Click here to load reader

Karl Marx Sobre a Questao Judaicasobre a Questao Judaica Boitempo

  • View
    79

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Karl Marx Sobre a Questao Judaicasobre a Questao Judaica Boitempo

S O B R E A Q U E S T O J U D A I C A

Karl Marx

sobre a questo judaicaInclui as cartas de Marx a Ruge publicadas nos Anais Franco-Alemes

Apresentao e posfcio

Daniel Bensad

Traduo de Karl Marx

Nlio SchneiderTraduo de Daniel Bensad

Wanda Caldeira Brant

Copyright da traduo Boitempo Editorial, 2010 Traduo do original alemo Zur Judenfrage, em Karl Marx e Friedrich Engels, Werke (Berlim, Karl Dietz, 1976, v. 1), p. 347-77 Posfcio de Daniel Bensad: traduo do francs Dans et par lhistoire. Retours sur la Question juive, em Karl Marx, Sur la question juive (Paris, La Fabrique, 2006), p. 74-135 Coordenao editorial Ivana Jinkings Editora-assistente Bibiana Leme Assistncia editorial Elisa Andrade Buzzo e Gustavo Assano Traduo Nlio Schneider (Karl Marx) e Wanda Caldeira Brant (Daniel Bensad) Preparao Edison Urbano Reviso Frederico Ventura e Vivian Miwa Matsushita Diagramao Silvana Panzoldo Capa Antonio Kehl sobre desenho de Loredano Ilustrao da pgina 2 Marx sendo preso em Bruxelas (N. Khukov, dcada de 1930)CIPBRASIL. CATALOGAO NA FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ

M355s Marx, Karl, 1818-1883 Sobre a questo judaica / Karl Marx ; apresentao [e posfcio] Daniel Bensad; traduo Nlio Schneider, [traduo de Daniel Bensad, Wanda Caldeira Brant]. - So Paulo : Boitempo, 2010. (Coleo Marx-Engels) Traduo de: Zur Judenfrage Cronologia ISBN 978-85-7559-144-4 1. Bauer, Bruno, 1809-1882. 2. Judeus - Histria - 1789-1945. I. Bensad, Daniel, 1946-. II. Ttulo. III. Srie. 10-0627. 09.02.10 18.02.10 CDD: 335.4 CDU: 330.85 017582

vedada, nos termos da lei, a reproduo de qualquer parte deste livro sem a expressa autorizao da editora. Este livro atende s normas do acordo ortogrfico em vigor desde janeiro de 2009. 1a edio: abril de 2010 BOITEMPO EDITORIAL Jinkings Editores Associados Ltda. Rua Pereira Leite, 373 05442-000 So Paulo SP Tel./fax: (11) 3875-7250 / 3872-6869 [email protected] www.boitempoeditorial.com.br

SUMRIO

NOTA DA EDITORA. ..........................................................................................................7 Apresentao, Daniel Bensad

Zur Judenfrage, uma crtica da emancipao poltica........................................................9Os Anais FrancoAlemes ou a guinada parisiense de Marx. ............................................25

Sobre a questo judaicaI. Bruno Bauer, Die Judenfrage [A questo judaica].........................................................33 II. Bruno Bauer, Die Fhigkeit der heutigen Juden und Christen, frei zu werden [A capacidade dos atuais judeus e cristos de se tornarem livres] . ..............................54

Cartas dos Anais francoalemes (de Marx a Ruge)...............................61 POSFCIO, Daniel Bensad............................................................................................75Na e pela histria. Reflexes acerca de Sobre a questo judaica. ..............................75Trs crticas de Sobre a questo judaica..........................................................................75 A emancipao e a verdadeira democracia..................................................................86 O homem do dinheiro?...................................................................................................93 A questo em suspenso...................................................................................................99 A concepo materialista da questo............................................................................104 Desassimilao e narcisismo comunitrio.....................................................................114 Os novos telogos.........................................................................................................116

Cronologia RESUMIDA.........................................................................................121 ndice onomstico. ...............................................................................................137

NOTA DA EDITORA

Sobre a questo judaica escrito por Marx em 1843 e publicado no nmero nico e duplo dos Deutsch-Franzsische Jahrbcher [Anais Franco-Alemes], em fevereiro de 1884 o oitavo volume das obras de Karl Marx e Friedrich Engels lanado pela Boitempo. A coleo teve incio com a edio comemorativa dos 150 anos do Manifesto Comunista, em 1998, contendo uma introduo de Osvaldo Coggiola e textos de especialistas como Antonio Labriola, Jean Jaurs, Harold Laski a respeito de suas mltiplas facetas. Em seguida publicamos Asagrada famlia traduzida por Marcelo Backes, em 2003 , obra polmica que assinala o rompimento definitivo de Marx e Engels com a esquerda hegeliana. Os Manuscritos econmico-filosficos (ou Manuscritos de Paris) vieram na sequncia, traduzidos por Jesus Ranieri, aos quais se seguiram os lanamentos de Crtica da filosofia do direito de Hegel, traduzida por Rubens Enderle e Leonardo de Deus; Sobre o suicdio, traduzido por Rubens Enderle e Francisco Fontanella, com ensaio de Michael Lwy intitulado Um Marx inslito; A ideologia alem (completa), traduzida por Rubens Enderle, Nlio Schneider, Luciano Martorano, com superviso de Leandro Konder e apresentao de Emir Sader; e, por ltimo, A situao da classe trabalhadora na Inglaterra, de Engels, traduzida por B. A. Schumann e supervisionada por Jos Paulo Netto, autor tambm do prefcio obra. Para completar, as capas de cada um dos ttulos desta srie trazem ilustrao indita do genial Cssio Loredano. Esta edio foi preparada a partir do original alemo Zur Judenfrage, em Karl Marx e Friedrich Engels, Werke (Berlim, Karl Dietz, 1976, v. 1), p. 347-77. As cartas enviadas por Marx a Arnold Ruge em 1843, tambm integrantes dos Anais Franco-Alemes, foram vertidas do mesmo original (p. 337-46). A traduo de Nlio Schneider mantm a forma grfica do texto alemo, ou seja, a pontuao, os itlicos e destaques so rigorosamente respeitados. No que diz 7

Nota da editora

respeito ao uso de aspas em ttulos de livros e ao uso de itlico para destacar autores, obras ou palavras especficas, seguimos o original de Marx ainda que por vezes isso fira as normas editoriais da Boitempo , na medida em que o uso do itlico tem, para ele, muitas vezes a funo de chamar a ateno para aquilo que est dizendo, citando ou referindo; e esse destaque ficaria enfraquecido se assinalssemos tambm as obras queo autorno pretende por alguma razo destacar. A apresentao de Daniel Bensad filsofo e militante poltico francs falecido em janeiro de 2010, quando finalizvamos esta edio foi adaptada e atualizada, pelo autor, do texto publicado em Sur la question juive (Paris, La Fabrique, 2006), de onde tambm traduzimos o ensaio Na e pela histria. Reflexes acerca de Sobre a questo judaica. Os textos de Bensad, traduzidos do francs por Wanda Caldeira Brant, contextualizam os escritos de Marx para quem a questo judaica pretexto para explorar os limites da emancipao poltica e retomam antigas polmicas, como a do suposto antissemitismo do filsofo alemo. Para melhor esclarecimento dos leitores, a Boitempo disponibiliza em seu site na internet os artigos de Bruno Bauer que originaram a resenha crtica de Marx (buscar a pgina deste livro em http://www.boitempoeditorial.com.br/colecao_marx.php). As notas de rodap dos textos de Marx, numeradas, diferenciam-se quando so da edio brasileira (N. E. B.), da edio alem (N. E. A.), da edio inglesa (N. E. I.) ou da traduo (N. T.). Nos ensaios de Bensad, as notas numeradas so do autor; as da traduo brasileira aparecem assinaladas com asterisco. Para destacar as inseres do tradutor ou da editora nos textos originais fizemos uso de colchetes. Esse recurso foi utilizado tambm quando nos pareceu necessrio esclarecer passagens, traduzir termos escritos pelo autor em outras lnguas, que no o alemo, ou ainda ressaltar expresses no original cujo significado poderia suscitar interpretao divergente. Quando, nas citaes em recuo, Marx adotou transcries em outras lnguas, mantivemos dessa forma no corpo do texto e inserimos a traduo no rodap. Nas citaes bibliogrficas, sempre que foi possvel acrescentamos referncias de edies brasileiras ou em portugus. Nossa publicao vem ainda acompanhada de um ndice onomstico das personagens citadas nos textos de Marx e de uma cronobiografia resumida de Marx e Engels que contm aspectos fundamentais da vida pessoal, da militncia poltica e da obra terica de ambos , com informaes teis ao leitor, iniciado ou no na obra marxiana. Ivana Jinkings abril de 2010

8

ApresentaoZur Judenfrage, uma crtica da emancipao polticaAgradeo muitssimo a Stathis Kouvlakis e a Jacques Aron por seus trabalhos que possibilitaram esta edio crtica de Zur Judenfrage, assim como a Elfried Mller por sua leitura atenta. Daniel Bensad Publicado em Paris, na primavera de 1844, no nico nmero dos Anais FrancoAlemes, o artigo Zur Judenfrage [Sobre a questo judaica], de Marx, marca um momento crucial de sua mudana intelectual e poltica. Em 1842 surge, em Colnia, a Rheinische Zeitung [Gazeta Renana]. Nela, Karl Marx publica seus primeiros artigos contestatrios sobre a liberdade de imprensa. Em outubro, tornase seu redatorchefe, e o nmero de assinaturas passa rapidamente de mil para 3 mil. Essa atividade pe o jovem Marx diante de problemas econmicos e sociais, tais como a questo do furto de madeira e a situao dos camponeses de Moselle. As esperanas de liberalizao suscitadas pela ascenso de Frederico Guilherme IV ao trono da Prssia, em 1840, foram logo frustradas com a adoo das leis de 1841 sobre a censura. Proibida em janeiro, a Gazeta Renana deixa de ser publicada no dia 17 de maro de 1843. O ltimo nmero inclui uma nota de demisso de Marx, impressa em vermelho como forma de protesto. Pensando em exilarse, quando a proibio foi anunciada, escreveu a Arnold Ruge: lamentvel testemunhar trabalhos servis, mesmo que em nome da liberdade, e lutar com alfinetadas e no com cace