UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE SAÚDE MP... · Coletiva do Instituto de Saúde Coletiva…

Embed Size (px)

Text of UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE SAÚDE MP... · Coletiva do Instituto de Saúde...

  • .

    EPIDEMIOLOGIA E GESTO: Anlise da Mortalidade Materna em Aracaju

    CRISTIANI LUDMILA MENDES SOUSA BORGES

    Dissertao de Mestrado

    Salvador /BA

    2012

    UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

    INSTITUTO DE SADE COLETIVA

    PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM SADE COLETIVA

    MESTRADO EM GESTO DE SISTEMAS DE SADE

  • CRISTIANI LUDMILA MENDES SOUSA BORGES

    EPIDEMIOLOGIA E GESTO: Anlise da Mortalidade Materna em Aracaju

    Dissertao sob a forma de Artigo apresentada

    ao Programa de Ps Graduao em Sade

    Coletiva, como requisito parcial para a

    obteno do Grau de Mestre

    em Sade Coletiva/Instituto de Sade Coletiva

    da Universidade Federal da Bahia.

    rea de Concentrao: Gesto de Sistemas de Sade

    Orientador: Prof Dra. Maria da Conceio N. Costa

    Salvador/BA

    2012

  • FICHA CATALOGRFICA

    Borges, Cristiani Ludmila Mendes Sousa

    EPIDEMIOLOGIA E GESTO: Anlise da Mortalidade

    Materna em Aracaju

    Cristiani Ludmila Mendes Sousa Borges; Orient. Maria da

    Conceio Nascimento Costa. 2012.

    xxxxf. : il. color.

    Dissertao (mestrado) Universidade Federal da Bahia.

    Instituto de Sade Coletiva. Salvador, BA - BR, 2010.

    1.Mortalidade Materna; 2.Condies de Vida; 3.Desigualdades

    em Sade

  • Aos meus pais Lcia e Vivaldo, meus

    irmos,Valria,Karenina e Marcelo,meu

    esposo Adelson e meus filhos Nathlia e

    Guilherme que muito se orgulham da minha

    trajetria.

  • AGRADECIMENTOS

    A Deus, por me proporcionar paz, sade e energia para a realizao deste trabalho.

    Aos colegas da Secretaria Municipal de Sade de Aracaju, nas pessoas de Ana Mrcia e

    Marieta, que me permitiram conciliar estudo e trabalho, reconhecendo a importncia

    deste projeto.

    Ao CEPS (Centro de Educao Permanente em Sade), na pessoa de ngela Leite, por

    acreditar na importncia de um mestrado profissionalizante para a melhoria dos servios

    de sade de Aracaju.

    Aos colegas do SIMIS (Servio de Informaes Municipais em Sade), nas pessoas de

    Renata Alves e ngela Marinho, por atenderem gentilmente s minhas solicitaes.

    minha orientadora, Professora Conceio Costa, que, com muita pacincia e doura,

    me impulsionou para o alcance deste sonho.

    s minhas amigas Carol, Ktia Solange, Nara, Ktia Cilene, Laudelina , e demais

    colegas da Secretaria Municipal de Sade de Aracaju e da Maternidade Nossa Senhora

    de Lurdes, que muito me ajudaram nos momentos que precisei de apoio emocional.

    Gostaria, por fim, de prestar a minha homenagem e respeito s mulheres que perderam

    as suas vidas por causas maternas

  • A mulher como um ninho da sociedade; imaginada como o

    espao figurado onde cresce a vida. Por isso, a sade

    materna a sade de todos os seres vivos;a sade da mulher

    a sade de todos. Entretanto, parece que em troca de trazer

    outra vida ao mundo, ela devia perder a prpria vida

    Martha Gonzles Cochi

    Povo Aimara, Bolvia

  • APRESENTAO

    Esta dissertao intitulada EPIDEMIOLOGIA E GESTO: Anlise da Mortalidade

    Materna em Aracaju apresentada ao Colegiado do Curso de Ps-Graduao em Sade

    Coletiva do Instituto de Sade Coletiva da Universidade Federal da Bahia, sob a forma de

    artigo, constitui-se no trabalho de concluso do Mestrado Profissionalizante, rea de

    concentrao em Gesto de Servios de Sade, para obteno do grau de Mestre. O seu

    desenvolvimento representou para mim uma oportunidade mpar de estudar a mortalidade

    materna no referido municpio, no perodo 2000-2010. Como os seus resultados sinalizam

    entraves que tm dificultado a garantia mnima dos direitos sexuais e reprodutivos das

    aracajuanas, espero que este estudo contribua para o direcionamento de polticas pblicas

    mais eficientes voltadas ao pblico feminino. A forma pela qual o artigo foi redigido est de

    acordo com as normas para publicao no peridico Cadernos de Sade Pblica, conforme

    recomendaes do Regimento Interno do Programa de Ps-Graduao em Sade Coletiva.

  • 8

    RESUMO

    Para analisar a mortalidade materna (MM) em Aracaju (SE), 2000-2010, realizou-se estudo

    transversal tendo como fontes de dados o Sistema de Informao de Mortalidade (SIM),

    Sistema de Informao de Nascidos Vivos (SINASC), Relatrios do Comit Municipal de

    Preveno da Mortalidade Materna e Censo Demogrfico de 2000/IBGE. Calculou-se Razo

    de Mortalidade Materna/RMM para o municpio e condio de vida. Coeficiente de

    correlao de Spearman verificou a relao entre RMM e variveis selecionadas. A RMM foi

    crescente no perodo e apresentou mdia de 83,3/100.000NV. O risco de morte foi maior em

    maiores de 30 anos e no estrato de baixa/muito baixa condio de vida (103,9/100.000).

    bitos de solteiras, raa preta/parda, com menos de oito anos de estudo foram mais

    frequentes. No foram registrados bitos maternos no estrato de elevada condio de vida.

    Transtornos hipertensivos (17,2/100.000), hemorragias (14,4/100.000) e infeces

    (14,4/100.000) foram as principais causas. Nenhuma varivel analisada mostrou-se

    estatisticamente correlacionada com a mortalidade materna. A elevada MM em Aracaju

    sugestiva de uma baixa resolutividade dos servios de sade, e tambm como uma cadeia de

    fatores que engloba a situao socioeconmica das mulheres e as desigualdades de gnero,

    classe e raa.

    Palavras-chave: Mortalidade Materna; Condies de Vida; Desigualdades em Sade.

  • 9

    ABSTRACT

    To analyze maternal mortality (MM) in Aracaju (SE), 2000-2010, it was carried out a cross-

    sectional study using Mortality Information System (MIS), Information System on Live

    Births (SINASC), Reports of the Municipal Committee Prevention of Maternal Mortality and

    Population Census 2000/IBGE as database. It was calculated the Maternal Mortality

    Ratio/MMR for the city and living conditions. Spearman correlation coefficient observed

    relationship between MMR and selected variables. The MMR was increasing in the period

    and had an average of 83.3/100,000NV. Risk of death was higher in those over 30 years and

    in the stratum of low/very low condition of life (103.9/100,000NV). Deaths from single, race

    black/brown, less than eight years of study were more frequent. There were no maternal

    deaths in the stratum of high standard of living. Hypertensive disorders (17.2/100,000),

    hemorrhage (14.4/100,000) and infections (14.4/100,000) were the main causes. No variable

    examined was statistically correlated with maternal mortality. The high MM in Aracaju is

    suggestive of a low solvability of health services, as well as a chain of factors that includes

    the socioeconomic situation of women and gender inequality, class and race.

    Keywords: Maternal mortality; Living Conditions; Health Inequalities.

  • 10

    LISTA DE TABELAS

    Tabela 1 Nmero de nascidos vivos (NV), bitos maternos e Razo de Mortalidade

    Materna (RMM)*, segundo ano de ocorrncia. Aracaju (SE), 2000-2010. ..................30

    Tabela 2 Nmero e proporo (%) de bitos maternos e Razo de Mortalidade Materna

    (RMM/100.000NV) segundo variveis selecionadas. Aracaju (SE), 2000 2010 .......31

    Tabela 3 Nmero e percentual de bitos maternos, nmero de nascidos vivos (NV) e

    Razo de Mortalidade Materna (RMM) segundo condies de vida.

    Aracaju (SE), 2000 2010 .........................................................................................32

    Tabela 4 Nmero e percentual de bitos maternos segundo variveis selecionadas e

    condies de vida. Aracaju, 2004-2010 .......................................................................33

  • 11

    LISTA DE FIGURAS

    Figura Distribuio espacial dos bitos maternos (n) por bairro e Razo da Mortalidade

    Materna (RMM/100.000NV) segundo condies de vida. Aracaju (SE), 2000-2010... .34

  • 12

    SIGLAS E ABREVIATURAS

    CPMMFI: Comit de Preveno da Mortalidade Materna, Fetal e Infantil

    DATASUS: Departamento de Informtica do Ministrio da Sade

    IDH: ndice de Desenvolvimento Humano

    MIF: Mulheres em Idade Frtil

    MM: Mortalidade Materna

    NV: Nascidos Vivos

    OMS: Organizao Mundial de Sade

    ONU: Organizao das Naes Unidas

    OPAS: Organizao Pan-Americana de Sade

    RAMOS: Reproductive Age Mortality Survey

    RMM: Razo de Mortalidade Materna

    RIPSA: Rede Interagencial de Informao para a Sade

    SIM: Sistema de Informao de Mortalidade

    SINASC: Sistema de Informao de Nascidos Vivos

    SMS: Secretaria Municipal de Sade

    UNICEF: Fundo das Naes Unidas para a Infncia

    UNFPA: Fundo de Populao das Naes Unidas

  • 13

    SUMRIO

    ARTIGO

    EPIDEMIOLOGIA E GESTO: Anlise da Mortalidade Materna em Aracaju..14

    1 Introduo ......................................................................................................14

    2 Metodologia ...................................................................................................17

    3 Resultados ......................................................................................................18

    4 Discusso ........................................................................................................21

    5 Con