Retiro jef 2012

  • View
    370

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Retiro jef 2012

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -1-

    100% ALEGRIA

    1. Apresentao - a) quem somos?

    dizemos o nome e, com as iniciais do nome e apelido, duas caractersticas pessoais

    - b) minha vida num corao

    Eu tenho dois amores

    Colocar num corao de papel os amores pessoais, dividindo o corao nos espaos

    necessrios. Dialogar sobre os espaos do nosso corao.

    Fcil, difcil falar de ns, entrar no nosso corao, descrev-lo?

    2. O retiro - a) Os tempos diferentes (visualizao) Estes dois dias vo ser tempo para qu? Que nos traz c? Que esperamos deste tempo?

    - b) O que o retiro? Os nossos retiros. Os retiros de Jesus.

    3. O medo - a) Os meus medos (Pintar a palavra medo com palavras relacionadas - texto de apoio) - b) O que o medo? - c) As respostas de Jesus aos nossos medos.

    4. A alegria uma coisa sria - a) Tempo de reflexo pessoal e de encontro com Deus pela Palavra e pela Mensagem do Papa. - b) O medo tem medo da alegria

    5. 100% alegria - a) Dinamizao de um teatro, jogos e cano, para a noite

    6. Orao da tarde - a) Tempo de silncio adorador na capela (antes de jantar)

    7. Com a(s) Estrela(s) - a) Partilha dos trabalhos de grupo depois do jantar - b) Recreio - Filme - c) Orar com a noite da Natureza

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -2-

    8. Orao da manh - a) O Oculista e o cego de corao

    9. Aprender a escolher - a) As minhas escolhas - b) Exame de conscincia - c) Confisses / celebrao penitencial

    10. Preparao/Eucaristia

    11. Sorrir - a) Evangelizao sorridente na Bblia Mt 10, 5-42 Mt 14, 13 Mc 6, 1-12

    Mc 6, 30-33 Lc 9, 1-11 Forma como os discpulos acolheram a proposta de Jesus e o que fizeram eles ao chegar da misso? - b) Construo do smbolo e do compromisso - c) Compromisso (capela)

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -3-

    Os nossos retiros

    O tempo tem vrias cores. Temos tempo para muitas coisas. Hoje tempo de retiro.

    O que isso de retiro? Retirar?

    Vamos retirar alguma coisa de ns, ou vamo-nos retirar de alguma coisa?

    Retiro um tempo da diferena, diferente do habitual, em que samos da rotina, dos nossos

    lugares habituais, das nossas tradies

    Aqui vamos fazer coisas diferentes e aprender a sermos diferentes.

    tempo para darmos mais fora ao nosso empenho de sermos melhores.

    Tempo de balano e de lanamento!

    Reflectir, dialogar, rezarsobre questes difceis, que mexem connosco: a liberdade, a

    tentao, a dificuldade de conhecer e ser fiel ao projecto de Deus, os medos e as alegrias

    Vamos faz-lo com o contributo de todos. Com os dons que cada um tem e com a vontade de

    nos apoiarmos uns aos outros.

    Todos somos responsveis pelo bom fruto deste retiro.

    Um retiro contempla vrios momentos:

    - Momentos de orao: orao simples que parta para a vida e nos transforme. Uma orao

    que procura ser fiel Palavra de Deus e est atenta nossa sensibilidade.

    - Trabalho de grupo: onde a criatividade de cada um parte descoberta de realidades novas.

    Do contributo de todos parte o aprofundamento. Seremos mais comunidade.

    - Reflexo individual: dentro de ns que est a raiz que nos faz amar e ser feliz, l que

    vamos encontrar Deus para o poder partilhar.

    - Dilogo pessoal: na troca de experincias numa relao de confiana, faz-se crescimento

    espiritual e procuram-se solues para o caminho.

    - Servio: h sempre coisas a fazer, mos que ajudam, braos que se estendem. tempo de

    ateno e de gratuidade.

    - Abrao Natureza: Deus tambm nos fala pela criao. No contacto com a natureza

    descobriremos os sorrisos de Deus e respostas para os nossos medos.

    Ingredientes necessrios para este retiro: silncio e paz interior, disponibilidade para escutar e

    coragem para entregar tudo ao Senhor.

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -4-

    O que e o medo?

    Ns, preferimos quase sempre o fcil e passamos a vida a tentar iludir aquilo que exige

    verdadeiro risco e sacrifcio.

    Fechamo-nos na passividade quando descobrimos as exigncias e lutas que acarreta consigo

    o viver com certa profundidade.

    Causa-nos medo levar a srio a nossa vida com total responsabilidade.

    mais fcil instalarmo-nos e continuar vivendo, sem nos atrevermos a enfrentar o sentido

    ltimo da nossa vida.

    Quantos homens e mulheres vivem sem saber como, porqu e para onde. Ns sabemos?

    Estamos sempre espera que ningum nos incomode.

    J apresentamos alguns dos nossos medos. Que nos diz a bblia sobre este tema?

    "O que a Bblia diz sobre o medo?"

    Resposta: A Bblia tem muito a dizer sobre o medo. Na verdade, ela menciona dois tipos de

    medo. O primeiro tipo benfico e deve ser encorajado. O segundo tipo um detrimento e

    no s deve ser desencorajado, como tambm superado.

    O primeiro tipo de medo o temor de Deus. Esse tipo de medo no necessariamente um

    medo que significa ter medo de algo. Ao invs disso, um temor respeitoso de Deus; uma

    reverncia pelo Seu poder e glria. Esse tipo de medo tambm um respeito adequado Sua

    ira. Em outras palavras, um reconhecimento total de tudo que Deus atravs de um

    conhecimento mais profundo dEle e dos Seus atributos.

    Temor de Deus traz consigo muitas benos e benefcios. Salmo 111:10 diz: O temor do

    Senhor o princpio da sabedoria; tm bom entendimento todos os que cumprem os seus

    preceitos; o seu louvor subsiste para sempre. Provrbios 1:7 diz: O temor do Senhor o

    princpio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instruo. Portanto,

    podemos ver como tanto a sabedoria quanto o conhecimento comeam com o temor a Deus.

    Alm disso, Provrbios 19:23 diz: O temor do Senhor encaminha para a vida; aquele que o

    tem ficar satisfeito, e mal nenhum o visitar. Novamente em Provrbios 14:27: O temor do

    Senhor uma fonte de vida, para o homem se desviar dos laos da morte. Provrbios 14:26

    afirma: No temor do Senhor h firme confiana; e os seus filhos tero um lugar de refgio.

    Nesses versculos podemos ver que o temor de Deus fornece vida, segurana aos filhos,

    proteo do maligno, confiana e satisfao.

    Desses versculos podemos ver como o temor de Deus deve ser encorajado.

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -5-

    No entanto, o segundo tipo de medo mencionado na Bblia no bom e deve ser

    desencorajado e superado. Esse o esprito de medo mencionado em 2 Timteo 1:7, onde

    diz: Porque Deus no nos deu o esprito de cobardia, mas de poder, de amor e de

    moderao. Podemos ver desde o incio que esse tipo de medo no vem de Deus.

    No entanto, s vezes estamos com medo, s vezes esse esprito de medo vem sobre ns, e

    para ter vitria sobre esse sentimento, precisamos confiar e amar a Deus completamente.

    Primeiro Joo 4:18 nos diz: No amor no h medo antes o perfeito amor lana fora o medo;

    porque o medo envolve castigo; e quem tem medo no est aperfeioado no amor. No

    entanto, ningum perfeito, e Deus sabe disso. Por isso Ele espalhou a coragem e a alegria

    contra o medo por toda a Bblia. Comeando com o livro de Gnesis e continuando at o livro

    de Apocalipse, Deus nos diz para no temer.

    Por exemplo, Isaas 41:10 nos encoraja: no temas, porque eu estou contigo; no te

    assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleo, e te ajudo, e te sustento com a destra da

    minha justia. Novamente em Daniel 10:12, o anjo do Senhor encoraja a Daniel: Ento me

    disse: No temas, Daniel; porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu corao a

    compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, so ouvidas as tuas palavras, e por causa das

    tuas palavras eu vim. Jesus disse no Novo Testamento: No temais, pois; mais valeis vs do

    que muitos passarinhos (Mateus 10:31). Esses versculos se referem a muitos tipos diferentes

    de medo. Deus nos diz para no ter medo de ficarmos sozinhos, de sermos muito fracos, de

    ningum nos escutar, e para no temer por nossas necessidades fsicas. Essas admoestaes

    esto presentes por toda a Bblia e se referem aos vrios aspectos do esprito de medo.

    No entanto, esses no temais dependem da nossa habilidade de colocar nossa confiana e f

    no Senhor. Em Salmo 56:11, o salmista escreve: em Deus ponho a minha confiana, e no

    terei medo; que me pode fazer o homem? Esse um testemunho maravilhoso do poder da

    confiana em Deus. O que o salmista est dizendo que independentemente do que

    acontecer, ele vai continuar confiando em Deus. O segredo para superar o medo, ento,

    confiana total e completa em Deus.

    Confiar em Deus recusar-se entregar ao medo. voltar-se a Deus mesmo nos tempos de

    escurido e confiar que Ele vai consertar as coisas. Essa confiana vem de conhecer a Deus e

    saber que Ele um Deus bom que quer apenas dar aos Seus filhos coisas boas. Assim como J

    disse quando passava por alguns dos testes mais difceis registados na Bblia: Eis que ele me

    matar; no tenho esperana; contudo defenderei os meus caminhos diante dele (J 13:15).

    Quando tivermos aprendido a confiar em Deus, no mais teremos medo das coisas que

    temos que enfrentar. Seremos como o salmista: Mas alegrem-se todos os que confiam em ti;

    exultem eternamente, porquanto tu os defendes; sim, gloriem-se em ti os que amam o teu

    nome (Salmo 5:11).

  • Retiro JEF 23 e 24 de junho de 2012

    100% alegria -6-

    Mc 4, 35-41

    35Naquele dia, ao entardecer, disse: Passemos para a outra margem. 3