of 1 /1
BULLYING O Agressor O agressor do bullying gosta de repetidamente agredir verbal e fisicamente as pessoas que são mais fracas que ele, gerando assim humilhação e exclusão. Fazendo isso ele se sente superior, se acha melhor e mais forte do que as outras pessoas. Ele pode fazer isso em vários lugares, principalmente quando não há ninguém que possa repreender-lo por perto. O agressor não tem a capacidade de perceber que todas as pessoas são diferentes uma das outras. Por isso ele procura ofender as pessoas de acordo com as características delas, sem pensar nas conseqüências que isso pode causar. Muitas vezes o bullying é feito por um grupo de agressores. No grupo os agressores se sentem mais fortes e lutam pelo domínio de um determinado território, que pode ser a sala de aula, um espaço público como uma rua ou uma praça, dentre outros... Existem muitos agressores pelo mundo a fora e para piorar a situação ainda mais, esses agressores tem muitos amigos que o apóiam, pois geralmente o agressor oferece proteção aqueles que ficam do seu lado. Além disso o agressor muitas vezes se torna uma liderança negativa dentro de um grupo, e pode servir de mal exemplo. Vale lembrar que o agressor muitas vezes já foi vitima de bullying por isso agride as outras repetidamente, causando sérias conseqüências, esse ciclo só acaba quando se aprende que a violência não leva a nada, que nossas diferenças são aquilo que nos tornam únicos. O Espectador O espectador é aquele que assiste, quem está presente diante da agressão e que se omite, não ajuda a vítima a se defender e não busca ajuda para a vítima. Este espectador pelo fato de não reagir a favor da vítima, acaba inclusive incentivando o agressor, pois ao não reagir acaba se tornando conivente com a agressão. O espectador algumas vezes vai além, ele estimula o agressor, dá risadas, faz piadas, faz gestos de aprovação. É aquele que acaba contribuindo para a prática do bullying por não fazer nada para auxiliar a vítima, fica só assistindo, e por isso mesmo acaba fortalecendo o agressor que na maioria das vezes quer provar que é o melhor, o mais forte, o mais importante e precisa de espectadores para fortalecer sua auto-estima. O espectador é tão culpado quanto o agressor, ao invés de ficar olhando, você deve unir forças e ajudar a pessoa a se defender. A Vítima A vítima quando está sofrendo bullying sente-se humilhada, com medo, não tem coragem de reagir frente a seu agressor, sente-se impotente, não consegue encontrar meios que possa se defender. Com o tempo isso causa muita dor e tristeza a pessoa sente-se impotente diante da agressividade que sofre. A pessoa que sofre bullying aos poucos perde a confiança em si mesma, isola-se e afasta- se da sociedade e da companhia dos amigos, sente-se excluída, não sente vontade de ir para a escola, acaba perdendo a alegria de viver. Por causa do bullying a vítima acaba por sentir-se tão humilhada que não consegue mostrar que é capaz de realizar ou fazer algo, pois está sempre com medo. A vítima do bullying, deve sempre procurar ajuda quando sentir-se impotente diante da agressividade que sofre, pois não procurar ajuda pode fazer com que a situação fique cada vez pior. As Consequências O bullying pode trazer sérias consequências para quem sofre com essa realidade dia após dia, insegurança, vergonha, medo, baixo rendimento escolar, depressão, isolamento, sentimento de vingança, ódio e raiva exacerbada e agressividade são algumas delas. Bullying é assunto sério, causa um intenso sofrimento que se estende por meses e até anos, e pode levar até mesmo ao suicídio. Este informativo foi produzido pelos estudantes do 6º Ano “C” e “D” da Escola Municipal Dr. José Antonio Navarro Lins, em conjunto com os estagiários de psicologia social e comunitária da Faculdade Guilherme Guimbala

Informativo Bullying

Embed Size (px)

Text of Informativo Bullying

  • BULLYING

    O Agressor

    O agressor do bullying gosta de repetidamente agredir verbal e fisicamente as pessoas que so mais fracas que ele, gerando assim humilhao e excluso. Fazendo isso ele se sente superior, se acha melhor e mais forte do que as outras

    pessoas. Ele pode fazer isso em vrios lugares, principalmente quando no h ningum que possa repreender-lo por perto. O agressor no tem a capacidade de perceber que todas as pessoas so diferentes uma das outras. Por isso ele procura

    ofender as pessoas de acordo com as caractersticas delas, sem pensar nas conseqncias que isso pode causar.

    Muitas vezes o bullying feito por um grupo de agressores. No grupo os agressores se sentem mais fortes e lutam pelo domnio de um determinado territrio, que pode ser a sala de aula, um espao pblico como uma rua ou uma praa, dentre outros...

    Existem muitos agressores pelo mundo a fora e para piorar a situao ainda mais, esses agressores tem muitos amigos que o apiam, pois geralmente o agressor oferece proteo aqueles que ficam do seu lado.

    Alm disso o agressor muitas vezes se torna uma liderana negativa dentro de um grupo, e pode servir de mal exemplo.

    Vale lembrar que o agressor muitas vezes j foi vitima de bullying por isso agride as outras repetidamente, causando srias conseqncias, esse ciclo s acaba quando se aprende que a violncia no leva a nada, que nossas diferenas so aquilo que nos tornam nicos.

    O Espectador

    O espectador aquele que assiste, quem est presente diante da agresso e que se omite, no ajuda a vtima a se defender e no busca ajuda para a vtima. Este espectador pelo fato de no reagir a favor da vtima, acaba inclusive incentivando o agressor,

    pois ao no reagir acaba se tornando conivente com a agresso. O espectador algumas vezes vai alm, ele estimula o agressor, d risadas, faz piadas, faz gestos de

    aprovao. aquele que acaba contribuindo para a prtica do bullying por no fazer nada para auxiliar a vtima,

    fica s assistindo, e por isso mesmo acaba fortalecendo o agressor que na maioria das vezes quer provar que o melhor, o mais forte, o mais importante e precisa de espectadores para fortalecer sua auto-estima.

    O espectador to culpado quanto o agressor, ao invs de ficar olhando, voc deve unir foras e ajudar a pessoa a se defender.

    A Vtima

    A vtima quando est sofrendo bullying sente-se humilhada, com medo, no tem

    coragem de reagir frente a seu agressor, sente-se impotente, no consegue encontrar meios que possa se defender. Com o tempo isso causa muita dor e tristeza a pessoa sente-se impotente diante da agressividade que sofre.

    A pessoa que sofre bullying aos poucos perde a confiana em si mesma, isola-se e afasta-se da sociedade e da companhia dos amigos, sente-se excluda, no sente vontade de ir para a

    escola, acaba perdendo a alegria de viver. Por causa do bullying a vtima acaba por sentir-se to humilhada que no consegue mostrar que capaz de

    realizar ou fazer algo, pois est sempre com medo. A vtima do bullying, deve sempre procurar ajuda quando sentir-se impotente diante da agressividade que

    sofre, pois no procurar ajuda pode fazer com que a situao fique cada vez pior.

    As Consequncias

    O bullying pode trazer srias consequncias para quem sofre com essa realidade dia aps

    dia, insegurana, vergonha, medo, baixo rendimento escolar, depresso, isolamento,

    sentimento de vingana, dio e raiva exacerbada e agressividade so algumas delas.

    Bullying assunto srio, causa um intenso sofrimento que se estende por meses e at anos, e

    pode levar at mesmo ao suicdio.

    Este informativo foi produzido pelos estudantes do 6 Ano C e D da Escola Municipal Dr. Jos Antonio Navarro Lins, em

    conjunto com os estagirios de psicologia social e comunitria da Faculdade Guilherme Guimbala