of 12 /12

Bullying palestra

  • Author
    lugus

  • View
    12.013

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Bullying palestra

  • 1. Stop ao Bullying

2. E onde o Bullying ocorre?

  • O BULLYING um problema mundial, sendo encontrado em toda e qualquer escola, no estando restrito a nenhum tipo especfico de instituio: primria ou secundria, pblica ou privada, rural ou urbana. Pode-se afirmar que as escolas que no admitem a ocorrncia de BULLYING entre seus alunos, ou desconhecem o problema, ou se negam a enfrent-lo.

3. O que o Bullying?

  • O termo BULLYING compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivao evidente, adoptadas por um ou mais estudantes contra outros), causando dor e angstia, e executadas dentro de uma relao desigual de poder. Portanto, os actos repetidos entre iguais (estudantes) e o desequilbrio de poder so as caractersticas essenciais, que tornam possvel a intimidao da vtima.

4.

  • Por no existir uma palavra na lngua portuguesa capaz de expressar todas as situaes de BULLYING possveis, o quadro, a seguir, relaciona algumas aces que podem estar presentes:

Bater Chutar Empurrar Discriminar Excluir IsolarIgnorarIntimidarFerir RoubarQuebrar pertencesColocar apelidos Ofender GozarHumilharFazer sofrerPerseguirAssediarAterrorizarAmedrontarDominarAgredir 5. De que maneira os alunos se envolvem no Bullying

  • -alvosde Bullying - so os alunos que s sofrem BULLYING; -alvos/autores de Bullying - so os alunos que ora sofrem, ora praticam BULLYING; -autoresde Bullying - so os alunos que s praticam BULLYING; -testemunhasde Bullying - so os alunos que no sofrem nem praticam Bullying, mas convivem em um ambiente onde isso ocorre.

Seja qual for a actuao de cada aluno, algumas caractersticas podem ser destacadas, como relacionadas aos papeis que venham a representar: 6. Efeitos do bullying

  • Obullyingpersistente pode ter uma srie de efeitos em um indivduo, e no ambiente onde obullyingocorre.
  • Efeitos sobre o indivduo incluem:
    • Depresso Reactiva, uma forma de depresso clnica
    • Stress de desordem ps-traumtica
    • Tornar-se tambm um agressor
    • Ansiedade

7.

  • Problemas gstricos
  • Dores no-especificadas
  • Perda de auto-estima
  • Medo de expressar emoes
  • Problemas de relacionamento
  • Abuso de drogas e lcool
  • Auto-mutilao
  • Suicdio (tambm conhecido comobullycdio )
  • Efeitos numa escola incluem:
    • Nveis elevados de evaso escolar
    • Alta rotatividade do quadro de pessoal
    • Desrespeito pelos professores
    • Alto nvel de faltas por males menores

8.

    • Porte de arma por parte de crianas visando proteco
    • Aces judiciais:
      • contra a escola ou autoridade responsvel pela rea educacional
      • contra a famlia do agressor
  • Efeitos sobre a organizao (tal como um local de trabalho):
    • Perda de moral
    • Nveis elevados de faltas por depresso, ansiedade e dor nas costas
    • Queda de produtividade e lucro
    • Altos nveis de rotatividade de pessoal

9.

  • Pesquisas indicam que adultos agressores tm personalidades autoritrias, combinadas com uma forte necessidade de controlar ou dominar. Tambm tem sido sugerido que um deficit em habilidades sociais e um ponto de vista preconceituoso sobre subordinados podem ser factores de risco em particular.
  • Estudos adicionais tm mostrado que enquanto inveja e ressentimento podem ser motivos para a prtica dobullying , ao contrrio da crena popular, h pouca evidncia que sugira que osbulliessofram de qualquer deficit de auto-estima.

Autores do Bullying 10.

  • Outros pesquisadores tambm identificaram a rapidez em se enraivecer e usar a fora, em acrscimo a comportamentos agressivos, o acto de encarar as aces de outros como hostis, a preocupao com a auto-imagem e o empenho em aces obsessivas ou rgidas.
  • frequentemente sugerido que os comportamentos agressivos tm sua origem na infncia:

11.

    • Se o comportamento agressivo no desafiado na infncia, h o risco de que ele se torne habitual. Realmente, h evidncia documental que indica que a prtica dobullyingdurante a infncia pe a criana em risco de comportamento criminoso e violncia domstica na idade adulta."
  • Obullyingno envolve necessariamente criminalidade ou violncia. Por exemplo, obullyingfrequentemente funciona atravs de abuso psicolgico ou verbal.

12.

  • Trabalho realizado por:
  • Palestra realizada por:
  • Augusto Maia n5
  • Andr Oliveira n3
  • Daniel Alves n7

83