ESCOLA BRASILEIRA DE MEDICINA CHINESA ... ... Acupuntura sistأھmica da Medicina Chinesa (MC) durante

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of ESCOLA BRASILEIRA DE MEDICINA CHINESA ... ... Acupuntura sistأھmica da Medicina Chinesa (MC)...

  • ESCOLA BRASILEIRA DE MEDICINA CHINESA – EBRAMEC

    CURSO DE FORMAÇÃO INTERNACIONAL EM ACUPUNTURA

    CLEITON MARQUES MONTEIRO

    TRATAMENTO DE PÓLIPO

    NA VESÍCULA BILIAR PELA MEDICINA CHINESA

    SÃO PAULO

    2016

  • CLEITON MARQUES MONTEIRO

    TRATAMENTO DE PÓLIPO

    NA VESÍCULA BILIAR PELA MEDICINA CHINESA

    Trabalho de Conclusão de Curso de formação em

    Acupuntura apresentado à EBRAMEC - Escola

    Brasileira de Medicina Chinesa, sob orientação do (a)

    Prof. Fabio Fonseca e Co-Orientação Dr. Reginaldo

    De Carvalho Silva Filho.

    SÃO PAULO

    2016

  • CLEITON MARQUES MONTEIRO

    TRATAMENTO DE PÓLIPO

    NA VESÍCULA BILIAR PELA MEDICINA CHINESA

    BANCA EXAMINADORA

    ___________________________________

    ___________________________________

    ___________________________________

    Fabio Fonseca

    ORIENTADOR

    Dr. Reginaldo De Carvalho Silva Filho

    Co-Orientador

    Cleiton Marques Monteiro

    São Paulo, ____ de _____________de ___

  • RESUMO

    INTRODUÇÃO

    É denominado pólipo vesicular quando uma lesão projeta-se da parede vesicular para o interior da

    Vesícula Biliar (Dan). O diagnóstico de pólipo vesicular aumentou muito devido ao elevado uso da

    ultrassonografia abdominal. São diagnosticados em cerca de 5% da população em geral.

    Na medicina ocidental é tratado na maioria dos casos com cirurgia, na Medicina Chinesa (MC) não

    encontra- se literatura a respeito.

    OBJETIVO

    O presente estudo de caso visa iniciar uma discussão no âmbito da Medicina Chinesa (MC) de

    como essa patologia ocidental pode ser tratada com os seus conceitos, especialmente por se tratar de

    uma patologia assintomática.

    MÉTODO

    Acupuntura sistêmica da Medicina Chinesa (MC) durante 14 semanas uma vez por semana seção de

    40 minutos.

    RESULTADO

    Por se tratar de uma patologia assintomática para obter-se o resultado foi necessário a paciente fazer

    exame de ultrassonografia abdominal, no qual foi constatado que não houve alteração no quadro da

    patologia com o tratamento efetuado.

    CONCLUSÃO

    O tratamento usado com Acupuntura com esta seleção de pontos escolhidas para o caso em questão

    não se mostrou eficaz para tratar a patologia ocidental de Pólipo na Vesícula Biliar(Dan).

    Palavras Chaves: Assintomática, Medicina Chinesa, Pólipo, Vesícula Biliar(Dan).

  • SUMMARY

    INTRODUCTION

    Is called when an injury vesicular polyp protrudes vesicular wall into the gallbladder. The diagnosis

    of vesicular polyp greatly increased due to the high use of abdominal ultrasound. Are diagnosed in

    about 5% of the general population.

    Western medicine is treated in most cases with surgery, in Chinese medicine (CM) is not about

    literature.

    GOAL

    This case study aims to start a discussion in the context of Chinese medicine (CM) as this Western

    pathology can be treated with their concepts, especially because it is a pathology asymptomatic.

    METHOD

    Systemic Acupuncture of Chinese medicine (CM).

    RESULT

    Because it is a pathology asymptomatic to obtain the result was necessary the patient take

    abdominal ultrasound, in which it was found that there was no change in the context of the disease

    with the treatment.

    CONCLUSION

    The treatment used with Acupuncture with this selection of points chosen for the case in question

    was not effective for treating Western pathology of Polyp on Gallbladder.

    Keywords: asymptomatic, traditional Chinese medicine, polyp, gallbladder.

  • SUMÁRIO

    1- INTRODUÇÃO .........................................................................................................PAG.- 7

    2- MATERIAIS E MÉTODO.........................................................................................PAG.- 8

    3- APRESENTAÇÃO DO CASO .................................................................................PAG.- 9

    4- ANALISE DO CASO ..............................................................................................PAG.- 13

    5- BASE DE TRATAMENTO .....................................................................................PAG.- 13

    6- SELEÇÃO DE PONTOS .........................................................................................PAG.- 13

    7- CONCLUSÃO .........................................................................................................PAG.- 16

    8- REFERÊNIAS BIBLIOGRÁFICAS ........................................................................PAG.- 17

  • 7

    1-INTRODUÇÃO

    É denominado pólipo vesicular quando uma lesão projeta-se da parede vesicular para o

    interior da Vesícula Biliar (Dan). O diagnóstico de pólipo vesicular aumentou muito devido ao

    elevado uso da ultrassonografia abdominal.

    Os pólipos vesiculares são denominados de benignos ou malignos. Os benignos são classificados

    em: pseudotumores (pólipos de colesterol, pólipos inflamatórios; colesterolose e hiperplasia);

    tumores epiteliais (adenomas) e tumores mesenquimatosos (fibroma, lipoma, Hemangioma). Os

    malignos são os carcinomas da Vesícula Biliar(Dan). Os pólipos inflamatórios são pouco

    frequentes. Consistem numa reação inflamatória local de proliferação epitelial, com infiltrado de

    células inflamatórias, estando associada muitas vezes a colecistite crônica.

    O adenoma, apesar de ser um pólipo benigno, pode ter um comportamento pré-maligno.

    Esta é uma lesão habitualmente solitária, pediculada e pode estar associada à litíase vesicular.

    Devido ao mau prognóstico do carcinoma da vesícula biliar (Dan), é importante diferenciar entre

    um pólipo benigno e um pólipo maligno ou pré-maligno, de forma a proporcionar um tratamento

    adequado.

    O significado das lesões polipóides da vesicular biliar não é muito entendido pela maioria

    dos médicos e por isso a conduta nessas lesões é controversa.

    Habitualmente, os pólipos com mais de um cm de diâmetro são removidos cirurgicamente devido

    ao risco de malignização, sendo que os pacientes com pólipos menores necessitam de seguimento e

    diversas ultrassonografias de controle. Distinguir entre lesões não-neoplásicas, neoplásicas e lesões

    potencialmente malignas tem sido o grande desafio diagnóstico.

    Geralmente, pólipos menores que um cm e assintomáticos são seguidos por 6 a 12 meses

    com ultrassonografias de controle para estudar um possível crescimento rápido dessas lesões.

    Alguns estudos, no entanto, demonstraram que somente o diâmetro do pólipo não é um critério

    seguro de exclusão neoplásica. Um estudo demonstrou que 52,6% dos pólipos vesiculares menores

    que um cm eram lesões pediculadas neoplásicas.Sugiyama et al reportaram que aproximadamente

    30% dos pólipos entre 11 e 15 mm eram de colesterol. A colecistectomiavideolaparoscópica é o

    tratamento considerado padrão-ouro no tratamento dos pólipos não-neoplasicos. (Elias JirjossIlias)

    Na Medicina Chinesa (MC) não foi encontrada literatura desta mesma patologia ou uma

    síndrome que possa ser feita a relação.

    No estudo de caso em questão foram usados pontos de harmonização da Víscera Vesícula Biliar

    (Dan) e do órgão relacionado Fígado (Gan), os Acupontos foram agulhados com estimulo somente

    para harmonização e movimentação do Qi em seus canais principais e unitário, optou-se por este

    procedimento por falta de sintomas mais característicos de deficiência ou excesso.

  • 8

    2- MATERIAIS E MÉTODO

    Para a realização do estudo foram utilizados os materiais abaixo:

    Agulhas descartáveis de aço de 0,25 x 40 mm

    Algodão

    Álcool 70% para fazer a assepsia e o mesmo tipo de Algodão Seco para limpeza de

    sangramento do ponto caso necessário.

    Fita Hipoalergênica

    Maca

    Fita hipoalergênica para imobilizar as agulhas aplicadas nos pontos B 19 (Danshu), para que

    a paciente pudesse deitar-se com maior conforto e segurança, todos os materiais foram

    transportados em bandeja de inox.

    A paciente foi posicionada em Maca recoberta por lençol, deitando-se em decúbito dorsal

    Foram utilizados para a pesquisa livros, artigos, sites e materiais de apoio relacionados com

    a Medicina Chinesa.

  • 9

    3- APRESENTAÇÃO DO CASO

    Mulher 48 anos

    Diagnostico medico ocidental : Pólipo na vesícula biliar

    Paciente descobriu a patologia fazendo exames de checkup, onde numa ultrassonografia

    abdominal foi constatado a presença de Pólipo na vesícula biliar (Dan), pelo tamanho do pólipo ser

    de 0,42mm (exame 1) foi orientada a fazer novo exame depois de quatro messes para

    acompanhamento, no segundo exame o mesmo aparece com o tamanho de 0,3mm (exame 2), o que

    não caracteriza uma redução p