CÓPIA REVISADA TCC OSRM.doc

  • Published on
    11-Sep-2015

  • View
    245

  • Download
    27

Embed Size (px)

Transcript

<p>DVA COMO FERRAMENTA NA ANLISE DE PRODUO E DISTRIBUIO DE RIQUEZA: DETRAN-RO</p> <p>ARTIGO SOBRE A PESQUISA DE CONCLUSO DE CURSO</p> <p>BACHARELADO EM CINCIAS CONTBEIS</p> <p>TURMA: 2011-2 / 2015-1ATUAO DO OBSERVATRIO SOCIAL DO MUNICPIO DE ROLIM DE MOURA NAS MODALIDADES DE LICITAES EXECUTADAS EM 2014AUTORES:Amanda Vilarim Faustino</p> <p>E-mail: amandavilarim_@hotmail.com Tel: (69) 9281-2138</p> <p>Natlia Sarmento Pompeu</p> <p>E-mail: nataliapompeu1@gmail.com Tel: (69) 9225-0892</p> <p>Everardo Arajo JniorE-mail: everrardojunior79@gmail.com Tel: (69) 93022349ORIENTADORA:Prof. Gleimiria Batista da Costa, DoutoraE-mail: gleimiriacosta@hotmail.com Tel: (69) 8449-6443Porto Velho RO/2015</p> <p>ATUAO DO OBSERVATRIO SOCIAL DO MUNICPIO DE ROLIM DE MOURA NAS MODALIDADES DE LICITAES EXECUTADAS EM 2014RESUMO</p> <p>O presente estudo objetiva apresentar a importncia da atuao de um Observatrio Social (OS), destacando o Observatrio Social instalado em Rolim de Moura (OSRM), que atua como importante ferramenta na anlise do acompanhamento das compras pblicas realizadas pela esfera Municipal. Toma-se por base o perodo de 2014, tendo como foco a educao fiscal e o acompanhamento das licitaes, as atividades prestadas por esta entidade, asseguradas em concordncia com a Constituio Federal de 1988. luz do referencial terico discorreu-se sobre atuao do Observatrio Social do Brasil, desde seu surgimento, e sobre a atuao do OS em Rolim de Moura e a importncia da transparncia na Contabilidade Pblica, observando as leis pertinentes ao tema. Abordamos tambm o conceito das licitaes e modalidades utilizadas. A metodologia utilizada foi a anlise documental, entrevistas com os representantes do OSRM, muncipes e seus diretores. Como resultados por meio das anlises realizadas em 2014, a modalidade Dispensa de Licitao (DL) foi a de maior destaque, seguida do Prego Eletrnico (PE) ambas totalizando 239 realizaes, o que corresponde a 83,27% de um total de 287 licitaes realizadas. Verificou-se que a atuao do observatrio de Rolim de Moura de suma importncia para os cofres municipais, pois o OSRM atua desde o lanamento do Edital, verificando se tem inconsistncias at a finalizao dos servios. Palavras-Chave: Observatrio Social. Contabilidade Pblica. Licitaes.1 INTRODUO</p> <p>No momento presente, o Brasil encontra-se exteriorizado a nvel internacional em razo de numerosos escndalos ligados corrupo ao errio. Apresentando-se como problema estrutural, conforme Souza (2013), este flagelo percorre uma trajetria histrica, que se estende desde a poca colonial at o estabelecimento da democracia. De acordo com Andrade (2013), possveis causas so o desconhecimento do conjunto de leis e a falta de diligncia quanto participao direta da populao como agente fiscalizador da mquina pblica. Diante do atual cenrio, encontrou-se uma maneira para refrear o alto ndice de extravios e defraudaes; A gnese de uma estrutura titulada Observatrio Social (OS), fundada no Municpio de Maring (PR), a partir da indignao de empresrios com a excessiva corrupo aninhada na administrao do Municpio. Seu propsito promover a educao fiscal e combater a corrupo atravs do acompanhamento das compras pblicas. Esta entidade, por sua vez, acumula vrios pontos positivos com sua atuao, e contribui por enriquecer a justia social, transmutando gradualmente o atual contexto poltico-econmico. </p> <p>Conforme o Manual de Implementao de um Observatrio Social do Brasil (OSB), esta entidade constituda por cidados comuns e voluntrios apartidrios, que, juntos, possuem o objetivo de: Fomentar e apoiar a consolidao da Rede OSB de Controle Social, a partir da padronizao dos procedimentos de fiscalizao e controle dos gastos pblicos, alm da disseminao de ferramentas de educao fiscal e de insero de Micro e Pequenas Empresas no rol de fornecedores das prefeituras Municipais.</p> <p>Dentre os diversos OS instalados no Brasil est o Observatrio Social de Rolim de Moura (OSRM), e esta unidade que o presente trabalho abordar. O principal objetivo identificar quais modalidades licitatrias trouxeram vantagens, bem como mostrar a economia gerada. Para atingi-lo foi feita uma pesquisa in loco, visando apurar em nmeros a quantidade de licitaes acompanhadas por esta entidade, consequentemente, a economia que gerou para o Municpio no ano de 2014. Alm disso, mostrar-se-o os resultados das entrevistas realizadas com personalidades que participam direta ou indiretamente das aes promovidas pelo OSRM, bem como a concluso dos autores.</p> <p>Neste sentido, a contabilidade aplicada ao setor pblico se faz presente, na obrigatoriedade da aplicao da transparncia nos seus demonstrativos. Para tanto, evidenciar-se- que a contabilidade anda de mos dadas com a administrao pblica, tornando-se primordial falarem a mesma lngua para a construo de uma gesto efetiva. Tambm, mostrar-se-o as leis que sustentam a profisso neste segmento e a contribuio da transparncia para os usurios.</p> <p>O trabalho est dividido em tpicos, no primeiro momento, apresentar-se- um breve histrico do Observatrio Social do Brasil, por conseguinte, ser considerada a trajetria, desenvolvimento e resultados obtidos pela execuo do Observatrio de Rolim de Moura, objeto deste trabalho. Logo, abordar-se- a importncia de uma contabilidade transparente no segmento pblico, a caracterizao de governana, e a delimitao dos conceitos de modalidades de licitao. O prximo tpico abordar o Observatrio Social do Brasil.2 REFERENCIAL TERICO2.1 O OBSERVATRIO SOCIAL DO BRASILNos dias de hoje, existe uma estrutura nominada Observatrio Social do Brasil (OSB), detentora de uma rede que conta com 96 OSBs distribudos em 18 estados brasileiros. Segundo o Manual de Implementao e Operacionalizao de um Observatrio Social (2011), [...] fruto do Movimento pela Cidadania Fiscal, criado em Maring (PR) pela iniciativa de representantes da sociedade civil organizada, que resolveu tomar atitudes para estimular a cidadania e a tica, monitorando a qualidade da aplicao dos recursos pblicos, por meio do acompanhamento de licitaes e de aes de educao fiscal. Com o propsito de ajudar outros Municpios a estabelecerem projetos similares, no ano de 2009, o Observatrio Social do Brasil firmou sua sede em Maring (PR) e criou uma padronizao em sua metodologia. Para tanto, forneceu capacitaes e cursos com o objetivo de tornar a ideia conhecida e gerar maior adeso popular. Segundo Souza Guilherme (2012), para a criao de um Observatrio Social necessrio seguir alguns passos: a) Identificar os Interesses; b) Solicitar ao OSB uma palestra de sensibilizao; c) Constituir um grupo para sua implantao; d) Planejar sua sustentabilidade financeira e organizacional. </p> <p>Em 1988, a Carta Magna instaurou pilares para efetiva participao e controle da populao. Desses pilares, afloraram-se distintos mecanismos, dentre eles os observatrios sociais, integrados por ativistas e sociedade civil, que trabalham em prol de uma causa coletiva, a justia social. Esses cidados esto assegurados legalmente, conforme a Constituio Federal de 1988, em seu Art. 1, pargrafo nico: [...] fundamental a participao direta dos cidados no processo decisrio governamental ou atravs de seus representantes. Sob esse prisma outorgada a participao popular na fiscalizao da gesto pblica.No momento presente, essas entidades dedicam-se a zelar por situaes e acontecimentos de caractersticas diversas. Segundo definio da prpria rede, por meio de seu stio eletrnico, cada OS [...] integrado por cidados brasileiros que transformam o seu direito de indignar-se em atitude: em favor de transparncia e da qualidade na aplicao dos recursos pblicos. So empresrios, profissionais, professores, estudantes, funcionrios pblicos, e outros cidados [...]</p> <p>O OS prima por estimular os cidados a atuarem na fiscalizao de diversas reas referentes ao poder pblico, despertando a essncia da cidadania fiscal na sociedade. um setor apartidrio, integrado e condicionado a partir da cooperao da comunidade por um objetivo maior: Assegurar uma gesto transparente e menos corrupta. Tal conjectura resulta num modelo de controle social democrtico, que Segundo Behring (2011, p. 6 apud CALVI, 2008, p. 15) [...] um dos elementos constitutivos de uma esfera pblica ampliada e democrtica.</p> <p>Com a finalidade de refrear a corrupo, o ponto de partida dos trabalhos realizados por esta entidade consiste em acompanhar licitaes executadas, desde a abertura do edital at a entrega dos produtos. Conforme Souza (2012), quando se apura alguma irregularidade nos processos licitatrios e por variadas vezes nenhuma providncia tomada, torna-se necessrio: a) Encaminhar relatrio ao chefe responsvel pela licitao b) Informar ao Prefeito e Secretrio c) Informar aos Vereadores d) Acionar o Ministrio Pblico. Todos os procedimentos executados so divulgados nas prestaes de contas que acontecem quadrimestralmente.</p> <p>Embora consiga operar na frustrao de possveis casos de corrupo, superfaturao, favorecimento, desvios, dentre outros, grande parte dos OSs empenha-se por transpor dificuldades e bloqueios no que tange a instalao e execuo de suas atividades. Levando-se em considerao que um projeto considerado jovem, necessita-se de maior apoio e conscientizao popular no que se refere a abraar e manter a ideia (recursos materiais e humanos). </p> <p>Atravs dos OSs Brasil afora, existem aproximadamente dois mil voluntrios trabalhando em prol da justia social. Estima-se que, com a coadjuvncia desses, a cada ano gera-se uma economia de mais de R$ 300 milhes para os cofres municipais. O resultado o melhor controle de gastos para o governo e benefcio para populao, visto que o montante superado pode ser aplicado em demais prioridades e reas sociais. </p> <p>Dentre os 96 Observatrios Sociais em 18 estados brasileiros, est incluso o Observatrio Social de Rolim de Moura (OSRM), localizado no Estado de Rondnia, que ser o assunto tratado pelo prximo tpico.</p> <p>2.2 O OBSERVATRIO SOCIAL DE ROLIM DE MOURA</p> <p>Esta associao localiza-se no Municpio de Rolim de Moura, especificamente na microrregio de Cacoal, em Rondnia (TAKAHI CARLOS 2014). Conforme estimativas, Rolim de Moura possui 55.807 habitantes. Rolim faz divisa com os Municpios de Pimenta Bueno, Santa Luzia, Alta Floresta e Novo Horizonte. Alm de dispor de um crescente desenvolvimento urbano, apresenta evoluo progressiva nos campos de: laticnios, carnes bovinas, setor industrial, apicultura, psicultura e construo civil (LIRIECE MARIA, 2009). Conforme depoimento do VicePresidente do Observatrio Social de Rolim de Moura (OSRM), a ideia da implementao da unidade surgiu a partir do pedido da Associao Comercial e Empresarial do Municpio, que enviou seu representante ao primeiro OBS, localizado no Municpio de Maring, no Estado do Paran, com o propsito de obter conhecimento acerca do desempenho desta entidade, bem como o impacto na economia da gesto pblica.</p> <p>Aps o primeiro contato com o OSB, em 2006, o servidor trouxe consigo experincias prticas e conceitos inovadores que foram repassados para toda a Associao. Percebeu-se, portanto, a indispensabilidade da atuao de uma entidade sem vnculos polticos, que trabalha junto populao por uma causa nobre, a justia social. A partir desse episdio, observou-se a necessidade de acompanhar e investigar a provenincia e aplicabilidade do dinheiro utilizado pelo Municpio.</p> <p>Segundo a Vice-Presidente para assuntos institucionais da entidade, antes da eleio para gesto do prefeito em 2008, realizou-se uma sensibilizao para apresentar a estrutura da entidade. Estavam presentes muncipes, autoridades pblicas, empresrios e integrantes do Observatrio de Maring. A proposta foi aprovada e o OBS foi fundado na data de 28 de novembro de 2008, com funcionamento em 1 de janeiro de 2009 juntamente da inicializao da nova gesto.</p> <p>Em pleno exerccio, o OSRM no sofreu intimidaes, to pouco ameaas por parte de pessoas que contribuem direta ou indiretamente para o andamento de processos licitatrios, ao contrrio do percebido nos outros OSs do pas. Tal conjuntura demonstra uma perspectiva favorvel na continuao dos trabalhos, tendo em vista que os colaboradores necessitam da utilizao e acesso de documentos e processos fornecidos pela prefeitura.</p> <p>Os procedimentos cometidos pela entidade so tornados pblicos em eventos conhecidos como Prestao de Contas Quadrimestral. Nessas solenidades so apresentados para autoridades e a sociedade civil o quantitativo de licitaes acompanhadas, bem como a economia realizada aps ao preventiva do OSRM, o valor das receitas e despesas, assiduidade de vereadores em sesses da cmara, quantidade de projetos e emendas desenvolvidos e aprovados por estes, comparativos na folha de pagamento do Municpio, prestao de contas da prpria entidade, Quantidade de Ofcios e documentos expedidos para a prefeitura, e Aes de educao fiscal cumprida. </p> <p>A participao torna-se acessvel a qualquer pessoa, desde que no possua vnculos polticos, sendo, portanto, apartidrios e respaldados de moral. Na administrao do ano de 2014 o Observatrio Social de Rolim de Moura OSRM, continha 1 (um) presidente, 4 (quatro) Vice-Presidentes, 4 (quatro) membros do conselho fiscal, 7 (sete) voluntrios e 34 (trinta e quatro) mantenedores.</p> <p>Tendo em vista o papel vital da diafaneidade contbil no segmento pblico, o tpico subsequente abordar esta temtica. </p> <p>2.3 TRANSPARNCIA APLICADA AOS DEMONSTRATIVOS CONTBEIS NO SETOR PBLICO</p> <p>A administrao pblica possui diversas atribuies, dentre elas: manter o controle oramentrio, endividamento pblico e aquisio de informaes de cunho econmico, financeiro e patrimonial. Todas estas atribuies possibilitam a melhor tomada de deciso, por conseguinte, produz-se uma gesto eficiente quanto correta aplicabilidade e utilizao dos recursos. Com a finalidade de suprir essas obrigaes, a contabilidade aplicada ao setor pblico, coloquialmente conhecida como contabilidade pblica, apresenta resultados e solues, baseando-se num rol de leis e decretos especficos (LUIS MARCELO, 2010).Enquadrando-a como cincia social aplicada, Kohama (2010, p. 25) acentua que a contabilidade tem como deveres acumular, registrar, resumir, captar e interpretar as alteraes que influenciam a situao financeira e patrimonial de qualquer ente, inclusive pessoas de direito pblico (administrao direta e indireta). No contexto pblico, especialmente um mtodo de comunicao e avaliao destinado a prover aos seus usurios demonstraes e anlises de cunho econmico, financeiro, patrimonial e de compensao. De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Pblico NBC 16:</p> <p>O objetivo da Contabilidade Pblica fornecer aos usurios informaes sobre os resultados alcanados e os aspectos de natureza oramentria, econmica, financeira e fsica do patrimnio da entidade do setor pblico e suas mutaes, em apoio ao processo de tomada de deciso; a adequada prestao de contas; e o necessrio suporte para a instrumentalizao do controle social.A Constituio Federal de 1988, em seu art. 70, compreende que...</p>