O OLHAR DO VISITADOR NO DIAGNÓSTICO PRECOCE DAS DEFICIÊNCIAS

  • View
    213

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of O OLHAR DO VISITADOR NO DIAGNÓSTICO PRECOCE DAS DEFICIÊNCIAS

  • O OLHAR DO VISITADOR NO DIAGNSTICO PRECOCE DAS DEFICINCIAS

  • Estratgias de abordagem utilizadas no PIM

    Visita domiciliar

    Grupos de gestantes e crianas

    Visitas de acompanhamento

  • O trabalho do Visitador

    Visitador a pessoa que atua diretamente com as gestantes, famlias e/ou cuidadores e suas crianas, nas comunidades vinculadas ao Programa, por meio de atividades especficas.

    Visitao domiciliar As famlias recebem orientaes semanais visando promoo das habilidades/capacidades das crianas e/ou gestantes, em seu contexto cultural, sendo incentivadas a valorizar as potencialidades de seus filhos e a ficarem alertas para as suas dificuldades, alm de promover o cuidado adequado

  • A visita domiciliar favorece:

    escuta qualificada ao usurio (gestante);

    identificar possveis dificuldades e assim levar a demanda para o representante do Grupo Tcnico Municipal da Sade, que encaminhar a unidade de sade;

    o estabelecimento de vnculo entre o servio e a comunidade.

  • Estratgia utilizada para orientar e potencializar as famlias e/ou cuidadores, para que promovam atividades de estimulao com vistas ao desenvolvimento integral da criana, desde a gestao.

    A identificao de demandas que possam interferir no desenvolvimento da criana, devero ser encaminhadas e articuladas junto rede de servios.

  • Articulao com a rede

    Triagem Neonatal

    Atravs do trabalho dos Visitadores possvel:

    ampliar a capacidade da UBS/ ESF de agir na comunidade e nos domiclios (responsvel pela coleta da amostra e entrega dos resultados)

    acompanhar as gestantes mais de perto, tendo assim, uma maior ligao com a unidade de sade.

    Auxiliar na busca e localizao do beb.

  • Para que a triagem neonatal atinja seu principal objetivo, que a preveno das sequelas, necessrio um trabalho de base.

    Primeiro - a informao deve ser amplamente divulgada para as gestantes, atravs dos mtodos de abordagem: visita domiciliar, grupos de gestantes, visitas de acompanhamento e materiais de apoio/guia da gestante

    Segundo que as gestantes saibam o que esto prevenindo;

    Terceiro - que saibam como prevenir.

  • Diagnstico inicial da Criana

    No PIM, a captao realizada com famlias com crianas na faixa etria de zero a cinco anos.O Visitador realiza inicialmente o preenchimento do Censo, Caracterizao e Diagnstico, composto por formulrios que nos fornecer o diagnstico da famlia.

  • Formulrios

  • Formulrio CPermite traar o perfil da criana atendida pelo Programa Primeira Infncia Melhorquanto aos aspectos de sade, relacionamentos, rotinas e hbitos;Possibilita acompanhar a qualidade da ateno que esta criana est recebendo.Identifica aspectos da convivncia da criana com sua famlia. Caracteriza a convivncia familiar da criana, juntamente com os demais dados contidos neste instrumento;Auxilia o trabalho do PIM com a famlia, no sentido de torn-lo o mais adequado possvel ao seu cotidiano, respeitando sua cultura, hbitos e experincias

    Observao: Deve ser preenchido pelo Visitador, atravs de entrevista junto a um adulto cuidador da criana. Para cada criana, dever ser preenchido um formulrio, tendo em vista a singularidade do relacionamento com sua famlia. .

  • No formulrio C, temos uma pergunta (26) que nos ajuda na identificao da criana com deficincia:

    Se sim, qual a deficincia? auditiva, fsica, intelectual, visual e mltipla.

  • O acompanhamento dos ganhos das crianas e famlias atendidas realizado, a partir de indicadores do Desenvolvimento Infantil - Tabela de ganhos por faixa etria- complementado por parecer descritivo.As crianas com diagnstico de deficincia so acompanhadas atravs de parecer descritivo trimestral.Toda ao construda e acompanhada com suporte da rede, que j esta atendendo esta criana.A famlia orientada para acompanhar os ganhos de sua criana.

  • Total de crianas ativas cadastradas no SISPIM em 20/08/2015 22.041Crianas atendidas p/ PIM com deficincia

  • Total de crianas ativas cadastradas no SISPIM em 28/09/2011 22.041Identificao p/ deficincia

  • Vdeo de 16 de novembro

  • Prmio Salvador Clia - 2013

  • ********************************************