of 30/30
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br DIÁRIO DA JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS Ano 2018, Número 092 Disponibilizado em: terça-feira, 15 de maio de 2018 Publicação: quarta-feira, 16 de maio de 2018 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS Desembargador Marco Villas Boas Presidente Desembargadora Ângela Prudente Vice-Presidente/Corregedora José Machado dos Santos Diretor-Geral Secretaria Judiciária e de Gestão da Informação Coordenadoria de Gestão da Informação Seção de Editoração e Publicações Fone: (63) 3229-9666 [email protected] Sumário Atos da Presidência ............................................................................................................1 Portarias ......................................................................................................................1 Editais ..........................................................................................................................3 Atos da Diretoria Geral ........................................................................................................4 Portarias ......................................................................................................................4 Atos dos Relatores..............................................................................................................8 Intimações....................................................................................................................8 Editais ..............................................................................................................................14 Edital de Junta Apuradora............................................................................................14 Editais ..............................................................................................................................14 Edital de Convocação..................................................................................................14 2ª Zona Eleitoral - GURUPI ................................................................................................20 Atos de Juiz Eleitoral ...................................................................................................20 Atos do Juiz Eleitoral .........................................................................................................22 Portarias.....................................................................................................................22 Decisão ......................................................................................................................25 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS Atos da Presidência

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
DIÁRIO DA JUSTIÇA ELEITORAL
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS
Ano 2018, Número 092 Disponibilizado em: terça-feira, 15 de maio de 2018 Publicação: quarta-feira, 16 de maio de 2018
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS
Desembargador Marco Villas Boas Presidente
Desembargadora Ângela Prudente Vice-Presidente/Corregedora
Secretaria Judiciária e de Gestão da Informação
Coordenadoria de Gestão da Informação
Seção de Editoração e Publicações
Fone: (63) 3229-9666 [email protected]
Sumário Atos da Presidência ............................................................................................................1
Atos da Presidência
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 2
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Portarias
Portaria
PORTARIA PRESIDÊNCIA Nº 206/2018 PRES/DG/SGP
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,
CONSIDERANDO o que estabelece a Resolução CNJ nº 240/2016, que dispõe sobre a constituição, pelos Tribunais, de Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas;
CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer princípios e diretrizes para fundamentar as práticas de gestão de pessoas;
CONSIDERANDO a relevância do aprimoramento da governança corporativa e da governança de pessoas no âmbito deste Tribunal e a necessidade de implantação de corpo colegiado, em nível estratégico, para auxiliar a Alta Administração na avaliação, direcionamento e monitoramento do desempenho na gestão de pessoas;
CONSIDERANDO as peculiaridades da Justiça Eleitoral, a qual não conta com quadro próprio de magistrados, e a necessidade de alinhamento com os objetivos institucionais e as diretrizes da Política instituída pela Resolução CNJ nº 240,
RESOLVE:
Art. 1º Instituir o Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, o qual funcionará como órgão colegiado de natureza consultiva e propositiva às ações relacionadas à Gestão de Pessoas.
Art. 2º O Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas do TRE-TO será constituído pelos seguintes membros:
I -  Titular da unidade de Gestão de Pessoas;
II - Titular da unidade de Assessoria de Planejamento, Estratégia e Gestão da Secretaria de Gestão de Pessoas;
III Os Coordenadores da Secretaria de Gestão de Pessoas;
IV - 1 (um) servidor indicado pela Presidência;
V - 1 (um) servidor indicado pela Corregedoria Regional Eleitoral do Tocantins;
VI - 2 (dois) servidores indicados pelo Diretor-Geral do Tribunal, sendo necessariamente um lotado em Zona Eleitoral;
§ 1º O titular da unidade de Gestão de Pessoas será o Coordenador do Comitê Gestor.
§ 2º Os servidores a que se referem os incisos III a VI terão mandato de 2 (dois) anos, com uma possível recondução.
§ 3º Serão suplentes para cada membro do Comitê Gestor Local seus respectivos substitutos automáticos e, caso não haja substituto, será indicado outro servidor pelo Coordenador do Comitê.
Art. 3º É de competência privativa do titular da unidade de Gestão de Pessoas:
I - convocar e presidir as reuniões;
II - desempatar as votações;
III - autorizar e convocar responsáveis por processos, indicadores, projetos e outros servidores considerados relevantes para participarem de reunião.
Art. 4º Em caso de ausência, as atribuições privativas do titular da unidade de Gestão de Pessoas serão assumidas por um dos representantes das áreas da unidade de gestão de pessoas indicadas no inciso III do art. 2º desta Portaria.
Art. 5º Compete ao Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas:
I - deliberar sobre a política de gestão de pessoas do Tribunal, observando o alinhamento com o plano estratégico institucional;
II - deliberar sobre propostas e medidas relacionadas ao melhoramento da Gestão de Pessoas no Tribunal, propondo regulamentações, quando couber;
III - acompanhar e monitorar as ações relativas à gestão de pessoas, cobrando efetividade, redefinindo prazos, e/ou orientando quanto à necessidade de correção em processos ou projetos relacionados à gestão de pessoas;
IV - atuar na interlocução com a Rede de Gestão de Pessoas do Poder Judiciário, compartilhando iniciativas, dificuldades, aprendizados e resultados;
V - monitorar, avaliar e divulgar o desempenho e os resultados alcançados pela gestão de pessoas.
VI deliberar sobre alterações no Plano Estratégico de Gestão de Pessoas.
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 3
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
§1º O Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas realizará reuniões ordinárias, a cada quatro meses e, extraordinariamente, quando houver necessidade.
§ 2º As pautas das reuniões serão divulgadas quando da convocação.
§ 3º Será elaborada ata de cada reunião, com publicação em até três dias úteis.
Art. 6º O monitoramento das atividades do Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas será realizado em cada reunião ordinária, avaliando-se o que foi deliberado na reunião anterior.
Parágrafo Único. Compete ao titular da unidade de Gestão de Pessoas apresentar, anualmente, relatório das atividades propostas e realizadas pelo Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas.
Art. 7º Os casos omissos serão resolvidos pelo Diretor-Geral do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Art. 8º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Desembargador MARCO VILLAS BOAS
Editais
Decisão
ASSUNTO: REPRESENTAÇÃO PROPAGANDA ELEITORAL IRREGULAR USO DE OUTDOOR RETIRADA E SANÇÃO PREVISTA NA LEI Nº 9504/97
REQUERENTE: DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO PSC/TO
INTERESSADO: OSIRES RODRIGUES DAMASO PRESIDENTE REGIONAL
D E C I S Ã O
Trata-se de Representação por propaganda eleitoral irregular, por meio de outdoors, por ocasião da campanha eleitoral para as eleições 2010, formulada pela Coligação "Força do Povo" (PP / PMDB / PSB / PPS / PSL / PT / PDT / PC do B / PHS / PRP) em desfavor das Coligações "Tocantins Levado a Sério" (PRB / PTB / PTN / PSC / PR / DEM / PRTB / PMN / PTC / PV / PSDB / PT do B), "União para a Vitória" (PTB / PSC / PR) e "Nova União do Tocantins" (PRB / PP / PTB / PTN / PSC / PR / DEM / PSDC / PRTB / PMN / PTC / PV / PSDB / PT do B), bem como contra Carlos Eduardo Torres Gomes, João Batista de Jesus Ribeiro, Vicente Alves de Oliveira e Luana Matilde Ribeiro Lima Gayer, com fundamento no art. 39, § 8º c/c art. 96, ambos da Lei nº 9.504/97.
A Representação foi julgada procedente, aplicando-se aos representados multa individual no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil, trezentos e vinte reais e cinquenta centavos), conforme decisão de fls. 51/55 e acórdão de fls. 103/104, que restaram confirmados em razão da negativa de seguimento aos Recursos Especiais interpostos perante o Colendo Tribunal Superior Eleitoral (decisão de fls. 199/206).
Em decisão de fls. 260/263, a então Presidente deste Regional, Desembargadora Ângela Prudente, deferiu o requerimento do PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA - PSDB, e parcelou em 10 (dez) vezes as multas aplicadas às Coligações "Tocantins Levado a Sério" e "Nova União do Tocantins".
O partido, no entanto, não recolheu as 5 (cinco) últimas parcelas das aludidas multas, ficando inadimplente em mais de 3 (três) parcelas, conforme certidão da Seção de Informações Processuais de fl. 473.
O DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC requereu o parcelamento do valor remanescente em 15 (quinze) vezes, sendo deferido em decisão de fls. 556-559 o parcelamento em 10 (dez) parcelas iguais e sucessivas com vencimento para o dia trinta de cada mês, observando-se os parâmetros previstos na Lei nº 10.522/02 e regular atualização do débito.
Do referido parcelamento, constam às fls. 656-659 os comprovantes de processamento e recolhimento das Guias de Recolhimento da União (GRU) referentes a 4 (quatro) parcelas. Consta, ainda, informação à fl. 665-V de que não houve o recolhimento da 5ª parcela.
Por solicitação do Coordenador Judiciário (COJUD), os autos foram novamente encaminhados à Coordenadoria de Finanças (COFIN), que atualizou o valor e reemitiu as Guias de Recolhimento da União (GRU) referentes às parcelas remanescentes do parcelamento deferido na decisão de fls. 260/263.
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 4
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Em 8 de março de 2018, as Guias de Recolhimento da União (GRU) de fls. 471-476 foram encaminhadas, por meio de endereço eletrônico, ao Presidente do DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA CRISTÃO (PSC), que conformou o recebimento na mesma data (fl. 777).
Em 11 de abril, o Presidente do DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA CRISTÃO (PSC) protocolou petição solicitando dilação de prazo para pagamento das parcelas remanescentes, em razão de alterações na Comissão Partidária, "onde houve mudança da figura do Tesoureiro Geral, até que o Banco do Brasil possa proceder as devidas alterações na documentação financeira".
Os autos foram então encaminhados ao PROCURADOR REGIONAL ELEITORAL, que em manifestação à fl. 785 não se opôs ao pedido de dilação de prazo do DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA CRISTÃO (PSC).
Relatado. Decido.
Conforme relatado, em decisão de fls. 556-559 a então Presidente deste Tribunal, Desembargadora Ângela Prudente, deferiu o pedido de parcelamento do valor remanescente correspondente às multas aplicadas às Coligações "Tocantins Levado a Sério" e "Nova União do Tocantins" nestes autos.
Após o pagamento de 4 (quatro) parcelas, conforme comprovado às fls. 656-659, o requerente restou inadimplente no pagamento da quinta, sexta e sétima parcelas, conforme certificado à fl. 770-v.
Pois bem.
Dispõe o art. 14-B da Lei nº 10.522/02, incluído pela Lei nº 11.941/09, que implicará imediata rescisão do parcelamento e remessa do débito para inscrição em Dívida Ativa da União ou prosseguimento da execução, conforme o caso, a falta de pagamento de 3 (três) parcelas, consecutivas ou não.
Entretanto, analisando os argumentos apresentados pelo requerente acerca da necessidade de dilação de prazo para pagamento das parcelas remanescentes em razão de mudança na Comissão Executiva da agremiação, entendo razoável o deferimento do pedido, notadamente em face da alteração da figura do Tesoureiro Geral do DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA CRISTÃO (PSC).
De igual forma, o Ilustre Representante informou à fl. 785 que o Parquet Eleitoral não se opõe ao pedido de fl. 780.
Dessa forma, considerando a manifestação ministerial, e analisando os argumentos apresentados pelo peticionante, entendo que a dilação de prazo para pagamento das parcelas remanescentes até o dia 30 (trinta) do mês subsequente à publicação desta decisão mostra-se razoável e proporcional, de modo que o deferimento do pedido de fls. 780 é medida que se impõe.
Posto isso, DEFIRO o pedido formulado às fls. 780, a fim de dilatar o prazo para pagamento das parcelas remanescentes pelo DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA CRISTÃO (PSC), correspondentes às multas aplicadas às Coligações "Tocantins Levado a Sério" e "Nova União do Tocantins" nestes autos, de modo que o vencimento da 5ª (quinta) parcela ocorra no dia 30 do mês subsequente à publicação desta decisão, e as demais parcelas tenham vencimento para o dia 30 (trinta) de cada mês, observando-se os parâmetros previstos na Lei nº 10.522/02 e regular atualização do débito.
Ressalto, entretanto, que este é o ultimo deferimento de pedido de dilação de prazo, considerando que a condenação é referente às eleições de 2010, e os representados já tiveram tempo mais que suficiente para o cumprimento da sentença.
Assim, no caso de inadimplemento das prestações, deverá ser procedida a inscrição da dívida em livro próprio e remessa imediata das peças necessárias à Procuradoria da Fazenda Nacional, para inscrição e cobrança da dívida em questão, nos termos do art. 3º, caput e § 2º da Resolução/TSE nº 21.975, de 16.12.04, observando-se, no mesmo ato, o disposto no § 3º, do art. 3º, da respectiva Resolução.
À Secretaria Judiciária e Gestão da Informação (SJI) para as providências de mister.
Publique-se. Intime-se. Cumpra-se.
Desembargador MARCO VILLAS BOAS
Portaria nº 0725/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0057/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de JARBAS DA SILVA MENDONCA,
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 5
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
ANALISTA JUDICIÁRIO, FC-06 CHEFE DE CARTÓRIO ELEITORAL, de Xambioá para Araguanã, no período de 01/02/2018 a 01/02/2018, com a finalidade de realizar intimação de Geisikely Marques Arruda para audiência designada para dia 08/02/2018, conforme Despacho na Carta Precatória nº 1-60.2018.6.27.0012, e verificar as condições para abertura de novo local de votação em Araguanã/TO, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0744/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0757/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de DOURIVAL ALVES DOS REIS FILHO, TÉCNICO JUDICIÁRIO, FC-06 CHEFE DE SEÇÃO, de Palmas para Cristalândia, no período de 12/05/2018 a 16/05/2018, com a finalidade de auxiliar no treinamento de mesários na 13º ZE do Tocantins, nos dias 14 e 15 (Chapada de Areia e Pium), considerando o afastamento do chefe de cartório, que participará de evento na sede do TRE-TO, em Palmas, conforme autorizado no SEI Nº 00072952220186278013 concedendo-lhe o pagamento de 4.5 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 336,00, totalizando o valor de R$ 1.512,00, com desconto de R$ 120,54, total líquido recebido de R$ 1.391,46. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0738/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0738/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de JAQUELINE COELHO PEREIRA COUTINHO, de Porto Nacional para Silvanópolis, de Porto Nacional para Brejinho de Nazaré, de Porto Nacional para Monte do Carmo, de Porto Nacional para Outros Tocantins, de Porto Nacional para Ipueiras, de Porto Nacional para Santa Rita do Tocantins, nos períodos, respectivamente, de 18/05/2018 a 18/05/2018, 14/05/2018 a 14/05/2018, 17/05/2018 a 17/05/2018, 16/05/2018 a 16/05/2018, 15/05/2018 a 15/05/2018, 21/05/2018 a 21/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Brejinho de Nazaré, Ipueiras, distrito de Luzimangues, Monte do Carmo, Silvanópolis e Santa Rita do Tocantins, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 6 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 1.008,00, total líquido recebido de R$ 1.008,00. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0737/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0736/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de FLAVIA MOREIRA DOS REIS COSTA, de Porto Nacional para Outros Tocantins, de Porto Nacional para Brejinho de Nazaré, de Porto Nacional para Silvanópolis, de Porto Nacional para Ipueiras, de Porto Nacional para Santa Rita do Tocantins, de Porto Nacional para Monte do Carmo, nos períodos, respectivamente, de 16/05/2018 a 16/05/2018, 14/05/2018 a 14/05/2018, 18/05/2018 a 18/05/2018, 15/05/2018 a 15/05/2018, 21/05/2018 a 21/05/2018, 17/05/2018 a 17/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Brejinho de Nazaré, Ipueiras, distrito de Luzimangues, Monte do Carmo, Silvanópolis e Santa Rita do Tocantins, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 6 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 1.008,00, com desconto de R$ 327,30, total líquido recebido de R$ 680,70. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0736/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0734/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de GLENIO DE SOUZA SALES, de Porto Nacional para Ipueiras, de Porto Nacional para Outros Tocantins, de Porto Nacional para Monte do Carmo, de Porto Nacional para Brejinho de Nazaré, nos períodos, respectivamente, de 15/05/2018 a 15/05/2018, 16/05/2018 a 16/05/2018, 17/05/2018 a 17/05/2018, 14/05/2018 a 14/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Brejinho de Nazaré, Ipueiras, distrito de Luzimangues e Monte do Carmo, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 4 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 672,00, com desconto de R$ 160,72, total líquido recebido de R$ 511,28. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0735/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0733/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de HELVIA TULIA SANDES PEDREIRA PEREIRA, de Porto Nacional para Outros Tocantins, de Porto Nacional para Ipueiras, de Porto Nacional para Brejinho de Nazaré, de Porto Nacional para Monte do Carmo, nos períodos, respectivamente, de 16/05/2018 a 16/05/2018, 15/05/2018 a 15/05/2018, 14/05/2018 a 14/05/2018, 17/05/2018 a 17/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Brejinho de Nazaré, Ipueiras, distrito de Luzimangues e Monte do Carmo, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 4 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 266,00,
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 6
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
totalizando o valor de R$ 1.064,00, com desconto de R$ 218,20, total líquido recebido de R$ 845,80. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0734/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0732/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de ROBERTO ALVES JAPIASSU, de Porto Nacional para Silvanópolis, de Porto Nacional para Brejinho de Nazaré, nos períodos, respectivamente, de 10/05/2018 a 10/05/2018, 11/05/2018 a 11/05/2018, com a finalidade de efetuar Intimação de Mesários na Zona Rural dos municípios de Silvanópolis-TO e Brejinho de Nazaré, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 2 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 336,00, com desconto de R$ 80,36, total líquido recebido de R$ 255,64. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0743/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0756/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de PAULINO PEREIRA DA SILVA, de Palmas para Formoso do Araguaia, no período de 10/05/2018 a 12/05/2018, com a finalidade de conduzir a servidora Juliana Marques dos Santos Bringel para a 15ª ZE Formoso do Araguaia para ministrar treinamento de mesários, conforme autorizado no SEI Nº 00067070920186278015 concedendo-lhe o pagamento de 2.5 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 336,00, totalizando o valor de R$ 840,00, com desconto de R$ 82,74, total líquido recebido de R$ 757,26. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0742/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0755/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de MARCOS ALVES LUSTOSA RIBEIRO, de Gurupi para Cariri do Tocantins, no período de 11/05/2018 a 11/05/2018, com a finalidade de cUMPRIMENTO DE MANDADOS EM CARIRI DO TOCANTINS, conforme autorizado no SEI Nº 00026014320186278002 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 36,59, total líquido recebido de R$ 131,41. Art.2º Autorizar o deslocamento de WANDERSON GOMES DA SILVA, de Gurupi para Cariri do Tocantins, no período de 11/05/2018 a 11/05/2018, com a finalidade de cUMPRIMENTO DE MANDADOS EM CARIRI DO TOCANTINS, conforme autorizado no SEI Nº 00026014320186278002 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 34,09, total líquido recebido de R$ 133,91. Art.3º Autorizar o deslocamento de ISABELLA SARAH NUNES E SILVA, de Gurupi para Cariri do Tocantins, no período de 11/05/2018 a 11/05/2018, com a finalidade de cUMPRIMENTO DE MANDADOS EM CARIRI DO TOCANTINS, conforme autorizado no SEI Nº 00026014320186278002 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 4º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0741/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0754/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de JARBAS DA SILVA MENDONCA, ANALISTA JUDICIÁRIO, FC-06 CHEFE DE CARTÓRIO ELEITORAL, de Xambioá para Araguanã, de Xambioá para Ananás, nos períodos, respectivamente, de 11/05/2018 a 11/05/2018, 11/05/2018 a 11/05/2018, com a finalidade de realizar, em 11/05/2018, reuniões, em Araguanã e Ananás, para formatar a Comissão de Transporte de Eleitores e definir quadro gral de percurso e horários do transporte, nas eleições suplementares, conforme autorizado no SEI Nº 00037642820186278012 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0740/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0743/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de ROBERTO ALVES JAPIASSU, de Porto Nacional para Santa Rita do Tocantins, de Porto Nacional para Silvanópolis, nos períodos, respectivamente, de 21/05/2018 a 21/05/2018, 18/05/2018 a 18/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Silvanópolis e Santa Rita do Tocantins, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 2 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 336,00, com desconto de R$ 80,36, total líquido recebido de R$ 255,64. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0739/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 7
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0740/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de ALIDECLECIO PEREIRA CAVALCANTE, ANALISTA JUDICIÁRIO, FC-06 CHEFE DE CARTÓRIO ELEITORAL, de Porto Nacional para Santa Rita do Tocantins, de Porto Nacional para Silvanópolis, de Porto Nacional para Monte do Carmo, nos períodos, respectivamente, de 21/05/2018 a 21/05/2018, 18/05/2018 a 18/05/2018, 17/05/2018 a 17/05/2018, com a finalidade de realizar treinamento de mesários nos municípios de Monte do Carmo, Silvanópolis e Santa Rita do Tocantins, conforme autorizado no SEI Nº 00045690820186278003 concedendo-lhe o pagamento de 3 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 504,00, com desconto de R$ 120,54, total líquido recebido de R$ 383,46. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0733/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0730/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de IZALDINO JOSE FERREIRA DE MENEZES, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Natividade para Santa Rosa do Tocantins, no período de 17/05/2018 a 17/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Santa Rosa do Tocantins para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0732/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0728/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de LINDO JOHNSON FERREIRA DA PONTE, ANALISTA JUDICIÁRIO, FC-06 CHEFE DE CARTÓRIO ELEITORAL, de Natividade para Santa Rosa do Tocantins, no período de 17/05/2018 a 17/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Santa Rosa do Tocantins para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0731/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0727/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de IZALDINO JOSE FERREIRA DE MENEZES, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Natividade para Chapada da Natividade, no período de 16/05/2018 a 16/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Chapada da Natividade para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art.2º Autorizar o deslocamento de AURILENE MATOS DE AMORIM, de Natividade para Chapada da Natividade, no período de 16/05/2018 a 16/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Chapada da Natividade para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, total líquido recebido de R$ 168,00. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0730/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0726/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de IZALDINO JOSE FERREIRA DE MENEZES, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Natividade para Almas, no período de 15/05/2018 a 15/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Almas para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art.2º Autorizar o deslocamento de ELISANGELA ALMEIDA FURTADO NUNES, de Natividade para Almas, no período de 15/05/2018 a 15/05/2018, com a finalidade de treinamento de mesário na cidade de Almas para as eleições suplementares de 2018, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, total líquido recebido de R$ 168,00. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0729/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0716/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de MANOEL DE JESUS ALVES DE OLIVEIRA, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Filadélfia para Babaçulândia, no período de 10/05/2018 a 10/05/2018, com a finalidade de notificação de mesários, auxiliares eleitorais, eleitores com coincidência biométrica, com pendência biométricas e afixação de editais de mesários nos órgãos, conforme autorizado no SEI Nº 00070269520186278008 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art.2º Autorizar o deslocamento de
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 8
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
LUZENI RIBEIRO LIMA, de Filadélfia para Babaçulândia, no período de 10/05/2018 a 10/05/2018, com a finalidade de notificação de mesários, auxiliares eleitorais, eleitores com coincidência biométrica, com pendência biométricas e afixação de editais de mesários nos órgãos, conforme autorizado no SEI Nº 00070269520186278008 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, total líquido recebido de R$ 168,00. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0728/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0715/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de MANOEL DE JESUS ALVES DE OLIVEIRA, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Filadélfia para Babaçulândia, no período de 08/05/2018 a 08/05/2018, com a finalidade de notificação de mesários, auxiliares eleitorais, eleitores com coincidência biométrica, com pendência biométricas e afixação de editais de mesários nos órgãos, conforme autorizado no SEI Nº 00070269520186278008 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art.2º Autorizar o deslocamento de Domingos de Araújo Lima, de Filadélfia para Babaçulândia, no período de 08/05/2018 a 08/05/2018, com a finalidade de notificação de mesários, auxiliares eleitorais, eleitores com coincidência biométrica, com pendência biométricas e afixação de editais de mesários nos órgãos, conforme autorizado no SEI Nº 00070269520186278008 concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, total líquido recebido de R$ 168,00. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0727/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0713/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de MANOEL DE JESUS ALVES DE OLIVEIRA, FC-01 ASSISTENTE I - CARTÓRIO ELEITORAL, de Filadélfia para Palmeirante, no período de 07/05/2018 a 07/05/2018, com a finalidade de notificação de mesários, auxiliares eleitorais, eleitores com coincidência biométrica, com pendência biométricas e afixação de editais de mesários nos órgãos, concedendo-lhe o pagamento de 1 diária, sendo o valor unitário da diária de R$ 168,00, totalizando o valor de R$ 168,00, com desconto de R$ 40,18, total líquido recebido de R$ 127,82. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
Portaria nº 0726/2018-DG, de 14 maio 2018.
O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS - TRE-TO, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo art. 75, XI, do Regulamento da Secretaria do Tribunal, considerando a solicitação contida no Pedido de Concessão de Diárias número 0692/2018, RESOLVE: Art.1º Autorizar o deslocamento de PAULINO PEREIRA DA SILVA, de Augustinópolis para Itaguatins, de Itaguatins para Palmas, de Palmas para Augustinópolis, nos períodos, respectivamente, de 05/05/2018 a 05/05/2018, 05/05/2018 a 05/05/2018, 04/05/2018 a 05/05/2018, com a finalidade de conduzir os servidores Rubilar Furinni Barbosa 21ª ZE Augustinópolis e Renato Beserra Reis para 10ª ZE Araguatins SEI 0006721-08.2018.6.27.8010 e recolher kit's de biometria na 11ª Itaguatins e 21ª ZE Augustinópolis, conforme autorizado no SEI Nº 00066281220186278021 concedendo-lhe o pagamento de 1.5 diárias, sendo o valor unitário da diária de R$ 336,00, totalizando o valor de R$ 504,00, com desconto de R$ 41,37, total líquido recebido de R$ 462,63. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação. JOSE MACHADO DOS SANTOSDiretor-Geral
CORREGEDORIA ELEITORAL
SECRETARIA JUDICIÁRIA
Procedência: Palmas - TO
Advogado: Onercy Neto Aires Castelo Branco Rodrigues OAB/TO 5946
Interessado: Onercy Neto Aires C. B. Rodrigues Presidente do PTC/TO
Interessado: Tatiana Cursino de Oliveira Tesoureira do PTC/TO
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 9
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Relatora: Juiz ADELMAR AIRES PIMENTA DA SILVA
EMENTA: PRESTAÇÃO DE CONTAS. PARTIDO POLÍTICO. EXERCÍCIO 2015. AUSÊNCIA DE EMISSÃO DE RECIBOS ELEITORAIS. REGURSOS DE ORIGEM NÃO IDENTIFICADA. IRREGULARIDADES. DESAPROVAÇÃO DAS CONTAS.
1. A prestação de contas anual de partido político está disciplinada pela Lei nº 9.096/95 e pela Resolução TSE nº 23.546/2017, devendo sua apresentação ocorrer até o dia 30 de abril do ano seguinte.
2. As prestações de contas relativas ao exercício de 2015 devem ser examinadas de acordo com as regras previstas na Resolução-TSE n° 23.432/2014 (art. 65 da RES/TSE nº 23.546/2017).
3. Os órgãos partidários deverão emitir, para cada doação recebida, o respectivo recibo de doação partidária, aplicando-se, também, às doações de bens estimáveis em dinheiro (art. 11, § 5º, RES/TSE nº 23.432/2014).
4. As doações de bens ou serviços estimáveis em dinheiro ou cessões temporárias devem ser comprovadas por instrumento de cessão e comprovante de propriedade do bem cedido pelo doador, quando se tratar de bens cedidos temporariamente ao partido político (art. 9, inciso III, RES/TSE nº 23.432/2014).
5. Constituem recursos de origem não identificada o bem estimável em dinheiro que tenha sido doado ou cedido temporariamente não pertença ao patrimônio do doador ou, quando se tratar de serviços, não sejam produtos da sua atividade, sujeitando o órgão partidário ao recolhimento do montante ao Tesouro Nacional (art. 13, parágrafo único, III e art. 14 da RES/TSE nº 23.432/2014).
6. Nos termos da jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral, a ausência de emissão de recibo eleitoral e o recebimento de recursos de origem não identificada ensejam a desaprovação das contas do partido, não cabendo a sua aprovação com ressalvas.
7. Os valores referentes às doações estimáveis em dinheiro sem a emissão dos recibos eleitorais que representa 100% (cem por cento) da totalidade dos recursos recebidos e os valores referentes aos recursos de origem não identificada que representam 27,6% afastam a possível incidência do princípio da proporcionalidade na mitigação da irregularidade.
8. Contas desaprovadas.
ACÓRDÃO: VISTOS, relatados e discutidos os autos, decide o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, por unanimidade, DESAPROVAR AS CONTAS do PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO, Regional Tocantins (PTC/TO), relativas ao exercício 2015, suspender o repasse de novas cotas do Fundo Partidário pelo período de 4 (quatro) meses e determinar o recolhimento ao Tesouro Nacional do montante equivalente a R$ 3.720,00 (três mil e setecentos e vinte reais), referente ao recebimento de doações de origem não identificada, conforme art. 14, art. 45, IV, "a", e 48, § 2º , da Resolução TSE nº 23.432/2014, nos termos do voto da relatora.
Sala das Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Palmas, 15 de maio de 2018.
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ELEITORAL NA PRESTAÇÃO DE CONTAS - AUTOS Nº 426-37.2017.6.27.0019
Procedência: NATIVIDADE TO (19ª ZE Natividade - TO)
Embargante: MANOELINA DA COSTA GOMES
Advogados: Dhiego Ricardo Schuch OAB/TO 5408 e Renato Duarte Bezerra OAB/TO 4296
Embargado: ACÓRDÃO DE FL. 63
Relator: Juiz ADELMAR AIRES PIMENTA DA SILVA
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. RECURSO ELEITORAL. PRESTAÇÃO DE CONTAS. OMISSÃO. INEXISTÊNCIA. MERA REDISCUSSÃO DA MATÉRIA DECIDIDA. REJEIÇÃO DOS EMBARGOS.
1. Os embargos declaratórios destinam-se à supressão de omissão, contradição, obscuridade ou erro material do julgado (art. 275 do Código Eleitoral e art. 1.022 do novo CPC).
2. É inaplicável os princípios da razoabilidade, proporcionalidade, boa-fé ou insignificância e o art. 69, da Resolução TSE nº 23.463/2015, uma vez que o valor das irregularidades totalizaram 100,7% (cem inteiros e sete décimos por cento) do valor declarado à Justiça Eleitoral (Agravo de Instrumento nº 22658, Relator(a) Min. Luciana Christina Guimarães Lóssio, : DJE, Tomo 157, 25/08/2014, pág. 167-168).
3. O órgão julgador não é obrigado a responder a todas as questões suscitadas pelas partes, quando já tenha encontrado motivo suficiente para proferir a decisão. (AgInt no AREsp 1037131/SP, Rel. Ministro FRANCISCO FALCÃO, SEGUNDA TURMA, julgado em 16/11/2017, DJe 22/11/2017).
4. As alegações apresentadas pelos embargantes buscam, em verdade, questionar a valoração das provas realizadas por este Tribunal, demonstrando a evidente intenção de rediscutir a fundamentação e a motivação do voto, inviável nesta estreita procedimental.
5. Os embargos de declaração, sem os vícios da decisão que o admitem, não se prestam a promover rediscussão da causa,
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 10
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
mas tão somente a ajustar e corrigir deficiências do aresto fundadas em omissão, obscuridade, contradição ou erro material.
6. Embargos de declaração conhecidos e rejeitados.
ACÓRDÃO: VISTOS, relatados e discutidos os autos, decide o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins, por unanimidade, CONHECER dos Embargos de Declaração e, no mérito, REJEITÁ-LOS para manter inalterado o acórdão recorrido, nos termos do voto do relator.
Sala das Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Palmas, 15 de maio de 2018.
Processo 0600144-70.2017.6.27.0000
JUSTIÇA ELEITORAL
 ACÓRDÃO Nº 0600144-70.2017.6.27.0000
REGISTRO DE ÓRGÃO DE PARTIDO POLÍTICO EM FORMAÇÃO –AUTOS Nº 0600144-70.2017.6.27.0000
Procedência: Palmas/TO
Advogado: Adriana de Lima Castro –OAB/PE 24418
Requerido: Tribunal Regional Eleitoral no Estado do Tocantins / TRE - TO
Relator: Juiz ADELMAR AIRES PIMENTA DA SILVA
 
EMENTA: REGISTRO DE ÓRGÃO DE PARTIDO POLÍTICO EM FORMAÇÃO. PARTIDO DA EVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA –PED. LEI N° 9.096/95 E RESOLUÇÃO TSE N° 23.465/2015. REQUISITOS PREENCHIDOS. DEFERIMENTO.
1. O registro dos órgãos partidários nos Tribunais Regionais Eleitorais éprevisto na Lei 9.096/95 e regulamentado pela Resolução TSE n° 23.465/2015.
2. O requerente juntou toda a documentação exigida pelo art. 20 da Resolução TSE n° 23.465/2015, bem como comprovou o apoiamento mínimo ao partido.
3. Não houve impugnação ao registro do órgão partidário.
4. Satisfeitos todos os requisitos legais e regulamentares, não há óbice para o deferimento do pedido.
5. Registro deferido.
ACÓRDÃO: VISTOS, relatados e discutidos os autos, decide o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins, por unanimidade, DEFERIR o registro do órgão partidário de Direção Regional do Partido Evolução Democrática - PED, no Estado do Tocantins, com as anotações de seu órgão regional, na forma da Resolução TSE n° 23.465/2015, nos termos do voto do relator.
Sala das Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Palmas, 9 de abril de 2018.
Juiz ADELMAR AIRES PIMENTA DA SILVA
Relator
Recorrente: JAIME SOARES DE OLIVEIRA
Advogados: Maurício Cordenonzi OAB/TO 2223-B, Roger de Mello Ottaño OAB/TO 2583 Rafael Coelho Gama OAB/TO 6122-B e Marcus dos Santos Vieira OAB/TO 7600
Recorrido: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
Relator: Juiz ADELMAR AIRES PIMENTA DA SILVA
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 11
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Revisor: Juiz HENRIQUE PEREIRA DOS SANTOS
EMENTA: RECURSO CRIMINAL. AÇÃO PENAL. CRIME PREVISTO NO ART. 354 CE. OBTENÇÃO DE DOCUMENTO FALSO. DECLARAÇÕES FALSAS. MATERIALIDADE COMPROVADA. AUTORIA DO DELITO NÃO DEMONSTRADA. INSUFICIÊNCIA DE PROVA. NÃO CONFIGURAÇÃO DO CRIME. ABSOLVIÇÃO CONCEDIDA. RECURSO CONHECIDO E PROVIDO.
1. Comete o crime previsto no art. 354 do Código Eleitoral, aquele que obtém para uso próprio ou de outrem, documento público ou particular, material ou ideologicamente falso para fins eleitorais.
2. Para a tipificação do crime previsto no artigo 354 do Código Eleitoral, exige-se que o agente tenha ciência de que o documento apresentado contenha vício, além do dolo específico, de obter benefício eleitoral.
3. No presente caso, as declarações são contraditórias, ocasionando dúvidas acerca da veracidade da imputação, pois, não há nos autos qualquer prova substancial, não maculada por contradição, confusão ou estranheza, apta a afirmar a autoria do ilícito. Nesse sentido, diante da fragilidade do conjunto probatório contido nos autos, a absolvição deve sem concedida por insuficiência de provas.
4. Determinação de remessa de cópia dos autos ao Departamento de Polícia Federal para apurar as condutas delituosas, em tese, praticadas pelas testemunhas que firmaram declarações falsas.
5. Recurso conhecido e provido.
ACÓRDÃO: O Tribunal decidiu, por maioria, nos termos do voto divergente do Juiz Henrique Pereira, conhecer do recurso criminal, por ser próprio e tempestivo, e no mérito: 1) dar-lhe provimento para reformar a sentença penal condenatória recorrida e absolver o denunciado JAIME SOARES DE OLIVEIRA, das imputações contidas na denúncia. Acompanharam a divergência os Juízes Agenor Alexandre, Ângela Issa e Rubem Ribeiro. Vencidos o Relator, Juiz Adelmar Aires e a Desembargadora Ângela Prudente, que acompanhou o relator, e por unanimidade, nos termo do voto do relator: 2) determinar a remessa de cópias dos autos ao Departamento de Polícia Federal para apurar as condutas delituosas, em tese, que praticaram as testemunhas: MARCOS BARBOSA RODRIGUES, MARIA HELENA PEREIRA DA SILVA, JOSÉ ANANIAS TAVARES, MARIA IRANILDES PEREIRA, VABIL NUNES DE SOUSA, JÚNIA CLEIA DA CONCEIÇÃO e FÁTIMA ALVES BEZERRA.
Sala das Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Palmas, 15 de maio de 2018.
Decisão
Protocolo : 47.619/2016
Recorrente : MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
Recorrido : CLEUZIMAR ALVES RODRIGUES
Requerido : OILTON FLORIANO DA SILVA
Advogado : RICARDO FRANCISCO RIBEIRO DE DEUS OAB/TO 7705-A
Relator : Juiz RUBEM RIBEIRO DE CARVALHO
P.R.E. : ÁLVARO LOTUFO MANZANO
1 - RELATÓRIO
Cuida-se de Recurso Eleitoral interposto pelo Ministério Público Eleitoral contra sentença proferida pelo Juízo da 14ª Zona Eleitoral do Tocantins, às fls. 374-418, a qual julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposta pela Coligação União, Trabalho e Liberdade Por Alvorada (PPS / PTN / PR / PROS) em desfavor de José George Wached Neto, Orlando de Souza Rodrigues, Javan Querido, Cleuzimar Alves Rodrigues e Oilton Floriano da Silva.
A inicial se alicerçou na alegação de abuso do poder, captação de sufrágio e prática de conduta vedada a agente público, atos consubstanciados na doação e entrega de cestas básicas a eleitores com o suposto fim de obter votos para os candidatos ora investigados.
Na sentença proferida em primeiro grau, o magistrado, após análise dos fatos e das provas, entendeu que restou incontroversa, pelo vídeo e pelas declarações de Delma, Thais e Kátia, a autoria de Cleuzimar Alves na distribuição de 2 (duas), das 3 (três) cestas básicas totais, com fins eleitorais, bem como a participação e coautoria de Oilton Floriano da Silva na mesma conduta, restando rechaçada a participação e o benefício dos candidatos José George Wached Neto, Orlando de Souza Rodrigues e Javan Querido.
Além disso, ressaltou que não obstante ter esse fato ficado comprovado nos autos, contudo, não se vislumbrou a gravidade
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 12
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
necessária nas circunstâncias capaz de afetar os bens tutelados pela legislação eleitoral, quais sejam: a legitimidade, a normalidade e a higidez das eleições; e a própria liberdade do eleitor.
Por fim, concluiu que, uma vez que a norma exige que as circunstâncias do evento sejam graves, nos termos do inciso XVI do artigo 22 da Lei Complementar n.º 64/90, não ficou evidenciado o abuso de poder nem a captação ilícita de sufrágio, aptos a gerar declaração de inelegibilidade a Cleuzimar Alves Rodrigues e a Oilton Floriano da Silva.
Ademais, uma vez ter sido descaracterizada qualquer participação, coautoria ou benefício em relação aos agentes públicos investigados, restou, ainda, afastada qualquer incidência às condutas descritas no artigo 73 da Lei n.º 9.54/97, tidas como condutas vedadas a agentes públicos.
Em suas RAZÕES (fls. 429-435) o Recorrente alegou, em síntese, que, ante as provas coligadas aos autos, resta caracterizado o abuso de poder econômico, potencialmente lesivo da conduta dos requeridos Cleuzimar Alves Rodrigues e Oilton Floriano da Silva a ensejar o claro desequilíbrio entre os candidatos ao pleito eleitoral.
Outrossim, asseverou que o rigor da dosimetria das penalidades oriundas da condenação por abuso de poder econômico há de guardar coerência com a etapa do processo eleitoral em que é realizada.
Ao final, requereu a reforma parcial da sentença de primeiro grau e a condenação de Cleuzimar Alves Rodrigues e Oilton Floriano da Silva como incursos nas sanções decorrentes do abuso do poder econômico empregado nas eleições municipais de 2016.
Os RECORRIDOS, por sua vez, apresentaram CONTRARRAZÕES às fls. 442-447; 449-460, para sustentar a manutenção do decisum guerreado.
O recorrido Cleuzimar Alves Rodrigues, em suas contrarrazões às fls. 442-447, apresentou, em resumo, os mesmos argumentos delineados na peça de defesa quando do trâmite processual em primeiro grau, quando sustentou que é evangélico e faz trabalho social em Alvorada/TO, entregando, rotineiramente, cestas básicas a pessoas carentes e vulneráveis; que sabendo da condição social e do problema com alcoolismo da Sra. Delma, o mesmo a procurou e fez doação de cesta básica sem qualquer vinculação política; que não há em nenhum momento pronuncia de compra de votos ou de pedido de votos para qualquer candidato; que a doação não tinha qualquer caráter político, o que se comprova no fato da declaração da Sra. Kátia que afirmou não votar em Alvorada/TO; que o requerido Cleuzimar não trabalhou para o candidato Wached Neto ou Javan e também não participou de evento político desses e com estes candidatos; que é filiado ao PROS, cujo partido apoiou o candidato Paulo Antônio a prefeito; e que não há provas, nos autos, capazes de sustentar a ocorrência de violação à legislação eleitoral.
Por derradeiro, requereu o improvimento do recurso ante à não caracterização de captação ilícita de sufrágio ou a potencialidade do caso concreto.
O recorrido Oilton Floriano da Silva, por sua vez, em suas contrarrazões de fls. 449-460, aduziu, preliminarmente, que o recurso do Ministério Público Eleitoral é intempestivo, posto que os autos aportaram no MPE no dia 17.04.2017, conforme recibo de expedição de fl. 428 e registro em livro próprio de remessa dos autos ao MPE às fls. 463/464, tendo sido, no entanto, protocolado a peça recursal somente em 03.05.2017.
À semelhança das contrarrazões de Cleuzimar Alves Rodrigues, o recorrido Oilton Floriano da Silva também apresentou, em resumo, os mesmos argumentos delineados na pela de defesa quando do trâmite processual em primeiro grau, quanto sustentou que é parente de Cleuzimar; que no dia do ocorrido teria emprestado o carro para Cleuzimar e como são parentes não procurou saber para qual fim, uma vez já ter emprestado o carro outras vezes e ocasiões; que é primo e compadre da Sra. Delma, por esse motivo foi até sua residência, contudo não pediu voto, até porque não estava apoiando nenhum candidato, bem como não participou do processo eleitoral de 2016; que no dia da prisão em flagrante, Oilton estava na casa de Delma quanto Cleuzimar chegou lá, mas não sabia o que o mesmo tinha ido fazer lá, sendo que após conversar com Delma foi embora para sua residência e sequer chegou a conversar com Cleuzimar na ocasião; que sua participação no evento foi tão somente emprestar um carro a um parente; que inexistem nos autos quaisquer provas robustas e contundentes de captação ilícita de sufrágio; que nunca realizou distribuição de cestas básicas; e que sua conduta não teve potencial de interferir na moralidade e na normalidade das eleições.
Enfim, requereu o acolhimento da preliminar de intempestividade do recurso e, no mérito, sua improcedência total.
Com vista dos autos, a PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL manifestou-se às fls. 496-499, ponderando que, quanto à intempestividade, o prazo para o Ministério Público Eleitoral se manifestar inicia-se após a intimação pessoal de seu representante, contudo, nos presentes autos não se designou a data em que o Parquet tomou conhecimento do teor da sentença objurgada, senão da data em que foi expedida a ordem de intimação, consoante fls. 428. Assim, ante a ausência da assinatura do Promotor ou do protocolo de recebimento pelo referido órgão, infactível considerar o vertente recurso como intempestivo.
No mérito, arrazoou que, pela análise detida dos autos e as provas carreadas, notadamente o cupom fiscal referente a compra de gêneros alimentícios, no valor de R$ 5.423,00 (cinco mil, quatrocentos e vinte e três reais), com os quais seriam confeccionadas dezenas de cestas básicas, para beneficiar eleitores carentes, exsurge indiscutível que os investigados, ora recorridos, tentaram, de fato, influenciar o pleito eleitoral ao entregarem cestas básicas a eleitores de Alvorada/TO, em troca de votos, utilizando o nome dos então candidatos José George Wached Neto, Orlando de Souza Rodrigues e Javan Querido.
Além disso, ressalta que a doação dos bens se deu em 30.09.2016, dois dias antes do pleito, situação a aumentar sua
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 13
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
gravidade, uma vez que tratava-se de município com ínfima área territorial e pouco mais de 6 (seis) mil eleitores.
Assim, pugnou pelo provimento do recurso.
Conclusos os autos a este Relator para julgamento, observou-se um imbróglio em torno da tempestividade ou não do recurso, em virtude da ausência de data e assinatura na guia de expedição de fl. 428, bem como na ausência de maiores especificações e autenticações das cópias de supostas laudas de livros de remessa às fls. 463/464.
Assim, por medida de cautela, foi determinado à Secretaria Judiciária desse Egrégio Tribunal que procedesse com a notificação do Cartório Eleitoral da 14ª ZE/TO em Alvorada/TO, para que certificasse quando e como se deu a intimação do Ministério Público Eleitoral quanto à prolação da sentença de fls. 374-418, e, ainda, se houve registro da referida intimação do MPE por meio de livro de carga e remessa próprio.
Devidamente notificado, a chefia de cartório da 14ª Zona Eleitoral em Alvorada/TO certificou acerca da intimação do MPE, elucidando, assim, o imbróglio, conforme se vê às fls. 505 verso-524.
Desta feita, foi oportunizada nova vistas dos autos à Procuradoria Regional Eleitoral para cientificar-se das informações certificadas por aquela Unidade Eleitoral em Alvorada/TO e emitir manifestação, nos termos dos §§ 9º e 10 do Código de Processo Civil.
A Procuradoria Regional Eleitoral, por meio de cota à fl. 527, entendeu, por fim, pela intempestividade do recurso.
É o relatório.
2 - DO JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE
Sob o aspecto formal, o recurso é próprio e cabível, no entanto, intempestivo. Vejamos.
Conforme certificado à fl. 505, verso, o Ministério Público Eleitoral foi intimado da sentença, pessoalmente, em 17.04.2017, tendo interposto o recurso em 03.05.2017, conforme se vê nos protocolos de fl. 429, não atendendo, portanto, ao tríduo estabelecido pelas normas de regência.
3 - DISPOSITIVO
Isto posto, ante a evidente intempestividade, a qual fora endossada pela Procuradoria Regional Eleitoral, por meio da cota de fl. 527, decido por não conhecer do recurso interposto, nos termos do art. 64, XIX, do Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins.
Palmas, 15 de maio de 2018.
Juiz Rubem Ribeiro de Carvalho
Relator
PROTOCOLO: 23.029/2016
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTIDO POLÍTICO PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015 PARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL PT DO B/TO.
INTERESSADO: PARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL PT DO B/TO.
ADVOGADA: STEFANY CRISTINA DA SILVA OAB/TO Nº 6.019
INTERESSADO: BRUNO OTAVIO CARRIJO SILVA TOMAZINI AMORIM, PRESIDENTE DO PT DO B/TO.
ADVOGADA: STEFANY CRISTINA DA SILVA OAB/TO Nº 6.019
INTERESSADO: GILCLÉSIO BEZERRA DOS SANTOS, TESOUREIRO DO PT DO B/TO.
RELATOR: JUIZ HENRIQUE PEREIRA DOS SANTOS
DESPACHO
Considerando as irregularidades constatadas no parecer Técnico Conclusivo emitido pela Coordenadoria Controle Interno e Auditoria CCIA (fls. 180-185), bem como a manifestação do Ministério Público Eleitoral (fls. 189-192), nos termos do artigo 38, da Resolução TSE Nº 23.546/2017, determino a intimação do órgão partidário e dos responsáveis, presidente e tesoureiro, para que ofereçam defesa no prazo de 15 (quinze) dias.
Palmas, 15 de maio de 2018.
Juiz HENRIQUE PEREIRA DOS SANTOS
Relator
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 14
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Editais
EDITAL DE JUNTA ELEITORAL Nº 25/2018
A Secretaria do Tribunal Regional Eleitoral no Tocantins, nos termos do § 2º, do artigo 36 do Código Eleitoral, faz saber que se encontram aberto a possíveis impugnações, pelo prazo de 3 (três) dias, a indicação de substituição de membro para compor a Junta Eleitoral que atuará nas Eleições Suplementares - 2018 de 3 de junho de 2018, na seguinte Zona Eleitoral deste Estado, conforme indicação abaixo:
JUNTA ELEITORAL
Membro titular: PAULO DIAS NEGREIRO (018697892755) em substituição de Reginaldo Alves Guida (025421762704)
Secretaria Judiciária, em Palmas/TO, aos 15 dias do mês de maio de 2018.
Regina Bezerra dos Reis
Secretaria Judiciária do TRE/TO
AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
ELEIÇÕES SUPLEMENTARES 2018
O Exmo. Sr. Dr. NASSIB CLETO MAMUD, Juiz desta 2ª Zona Eleitoral, composta pelos Municípios de Gurupi, Cariri do Tocantins, Aliança do Tocantins e Crixás do Tocantins, com sede em Gurupi/TO, no uso de suas atribuições legais e em atenção ao disposto nas Resoluções TRE/TO n.º 406/2018 e n.º 409/2018, FAZ SABER aos partidos políticos e coligações, ao Ministério Público, à Ordem dos Advogados do Brasil e demais interessados que nas datas e local abaixo indicados serão realizados os atos preparatórios para a Eleição Suplementar de 3 de junho de 2018.
1- Audiência Pública de Geração de Mídias, Carga e Lacração de Urnas Eletrônicas e Convencionais: geração das mídias (cartões de memória de carga, cartões de memória de votação, mídias com aplicativos de urnas e de gravação de resultado); preparação, carga, lacração e identificação das urnas eletrônicas de votação e de contingência; lacração das urnas de lona; acondicionamento e lacração dos cartões de memória de votação para contingência e de memória de carga. Durante a cerimônia pública de carga e lacração será garantida aos representantes do Ministério Público Eleitoral, da Ordem dos Advogados do Brasil, dos partidos políticos e das coligações a conferência dos dados constantes nas urnas. A conferência por amostragem será realizada em até 3% (três por cento) das urnas preparadas por esta Zona Eleitoral, observando o mínimo de uma urna por zona eleitoral, escolhida aleatoriamente pelos representantes retromencionados entre as urnas de votação e as de contingência. Ocasião em que deverá ser realizado teste de votação acionado pelo aplicativo de Verificação Pré-Pós em pelo menos uma urna por zona eleitoral.
1º TURNO
INÍCIO: 08h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
2º TURNO (se houver)
INÍCIO: 08h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 15
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
2 - Audiência Pública de Conferência Visual dos Dados de Carga de todas as urnas eletrônicas lacradas: que será realizada às 9 hs no dia 1º de junho de 2018, para primeiro turno e às 9 hs no dia 22 de junho de 2018, em caso de segundo turno, ambas na sede do Cartório da 2ª Zona Eleitoral, a fim de acompanharem os procedimentos que serão realizados. Eventual ajuste de horário ou calendário interno da urna, após a lacração, será realizado por meio da utilização de programa específico desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral –mídia de ajuste de data e hora –ficando desde já os representantes retromencionados NOTIFICADOS para acompanharem os procedimentos.
1º TURNO
DATA: 01/06/2018
INÍCIO: 08h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
2º TURNO (se houver)
DATA: 22/06/2018
INÍCIO: 08h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
3 - Audiência Pública de Oficialização do Sistema Gerenciamento e Emissão do Relatório Zéresima.
1º TURNO
DATA: 02/06/2018
INÍCIO: 13h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
2º TURNO (se houver)
DATA: 23/06/2018
INÍCIO: 13h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
4 - Audiência de Carga e Lacração da Urna sorteada para Auditoria de Funcionamento das Urnas Eletrônicas, na hipótese de ser sorteada seção desta 2ª Zona Eleitoral.
1º TURNO
DATA: 02/06/2018
INÍCIO: 10h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
2º TURNO
DATA: 23/06/2018
INÍCIO: 10h00min
LOCAL: Fórum da 2ª Zona Eleitoral, situado à Av. Espírito Santo, 1134, Centro, Gurupi/TO 
Na hipótese de ser constatado problema em uma ou mais urnas eletrônicas antes do dia da votação e, depois de executados os procedimentos de contingência –desliga/liga, reposição do cartão de memória original da urna eletrônica, essa urna não voltar a funcionar, será substituída a(s) urna(s) com problema por outra de contingência, substituirá o cartão de memória de votação ou, ainda, realizará nova carga, ficando, desde já, os representantes retrocitados CONVOCADOS para, querendo, participar do ato, conforme preceitua o art. 68 da Resolução TRE-TO n.º 406/2018.
O Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral, de acordo com o artigo 33, §1º, da Resolução TRE/TO nº 406/2018, por meio deste edital, FAZ SABER, ainda, os nomes dos TÉCNICOS RESPONSÁVEIS pela preparação das urnas e demais procedimentos acima descritos: JOÃO MARTINS DOS SANTOS JÚNIOR, Técnico Judiciário/Chefe do Cartório da 2ª ZE/TO, GERALDO GOMES DE LIMA NETO e LARISSA LACERDA TRONCONI GUNDIM, Analistas Judiciários, NEUZIRON AGUIAR DOS SANTOS e ELISÂNGELA DIAS DO NASCIMENTO, servidores da secretaria do TRE/TO, NOELMA VIANA PANTA, CAROLINE COSTA NAZARENO ADACHI, JOANES CARLOS SILVÉRIO BARBOSA, MARILENE BRITO CIRQUEIRA, IZILDINHA DONIZETTI VIEIRA e THAMYRIS DE SOUSA CORDEIRO, servidores requisitadas legalmente, bem como os Auxiliares de Apoio às Eleições: RICARDO ALEX DA
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 16
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
SILVA, RAFAELA CARDOSO DIAS, VANESSA SANTOS SAMPAIO, JOÃO VICTOR DE ARAÚJO, MOISÉS SANTANA FILHO, VANESSA DE AGUIAR DAL MOLIN, AMANDA CAROLINY ROCHA RODRIGUES, MAYLSON ALVES RODRIGUES e SHYRLEY VIEIRA DOS SANTOS DE ITOZ.
E, para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém alegue desconhecimento, determinou que seja dada publicidade ao presente Edital, o qual será publicado no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral e disponibilizado no Mural Eletrônico e no átrio do Cartório Eleitoral.
Dado e passado nesta cidade de Gurupi/TO, aos quatorze dias do mês de maio do ano de dois mil e dezoito (14/05/2018). Eu, Geraldo Gomes de Lima Neto, Analista Judiciário da 2ª Zona Eleitoral, o digitei.
Em 14 de maio de 2018.
Documento assinado eletronicamente por NASSIB CLETO MAMUD, Juiz Eleitoral, em 14/05/2018, às 14:51, conforme art. 1º, §2º, III, "b", da Lei 11.419/2006.
A autenticidade do documento pode ser conferida no site https://sei.tre-to.jus.br/autenticar informando o código verificador 0863110 e o código CRC 9E32ECFC.
Edital - 24 - 28ª ZE
ELEIÇÕES SUPLEMENTARES 2018
O Exmo. Dr. CLEDSON JOSÉ DIAS NUNES, Juiz da 28ª  Zona Eleitoral, MIRANORTE/TO em virtude da Lei nº 9.504/97.
FAZ SABER a todos os que o presente Edital virem ou dele conhecimento tiverem, aos Srs. Eleitores, Candidatos, Fiscais e Delegados de Partidos Políticos, e a quem interessar possa, foram nomeados  abaixo relacionados os eleitores que atuarão como EQUIPE DE APOIO LOGÍSTICO, com os respectivos números dos títulos e funções que desempenharão no pleito: ELEIÇÃO SUPLEMENTAR GOVERNADOR - TO, primeiro turno e segundo turno, se houver.
NOME
013924672321
037890342747 
025616032704
034922842798
AUXILIAR DE APOIO ADMINISTRATIVO
Os motivos justos para recusa que tiverem os nomeados - da livre apreciação do Juiz - somente poderão ser alegados até 5 (cinco) dias contados da nomeação, salvo se sobrevindos depois desse prazo.                       
Por outro lado, o nomeado que não comparecer ao local, em dia e hora determinados para a realização do pleito, sem justa causa apresentada até 30 (trinta) dias após, incorrerá na pena de multa estabelecida em resolução da Justiça Eleitoral.
E, para amplo conhecimento de todos os interessados, especialmente aos eleitores pertencentes à28ª Zona Eleitoral MIRANORTE/TO, foi publicado o presente edital no Diário da Justiça Eletrônico e no local de costume em Cartório, contendo as nomeações feitas, ficando os nomeados, intimados a comparecerem no dia,hora e lugares designados.
O referido éverdade. DADO E PASSADO no Cartório da 28ª Zona Eleitoral.
Palmas, quarta-feira, 16 de maio de 2018 Diário da Justiça Eleitoral TRE-TO Ano: 2018, Número: 092, Página 17
Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200- 2/2001 de 24.8.2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Eu CLEDSON JOSÉ DIAS NUNES Juiz da 28ª Zona Eleitoral, assino.
CLEDSON JOSÉ DIAS NUNES
Em 12 de maio de 2018.
Documento assinado eletronicamente por CLEDSON JOSE DIAS NUNES, Juiz Eleitoral, em 14/05/2018, às 20:19, conforme art. 1º, §2º, III, "b", da Lei 11.419/2006.
A autenticidade do documento pode ser conferida no site https://sei.tre-to.jus.br/autenticar informando o código verificador 0862554 e o código CRC AA5F2EB1.
Edital - 31 - 8ª ZE
EDITAL N° 05/2018    ELEIÇÃO SUPLEMENTAR GOVERNADOR - TO 2018
Edital de Substituição                      
O(A) Exmo(a) Sr(a) Dr(a) FABIANO RIBEIRO, Juiz(Juíza) da 8a Zona Eleitoral, FILADÉLFIA/TO , por força da Lei 9.504/97.     FAZ SABER a todos que virem o presente Edital ou dele tiverem conhecimento, aos Srs. Eleitores, Fiscais e Delegados de Partidos Políticos, e aos demais interessados, que, nos termos do Art. 120 do Código Eleitoral(Lei n° 4.737/65), tendo sido processadas mudanças na sua composição, passam as abaixo relacionadas mesas ou funções eleitorais especiais, correspondentes ao mencionado Juízo, a ser integradas pelos substitutos abaixo discriminados no pleito: ELEIÇÃO SUPLEMENTAR GOVERNADOR - TO 2018 - primeiro turno e segundo turno, se houver.
Município: 92592 - BABAÇULÂNDIA
Local de Votação: 1120 - ESCOLA ESTADUAL HENRIQUE FIGUEIREDO DE BRITO
Seçao: 29
                  Substituído                                     Substituto
PRESIDENTE DE MESA    038967542755   THAMARA AQUINO SOUSA       038967322747             LEIDIANE ALVES TEIXEIRA RECEPTORA