos a outras instituies. Documento TCU: Acrdo 2.099/04 1 (Prestao de Contas de 2000)

26

Auditoria Interna

Divulgao AUDIN: Memo 182, de 13/09/04, DIREH Memo-Circular 012, de 13/09/04, aos Diretores e Administradores Memo 208, de 09/11/04, DIREH Memo 209, de 30/11/04, DIREH 95 - Envidar esforos no sentido de estabelecer mecanismos adequados e tempestivos de controle e acompanhamento dos pagamentos efetuados pela Fiocruz, evitando a ocorrncia de falhas e impropriedades na rea de pessoal, e que adote providncias para a cobrana dos valores pagos indevidamente s pessoas fsicas e jurdicas. Documento TCU: Acrdo 3.063/04 - 1 (Prestao de Contas de 2001) Divulgao AUDIN: Memo 010, de 27/01/05, DIRAD Memo 011, de 27/01/05, DIREH Memo 059, de 11/04/05, DIREH 96 - Efetuar o pagamento das taxas de seguro obrigatrio dos veculos oficiais a servio da Fiocruz, de acordo com o disposto no item 13 da IN/SAF n 09/94, republicada no DOU de 23/11/1995, aps modificao parcial pela IN/MARE n 08/95. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo 185, de 24/10/05, DIRAC 97 - Promover o devido desconto em folha de pagamento de servidor responsvel por multas, conforme a Lei n 8.112/90 e, caso no seja possvel, instaure a devida Tomada de Contas Especial para apurar os fatos, quantificar o dano causado pelo no ressarcimento das multas sofridas por infraes s leis de trnsito, atendendo ao disposto no art. 84 do Decreto-Lei n 200/67, no art. 5 da Lei n 8.429/92 e no art. 8 da Lei n 8.443/92. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo 185, de 24/10/05, DIRAC Memo 187, de 24/10/05, DIREH

27

Auditoria Interna

98 - Informar, nas prximas contas, as medidas adotadas com vistas a avaliar o risco de aes trabalhistas, com o levantamento acurado daqueles usurios do Programa de Aperfeioamento Profissional - PAP que j possuam ou ainda possuem algum vnculo com a Fiocruz, como pagamentos por Recibo de Pagamento de Autnomo-RPA. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo 187, de 24/10/05, DIREH 99 - Excluir dos proventos do interessado, a parcela Vantagem Pessoal referente Gratificao de Dedicao Exclusiva. Documento TCU: Acrdo 1.358/03 1 Acrdo 3.053/04 1 Encaminhamento: AUDIN encaminhou processo DIREH por despacho (Acrdo 1.358/03) Recurso de Reconsiderao da Presidncia de 03/01/2005 100 - Proceder suspenso dos pagamentos indevidos relativos Gratificao de Dedicao Exclusiva, Gratificao de Hora Extra Incorporada e parcela do Plano Bresser, constantes da Reclamao Trabalhista RT 1679/89 7J/RJ, para todos os servidores ativos, inativos e pensionistas, no prazo mximo de 15 (quinze) dias, contados da notificao do presente Acrdo, conforme determina o inc. II, do art. 250, do Regimento Interno desta Corte, dispensandose o ressarcimento das importncias indevidamente recebidas, nos termos da Smula n 106, comunicando ao Tribunal sobre as providncias tomadas. Documento TCU: Acrdo 3.053/04 1 Divulgao AUDIN: Recurso de Reconsiderao da Presidncia de 03/01/2005 101 - Com fulcro no art. 71, inciso IX, da Constituio Federal e no art. 262 do Regimento Interno/TCU c/c o art. 15 da IN/TCU n 44/2002, faa cessar o pagamento decorrente do ato concessrio constante do subitem 9.1 (considerar ilegal o ato de aposentadoria) supra, sob pena de ressarcimento das quantias pagas indevidamente e responsabilizao solidria da autoridade administrativa omissa.

28

Auditoria Interna

102 - Comunicar Sra. Deiza Maria de Souza Oliveira acerca da deliberao, alertando-a de que o efeito suspensivo proveniente da interposio de eventuais recursos no a exime da devoluo dos valores percebidos indevidamente aps a respectiva notificao, caso o recurso no seja provido. 103 - Esta Corte de Contas considerou ilegal a concesso de aposentadoria da ex-servidora da Fundao Oswaldo Cruz Sra. Deiza Maria de Souza Oliveira; considerando que o recurso interposto pela Fundao Oswaldo Cruz no adequado para impugnar a deciso recorrida e foi apresentado intempestivamente sem a supervenincia de fatos novos, se limitando a alegar a decadncia do direito da Administrao de rever os prprios atos e a existncia de coisa julgada material, questo que j foi inclusive objeto de anlise no presente processo (fls.78/79, v.p.); considerando que, em ateno ao princpio de formalismo moderado, a presente pea poderia ser conhecida como "Pedido de Reexame", uma vez que atende os requisitos previstos no art. 48 da Lei n 8.443/92, caso a mesma no fosse intempestiva; considerando os pareceres uniformes no sentido de no conhecimento do recurso, ACORDAM, por unanimidade, pelo no conhecimento da presente pea recursal por intempestiva, dando-se cincia deste Acrdo interessada. Documentos TCU: Acrdo 1.097/05 - 1 Acrdo 417/2006 1 Divulgao AUDIN: Memo 051, de 03/04/06, DIREH Memo 052, de 03/04/06, Procuradoria Federal Memo 053, de 03/04/06, Presidncia

29

Auditoria Interna

Outros Temas

30

Auditoria Interna

104 - Observar o art. 60, da Lei n 4.320/64, quanto emisso de empenhos. Documento TCU: Acrdo 81/92 P (Prestao de Contas de 1987) 1 105 - Adotar medidas que visem o cumprimento das determinaes do Conselho Monetrio Nacional, relativamente s aplicaes de recursos financeiros, conforme parecer do Coordenador de Anlise Contbil da SNPC, datado de 19.01.94. Documento TCU: Acrdo 419/97 1 (Prestao de Contas de 1992) Divulgao AUDIN Despacho AUDIN de 14/10/97 a DIRAD e DIREH 106 - Elaborar o relatrio de gesto com todos os elementos relacionados no artigo 16, inciso II, da Instruo Normativa TCU n 12/96. Documentos TCU: Ofcio 286/2002 e Relao 2/2002 1 (Prestao de Contas de 1998) Ofcio 718/02, Relao 6/2002, Acrdo 2.544/04 1 e Acrdo 460/05 1 (Prestao de Contas de 1999) Relatrio de Inspeo em Prestao de Contas de 2000 Divulgao AUDIN: Memo 070, de 13/03/02, DIPLAN Memo 116-AUDIN, de 06/05/02, ASPLAN Memo 102 de 17/04/2002 Presidncia 107 - Elaborar o rol de responsveis com todos os elementos relacionados no artigo 11 da Instruo Normativa TCU n 12/96. 108 - Adotar providncias, no mbito da sua competncia de superviso e fiscalizao prevista na Lei Complementar n 108/2001, em face das ressalvas apontadas pela Secretaria de Previdncia Complementar nos itens 1.1 e 3 da Anlise de Balano n 23/2001 do Instituto Oswaldo Cruz de Seguridade Social FIOPREV, referente ao exerccio de 1998. Documentos TCU: Ofcio 286/2002 e Relao 2/2002 1 (Prestao de Contas de 1998) Divulgao AUDIN: Memo 070, de 13/03/02, DIPLAN Memo 071, de 13/03/02, DIRAD Memo 073, de 13/03/02, ao FIOPREV1 Tendo em vista o tempo decorrido, no foi possvel resgatar a divulgao dada pela AUDIN ao Acrdo de 1992.

31

Auditoria Interna

109 - Fazer constar do Relatrio de Gesto das suas prximas contas os elementos exigidos na IN/TCU 47/2004, art. 14, inc. II e 1. Documento TCU: Acrdo 3.063/04 - 1 (Prestao de Contas de 2001) Divulgao AUDIN: Memo 009, de 27/01/05, DIPLAN 110 - Registrar, conforme o disposto no item 3 do anexo II da DN/TCU n 62/04, nas futuras prestaes de contas, as providncias para o aprimoramento do sistema que visa a mensurao do desempenho da instituio, a fim de permitir o atingimento das metas estabelecidas. 111 - Adotar medidas tempestivas no sentido de fazer constar do relatrio de gesto todos os elementos relacionados no item 7 do anexo II da DN/TCU n 62/04, especialmente com relao fiscalizao e ao controle exercidos sobre as entidades fechadas de previdncia privada patrocinada pela Fiocruz. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo 186, de 24/10/05, DIPLAN 112 - Informar, nas prximas contas, as medidas adotadas, na condio de patrocinadora, com vistas elaborao e execuo de plano de equacionamento do dficit assistencial do Instituto Oswaldo Cruz de Seguridade Social - Fioprev, conforme diagnstico da Auditoria Interna. 113 - Adotar providncias no sentido de proceder divulgao imediata, a todas as suas unidades gestoras, das decises e acrdos j expedidos pelo TCU a Fiocruz, de modo a prevenir a reincidncia de falhas ou irregularidades. 114 - Divulgue, por intermdio de sua Auditoria Interna, a todas as unidades gestoras as deliberaes dirigidas por esta Corte a essa Fundao, de forma a prevenir a repetio de falhas e irregularidades Documentos TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Acrdo 283/2006 2 Cmara Divulgao AUDIN: Srie histrica divulgada no CD de 27/04/2006, alm de todas as divulgaes j indicadas neste documento. 32

Auditoria Interna

115 - Incluir, nos pareceres da Procuradoria e dos diversos setores da Fiocruz, a data em que forem realizados, conforme o art. 22, 1, da Lei n 9.784, de 29/01/1999. Documento TCU: Acrdo 1.671/05 P (Fiscobras 2004) Divulgao AUDIN: Memo 205, de 25/11/05, Procuradoria Federal 116 - Cumprir, em relao aos suprimentos de fundos, o disposto nas normas aplicveis, em especial no art. 45, inciso III, do Decreto n 93.872/86, quanto aos limites de despesa de suprimento de fundos. 117 - Realizar somente despesas mediante suprimento de fundos que atendam ao carter de excepcionalidade, conforme previsto no caput do art. 45 do Decreto n 93.872/86. Documento TCU: Acrdo 1.627/05 2 (Prestao de Contas de 2002) Divulgao AUDIN: Memo-Circular 022, de 24/10/05, aos Diretores e Administradores

33