of 128/128
Plano Anual de Atividades 2012-2013 Agrupamento de Escolas D. Pedro I – Canidelo – Vila Nova de Gaia

Paa 2012 13

  • View
    227

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

http://www.dpedro.net/images/2012_2013/paa_2012_13.pdf

Text of Paa 2012 13

  • Plano Anual de Atividades 2012-2013

    Agrupamento de Escolas D. Pedro I Canidelo Vila Nova de Gaia

  • Pgina 2 de 128

    Introduo

    O Agrupamento D. Pedro I constitui-se como um Agrupamento TEIP o que se traduz num contexto organizativo com algumas especificidades, nomeadamente no que

    monitorizao de todos os processos pedaggicos desenvolvidos diz respeito.

    Construmos o Plano Anual de Atividades de acordo com o Projeto Educativo, apontando-se para a necessidade, por um lado, de enquadrar tudo o que acontece no

    Agrupamento no mbito dos objetivos e das metas do Projeto Educativo e por outro, de criar condies funcionais que permitam uma monitorizao eficaz das iniciativas

    realizadas.

    Demos continuidade metodologia implementada no anterior Plano Anual de Atividades. Sugerimos que se integrassem todas atividades a desenvolver pelos vrios

    intervenientes, em torno dos eixos estruturantes do Projeto Educativo TEIP.

    Desta forma o Plano Anual de Atividades decorre do Projeto Educativo, conferindo s atividades uma organizao mais coerente e uma seleo de acordo com os objetivos de

    cada Eixo e de cada Ao.

    O presente documento o resultado de um processo colaborativo que envolveu os docentes de todas as escolas do Agrupamento e resulta das propostas de atividades

    inseridas na plataforma criada para o efeito. Estas propostas apresentam-se organizadas por Aes. A ordenao das mesmas poder em alguns eixos no ser contnua, uma

    vez que s aparecem as Aes em que foram inseridas propostas.

    As aes em que aparecem integradas as atividades so da responsabilidade dos respetivos proponentes.

    A equipa TEIP

    Canidelo, fevereiro de 2013

  • Pgina 3 de 128

    O Plano Anual de Atividades um documento dinmico e como tal sujeito a novas propostas de atividades. Poder assim ser sujeito a alteraes atravs da construo de

    adendas. No entanto, podem ser consultadas a todo o momento as novas propostas de atividades atravs dos seguintes links:

    https://docs.google.com/a/dpedro.net/spreadsheet/ccc?key=0AuUHKW_zYorCdDJIRWdiOUFpQWtMdGNFQ2dmYmpiMXc https://docs.google.com/a/dpedro.net/spreadsheet/ccc?key=0AuUHKW_zYorCdFNLYUc5X2VzakpWX0U5MUJKaldwcnc https://docs.google.com/a/dpedro.net/spreadsheet/ccc?key=0AuUHKW_zYorCdEhLODhqVG5tZTlsLXdLRnhnS0dwcXc https://docs.google.com/a/dpedro.net/spreadsheet/ccc?key=0AuUHKW_zYorCdGg2RUdxdjdKSkxyWHFJQXh4Zy1SSlE

    O presente documento foi aprovado em Conselho pedaggico no dia 6-2-2013

  • Pgina 4 de 128

    NDICE

    EIXO 1:

    Apoio melhoria das Aprendizagens.....................................................................................................................................................

    EIXO 2:

    Preveno do Abandono, Absentismo e Indisciplina ..........................................................................................................................

    EIXO 3:

    Gesto e Organizao .............................................................................................................................................................................

  • Pgina 5 de 128

    EIXO 1:

    Apoio Melhoria das Aprendizagens

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 6 de 128

    Ao Nome da

    Atividade 1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    1.1 - Assessorias Pedaggicas

    Plantas e maquetes

    Prof. Carlos Borges e Eb1 Afurada de Baixo

    - Os alunos aprenderam a construir maquetas a partir do momento de consolidao da matria de medio de reas e maquetas.

    - Fomentar o interesse pela Matemtica; - Promover o sucesso escolar e social, melhorando a qualidade dos resultados escolares; - Fomentar nos alunos o gosto pela escola e pela aprendizagem, atravs de estratgias ldico-pedaggicas e de promoo do sucesso;

    -Todos os alunos da Unidade Educativa.

    9-2

    8-2

    012

    -Docentes; -Alunos; - Famlia.

    -Materiais reciclados, colas, cartes, cartolinas, tesouras ...

    0 -A avaliao

    dos trabalhos realizados

    pelos alunos.

    Assessorias de Portugus e Matemtica

    Todas as unidades educativas/ Elisa Rodrigues

    Criao de instrumentos de anlise das dificuldades existentes nas disciplinas de Portugus e Matemtica, tendo como base as competncias estruturantes de cada ciclo e promoo de uma ao localizada nas dificuldades especficas identificadas, atravs da prtica de pedagogia diferenciada, em contexto de sala de aula, assessoria em pequeno grupo ou turma, conforme o mais adequado a cada caso.

    Promover o sucesso educativo. Melhorar os resultados escolares. Fomentar nos alunos o gosto pela escola e pela aprendizagem, atravs de estratgias de promoo do sucesso; Promover a autoestima e atitudes globalmente positivas

    Turmas sinalizadas dos 1, 2 e 3 ciclos.

    Ao longo do ano letivo/Todas as escolas do agrupamento.

    Docentes dos grupos 110, 220 e 500

    Papel, fotocpias,.. No aplicvel Monitorizao do trabalho desenvolvido pelas assessores no final de cada perodo.

    1.2 - Apoio Localizado/Individualizado

    Apoio ao Aluno Portugus, Matemtica e Apoio ao Estudo

    Todas as unidades educativas/ Elisa Rodrigues

    Criao de instrumentos de anlise das dificuldades existentes nas disciplinas de Portugus e Matemtica ou

    Promover o sucesso educativo. Melhorar os resultados escolares. Fomentar nos alunos o gosto pela escola e pela

    Alunos sinalizados que apresentam dificuldades especfica

    Ao longo do ano letivo/Todas as escolas do agrupa

    Docentes dos grupos 110, 200, 210, 230, 220, 300 e 500.

    Papel, fotocpias,.. No aplicvel. Registo de sumrios e presenas dos alunos; Grelha sntese de final de

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 7 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    transversais s vrias disciplinas, tendo como base as competncias estruturantes de cada ciclo e promoo de uma ao localizada nas dificuldades especficas identificadas, atravs da prtica de pedagogia diferenciada, em pequeno grupo.

    aprendizagem, atravs de estratgias ldico-pedaggicas e de promoo do sucesso; Promover a autoestima e atitudes globalmente positivas.

    s nas reas especficas de Portugus Matemtica no 1, 2 e 3 Ciclos, ou hbitos e mtodos de estudo no 2 Ciclo.

    mento. perodo: autoavaliao dos alunos, avaliao das competncias especficas e socioafetivas.

    1.3 - Orientao Educativa

    Educao Parental - Construindo famlia

    Escolas Bsicas/Vnia Lopes/Vnia Lopes

    Formao para pais Competncias e prticas educativas parentais face escola e ao desenvolvimento pessoal do aluno.

    Encarregados de educao/cuidadores.

    2

    Pe

    ro

    do

    Encarregados de educao/cuidadores das crianas do 1 ciclo sinalizadas para os Servios de Psicologia e Orientao.

    Data show/retroprojetor; Papel; Cartolina/papel de cenrio; Marcadores; Quadro; Caneta.

    70 Questionrio pr-inicial;

    Questionrio final.

    Literacia Emocional

    Escolas Bsicas; EB2/3 Canidelo/ Vnia Lopes/Vnia Lopes

    Praticar e promover as competncias dos alunos para melhorar as capacidades de expressar as emoes de forma positiva perante a sociedade.

    Alunos do 5 ano

    2

    Pe

    ro

    do

    Turmas do 5 ano com alunos sinalizados para os Servios de Psicologia e Orientao.

    Datashow/retroprojetor; Quadro; Caneta; Cartolinas; Papel.

    Aproximadamente 20.

    Questionrio pr-inicial;

    Questionrio final.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 8 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Hiperatividade e Dfice de Ateno

    Escolas Bsicas; EB2/3 Canidelo /Vnia Lopes/Vnia Lopes

    Sensibilizar os docentes para os sinais de alerta de Hiperatividade e/ou Dfice de Ateno nos alunos; Aprofundar e melhorar os conhecimentos sobre a problemtica.

    Docentes

    3

    Pe

    ro

    do

    Todos os docentes do 1, 2 e 3 ciclo do agrupamento.

    Datashow/retroprojetor; Nada a registar. Nada a registar

    Divrcio e Depresso Infantil

    Escolas Bsicas; EB2/3 Canidelo /Vnia Lopes/Vnia Lopes

    Sensibilizar os docentes para os sinais de Depresso Infantil como consequncia do divrcio dos cuidadores; Aprofundar e melhorar os conhecimentos sobre a problemtica.

    Docentes.

    2

    Pe

    ro

    do

    Todos os docentes do 1, 2 e 3 ciclo.

    Datashow/retroprojetor Nada a registar Nada a registar

    Maus tratos em Crianas e Jovens

    Escolas Bsicas; EB2/3 Canidelo /Vnia Lopes e Paula Silva/Vnia Lopes e Paula Silva

    Alertar os docentes e os no docentes para os sinais que evidenciam maus tratos fsicos e psicolgicos;

    Docentes e No docentes.

    Doce

    nte

    s -

    2

    1

    per

    od

    o;

    No d

    ocente

    s

    - p

    ausa

    escola

    r

    per

    od

    o

    Todos os docentes e no docentes das diferentes unidades educativas.

    Datashow/retroprojetor. Nada a registar. Nada a registar.

    Violncia no namoro

    EB2/3 Canidelo/Vnia Lopes e Paula Silva/ Vnia Lopes e Paula Silva

    Dar a conhecer aos alunos, de uma forma prtica e dinmica os maiores riscos de um namoro violento.

    Dar a conhecer aos alunos as diferentes problemticas das prticas violentas no namoro; Identificar os comportamentos violentos; Identificar as caractersticas do Agressor/ Vitima; Prevenir atitudes de violncia; Como agir em situaes de violncia ou conflito.

    Alunos

    2

    Pe

    ro

    do

    Todos os alunos do 9 ano.

    Nada a registar. Nada a registar Nada a registar.

    Esta atividade ser realizada em conjunto com o projeto de sade.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 9 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Orientao Escolar e Profissional

    EB2/3 Canidelo/Vnia Lopes e Paula Silva/ Vnia Lopes e Paula Silva

    Promover o sucesso escolar dos alunos; Intervir junto dos alunos, aplicando baterias de avaliao para lhes dar a conhecer a rea de estudo e profissional, que melhor se adequa a cada um; Promover sesses com os alunos e encarregados de educao para lhes dar a conhecer as diferentes reas de estudo; Prevenir o abandono escolar; Visitas a instituies de ensino; Orientao dos alunos do curso de padaria/pastelaria;

    Alunos 9 ano.

    2

    e 3

    pe

    rodo

    s.

    Todos os alunos do 9 ano.

    Fotocpias; Papel; Meio de transporte para os alunos se deslocarem para visitarem outras unidades de ensino.

    Aproximadamente 150.

    Nada a registar.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 10 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Consulta Psicolgica individual e em grupo, nas diferentes reas:

    Jardins-de-infncia e Escolas Bsicas; EB2/3 Canidelo /Vnia Lopes e Paula Silva/Vnia Lopes e Paula Silva

    Promover o sucesso escolar dos alunos; Intervir junto dos alunos com diversas problemticas; Intervir junto das famlias; Promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos; Promover a sade e o bem-estar fsico e psicolgico dos alunos; Diagnosticar situaes problemticas e propor respostas educativas; Ajudar o aluno, contribuindo para a sua adaptao social, escolar e para o seu bem-estar psicolgico. Apoio aos alunos no seu processo de aprendizagem e de integrao no sistema de relaes interpessoais; Acompanhamento e interveno psicoteraputica s famlias, quando necessrio; Interveno individual aos alunos, aplicando os instrumentos de avaliao

    necessrios, desenvolvendo planos psicoteraputicos; Promover o sucesso escolar dos alunos. Grupo de competncias de estudo.

    Alunos e cuidadores.

    Ao lon

    go

    do

    an

    o letivo

    .

    Todos os alunos sinalizados para os Servios de Psicologia e Orientao e respetivos cuidadores.

    Nada a registar. Nada a registar. Nada a registar.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 11 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    1.4 - Diversificao de Oferta Extra Curricular

    Projeto Eco-Escolas 2012/13

    - EB 2/3 Canidelo - Animadora Sociocultural - Liliana Matias

    - Implementao do projeto educativo nacional - Eco Escolas 2012/13. Trata-se de um projeto que visa a promoo de comportamentos ecolgicos de forma a preservar o meio ambiente. Este ser o 3. ano de desenvolvimento do projeto na escola. As atividades a desenvolver consistem nas iniciativas lanadas pelo prprio projeto e outras que a escola tenha a inteno de implementar, tais como: Brigada Verde, concurso Eco-Cdigo, iniciativas da Cmara Municipal de Gaia; Recolha seletiva de resduos; etc.)

    - Sensibilizar a comunidade educativa para o respeito e preservao dos espaos exteriores; - Sensibilizar os alunos para a necessidade de preservao do ambiente; -Compreender a necessidade da existncia de regras eficientes para a proteo da natureza; -Sensibilizar a comunidade educativa para a importncia da reduo, reutilizao e separao seletiva dos resduos, visando a reciclagem; - Promover atividades que fomentem o gosto pela Escola e pela aprendizagem; - Identificar alternativas que contribuam para a sustentabilidade do Planeta Terra; - Desenvolver o esprito cientfico; - Sensibilizar a comunidade educativa para a racionalizao dos recursos;

    - Incutir hbitos de poupana dos recursos; - Compreender/conhecer fontes de poluio; - Diversificar as ofertas de atividades na escola; - Promover o sucesso escolar dos alunos; - Desenvolver a conscincia ecolgica da comunidade educativa; - Compreender a necessidade da existncia de regras eficientes para a proteo da natureza; - Promover a educao cvica; - Assegurar a articulao curricular; - Favorecer o trabalho em equipa;

    - Comunidade Escolar ( Pessoal Docente e No Docente, Alunos da EB 2/3 Canidelo, familiares e comunidade envolvente)

    Ao lon

    go

    do

    an

    o letivo

    .

    - Animadora Sociocultural; - Pessoal Docente; - Pessoal No Docente; - Alunos da EB 2/3 Canidelo; - Comunidade envolvente.

    - Material de desgaste (cartolinas, tesouras, colas, pinceis, tintas, papis, marcadores, etc.); - Material de desperdcio (plstico, carto e metal); - T-Shirts e Bons; - Mquina fotogrfica; - Transporte; - Etc.

    1500 - Folhas de presena - inscries; - Inquritos

    aos Alunos; - Fotos;

    - Relatrio das

    Atividades;

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 12 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    1.5 - Desenvolvimento da Linguagem

    Biblioteca EB1/JI do Viso - Sesses de leitura; - Projeo de histrias; (De acordo com o horrio atribudo a cada professor)

    - Promover a integrao e participao dos alunos na escola; - Promover o gosto pela leitura; - Desenvolver a oralidade dos alunos;

    Alunos

    Ao lon

    go

    do

    an

    o

    Docentes, alunos

    Livros, projetor, CDs... Nenhuns Participao dos alunos

    Jornal da Escola

    EB1/JI do Viso - Promover a integrao e participao dos alunos na escola; - Promover o gosto pela escrita; - Desenvolver a criatividade dos alunos; - Promover o trabalho cooperativo;

    Comunidade educativa

    Ao lon

    go

    do

    an

    o

    Docentes, no docentes, alunos, associao de pais, AECs

    Fotografias, papel 30 Empenho e

    participao dos alunos

    Semana da leitura

    EB1/JI do Viso - Histria com todos; - Hora do conto com os pais; - Troca de professores; - Rally Book

    - Melhorar a comunicao na comunidade educativa; - Promover a integrao e participao dos alunos na escola; - Desenvolver competncias de pesquisa, seleo, organizao e interpretao da informao; - Promover o gosto pela leitura e escrita

    Alunos

    2.

    Per

    odo

    Docentes, alunos, pais

    Livros, papel, ... Nenhuns Motivao e interesse dos alunos

    Carta ao Pai Natal

    Afurada de Cima Os alunos da escola escreveram uma carta ao Pai Natal e foram deitar a carta a um marco dos correios, na Afurada de Baixo.

    Desenvolver o gosto pela escrita, e continuar com a tradio da carta ao Pai Natal.

    Alunos

    11-3

    0-2

    012

    Alunos, professores

    Nada a registar Nada a registar Observao direta

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 13 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Feira do Livro

    JI Canidelo Esta Feira englobar a vinda da Escritora e Ilustradora, Elsa L, ao nosso Jardim. A partir deste conto, realizaremos as fantasias para o desfile de Agrupamento, consoante os personagens e com a colaborao dos pais.

    Promover o gosto pela leitura; Desenvolver a oralidade dos alunos; Enriquecimento do vocabulrio. Desenvolver uma cultura que incentive a leitura e o gosto pelo livro.

    Toda a comunidade.

    11 a

    18 d

    e ja

    neir

    o.

    Alunos, Educadoras, Assistentes.

    Livros; Papel cenrio; Lpis; Canetas;Tesoura.

    Custo da sesso da contadora de

    histrias.

    Observao direta.

    Motivao dos

    alunos. Trabalhos realizados.

    Jornal escolar "Tagarela"

    Chouselas / Prof. Hugo Barroso

    - Promover experincias e competncias pessoais, sociais e culturais - Promover o gosto pela escrita e pela leitura - Desenvolver a linguagem - Promover o intercmbio com a comunidade mais alargada

    Comunidade Educativa

    Anual (f

    inal do 2

    per

    odo)

    Alunos, Docentes, no docentes, Associao de Pais e Junta de Freguesia

    Computador, papel, fotos e material de escrita e desenho

    Verba para papel e impresso

    Recolha de opinio

    dos leitores e

    relatrio de atividades

    Feira do Livro

    Chouselas/todos os docentes

    -Promover o sucesso escolar e social, melhorando a qualidade dos resultados escolares - Fomentar nos alunos o gosto pela escola e apela

    aprendizagem, atravs de estratgias ldico pedaggicas -Promover o gosto pelos livros e pela leitura

    Toda a comunidade educativa

    4-2

    3-2

    013

    Comunidade educativa

    Livros Livraria a definir

    Nada a referir Observao direta e

    registo fotogrfico colocado

    na Moodle

    da unidade educativa Relatrio

    da atividade

    1.6 - Diversificao de Ofertas Educativas

    Ida ao Cinema- "A origem dos Guardies"

    Afurada de Cima Os alunos deslocaram se de camioneta, ao cinema do Arrbida Shopping a fim de visualizar filme : "A origem dos Guardies".

    Na quadra natalcia proporcionar aos alunos a visualizao de um filme de Natal.

    Alunos

    12-1

    3-2

    012

    Comunidade escolar e elementos da associao de Pais.

    Nada a registar. preo especial para escolas- 3,00 por

    aluno

    Observao direta e

    registo fotogrfico.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 14 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Festa de Natal

    Afurada de Cima Realizou-se uma festa de Natal, direcionada a toda a comunidade envolvente escola, em parceria com a associao de pais.

    Festejar a tradio do Natal, estimulando a partilha, amizade, solidariedade e a magia do Natal. Promover a comunicao entre escola /meio.

    Comunidade educativa.

    12-1

    5-2

    012

    Comunidade escolar e associao de pais.

    Palco, materiais reutilizveis, rvores de Natal elaboradas pelos alunos, em trabalho conjunto com a famlia, a partir da reciclagem de materiais.

    Nada a registar. Avaliao direta,

    participao dos pais

    e familiares

    na iniciativa

    da exposio

    de Pais Natal.

    Registos fotogrfico

    s e multimdia

    .

    Cantar as Janeiras

    Escola Bsica Da Afurada de Cima

    Alunos, Professores, Assistentes operacionais, educadoras e alguns elementos da associao de pais, vo cantar as Janeiras pela freguesia da Afurada.

    Envolver a comunidade educativa numa atividade escolar e dar a conhecer s crianas a tradio de cantar as janeiras.

    Comunidade escolar

    6 d

    e ja

    neir

    o d

    e

    201

    3 / E

    scola

    Bsic

    a d

    a A

    fura

    da

    de C

    ima

    alunos, professores, assistentes operacionais, poc e associao de pais.

    Nada a registar. nada a registar Registo fotogrfico

    e observao direta.

    Semana da alimentao

    Escola Bsica da Afurada de Cima

    Os alunos confecionaram gelatina e salada de fruta, para comerem ao lanche da tarde.

    Educar e sensibilizar os alunos para a importncia de uma alimentao saudvel.

    Alunos e pais.

    15 a

    19 d

    e

    outu

    bro

    de

    201

    2

    Alunos, professores, assistentes operacionais, educadoras e associao

    de pais.

    Fruta diversificada, gelatina, tigelas, colheres

    Nada a registar Registos fotogrfico

    s.

    Visita de estudo a Alcobaa

    Disciplinas da componente tecnolgica / Snia Ramos

    Visita de estudo Mostra Internacional de doces e licores conventuais.

    Observao de diferentes pasteis de doaria conventual. Convvio com outras escolas. Adquirir conhecimento sobre outros cursos profissionais

    Alunos da turma CEF

    17 n

    ovem

    bro

    201

    2 Alunos da

    turma CEF; Prof. Snia Ramos e Ana Lusa Tavares

    Camioneta 450 Participao dos

    alunos. Relatrio sobre a visita de estudo. Auto-

    Avaliao.

    Visita de estudo a bidos

    Disciplinas da componente tecnolgica /

    Snia Ramos

    Visita de estudo Feira do chocolate

    Promoo e conhecimento de prticas e tcnicas de trabalhos artsticos em

    chocolate. Contacto com verdadeiras obras artsticas em chocolate, realizadas por profissionais da rea alimentar que exemplificam as suas percias na rea da

    Alunos da turma CEF

    Abril 2

    01

    3

    Alunos da turma CEF; Prof. Snia

    Ramos e Ana Lusa Tavares

    Camioneta Transporte: 450 euros Recolha, organizao e

    interpretao de informao Valorizao do sentido de responsabilidade e

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 15 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    doaria e chocolateira. Joalheria feita em chocolate e pastilhagem. Contacto com os principais chocolateiros de Portugal. Utilizao do Chocolate na culinria. Inter-relacionar o conhecimento com a prtica.

    autonomia. Comportamento dos

    alunos.

    Lanche convvio entre pais, alunos e professores

    Disciplinas da componente tecnolgica / Snia Ramos

    Fomentar o convvio entre a equipa formativa e a famlia.

    Alunos Professores e Famlias

    19 d

    ezem

    bro

    201

    2

    Alunos da turma CEF; Conselho de turma; Familiares dos alunos

    100 Observao da

    preparao dos

    produto, execuo

    e decorao

    do bolo, limpeza,

    Preparao de um bolo comemorativo para a cerimnia da entrega de diplomas aos melhores alunos.

    Disciplinas da componente tecnolgica / Snia Ramos

    Aplicao dos conhecimentos ao longo da formao

    Alunos do quadro de honra, comunidade escolar

    Nove

    mb

    ro 2

    012

    Alunos da turma CEF; Prof. Snia Ramos

    Observao da

    preparao dos

    produtos, execuo

    e decorao

    do bolo, limpeza,

    Participa

    o dos alunos na cerimnia da entrega

    dos diplomas

    Preparao e colaborao na ceia de natal dos professores

    Disciplinas da componente tecnolgica / Snia Ramos

    Aplicao dos conhecimentos ao longo da formao

    Corpo docente e no docente da escola.

    Deze

    mb

    ro 2

    012

    Alunos da turma CEF; Prof. Snia Ramos

    Observao da

    preparao dos

    produtos e respetiva execuo; limpeza,

    Participao dos

    alunos na ceia de natal

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 16 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Concurso de bolos decorativos para o dia de S. Valentim

    Disciplinas da componente tecnolgica / Snia Ramos

    Aplicao dos conhecimentos ao longo da formao

    Alunos da turma CEF.

    Fevere

    iro

    20

    13

    Alunos da turma CEF; Prof. Snia Ramos

    Observao da

    preparao dos

    produtos e respetiva execuo; limpeza,

    Visita na Exponor exposio da oferta formativa de cursos profissionais

    Snia Ramos Ana Lusa Tavares

    Dar a conhecer as ofertas educativas e formativas depois do 9 ano.

    Alunos da turma CEF.

    A d

    efinir

    Alunos da turma CEF; Prof. Snia Ramos

    Nesta visita unicamente foi necessrio papel/fotocopia para aviso e responsabilizao dos encarregados de educao.

    Preo da viagem de autocarro custo

    aproximado de 50 euros.

    Questionrio.

    1.8 - Sesses Temticas

    Teatro Porttil-O teatro vai escola-

    Escola Bsica de Canidelo-Portugus 9 ano-coordenadora de Portugus do 3 Ciclo e professora da disciplina

    Encenao de uma pea de Gil Vicente

    Reforo das aprendizagens relacionadas com o Texto Vicentino lecionado no 1 perodo

    Alunos de 9 ano

    1-2

    5-2

    013

    ACE-Companhia de Teatro do Bolho

    Associao Recreativa de Canidelo

    Pagamento de um bilhete de 3 euros por

    aluno

    Questionrio de

    satisfao

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 17 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    O Sol tranquilo?

    Escola Bsica de Canidelo / Docente Susana Alfaiate / Professor Doutor Alexandre Aibo

    A atividade consiste numa palestra e na observao das manchas solares, com um telescpio. Na palestra proferida pelo Professor Alexandre Aibo, os alunos tiveram oportunidade de conhecer mais detalhadamente o Sol e alguns fenmenos relacionados com este astro. Durante a observao do Sol os alunos observaram as manchas solares.

    - Despertar nos alunos o gosto pela Astronomia; - Promover o ensino da Astronomia fora da sala de aula; -Proporcionar aos alunos um conhecimento mais detalhado do Sol e fenmenos relacionados com este astro; - Promover o sucesso escolar dos alunos; - Utilizar recursos complementares de aprendizagem; - Assegurar a articulao curricular; - Proporcionar a observao das manchas solares, se as condies meteorolgicas o permitirem.

    Alunos do 7. ano de escolaridade.

    19 d

    e N

    ove

    mb

    ro d

    e 2

    012

    da

    s 1

    0h:0

    5m

    in

    s 1

    2h:4

    5m

    in.

    Foi re

    aliz

    ada n

    a E

    scola

    Bsic

    a d

    e C

    an

    idelo

    , n

    om

    ead

    am

    en

    te n

    a s

    ala

    Multiu

    sos d

    o P

    oliv

    ale

    nte

    da E

    scola

    (P

    ale

    str

    a)

    e n

    o c

    am

    po d

    e jog

    os

    (Observ

    ao S

    ola

    r).

    Professores das disciplinas de Cincias Fsico-Qumicas, Cincias Naturais e Educao Moral Religiosa Catlica, do 7. ano de escolaridade. Os professores que se encontravam com as turmas no horrio em que a atividade decorreu. Tcnica do Gabinete de Interveno Social.

    Projetor da sala multiusos e computador.

    No foram necessrios

    Observao direta

    relativa ao empenho e interesse

    demonstrado pelos alunos. Dilogo com os alunos

    acerca da atividade

    desenvolvida quanto ao grau de satisfao. Relatrio

    da atividade.

    Sesses temticas sobre sade

    Chouselas/ Professores do 3 ano/ Unidade de Sade Familiar de Canidelo

    Favorecer o trabalho em equipa Alargar e qualificar os recursos humanos e materiais

    Alunos do 3 ano

    Nove

    mb

    ro d

    e 2

    012

    Docentes do 3 ano e convidados da Unidade de Sade Familiar de Canidelo (mdicos e enfermeiros)

    Quadro interativo Material de primeiros socorros fornecido pela equipa da Unidade de Sade Familiar

    No se aplica Relatrio da

    atividade Observao direta e

    registo fotogrfico

    Escola ecolgica

    EB1/JI do Viso - Promover a integrao e participao dos alunos na escola; - Desenvolver projetos que estimulem a conscincia cvica, ambiental e de sade da comunidade escolar

    Alunos

    Ao lon

    go

    do

    Ano

    Docentes, alunos

    Livros, Papis diversos, material reciclado...

    Nenhuns Empenho dos alunos

    nas atividades

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 18 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Sesso temtica sobre a histria de Canidelo

    Chouselas/ Professoras do 3 ano/ Presidente da Junta de Freguesia de Canidelo

    Favorecer o trabalho em equipa Alargar e qualificar os recursos humanos e materiais

    Alunos do 3 ano

    Deze

    mb

    ro d

    e

    201

    2/

    Chou

    sela

    s

    Docentes e Presidente da Junta de Freguesia de Canidelo

    Livro sobre a histria da freguesia de Canidelo

    No se aplica Observao direta

    Relatrio

    da atividade

    conversa com...

    JI Canidelo Durante este perodo sero convidadas pessoas com profisses ligadas Segurana, Preveno e Emergncia (Bombeiro, Polcia, Piloto de Automveis, Mdico, Enfermeiro...)

    Melhorar a segurana no Jardim de Infncia. Fomentar a participao cvica das crianas. Promover atividades que envolvam a comunidade educativa que envolvam as parcerias.

    Crianas dos 3 aos 6 anos.

    Dura

    nte

    um

    ms,

    entr

    e 1

    4

    de f

    ev.

    e 1

    4 d

    e m

    ar

    o d

    e

    201

    3.

    Toda a comunidade educativa e parceiros educativos.

    Diversos. Sem custos. Participao das

    crianas e seus

    registos. Envolvime

    nto da comunidad

    e e parcerias.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 19 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Parlamento dos Jovens

    Escola Bsica de Canidelo / Hugo Pinho; Pedro Teixeira; Vitorino Silva

    O programa Parlamento dos Jovens organizado pela AR, em colaborao com outras entidades, com o objectivo de promover a educao para a cidadania e o interesse dos jovens pelo debate de temas de actualidade, como o tema deste ano, Ultrapassar a crise. Realizao de debates sobre o tema, promovendo a elaborao de listas de alunos, a realizao de um processo eleitoral para a representao da escola a nvel distrital, defendendo as medidas do projecto de recomendao da escola. Culmina com a realizao de uma Sesso Nacional na

    AR, preparadas ao longo do ano lectivo, com participao de Deputados, designadamente da Comisso de Educao e Cincia, rgo parlamentar responsvel pela orientao do programa.

    - Promover a representatividade e envolvimento dos Alunos na vida escolar; - Promover competncias pessoais e sociais; - Minimizar e prevenir o no cumprimento das regras na sala de aula e na escola e a violncia que se verifica no relacionamento de alguns alunos. - Valorizar as aprendizagens curriculares e extra curriculares dos jovens.

    Comunidade Educativa

    Inc

    io o

    utu

    bro

    2011

    . F

    inal d

    a a

    tivid

    ade p

    rov

    vel m

    aio

    201

    2.

    Professores e alunos envolvidos na actividade; Intervenientes no debate a promover.

    - Cartolinas para a campanha eleitoral. - Fotocpias dos boletins de voto. - Eventualmente transporte para a Sesso Distrital em Local ainda no comunicado pela DREN.

    A definir. Nmero de alunos

    envolvidos na

    campanha eleitoral,

    debates e desempen

    ho na sesso distrital.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 20 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Hora do Conto

    Afurada de Baixo, Educadora Teresa

    O JI teve a visita de uma educadora reformada que, por vezes, se disponibiliza para contar histrias em alguns JI. Veio contar uma histria de Natal as crianas da sala. Foi um momento muito interessante e divertido.

    -Proporcionar momentos ldicos e educativos as crianas. -Desenvolver a linguagem e o recontar de histrias. -Proporcionar a vinda ao JI de pessoas exteriores UE.

    As crianas.

    11-2

    9-2

    012

    Educadora convidada Educadora Teresa Assistentes tcnicas e operacional

    No No Reconto da histria por parte

    das crianas, registo grfico, fotos e

    relatrio

    Bartolomeu o Eco Mosqueteiro

    Chouselas/SUMA

    - Sensibilizao para a proteo do meio ambiente - Incentivar comportamentos corretos que conduzam a isso

    Alunos do 1 ano

    A d

    efinir p

    ela

    D

    ivis

    o d

    e

    Am

    bie

    nte

    do

    Munic

    pio

    Alunos Professoras do 1 ano Representante da SUMA

    Materiais trazidos pela dinamizadora

    Nada a referir Observao direta Registo

    fotogrfico colocado

    no Moodle Relatrio

    da atividade

    Ciclo de conferncias da FCUP: Qumica verde Qumica em ao

    Escola Bsica de Canidelo / Professores de Cincias Fsico-Qumicas

    Os alunos de 9 ano participaro em sesses terico-prticas sobre a qumica nas nossas vidas, realizadas por professores da Faculdade de Cincias da Universidade do

    Porto. Nestas conferncias, realar-se- o papel da Qumica nos avanos tecnolgicos e na preservao ambiental, permitindo simultaneamente aos alunos contactar com o carter experimental desta cincia.

    - Promover o sucesso escolar e educativo; - Compreender a importncia da Cincia e do seu impacto na sociedade; - Mobilizao do saber escolar para a situaes do quotidiano; - Motivar os alunos para o

    estudo das cincias, salientando o seu carcter eminentemente experimental.

    Alunos do 9 Ano.

    2

    per

    od

    o.

    Professores de cfq e alunos.

    Videoprojetor Computador Mesa para demonstraes experimentais.

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Relatrio da

    atividade

    Questionrio de

    avaliao aos alunos sobre os aspetos

    positivos e pontos a melhorar

    futuramente

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 21 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    1.9 - Concursos/Oficinas

    "Olimpadas da Biologia"

    Escola Bsica de Canidelo/ professora Helena Matos

    Os alunos do 9 ano participaro nas Olimpadas da Biologia, promovidas pela Ordem dos Bilogos. Haver duas eliminatrias.

    - Promover o sucesso escolar dos alunos; - Fomentar, nos alunos, o gosto pela escola e pela aprendizagem; - Despertar o interesse pela Biologia; - Promover a educao cvica.

    Alunos do 9 ano.

    2

    e 3

    pe

    rodo

    s.

    Professores. Fotocpias. 50 (cinquenta). Relatrio e resultados

    das provas.

    -------------------------------------------------------------------------------------

    Concurso de instrumentos musicais reciclados

    Escola bsica de Chouselas/Educadoras/Plano de Educao ambiental da

    Cmara de Gaia/

    Os alunos das escolas aderentes ao projeto devero conceber vrios instrumentos musicais a partir de

    materiais usados. Com estes trabalhos pretende-se obter um conjunto harmonioso de instrumentos que para alm da originalidade privilegie a sonoridade musical, de forma a permitir a realizao de um concerto musical.

    Sensibilizar a comunidade escolar para a reutilizao dos resduos, incrementando o gosto pela msica

    Alunos do Jardim-de-infncia

    De n

    ove

    mb

    ro a

    maio

    Pessoal docente e no docente

    Material recolhido, tintas, colas, papel.etc.

    Se necessrio os donativos dos pais

    Como forma de valorizar

    os trabalhos realizados

    e de transpor para a

    populao em geral

    os princpios

    inerentes campanha organizar-se- um concerto

    no

    encerramento do ano

    letivo

    Eco-Rabiscas

    Escola Bsica de Chouselas/Educadoras/ Plano Educao Ambiental da Cmara de Gaia

    Explorao de um caderno de fichas de atividades ldico-pedaggicas, que aborda vrias temticas relacionadas com a gesto domstica dos resduos, como a deposio de

    pequenos lixos, o acondicionamento e deposio de resduos indiferenciados, a reciclagem e a reutilizao.

    Transmitir regras ambientais de sustentabilidade e Cidadania, no que aos resduos diz respeito, de forma a estimular a introduo da mudana nas rotinas dirias dos pais.

    Alunos do Jardim-de-infncia

    Abril, m

    aio

    e jun

    ho

    Pessoal Docente, no docente e monitores da SUMA

    Fornecidos pela SUMA Nenhuns O preenchim

    ento do caderno de atividades

    pelas crianas com a

    implicao tambm

    dos pais

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 22 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    "Passatempo Joe Carrot nas Escolas"

    Escola Bsica de Chouselas; Professores do 4. ano; Delegada Comercial da Porto Editora

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos; Promover o gosto pela leitura

    Alunos do 4. ano

    1.

    Per

    odo

    Docentes do 4. ano; Delegada Comercial da Porto Editora

    Livro; Ficha de Trabalho Nenhuns Ficha de Trabalho

    Problema do ms

    Escola Bsica de Canidelo/ Professores de Matemtica do 2 Ciclo

    Consiste num concurso, em que ao longo de 6 meses, proposta a resoluo de um problema por ms, sendo um dirigido aos alunos de 5 e outro aos de 6 ano. Os professores de Matemtica corrigem e pontuam os problemas dos seus alunos, afim de selecionar 25 alunos do 5 ano e 25 do 6, para uma Final, que se ir realizarem de Maio, sendo premiados os alunos que obtiveram as trs melhores pontuaes de cada ano.

    Desenvolver nos alunos a capacidade de resoluo de problemas. Desenvolver o raciocnio e o esprito crtico dos alunos. Treinar a comunicao matemtica. Promover a socializao e a participao cvica dos alunos. Promover a autonomia. Desenvolver nos alunos o gosto pela Matemtica. Fomentar nos alunos o gosto pela Escola atravs da Matemtica.

    Alunos do 2 ciclo.

    Ao lon

    go

    do

    an

    o lectivo, d

    e n

    ov a

    maio

    .

    Professores matemtica do 2 ciclo.

    Fotocpias e cartolinas Aproximadamente 50 (cinquenta).

    Relatrio. ----------------------------------------------------------------------------------------------------

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 23 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Cantinho da Matemtica (BECRE) : Campeonato dos jogos matemticos

    Escola Bsica de Canidelo / Professores de Matemtica do 2 Ciclo

    Atividade integrada no Projeto da Biblioteca/Centro de Recursos. Alunos interessados e com horrio disponvel realizam atividades ldico-pedaggicas: origamis, padres, jogos matemticos, resoluo de problemas; passatempos e jogos matemticos. Dossi para registo dos alunos participantes. Treino e Campeonato de Jogos Matemticos, a nvel da escola: Hex, Ouri, Blokus, SuperTmatik eJogo do 24.

    Promover o sucesso dos alunos ao nvel da Matemtica. Melhorar o desempenho dos alunos em atividades relacionadas com o c. Clculo mental. Desenvolver o raciocnio lgico-matemtico e o esprito crtico dos alunos. Treinar a comunicao matemtica. Promover a socializao e a participao cvica dos alunos. Desenvolver nos alunos o gosto pela Matemtica. Fomentar nos alunos o gosto pela Escola atravs da Matemtica. Desenvolver o trabalho cooperativo e colaborativo entre os professores.

    Alunos do 2 Ciclo.

    14 d

    e m

    ar

    o.

    Professores de Matemtica do 2 Ciclo.

    Jogos do Cantinho da Matemtica.

    20 (vinte) Relatrio. -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 24 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Canguru Matemtico

    Escola Bsica de Canidelo / Professores de Matemtica do 3 Ciclo

    Canguru matemtico campeonato nacional de jogos matemticos.

    - Estimular o gosto e o estudo pela Matemtica. - Atrair os alunos que tm receio da disciplina de Matemtica, permitindo que estes descubram o lado ldico da disciplina. - Tentar que os alunos se divirtam a resolver questes matemticas e percebam que conseguir resolver os problemas propostos uma conquista pessoal muito recompensadora. - Aumentar todos os anos o nmero de participantes no concurso a nvel nacional e tentar atingir as cotas de participao de outros pases.

    Alunos do 3 Ciclo.

    4 d

    e a

    bril de 2

    013.

    Professores de Matemtica do 3 Ciclo.

    Computadores. 25 (vinte e cinco), para a inscrio da

    Escola.

    Resultados no

    campeonato nacional.

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Oficina de mscaras

    Chouselas /Casa da Imagem

    Confeo de mscaras

    - Promover o desenvolvimento da criatividade da imaginao - Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos - Proporcionar espaos ldicos e educativos

    Alunos do 1 ano

    Fevere

    iro

    Casa da Imagem Alunos Profs. Titulares de turma

    Vrios materiais para fazer as mscaras

    Verba da atiivdade Trabalhos dos alunos Observa

    o direta Registo

    fotogrfico colocado

    no Moodle

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 25 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Olimpadas de qumica jnior

    Escola Bsica de Canidelo / Professores de Cincias Fsico-Qumicas

    As "Olimpadas de Qumica" so concursos de resoluo de problemas tericos e prticos de Qumica, organizados pela Sociedade Portuguesa de Qumica ( SPQ). As "Olimpadas de Qumica" decorrero em 3 fases: 1 fase seleo por escola; (equipas de 3 alunos) 2 fase prova nas universidades; 3 fase Final nacional.

    - Dinamizar o estudo e ensino da Qumica; - Proporcionar a aproximao entre as Escolas Bsicas e Secundrias e as Universidades e Institutos Superiores; - Despertar o interesse pela Qumica e cativar vocaes para carreiras cientfico-tecnolgicas entre os estudantes. - Aplicar os conhecimentos cientficos adquiridos a novas situaes.

    Alunos do 9 ano.

    3

    per

    od

    o.

    Professores de Cincias Fsico-Qumicas de 9 ano.

    Transporte para a deslocao at FCUP.

    25 (vinte e cinco). Relatrio da

    atividade.

    ---------------------------------------------------------------------------------------------

    1.10 - Visitas de Estudo

    Ida ao Teatro

    Lavadores A ida ao teatro propicia s crianas um enriquecimento cultural e educativo.

    Desenvolver a linguagem oral e expressiva; Desenvolver a imaginao; Promover o sucesso escolar dos alunos.

    Alunos

    Data

    a d

    efinir

    Alunos, Professores, A.O, A.T.

    Transporte e ingressos Pagamento de transporte e ingressos

    Relatrio das

    atividades realizadas

    sobre a pea de teatro,

    Observao direta; Registos orais e escritos

    efetuados pelos

    alunos.

    Ida ao Esturio do Douro

    Lavadores Percurso pedonal Observao das aves do Esturio do Douro

    Sensibilizar as crianas para o conhecimento do meio envolvente, assim como a proteo das aves e do seu habitat

    Alunos

    Data

    a

    com

    bin

    ar

    Alunos Pessoal Docente e no Docente

    Mquina fotogrfica Binculos

    Nada a registar Relatrio Registos

    fotogrficos

    Visita de Estudo ao Centro de Cincia Viva (Vila do Conde)

    Escola bsica de Canidelo/ Docente de Cincias Naturais do CEFPP2

    Os alunos iro visitar uma exposio interativa sobre o sangue e o sistema circulatrio

    - Fomentar o gosto pelo estudo das Cincias; - Consolidar e aprofundar os conhecimentos relativos ao sistema circulatrio; - Contribuir para a consolidao dos contedos programticos; - Desenvolver o esprito de

    Alunos do CEFPP2

    2

    per

    od

    o

    Pessoal docente

    Fotocpias do guio da visita de estudo

    1.50 / aluno + transporte

    Relatrio / observao direta.

    ---------------------------------------------------------

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 26 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    observao e o esprito crtico; - Desenvolver o gosto pela atividade cientfica; - Promover as relaes aluno-aluno, professor-professor e professor-aluno

    Visita de Estudo

    EB1/JI do Viso Visita a uma quinta pedaggica

    - Implementar medidas e atividades com vista superao das dificuldades dos alunos; - Adquirir conhecimentos e novas experincias;

    Alunos

    6-1

    2-2

    013

    Docentes, no docentes, associao de pais, AECs, alunos

    Camionetas, bilhetes 2500 Empenho e

    motivao dos alunos

    Desfolhada na Quinta do Moinho

    EB1/JI Chouselas/ Educadoras Cristina Esteves e Maria do Sameiro Ferreira

    Conhecer a cultura do milho, executar a sua desfolhada e ter a oportunidade de ver um moinho de vento.

    Alunos do Jardim-de infncia

    Outu

    bro

    / E

    scola

    Bsic

    a

    de C

    ho

    usela

    s Pessoal

    Docente e no Docente

    Os recursos materiais encontravam-se na quinta

    No foram necessrios

    Registo fotogrfico e registo grfico

    feito pelas crianas

    "Dos Cereais se faz Broa"

    Escola Bsica de Chouselas/ Educadoras Cristina Esteves e Maria do Sameiro Ferreira/ Parque Biolgico de Gaia

    Conhecer a histria do fabrico tradicional da broa, comeando pela cultura da moagem dos cereais no moinho e a sua preparao no forno de lenha

    Alunos do Jardim-de infncia

    Nove

    mb

    ro/

    Escola

    Bsic

    a d

    e

    Chou

    sela

    s

    Pessoal Docente e no Docente

    Existentes no Parque Biolgico- farinhas, levedura, forno de lenha, mobilirio, utenslios e moinho.

    Donativos dos pais e transporte gratuito do Parque Biolgico de

    Gaia

    Registo fotogrfico,

    registo grfico

    individual feito na escola e uma broa que cada

    criana fez e trouxe para sua

    casa.

    Teatro "D'Artagnan e os Trs Mosqueteiros"

    Chouselas/ Todos os docentes

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho em equipa

    Todos os alunos da Unidade Educativa

    12-1

    3-2

    012

    Todos os docentes Assistentes operacionais e tcnicas

    Espao do Teatro S da Bandeira

    Autocarro

    Bilhete de teatro

    Relatrio da

    atividade

    Ida ao cinema

    Chouselas/ Todos os docentes

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho em equipa

    Todos os alunos da Unidade Educativa

    3-1

    5-2

    013

    Todos os docentes Assistentes operacionais e tcnicas

    Cinema Autocarro

    Bilhete de cinema

    Verba para pagamento do

    autocarro

    Relatrio da

    atividade

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 27 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Visita ao Palcio dos Duques e ao Castelo de Guimares

    Chouselas/ Professores do 4 ano

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho de equipa Alargar e qualificar os recursos humanos e materiais

    Alunos do 4 ano

    2

    per

    od

    o/ C

    ho

    usela

    s Docentes do

    4 ano Assistentes operacionais Responsveis pelo Pao dos Duques e Castelo de Guimares

    Autocarro Monumentos

    Verba para pagar transporte

    Bilhetes de entrada nos monumentos

    Observao direta

    Relatrio

    da atividade

    Visita ao Planetrio do Porto

    Chouselas/ Professoras do 3 ano

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho de equipa Alargar e qualificar os recursos humanos e materiais

    Alunos do 3 ano

    4-1

    7-2

    013

    Docentes do 3 ano Assistentes operacionais Responsveis do Planetrio

    Transporte Planetrio do Porto

    Verba para pagamento do

    transporte

    Bilhete de entrada no Planetrio

    Observao direta

    Relatrio

    da atividade

    Passeio de final de ano

    Chouselas/ Todos os docentes

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho em equipa

    Todos os alunos da Unidade Educativa

    Jun

    ho d

    e 2

    013/

    Cho

    usela

    s Todos os

    Docentes Assistentes e tcnicas operacionais

    Transporte Verba para pagamento do

    transporte

    Observao direta e

    registo fotogrfico colocado

    na Moodle da U.E.

    Relatrio da

    atividade

    Visita de estudo ao Jornal de Notcias

    EB1/JI So Paio/ professores 4 ano

    Proporcionar aos alunos o contato com atividades profissionais do dia-a-dia. Verificar o modo de funcionamento de um jornal. Participar na criao de uma pgina de jornal.

    Alunos do 4 ano

    1-1

    4-2

    012

    Professores titulares e apoio Alunos

    Autocarro 3.00 por aluno Observao

    Visita de estudo ao "Museu do papel"

    EB1/JI So Paio/ Pessoal docente

    Promover o sucesso escolar dos Alunos; Promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos do 1 e 2 ano

    Data

    a m

    arc

    ar

    no 2

    per

    od

    o Professores

    Auxiliares Alunos

    Autocarros Aluguer do autocarro Observao direta Registos

    fotogrficos

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 28 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Passeio de final de ano

    EB1/JI So Paio/ Pessoal docente

    Promover o sucesso escolar dos Alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos

    junh

    o d

    e 2

    01

    3 Professores

    Auxiliares Alunos

    Autocarros ... Observao e

    participao direta

    Ida ao Teatro Rivoli

    JI Canidelo Assistir a um espetculo musical sobre o gelo "Aladino e a Gruta Mgica".

    Promover ambientes culturais diferentes. Promover o gosto pelo teatro e diferentes formas de expresso.

    Crianas entre os 3 e os 6 anos.

    11-2

    9-2

    012

    Pessoal docente e no docente.

    Transporte Custo de parte dos bilhetes e transporte.

    Participao das

    crianas. Preenchim

    ento de relatrio.

    Visita Estao Litoral da Aguda

    Chouselas/ Professores do 1 ano

    Promover o sucesso escolar e educativo dos alunos Favorecer o trabalho de equipa Alargar e qualificar os recursos humanos e materiais

    Alunos do 1 ano

    Abril d

    e 2

    01

    3

    Docentes do 1 ano Assistentes operacionais Responsveis da Estao Litoral da Aguda

    Transporte Recursos da Estao Litoral da Aguda

    Verba para pagamento do

    transporte

    Bilhete de entrada na Estao Litoral da

    Aguda

    Observao direta

    Relatrio

    da atividade

    Um dia na Escola EB1

    JI Canidelo Todos os alunos finalistas visitaro a escola do 1 ciclo de Lavadores.

    Contactar e conhecer o espao de sala de aula do ciclo de ensino seguinte. Promover a integrao dos alunos no meio escolar.

    26 crianas de 5/6 anos Finalistas.

    07 d

    e junh

    o.

    Educadores e Professores do 1 Ciclo.

    No necessrio. Sem custos. Relatrio.

    Programa Comenius - Visita de Estudo Turquia

    Escola Bsica de Canidelo/ Professora Elisa Rodrigues

    Visita de Estudo a Bartin, na Turquia, no mbito do projeto "Give your planet a hand and save the next generation".

    - Preparar as atividades no mbito do projeto "Give your planet a hand and save the next generation"; - conhecer a escola de Gurgenpinari, na Turquia - escola parceira do projeto. - conhecer os dinamizadores do projeto das outras escolas parcerias (Grcia, Polnia, Repblica Checa, Espanha); - partilhar experincias para melhorar as prticas implementadas; - Conhecer aspetos culturais e ambientais da regio de Bartin.

    Professores e alunos da Escola Bsica de Canidelo

    15 a

    19 d

    e O

    utu

    bro

    de 2

    01

    2

    3 professores No envolve recursos materiais 2 800 Euros Recolha de

    testemunho dos

    professores que

    participaram

    Atividade totalmente financiada pelo programa Comenius

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 29 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Programa Comenius - Visita de Estudo a Mieres, Espanha

    Escola Bsica de Canidelo

    Visita de estudo ao colgio Aniceto sela, em Espanha, no mbito do projeto "Give your planet a hand and save the next generation.

    - fazer um balano das atividades no mbito do projeto "Give your planet a hand and save the next generation"; - preparar as prximas atividades; - conhecer o Colgio Aniceto Sela, em Espanha - escola parceira do projeto. - fortalecer laos entre os dinamizadores e participantes do projeto das outras escolas parcerias (Grcia, Polnia, Repblica Checa, Espanha e Turquia); - partilhar experincias para melhorar as prticas implementadas; - fomentar o gosto pelo conhecimentos de outras culturas e pela partilha; - Conhecer aspetos culturais e ambientais da regio das Astrias.

    professores e alunos do 3 ciclo

    8 a

    12 d

    e jan

    eir

    o d

    e 2

    01

    3

    3 professores e 9 alunos do 8 ano

    Smbolos do Agrupamento, blocos, esferogrficas e marcadores de livros

    4 650 euros Testemunhos dos

    alunos e professore

    s

    Atividade totalmente financiada pelo programa Comenius.

    Programa Comenius - Visita de Estudo Repblica

    Checa

    Escola Bsica de Canidelo/ Professora Elisa Rodrigues

    Visita de Estudo escola da Repblica Checa, parceira no projeto "Give your planet a hand and

    save the next generation"

    - fazer o balano das atividades realizadas no mbito do projeto "Give your planet a hand and save the next generation";

    - preparar futuras atividades - conhecer a escola da Repblica Checa, parceira do projeto. - fortalecer laos entre os dinamizadores e participantes do projeto das escolas parcerias (Grcia, Polnia, Repblica Checa, Espanha e Turquia); - partilhar experincias para melhorar as prticas implementadas; - fomentar o gosto pelo conhecimento de outras culturas; - fomentar o gosto pela partilha, - conhecer aspetos

    professores e alunos do 3 Ciclo

    16 a

    20 d

    e M

    aio

    de

    2013

    3 professores e 3 alunos do 3 Ciclo

    Smbolos do agrupamento e outro material promocional

    6 000 euros Testemunhos dos

    professores e dos alunos

    participantes

    Atividade totalmente financiada pelo programa Comenius.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 30 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    culturais e ambientais da Repblica Checa.

    Eu conheo e aventuro-me! :)

    Professoras de EMRC

    - Conhecer situaes de aventura e novos horizontes; -Partilhar algumas experincias de aventura; -Desenvolver o esprito de amizade, colaborao e interajuda; -Compreender e assumir atitudes responsveis; -Contribuir para a proteo do meio ambiente, para o equilbrio ecolgico e para a preservao do patrimnio;

    - Alunos de EMRC - 5 ano - Alunos de EMRC - 6 ano

    5

    ano

    - 3

    per

    odo;

    6

    an

    o -

    fim

    de 2

    p

    er

    od

    o/ in

    cio

    do

    3

    pe

    ro

    do

    Alunos, Professores, Monitores.

    Disponibilizados pelo espao a conhecer

    A definir. Averiguao da

    compreenso da

    relao da atividade com os

    objetivos e os

    contedos que se esto a explorar

    em sala de aula;

    - Observa

    o do comportam

    ento dos alunos, no

    que se refere relao com os

    colegas, com os

    professores e ao

    acatamento das

    orientaes dadas.

    De acordo com o Programa de EMRC os professores devem propor atividades que promovam a autoestima e a convivncia dos alunos de diferentes origens, assim como atividades que favorecem o autoconhecimento, o conhecimento do outro e a participao na vida escolar e social. (Cf. Programa de EMRC)

    Visita de estudo a Santiago de Compostel

    a e Rias Baixas

    Professoras de EMRC

    - Conhecer o patrimnio histrico e religioso e a sua influncia na cultura portuguesa; - Desenvolver o esprito

    de amizade, colaborao e interajuda; -Compreender e assumir atitudes responsveis; -Contribuir para a proteo do meio ambiente, para o equilbrio ecolgico e para

    - Alunos de EMRC - 8 ano

    - 3

    pe

    rodo

    - alunos/ professores/ monitor

    - programa escolndia - 28 euros por aluno (cerca de ...)

    - Averigua

    o da compreens

    o da

    relao da atividade com os

    objetivos e os

    contedos que se esto a

    De acordo com o Programa de EMRC os professores devem propor atividades que

    promovam a autoestima e a convivncia dos alunos de diferentes origens, assim como atividades que favorecem o autoconhecimento, o

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 31 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    a preservao do patrimnio;

    explorar em sala de

    aula; observa

    o do comportam

    ento dos alunos, no

    que se refere relao com os colegas, com os

    professores e ao

    acatamento das

    orientaes dadas.

    conhecimento do outro e a participao na vida escolar e social. (Cf. Programa de EMRC)

    Encontro de alunos de EMRC

    Professoras de EMRC

    -Desenvolver o esprito de amizade, colaborao e interajuda; -Compreender e assumir atitudes responsveis; -Contribuir para a proteo do meio ambiente, para o equilbrio ecolgico e para a preservao do patrimnio;

    - Alunos de EMRC - 7 ano

    24 d

    e m

    aio

    de 2

    01

    3

    Alunos, professores, recursos disponibilizados pelo Snec

    - Autocarro - 7 euros por aluno (cerca de ...)

    Averiguao da

    compreenso da

    relao da atividade com os

    objetivos e os

    contedos que se esto a

    explorar em sala de

    aula; observa

    o do comportam

    ento dos alunos, no

    que se refere relao com os colegas, com os

    professores e ao

    acatamento das

    orientaes dadas.

    De acordo com o Programa de EMRC os professores devem propor atividades que promovam a autoestima e a convivncia dos alunos de diferentes origens, assim como atividades que favorecem o

    autoconhecimento, o conhecimento do outro e a participao na vida escolar e social. (Cf. Programa de EMRC)

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 32 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Teatro musical Plano 6

    Afurada de Cima Desenvolver o gosto pelo teatro e por inventos culturais.

    alunos

    data

    a d

    efinir

    comunidade escolar

    nada a registar nada a registar registo fotogrfico e relatrio

    da atividade.

    Visita ao local onde se encontravam D.Pedro e D.Ins de Castro - Momento de dramatizao realizado por um grupo de alunos com Necessidades Educativas Especiais da Escola Bsica de Canidelo - " O amor que nos une"

    Bsica de Canidelo/ Responsveis e Dinamizadores - Docentes: Ana Fernandes, Helena Ramalho; Cu Cerejeira

    Neste dia - 14 de Fevereiro - Dia dos Namorados, vamos relembrar, atravs de uma momento de dramatizao, o grande amor que sempre uniu D.Pedro I e Ins de Castro.

    Trabalhar o tema aglutinador do Agrupamento. - Levar os alunos a investigar e aprender sobre o tema. - Construir todos os adereos - Desenvolver a sua capacidade lingustica, memorizao e interpretativa dos factos. - Conhecer um dos locais, aonde se consta os mesmos se encontravam - Quinta das Plantas Aromticas.

    Alunos com Necessidades Educativas Especiais

    Dia

    14 d

    e F

    evere

    iro

    - D

    ia d

    os n

    am

    ora

    dos

    Docentes: - Ana Fernandes - Helena Ramalho - Cu Cerejeira Auxiliares: - D.Isabel - D. Cndida - Responsvel da Quinta das Plantas Aromticas

    Livros sobre a Histria deste romance Papeis, cartolinas, colas. Maquina de costura Tbua de passar a ferro Ferro Mquina Fotogrfica./ Mquina de Filmar

    Cinquenta euros. Aquisio de tecidos e

    adereos, para elaborao do

    Vesturio.

    - Atravs do dilogo - Registos fotogrfico

    s -

    Responder a

    questionrio - alunos

    Visita de Estudo final ano

    Lavadores Esta atividade fomenta o desenvolvimento global dos alunos atravs de experincias ldicas que privilegiam o contacto com o exterior.

    Fomentar o gosto pela escola e pela aprendizagem atravs de estratgias ldico-pedaggicas e de promoo do sucesso; Melhorar a comunicao na comunidade Educativa.

    Alunos

    Data

    a d

    efinir

    Alunos, Professores, A.O, A.T, Associao de Pais

    Transporte e ingressos Pagamento de transporte e ingressos

    Observao da

    participao.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 33 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Visita ETAR de Gaia Litoral

    Escola Bsica de Canidelo /Eco-Escolas Professores de Cincias Naturais e Fsico-qumica . Tcnicas do GIS

    Durante o ms de maio ou junho os alunos do 8. ano, participaro numa visita de estudo ETAR de Gaia Litoral, com o objetivo de conhecer as diferentes fases de tratamento das guas residuais e a importncia deste tratamento para a preservao da qualidade da gua.

    - Promover o sucesso escolar dos alunos -Desenvolver a conscincia ecolgica da comunidade educativa -Compreender a necessidade de uma gesto racional dos recursos naturais -Compreender a necessidade da existncia de regras eficientes para a proteco da natureza -Compreender/conhecer fontes de poluio -Promover a educao cvica -Assegurar a articulao curricular -Favorecer o trabalho em equipa

    Alunos do 8 ano.

    3

    Pe

    ro

    do.

    Professores e Tcnicos da ETAR de Gaia Litoral.

    Fotocpias. 10 (dez). Trabalhos avaliados

    em contexto

    aula. Relatrio

    --------------------------------------------------------------------------------------------------

    1.11 - Projetos

    Encantoteca

    Lavadores Os alunos de cada ano de escolaridade tem uma calendarizao para dinamizar atividades na Biblioteca. .

    - Contribuir para o Plano Nacional de Leitura; - Tornar a leitura um verdadeiro prazer; - Instigar a leitura; - Contribuir para o sucesso escolar; - Criar hbitos de leitura e escrita; - Promover a leitura.

    Alunos

    Ao lon

    go

    do

    an

    o letivo

    Alunos, Professores, Assistentes Operacionais, APELCA.

    Livros, leitor de CD, PC Donativos da Associao de Pais

    Relatrio

    Jornal Lavadores Elaborao do Jornal Produzir textos com intenes comum icativas diversificadas;

    Dar a conhecer Comunidade educativa os eventos que vo ocorrendo na escola; Incentivar escrita e leitura.

    Alunos

    Public

    ao

    tr

    imestr

    al

    Alunos Associao de Pais Pessoal Docente E no Docente

    Papel Trabalhos elaborados pelos alunos Fotografias

    Nada a registar Relatrio

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 34 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Pgina / Blog da turma CEF de Pastelaria e Panificao

    Escola Bsica de Canidelo/ Docente do grupo de informtica e Tcnica de Pastelaria.

    Criao de uma pgina web ou blog com as atividades realizadas pelos alunos ao longo deste ano letivo.

    Promover o curso de pastelaria e panificao.

    Comunidade Escolar

    Do inc

    io a

    o

    fim

    do a

    no

    letivo/

    escola

    sed

    e d

    o

    Agru

    pa

    me

    nto

    . Docente do grupo de informtica e Tcnica de Pastelaria.

    Software de aplicao. ------------------------------------------------------------------------------------------

    -------

    Elaborao de

    Relatrio.

    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Concurso de soletrao

    Maria Armnia Madail da Silva

    A atividade de soletrao pretende que os alunos decorem palavras que estaro afixadas pela escola e depois as saibam soletrar; colmatar lacunas a nvel da ortografia e alargamento do vocabulrio. Haver duas eliminatrias em contexto de sala de aula e a final poder ser no final do ano letivo.

    Articulao vertical e horizontal; promoo de uma atividade de produo escrita contextualizada e significativa; incentivar a leitura e a escrita; contribuir para o bom funcionamento da lngua materna, em especial a ortografia; estimular os alunos a ler diversos tipos de textos; diversificar o vocabulrio; melhorar a articulao de palavras.

    Alunos do 5 C, D e I e alunos do 4 ano da escola do Meiral. ( Fica o convite a quem quiser participar com as suas turmas).

    2

    e 3

    pe

    rodo

    s -

    re

    aliz

    ar-

    se-

    o a

    s p

    rim

    eir

    a e

    se

    gu

    nd

    a

    elim

    inat

    rias e

    no f

    inal d

    o a

    no s

    er

    a fin

    al do c

    oncurs

    o.

    Professores de portugus do 5 ano e professores do 4 ano, assistentes operacionais.

    Fotocpias a cores, papel e cartolinas; espao para realizao da final do concurso.

    Trs prmios para os vencedores (1, 2 e

    3 lugares).

    Grelhas de observao e grelha

    de ausculta

    o de opinio do

    pblico alvo e do pblico

    assistente (comunida

    de educativa).

    Ser necessria uma sala que possa acolher a comunidade educativa que queira assistir final do concurso.

    Bartolomeu e o Eco Mosqueteiro

    EB1/JI So Paio/ Pessoal docente/ Cmara de Gaia

    Promover o sucesso escolar dos alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos

    Ao lon

    go

    do

    2

    per

    od

    o

    Animadoras Cmara Municipal de Vila Nova de Gaia

    Sem Sem custos Observao direta e registos

    fotograficos

    Cata Vento - Escultura em miniatura

    EB1/JI So Paio/ Educadoras

    Promover o sucesso escolar dos Alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos do JI

    dura

    nte

    o 2

    per

    od

    o

    Animadoras do projeto - Cata Vento

    Trazidos pelas animadoras 3.00 por alunos Observao direta e registos

    fotogrficos

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 35 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Eco-Rabisca

    EB1/JI So Paio/ Pessoal docente/ Cmara de Gaia

    Promover o sucesso escolar dos alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos

    dura

    nte

    o 3

    per

    od

    o

    Animadoras da Cmara Municipal de Vila Nova de Gaia

    fornecidos pelas animadoras sem custos Observao e

    participao direta

    Cata Vento - O espantalho espantado

    EB1/JI So Paio/ Educadoras

    Promover o sucesso escolar dos Alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos do JI

    dura

    nte

    o 3

    per

    od

    o

    Animadoras do projeto Cata Vento

    material fornecido pelas animadoras do projeto

    3.00 por alunos Observao e

    participao

    PNL "Um livro a voar"

    EB1/JI So Paio/ Pessoal docente

    Promover o sucesso escolar dos alunos; promover o gosto pela leitura.

    Alunos

    dura

    nte

    tod

    o o

    ano

    professores alunos

    livros do PNL sem custos observao e

    participao direta

    Cata Vento - Desfolhar e respigar

    EB1/JI So Paio/ Educadoras

    Promover o sucesso escolar dos Alunos; promover a educao cvica e a defesa dos direitos humanos.

    Alunos do JI

    dura

    nte

    o 1

    per

    od

    o

    animadoras do projeto Cata Vento

    fornecidos pelas animadoras 3.00 por alunos Observao e

    participao direta

    Dia da eco-escolas

    Afurada de Cima Elaborao de um Pssaro como smbolo deste projeto.

    Dar a conhecer o projeto aos alunos e sensibilizar ao respeito pelo ambiente.

    Comunidade educativa

    11-1

    2-2

    007

    Professores e alunos

    Material de desgaste nada a registar Observao direta

    Festa de Doces Tradicionais de Natal

    JI Canidelo Recolha de receitas tpicas de Natal. Confeo de vrios doces tradicionais desta quadra para vender s famlias, angariando fundos para melhorar as condies e o espao onde se realiza as atividades da Componente de Apoio Famlia.

    Angariar fundos para melhorar as condies e o espao onde se realiza as atividades da Componente de Apoio Famlia. Realizar atividades de culinria. Registo grfico das receitas. Ampliar o vocabulrio.

    Toda a comunidade envolvente.

    Dia

    s 6

    e 7

    de d

    eze

    mbro

    . Toda a comunidade educativa.

    Receitas e ingredientes. Donativos dos pais. Participao das

    crianas. Preenchim

    ento de relatrio. Registos

    fotogrficos.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 36 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    TIC de Chouselas/ Prfs Hugo Barroso, Ana Carolina Silva e Cludia Canelas

    Chouselas Divulgao ativa da plataforma Moodle junto das famlias Requisio dos livros efetuada informaticamente por todos os alunos da Unidade educativa

    - Promover experincias e competncias pessoais, sociais e culturais - Promover o gosto pela escola indo ao encontro das necessidades e interesses dos jovens - diversificar as ofertas de atividades extracurriculares na escola

    Alunos, pais, docentes e no docentes

    Ao lon

    go

    do

    an

    o letivo

    Docentes da Unidade Educativa Municpio de V. N. de Gaia

    Computadores Nada a referir Nmero de participantes inscritos na Moodle e respetiva participa

    o nos fruns

    Gerao Depositro /Eco-escolas

    Chouselas/Coordenadora Cristina Esteves

    Este projeto, integrado no Eco-Escolas, consiste na recolha de REEE na escola, depositados num recipiente prprio. Ao colaborar nesta recolha a escola habilita-se a ganhar prmios. Para alm disto a escola vai participar numa atividade relacionada, REEE Upcycling

    - Sensibilizar a comunidade para a importncia da recolha de REEE para reciclagem - Reutilizao criativa de partes de REEE para construo de novos objetos (em principio ser construdo um robot) .

    Toda a comunidade educativa

    Ao lon

    go

    do

    an

    o

    Toda a comunidade educativa, Pais e encarregados de educao

    - O Depositro - Os prprios artigos depositados - Colas, tintas e outros materiais de plstica

    Nada a referir Observao direta Registo

    fotogrfico colocado

    na Moodle da escola Relatrio

    da atividade

    Viagem pelo Mundo Rural

    JI Canidelo Contempla sementeiras na nossa Horta e Visita Quinta Pedaggica, de Pentieiros, no dia 24 de abril.

    Proporcionar atividades letivas no exterior relacionadas com o ambiente e a natureza. Desenvolver a conscincia do caracter cclico de alguns fenmenos. Dar a conhecer a importncia dos diferentes elementos naturais: ar, gua, terra e luz. Favorecer o trabalho em equipa. Promover o contacto com animais no habitat natural.

    Todos os alunos dos 3 aos 6 anos.

    Mar

    o e

    abril.

    Toda a comunidade educativa

    Terra, sementes, plantas, enxada, regador.

    donativos Participao, registos grficos e fotogrfico

    s.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 37 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Um Livro a Voar...

    Todos os Educadores e Biblioteca do Meiral

    A itinerncia PNL (Plano Nacional de Leitura) surgiu devido emergncia de levar os livros do PNL a todas as Unidades Educativas do Agrupamento D. Pedro I. O Projeto Um Livro a Voar... propicia a todas as crianas, o contacto com o livro, o folhear do mesmo, o explorar, o pesquisar, o sentir, o cheirar, o descobrir Uma infinidade de descobertas e experincias.

    Desenvolver a imaginao e a comunicao oral, assim como, promover a aquisio e descrio fluente de imagens e palavras, permitindo o alargamento do seu lxico.

    Todas as crianas da educao pr-escolar.

    Entr

    e o

    utu

    bro

    e jun

    ho.

    Equipa da BECRE, equipa da Biblioteca do Meiral, Educadores.

    8 Trolleys e Livros. Verba do PNL. Relatrios mensais.

    Troca a ler...

    Todos os Educadores.

    Partilha entre turmas/escolas de atividades relacionadas com a leitura e com o livro.

    Desenvolver o gosto pela leitura e pelo conto. Partilhar atividades e momentos relacionados com a leitura. Promover a articulao entre os Jardins de Infncia. Melhorar a comunicao atravs de diferentes expresses.

    Todas as crianas da Educao Pr-escolar.

    Ao lon

    go

    do

    an

    o.

    Educadores e Assistentes.

    Diversos. Sem custos porque as deslocaes sero

    realizadas a p, consoante a proximidade

    dos Jardins de Infncias.

    Participao.

    Relatrio final.

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 38 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Projeto Eco-Escolas

    Chouselas/Cristina Esteves/todos os decentes

    No mbito deste projeto,ao longo do ano vo acontecer vrias atividades integradas em vertentes diversas.umas implicaro toda a UE e outra no, assim como umas sero propostas pelo exterior e outras da iniciativa da escola.

    - Melhorar a segurana na comunidade escolar -Favorecer o trabalho em equipa - Promover a representatividade e envolvimento dos alunos na comunidade - Promover atividades que envolvam a comunidade educativa, rentabilizando as parcerias - Valorizar o Ambiente com pequenos gestos de cada um, contribuindo para o bem estar de todos -demonstrar interesse pelas questes ambientais, considerando que todos somos agentes da educao para o ambiente -

    Toda a comunidade educativa

    Ao lon

    go

    do

    an

    o /E

    B d

    e C

    housela

    s

    Alunos, Docentes, Pessoal no docente, Presidente da Junta, Representante da Suma, Representante da Diviso Municipal do Ambiente, Representante da Suldouro e da Equipa Diretiva

    Materiais de desgaste e reutilizveis

    De acordo com as necessidades, ao

    longo do ano poderemos precisar

    de verba para participar em algumas

    das atividades

    Observao direta e

    registo fotogrfico colocado

    na Moodle da UE

    Relatrios elaborados

    pelos alunos

    Relatrio da

    atividade Atas das reunies

    do Conselho

    Eco-Escolas

  • EIXO 1: Apoio melhoria das Aprendizagens

    Pgina 39 de 128

    Ao Nome da Atividade

    1. Unidade educativa /

    Responsvel / Dinamizador

    2. Breve Descrio (se necessrio)

    3. Objetivos (da atividade)

    4. Pblico

    Alvo

    5. Calendarizao / Escola

    6.1 Recursos Humanos

    6.2 Recursos Materiais 6.3 Recursos Financeiros

    7. Formas de

    Avaliao

    8. Outras Informaes teis

    Esturio da ribeira de Canide: energias e pessoas que se encontram

    Escola Bsica de Canidelo e Escola EB1 de S. Paio / Professor Joo Paulo Rebelo da Silva

    Projeto selecionado pela empresa guas do Douro e Paiva (AdDP), no Concurso Mil Escolas: Dando continuidade ao trabalho desenvolvido nos ltimos anos, propomos (re)estudar a ribeira de Canide, com especial enfoque no seu esturio, junto praia de Canide Sul. Mas, energia, surge neste projeto tambm como pretexto para estabelecer pontes entre o estudo da gua, do esturio da ribeira e outras dimenses do conhecimento em torno das energias alternativas, que no fundo se cruzam no ponto em que a ribeira chega praia. O cerne do nosso projeto continua a

    ser o estudo da ribeira de Canide e todo o seu ecossistema, mas procurando alargar a sua rea de influncia, procuramos tambm fazer crescer um projeto que j nosso h muitos anos.

    Objetivos gerais: - Criar condies para que os alunos sejam promotores de iniciativas de valorizao ambiental; - Desenvolver prticas pedaggicas coerentes e promotoras de aes ambientais e cvicas adequadas; - Envolver os alunos e as suas famlias para a necessidade de preservao da gua e dos sistemas ribeirinhos; 1 ciclo: - Utilizar alguns processos simples de conhecimento da realidade envolvente (observar, descrever, formular questes e problemas, avanar possveis respostas, ensaiar, verificar), assumindo uma atitude de permanente pesquisa e experimentao. - Identificar problemas concretos relativos ao seu meio e colaborar em