Click here to load reader

Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricular

  • View
    628

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricular

  • Inspeo do Pavilho AuricularProf Ms. Sc. Carlos S. PernambucoCREF 1 1627 G/RJ

  • Tcnicas utilizadas na inspeoInspeo visualExplorao eltricaExplorao ttil

  • Cuidado para InspeoPara otimizao da observao deve-se evitar:Lavar, coar, esfregar p/ limpezaObjetivo: manter a rea brilho, cor e formas dentro do padroDeve-se utilizar: luz natural (preferencialmente), evitar o toqueDeve-se utilizar instrumentos no auxlio da inspeo: ganchos, lupas lanternas

  • O que observar?Verificar lesesAcnePigmentao, FrieiraCicatrizPpulas brancasMudana morfolgicasAlteraes de corComparao entre os ladosNvel de sensibilidadeCorBrilhoIdadeInfluncia do clima

  • Nvel de sensibilidadeUtiliza-se instrumentos com pontas com calibre equivalente a um palito de fsforoA sensibilidade estar relacionada com a rea reflexa do zang fuO toque deve ser suave, no despertando a dorA velocidade deve ser lenta, para dar tempo ao paciente perceber e identificar.Presso uniforme equilibrando a intensidade evitando-se o falso positivo

  • Manchas/reas sensveisUma rea pode estar com alterao de cor conhecida como manchaPode estar com alterao de sensibilidade de forma aguda, insuportvel, apresentar processos inflamatrios, distenso, adormecimento e queimaoQuando a dor falsa a reao curta e suportvel

  • Manchas/reas sensveisAs reaes dos pacientes a dor verdadeira so: franzir as sobrancelhas, piscar os olhos, sensao de dor e grito.Quando a rea grande pode influenciar outras reasDeve-se levar em considerao idade, sexo, ambiente onde passa a maior parte do tempo

  • Manchas/reas sensveisO lbulo mais macio, desta forma a sensibilidade menorAs reas de cartilagem, a pele fica mais exposta, logo a sensibilidade maiorEm crianas e jovens a pele mais macia e sensibilidade menorEm adultos e idosos o pavilho tende a ser mais secos e mais rgidos e a sensibilidade maior

  • ManipulaoDeve-se considerar: localizao, ngulo de insero, tempo e profundidadeA preciso do local determinante para o sucesso do tratamentoA inclinao da insero da agulha facilita o tratamento de acordo com a sintomatologia.O tempo de aplicao dever ser de 15 a 30 minutos para agulhas e at 7 dias agulhas permanentes, a partir da o estmulo reduz a intensidade, devendo-se evitar dores desnecessrias. Caso o paciente apresentar desconforto em trs dias deve-se retirar.

  • ManipulaoNas afeces crnicasTonificarSuperficialMais tempoAgulhas mais finas

    Nas afeces agudas deve-seSedarProfundoMenos tempo Agulhas mais grossasSensaes de calor, frio, ardncia e presso. possvel tambm promover o giro da agulhaEvitar transfixar a cartilagem

  • ManipulaoMoxabustoUsar chapu de moxa ou material especfico para moxa auricularAt trs estmulos para tonificar eDe quatro a cinco para sedaoEletro acupunturaUtilizar freqncia de at 20 Hz* para tonificao por 10 minutos*E acima de 30Hz* para sedao por 15 minutos** freqncia e tempo variam de acordo com o aparelho utilizado

  • SensaesCalor comum na maioria das aplicaes mas particular em processos de deficinciaAdormecimento aps a aplicao comum em alteraes de deficinciasRepuxamento/espasmos caracterstico em estmulos de vsceras e aquecedor mdio e def. de Qi

    Dor local melhorando posteriormente, se persistir ou desconforto contnuo retirar as agulhasFrio comum em quadros que gerem calor (processos inflamatrios)Formigamento alteraes do Wei QiPeso relaes com Umidade e def de Pi.

  • Contra indicaoMulheres com menos de 5 meses de gestao ou histria de abortamentos espontneosDo 5 ao 9 no se pode estimular o s pontos: ovrio, tero, endcrino, abdome, pelve.No usar muitos pontos nem fazer fortes estmulos em pacientes desnutridos, debilitados, com resistncia baixa, hipotensos caso contrrio pode lev-los a lipotimia.Processos inflamatrios ou infecciosos no pavilho auricular

  • Princpios fisiolgicosSistemas de Canais e Colaterais ramificaes que passam na reaZang Fu observaes energticas e correlaesSistema neurovegetativo terminaes nervosas importantes que passam pelo pavilho auricularBiomolculas estmulos promovem a liberao de hormnios

  • Fundamentaes cientficasEstudo em coelhos onde se estimulou a polpa do dente e ao mesmo tempo o ponto Shen Men.Verificou-se que ambos os impulsos nervosos chegavam ao tronco cerebral provocando uma possvel represso mtua entre o estmulo proveniente da polpa do dente e do Shen Men, em nvel da substncia reticular.Este estudo tentou explicar o mecanismo de elevao do limiar de dor do ponto e represso dolorosa bulbar, reforando a funo do ponto em acalmar e analgesia.

  • Princpio de tratamentoCorrelao entre pavilho auricular e rea correspondente

  • Princpio de escolha de pontosZona correspondente ponto reflexoCinco zang e Seis fu 5 elementosPontos do sistema nervoso crebro, tronco cerebral, tlamo, simpticoPontos do sist. Endcrino hipfise, tireide, supra renal, pncreas, ovrios, prstataEspecficos

  • Tcnicas utilizadas no tratamentoSangriaUso de agulhasUso de sementesMoxabusto auricular

  • Agrupamento de pontos de acordo com a funo (GARCIA, 2006)Acalmam a dorVertigem ConvulsoTosseDispniaPruridoTinidoVmitoAcidezleucorriaGrupo de ao antagnicargos dos sentidosAntipirticaFortalecedoresTonificadoresRegulaoimunolgica

  • Funes de alguns pontos importantesShen Men funo analgsicaSimptico funo analgsica e dores viscerais, vaso dilatador, dispersa o calorCitico desobstruir os canais colaterais, sedante, analgsicoOccipital sedante, trata a tontura, limpa a viso, antipirticaSub crtex regulador da atividade cerebral e sistemas autnomosSupra renal promove o aumento de corticides, glob. vermelhos e hemoglobina.

  • Funes de alguns pontos importantesPing chuan controla a dispniaSan Jiao transforma o Qi, transporta a essncia, e metabolisa os lq. Orgnicos.Endcrino aumenta a secreo dos hormnios, corticides, aumenta a resposta antialgicaSangria no pice da orelha clareia o Qi, limpa a Shen e AcalmaTlamo reg. Atividade neurovegetiva, antipirtico, dispersa o calor.Hipfise promove a secreo de hormnios desta forma, atuando na funo de outras glndulas

  • Obrigado pela ateno eVamos prtica!!!

    [email protected]