#39 -GUIA CURITIBA APRESENTA - SETEMBRO/2010

  • View
    228

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Murilo Da Rós e Gilson Peranzzetta se apresentam no Teatro do Paiol setembro C U R I T I B A A P R E S E N T A - n º 3 9 - s e t e m b r o d e 2 0 1 0 | D is t r ib u iç ã o G r a t u it a Pág 06 Pág 26

Text of #39 -GUIA CURITIBA APRESENTA - SETEMBRO/2010

  • setembro2010

    CURI

    TIBA

    APR

    ESEN

    TA -

    n3

    9 -

    sete

    mbr

    o de

    201

    0 | D

    istr

    ibui

    o

    Gra

    tuita

    Pg 06Curitiba recebe a III Bienal Brasileira de Design

    Pg 26Murilo Da Rs e Gilson Peranzzetta se apresentam no Teatro do Paiol

  • Conselho Editorial - Paulino Viapiana, Janine Malanski, Jos Roberto Lana, Luci Daros, Thaisa Marques Teixeira Sade, Ulisses Iarochinski, Valria Teixeira. Jornalista Responsvel - Fernanda Brun MTB 8022. Colaboradores Alice Rodrigues, Ana Luzia Palka, Aparecido Casemiro de Oliveira, Bianca Sobieray, Carla Anete Berwig, Izabel Taschini, Jayne Sfair Suny, Layra Olsen, Luciano Jos Antunes, Luiz Cequinel, Karen Monteiro, Marceline Quadros Achcar, Maria Luiza Baracho, Mayra Pedroso, Miguel ngelo Gubert, Roberson Mauricio Caldeira Nunes, Srgio Serena, Vivian Siedel Schroeder. Capa - foto: Flvio Ribeiro Contatos - Departamento de Imprensa (41) 3213-7513 - agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.br e Departamento Comercial - Juliana Ceccatto Pires -(41) 3213-7590 - comercial@icac.org.br. Projeto Grfico - Aliens Design. Endereo - Rua Eng. Rebouas, 1732 Cep: 80230-040 Curitiba-PR. Esta uma publicao do Instituto Curitiba de Arte e Cultura. Todos os direitos reservados.www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br | www.twitter.com/ctbaapresenta

    * As programaes e valores esto sujeitos a alterao sem aviso prvio

    Seguindo a tradio de divulgar e promover a histria de Curitiba, a Casa Romrio Martins abriga, alm de exposies, diversas atividades orientadas pelas pesquisas sobre a cidade. Inaugurado em 14 de dezembro de 1973, o espao - que o ltimo modelo da arquiteturacolonial portuguesa no centro de Curitiba, passou a sediar o primeiro ncleo voltado preservao dos suportes da memria da cidade. A Casa j foi usada como moradia e atividades comerciais at sua desapropriao, em 1970. Depois disto, foi restaurada e recebeu na inaugurao o nome de Casa Romrio Martins, em homenagem ao historiador e pesquisador Alfredo Romrio Martins.

    Casa Romrio Martins

    n d i c e

    Na Plateia 04

    Espao do Leitor 05

    Entrevista 06Design, Inovao e Sustentabilidade

    Imperdvel 08Marcio Abreu

    Teatro e Circo 10Insana expedio

    Literatura 16Literatura para o seu cotidiano

    Dana 22Intercmbio de saberes

    Msica 26Encontro de mestres

    foto: divulgao

    Cinema 40Bicicleta combina com cinema

    Artes Visuais 44Quatro dcadas de arte

    Infantil 54Criana criana

    Patrimnio Cultural 60

    Outras reas 63

    Divirta-se 64

    Endereos e Contatos 67

    foto: Lucilia Guimares

    03Curitiba Apresenta | Setembro 2010

  • Para a prxima edio: Que livro mudou sua vida? Por qu?Envie sua mensagem, crticas e sugestes para agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.br ou via twitter (twitter.com/ctbaapresenta)

    Bicicleta, sempre!Via twitter @brumocelin

    Em casa eu separo o lixo reciclvel e orgni-co. leo de cozinha e lmpadas sempre so levados ao terminal para coleta seletiva. E no trabalho uso caneca ao invs de copos des-cartveis.

    Via twitter @Carol_Scherner

    Procuro no imprimir e no desperdiar energia. No escritrio, aproveitamos os papis j usados como rascunho e simprimimos quando realmente essencial. Em nossos projetos, procuramos usar sem-pre lmpadas de LED, economizando ener-gia em aproximadamente 77%.

    Gisela Carnasciali Mir

    Separao de todo o lixo reciclvel.Maristela Garcia

    Desenhei os personagens da campanha de separao de lixo da cidade de Curitiba. Depois disso, no deixei mais de separ-lo aqui em casa. Fico muito feliz quando vejo que a crianada da cidade gosta da turmi-nha e aprende que lixo para ser separado. Tenho orgulho de morar em Curitiba. uma cidade que respeita o meio ambiente e tem aes preventivas por um futuro melhor.

    Pryscila Vieira

    Separar o lixo orgnico do lixo que no lixo; economizar gua, ulizando a gua da mquina de lavar roupa para lavar a calada

    e avisar os rgos competentes quando hou-ver situaes que agridam o meio ambiente.Nilza Maria Dos Santos Raimundo

    Preservar o meio ambiente no depende de grandes movimentos ou demanda de tempo e dinheiro. Requer coisas bem simples como, por exemplo, utilizar o copo plstico do suco, aps tom-lo no almoo, tambm para comer a salada de fruta da sobremesa, gerando menos lixo! Valdeci Melo

    S uso sacolinhas retornveis, levo uma dobrada na bolsa e uma shopping bag pro mercado - nada de descartveis; levo copo de resina na bolsa e no uso copinhos des-cartveis; no jogo nenhum tipo de lixo no cho ou na rua e dou um toque em quem faz; fao coleta seletiva no lixo domstico; reciclo e reutilizo tudo que possvel; evito com-prar e usar produtos ambientalmente incor-retos, incluindo peles e couros verdadeiros; economizo gua; batalho como cidad e con-tribuinte por aes preservacionistas e repu-dio touradas, contrabando de animais, caa e outras formas de agresso natureza (...)

    Valria Prochmann

    Reduzo o uso de sacolas plsticas e pratico carona solidria; conscientizo minhas redes de contatos; estudo e pesquiso o conceito de supervit e dficit aplicado ao universo humano. Romildo Costa

    Troquei meu carro pelo menor que existe, que desliga o motor no sinal fechado.

    Alosio Leoni Schmid

    Foi a algum evento divulgado pelo Guia? Envie sua foto para agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.br e mostre que voc esteve na plateia.

    Es

    pa

    o

    do

    Le

    ito

    r

    Rafaele Deckes, Bruna Brito, Suzana Santos e Suzana Aguiar no Matriz & Filial ao som dos Milagrosos Decom-positores.

    Leandro Teixeira, scio propri-etrio do Bar Aos Democratas com Fabiane Sakai e Sr. Rodrigues durante o show do Grupo Demnios da Garoa em homenagem ao centenrio de Adoniran Barbosa, no Aos Democratas.

    Fernanda vila, Beto Madalosso, Flora Madalosso, Vicente Frare e Patricia Papp no lanamento dos Guias de Viagem, na FNAC, dia 13 de agosto.

    Bruna Bonanato, que foi ao show da cantora Zizi Possi com ingressos que ganhou na promoo do twitter do Guia Curitiba Apresenta.

    N a P l a t e i a

    12

    3

    4

    1

    2

    3 4

    Quais so as suas aes para preservar o meio ambiente?

    04 Curitiba Apresenta | Setembro 2010 05Curitiba Apresenta | Setembro 2010

  • Escolhida pelo Comit de Orientao Estratgica da Bienal Brasileira de Design (Coeb), Curitiba ir sediar a III Bienal Brasileira de Design. Nesta edio, o objetivo dos organizadores democratizar o design. E como eles vo fazer isso? A Bienal acontecer em diversos pontos da cidade, tanto em espaos institucionalizados, como museus e universidades, quanto em locais pblicos, como os parques e o Calado da Rua XV de Novembro. Na programao esto mostras, seminrios, fruns, workshops, aes educa-tivas, interativas e culturais, tudo para que o pblico tenha acesso ao tema. A expectativa da organizao de receber 250 mil visitantes, no apenas profissionais da rea, mas tambm o pblico em geral. A sustentabilidade e o consumo consciente sero alguns dos principais temas do evento. Que tal saber de duas pessoas que participam da III Bienal como ser essa experincia? A dupla Carolina Armellini e Paulo Biacchi, da marca curitibana Fetiche Design Para Casa, fala sobre a iniciativa:

    En

    tre

    vis

    ta

    Carolina Armellini e Paulo Biacchi foto: Fetiche Design

    Temos muitos profissionais realizando um bom trabalho, mas que precisam primeiro ter um destaque fora de Curitiba para serem reconhecidos aqui. Esse foi o nosso caso.

    Vocs j participaram de outras bienais ou visitaram exposies nesse formato?Nunca participamos da Bienal com a Fetiche, mas visitamos as edies anteriores e achamos o formato muito interessante. Participamos em 2009, com o banco R540, da exposio do 23 Prmio Design Museu da Casa Brasileira, na qual figuraram os principais produtos de destaque nacional, no ano.

    Que tipo de valor vocs acham que a Bienal vai agregar ao trabalho de vocs?Integrar uma mostra como selecionado um reconhecimento e um sinal de que estamos no caminho certo. Cada participao em uma exposio, mostra ou prmio nos d a confiana de que estamos fazendo produtos que agradam no s ao pblico final, mas tambm crtica de design que publica e divulga nosso trabalho.

    Vocs vo expor outros objetos, alm do R540? Como foi a criao dessa pea?O Paulo Biacchi vai participar, no perodo da Bienal, da exposio Poticas Urbanas: design, que acontece no MusA - Museu de Artes da UFPR, com a escultura chamada Zizou 2006. A ideia para criar o banco R540 veio de uma forma inusitada. Enquanto ensinvamos minha sobrinha uma antiga brincadeira de ligar os pontos em uma folha de papel, percebemos o quanto aquilo era legal. A unio de linhas retas formava curvas perfeitas, e sentimos que daquela brincadei-ra podamos criar algo realmente novo.

    Quais benefcios vocs acham que uma Bienal do Design trar para Curitiba?Um evento de grande porte coloca acidade sede em evidncia, no mbito local, nacional e internacional, e isso j um benefcio. No caso especfico de ser um evento ligado ao design, principalmente o contedo do programa: as mostras, semi-nrios, fruns, workshops e as aes educa-tivas em torno do tema Design, Inovao e Sustentabilidade so os maiores benefcios.

    Como vocs veem o cenrio do design em Curitiba?Hoje existem muitos cursos de design na cidade, que formam milhares de profissio-nais por ano. uma massa criativa vida por trabalho. No entanto, o mercado aqui estreito e no oferece muitas oportunidades.

    Design, Inovaoe Sustentabilidade

    Vocs tinham uma loja em Curitiba. Na opinio de vocs, a