PROAB 2012.2 DIREITO DO TRABALHO – AULA 6 PROAB 2012.2 DIREITO DO TRABALHO PROFESSORA: MARIA INÊS GERARDO Aula 6 PROAB 2012.2 DIREITO DO TRABALHO PROFESSORA:

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PROAB 2012.2 DIREITO DO TRABALHO – AULA 6 PROAB 2012.2 DIREITO DO TRABALHO PROFESSORA: MARIA INÊS...

  • RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    EMENTA AULA 6:Durao do trabalhoRepouso semanal remunerado

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    APLICANDOOS CONHECIMENTOS

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *

    (OAB/FGV 2010.3) Relativamente alterao do contrato de trabalho, correto afirmar que(A) o empregador pode, sem a anuncia do empregado exercente de cargo de confiana, transferi-lo, com mudana de domiclio, para localidade diversa da que resultar do contrato, independentemente de real necessidade do servio.

    (B) considerada alterao unilateral vedada em lei a determinao ao empregador para que o empregado com mais de dez anos na funo reverta ao cargo efetivo.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *

    (C) o adicional de 25% devido nas transferncias provisrias e definitivas.

    (D) o empregador pode, sem a anuncia do empregado cujo contrato tenha como condio, implcita ou explcita, transferi-lo, com mudana de domiclio, para localidade diversa da que resultar do contrato, no caso de real necessidade do servio.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    DURAO DO TRABALHO

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *

    DURAO DO TRABALHO

    Regra8 horas dirias e 44 semanais

    (Art. 7, XIII, CR/88)

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    EXCEES: JORNADA DE 6 HORAS

    Bancrios - at o limite de 30 h. semanais art. 224, CLT;

    Telefonistas - at o limite de 36 horas semanais art. 227, CLT.

    Turnos ininterruptos de revezamento, salvo negociao coletiva art. 7, XIV, CR/88;

    Cabineiros de elevador art. 1, Lei n 3.270/57;

    Aprendiz art. 432, CLT, podendo ser de 8 horas para aqueles que completaram o ensino fundamental; Trabalho em Minas e Subsolo at o limite de 36 horas semanais art. 293, CLT

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *

    OUTRAS EXCEES:

    Professores 4 aulas consecutivas ou 6 aulas intercaladas art. 318, CLT

    Professor no perodo de exame no pode ultrapassar 8 (oito) horas art. 322, 1 da CLT;

    Advogado 4 horas / 20 semanais exceo: contrato com clusula de exclusividade, acordo coletivo ou conveno coletiva. art. 20, Lei 8.906/94.OBS: Mdico e Engenheiro jornada normal 8 horas S. 370, TST

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    HORAS EXTRAORDINRIAS

    A prorrogao da jornada ou do mdulo semanal sujeita o empregador ao pagamento das horas extraordinriasmnimo de 50% (art. 7, XVI, CRFB/88 e art. 59 CLT):

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    PERODO DE TOLERNCIANo so descontados nem computados como jornada extraordinria as variaes de horrio no registro de ponto no excedente a cinco minutos, observado o limite mximo de 10 minutos dirios (art. 58, 1 da CLT)

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    COMPENSAO DE JORNADA(art. 7, XIII, CRFB/88 e S. 85, TST)

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    COMPENSAO DE JORNADA(art. 7, XIII, CRFB/88 e S. 85, TST)ACORDOCONVENO COLETIVAINDIVIDUAL ESCRITO (somente o semanal)

    COLETIVOCOMPENSAO

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    COMPENSAO SEMANAL(art. 7, XIII, CRFB/88 e S. 85, TST)Compensa na prpria semana

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    COMPENSAO MENSAL(art. 7, XIII, CRFB/88 e S. 85, TST)Compensa no prprio msOJ 323, SDI-I, TST vlido o sistema de compensao de horrio quando a jornada adotada a denominada "semana espanhola", que alterna a prestao de 48 horas em uma semana e 40 horas em outra, no violando os arts. 59, 2, da CLT e 7, XIII, da CRFB/1988 o seu ajuste mediante acordo ou conveno coletiva de trabalho.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    JORNADA DE TRABALHO. ESCALA DE 12 POR 36. VALIDADE.

    valida, em carter excepcional, a jornada de 12 horas de trabalho por trinta e seis de descanso, prevista em lei ou ajustada exclusivamente mediante acordo coletivo de trabalho ou conveno coletiva de trabalho, assegurada a remunerao em dobro dos feriados trabalhados. O empregado no tem direito ao pagamento de adicional referente ao labor prestado na dcima primeira e dcima segunda horas.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *

    COMPENSAO ANUAL (Banco de Horas)(art. 7, XIII, CRFB/88 e art. 59, 2, CLT)Compensa no ano, mas tambm no pode ultrapassar o limite de 10 horas dirias

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    Art. 58-A, CLT Considera-se trabalho em regime de tempo parcial aquele cuja durao no exceda a 25 horas semanais.TRABALHO EM REGIME DE TEMPO PARCIALO salrio ser proporcional jornada. Os empregados com os contratos em curso podem fazer opo por este sistema, desde que previsto em conveno ou acordo coletivo. (art. 58-A, 2, da CLT)O perodo de durao das frias, varia de acordo com o limite de horas trabalhadas na semana art. 130-A, CLT e no podem converter 1/3 dos dias de frias em abono pecunirio (art. 143, 3, CLT)

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    O empregado permanece em sua casa aguardando ordens. As horas de sobreaviso so remuneradas a razo de 1/3 do salrio normal. A escala de sobreaviso de no mximo 24 horas.(Art. 244, 2, CLT)SOBREAVISOS. 229, TST aplicao analgica do art. 224, 2, CLT para os eletricitrios - as horas de sobreaviso so remuneradas razo de 1/3 sobre a totalidade das parcelas de natureza salarial.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    SMULA 428, TST. SOBREAVISO. APLICAO ANALGICA DO ART. 244, 2, DA CLT (ALTERADO EM 14/09/2012)

    I - o uso de instrumentos telemticos ou informatizados fornecidos pela empresa ao empregado, por si s, no caracteriza regime de sobreaviso.

    II Considera-se em sobreaviso o empregado que, distncia e submetido a controle patronal por instrumentos telemticos ou informatizados, permanecer em regime de planto ou equivalente, aguardando a qualquer momento o chamado para o servios durante o perodo de descanso.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    PRONTIDOO empregado fica nas dependncias da estrada aguardando ordens.

    As horas so remuneradas a razo de 2/3 do salrio-hora normal.

    A escala de prontido de no mximo 12 horas

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    NO TM DIREITOHORAS EXTRAS, INTERVALO E ADICIONAL NOTURNO Art. 62 da CLTOJ 332, SDI-I, TST TACGRAFO

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    Se receber gratificao, pelo menos 40% do cargo efetivo (art. 62, II da CLTGerente GERAL da agncia bancria(S. 287, TST)NO TEM DIREITO:

    HORAS EXTRAS INTERVALO ADICIONAL NOTURNOGerente de agncia bancria ou Qualquer outro bancrio que exera cargo de confiana. (S. 102, TST) Se receber gratificao, pelo menos 1/3 do cargo efetivo (art. 224, 2, CLTTEM DIREITO:- HORAS EXTRAS, A PARTIR DA 8 H. INTERVALO ADICONAL NOTURNO

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    Tempo despendido at o local de trabalho e para seu retornoNO SER COMPUTADO NA JORNADASALVO

    HORAS IN ITINERE(art. 58 2, CLTLocal de difcil acesso ou no servido por transporte pblico, E o empregador fornecer a conduo

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    Art. 294, CLT o tempo despendido da boca da mina ao local de trabalho ser computado para efeito de pagamento do salrio.S. 428, TST - O perodo de deslocamento entre a portaria e o local de trabalho considerado tempo disposio, desde que supere 10 (dez) minutos diriosVer: Smulas: 90 e 320, TST

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    *HORRIO NOTURNO

    RURAL(art. 7, Lei n 5.889/73) URBANO(art. 73, CLT)ADICIONAL: 20%Hora noturna reduzida = 52:30ADICIONAL: 25%Hora noturna normal22h._______5 h.Pecuria 20 h.______ 4 h.Agricultura 21 h.______ 5 h.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    INTERVALOS INTRAJORNADA E INTERJORNADAIntrajornada so os intervalos que ocorrem dentro da jornada.

    Ex: refeio (art. 71, CLT)

    Interjornada - aquele que ocorre entre uma jornada e outra.

    Regra geral: mnimo de 11 horas. (art. 66, CLT)

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    INTERVALOS INTRAJORNADA ART. 71, 2, CLT: ESSES INTERVALOS PARA REPOUSO E ALIMENTAO NO SERO COMPUTADOSNA DURAO DO TRABALHO.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    O LIMITE MNIMO DE 1 H PARA REPOUSO OU REFEIO PODE SER REDUZIDO PELO MINISTRIO DO TRABALHO Quando o estabelecimento atender exigncias concernentes organizao de refeitriosQuando os empregados no estiverem sobre o regime de trabalho prorrogado a horas suplementaresOJ N 342, SDI-I, TSTART. 71, 5,CLT

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    II invlida clusula de acordo ou conveno coletiva de trabalho contemplando a supresso ou reduo do intervalo intrajornada porque este constitui medida de higiene, sade e segurana do trabalho, garantida por norma de ordem pblica (art. 71 da CLT e art. 7, XXII, da CF/1988), infenso negociao coletiva. EXCEO

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    ART. 71, 5, CLT -Os intervalos expressos nocapute no 1opodero ser fracionados quando compreendidos entre o trmino da primeira hora trabalhada e o incio da ltima hora trabalhada, desde que previsto em conveno ou acordo coletivo de trabalho, ante a natureza do servio e em virtude das condies especiais do trabalho a que so submetidos estritamente os motoristas, cobradores, fiscalizao de campo e afins nos servios de operao de veculos rodovirios, empregados no setor de transporte coletivo de passageiros, mantida a mesma remunerao e concedidos intervalos para descanso menores e fracionados ao final de cada viagem, no descontados da jornada.

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    No concedido o intervalo de refeio No observado o intervalo interjornadaO empregador ter que remunerar o perodo correspondente com um acrscimo de 50% (art. 71, 4, CLT)OJ 307, SDI-I, TSTHoras extrasS. 110, TST / OJ 355, SDI-I, TSTNATUREZA SALARIAL OJ 354, SDI-I, TSTNOVA SMULASET/2012

    RESPONSABILIDADE CIVILAULA 1

    OJ 342, SDI-, TST - INTERVALO INTRAJORNADA PARA REPOUSO E ALIMENTAO.APLICAO DO ART. 71 DA CLT.

    I Aps a edio da Lei n 8.923/94, a noconcesso total ou a concesso parcial do intervalo intrajornada mnimo, para repouso e alimentao a empregados urbanos e rurais, implica o pagamento total do perodo correspondente, e no a

Recommended

View more >