Click here to load reader

OS EFEITOS DA REFLEXOTERAPIA PODAL E DA AURICULOTERAPIA · PDF file 3 A auriculoterapia trata-se de método terapêutico em que o pavilhão auricular é utilizado para aliviar dores

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of OS EFEITOS DA REFLEXOTERAPIA PODAL E DA AURICULOTERAPIA · PDF file 3 A auriculoterapia...

1

___________________________

*Artigo apresentado como trabalho de concluso de curso de Naturologia Aplicada da Universidade do Sul de

Santa Catarina, como requisito parcial para obteno do ttulo de Bacharel. Orientadora: Professora Graciela

Mendona de S. Medeiros, Especialista em Medicina Tradicional Chinesa.

**Acadmica da 9 fase do Curso de Naturologia Aplicada da Universidade do Sul de Santa Catarina

UNISUL. E-mail: [email protected]

OS EFEITOS DA REFLEXOTERAPIA PODAL E DA AURICULOTERAPIA NA

REDUO DA DOR LOMBAR EM POLICIAIS RODOVIRIOS FEDERAIS*

Daiane Cenci**

Graciela Mendona da Silva de Medeiros

RESUMO: Este estudo teve como objetivo verificar o efeito da reflexoterapia podal isolada e

associada auriculoterapia. Ambas as terapias so utilizadas para aliviar dores em geral,

disfunes orgnicas e/ou emocionais. Participaram efetivamente da pesquisa, 15 (quinze)

policiais rodovirios que tinham dores na regio lombar. Foram divididos em trs grupos de

cinco participantes, os quais receberam atendimento uma vez por semana, ao longo de quatro

encontros. Cinco policiais receberam tratamento de reflexoterapia podal, outros cinco

receberam tratamento de auriculoterapia associado reflexoterapia podal e os demais fizeram

parte do grupo controle. Antes do primeiro atendimento e aps o ltimo, foi utilizado o

questionrio Oswestry para avaliar a incapacidade causada pela dor lombar. J a intensidade

da dor foi medida antes e aps cada atendimento, pela escala facial de dor Wong-Baker.

Considera-se que a reflexoterapia e a auriculoterapia associada reflexoterapia possuem

resultados semelhantes quanto reduo da intensidade da dor, entretanto, a associao das

duas tcnicas proporcionou estabilidade dos sintomas entre uma sesso e outra, realizando o

efeito mantenedor dos estmulos atravs da auriculoterapia.

Palavras-chave: Reflexoterapia. Auriculoterapia. Dor Lombar. Polcia Rodoviria Federal.

1 INTRODUO

A Polcia Rodoviria Federal (PRF) foi criada, no Brasil, em 24 de julho de 1928,

atravs do Decreto n 18.323, com a denominao inicial de Polcia das Estradas. um

rgo permanente, organizado, mantido pela Unio e estruturado em carreira. Destina-se, na

forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das rodovias federais (BRASIL, 1988).

Desde 1991 este rgo pblico integra a estrutura organizacional do Ministrio da

Justia, como Departamento de Polcia Rodoviria Federal (DPRF), que tem por misso

fiscalizar diariamente mais de 61 mil quilmetros de rodovias e estradas federais

(DEPARTAMENTO DE POLCIA RODOVIRIA FEDERAL, 2012).

2

Para cumprir seus deveres, o policial rodovirio federal enfrenta diversas

situaes insalubres e perigosas1, mantendo-se em constante estresse fsico e psquico ao

longo da sua jornada de trabalho.

Segundo a Organizao Mundial do Trabalho OMT (1997) e reconhecido pela

Organizao Mundial da Sade OMS (2000), policiais e seguranas tm a profisso mais

estressante do mundo. Em seguida, vm os motoristas de nibus e controladores de voo

(SILVA, 2009; DEPARTAMENTO DE POLCIA RODOVIRIA FEDERAL, 2009).

Vrias pesquisas tm buscado compreender as relaes de trabalho e sade do

policial sob diversas perspectivas, sendo consenso que as condies de trabalho so

determinantes dos modos de viver e adoecer e influenciam diretamente na sua sade fsica,

mental e social (SIMES; MARQUES; ROCHA, 2010).

Um dos fatores que potencializam o desgaste fsico do policial a crescente

quantidade de equipamentos que precisa portar junto ao corpo, a todo instante. De acordo com

Silva (2009), esses equipamentos acarretam um aumento de peso total da ordem de 10.454

Kg, sendo a maior carga distribuda na coluna vertebral, em especial na regio lombar.

A ocorrncia da dor lombar na populao mundial to grande que Albuquerque

(2008) a considera epidemia. So inmeras as circunstncias que contribuem para o

desencadeamento e cronificao das sndromes dolorosas lombares, entre elas: alteraes

psicossociais, insatisfao laboral, obesidade, realizao de trabalhos pesados, sedentarismo,

sndromes depressivas, litgios trabalhistas e hbitos posturais (CECIN, 2001).

Atualmente, as cincias da sade vm oferecendo uma gama diversificada de

tcnicas e formas de tratamento que possibilitam a melhora significativa ou a cura total da dor

lombar, dentre elas esto a reflexoterapia e a auriculoterapia.

A reflexoterapia a aplicao da reflexologia, (esta estuda os efeitos reflexos no

organismo humano). Alm de identificar a existncia de distrbios, a reflexoterapia tambm

se prope a trat-los atravs de manipulaes sobre as reas reflexas especficas, permitindo

ao crebro detectar, com maior eficincia possvel, problemas no organismo e assim iniciar o

processo de homeostase (LOURENO, 2002).

1 Atividades insalubres so aquelas que, por sua natureza, condies ou mtodos de trabalho, expem o servidor pblico a agentes nocivos sade, acima dos limites de tolerncia fixados em razo da natureza e da intensidade

do agente e do tempo de exposio aos seus efeitos. Atividades perigosas so aquelas que, por sua natureza,

condies ou mtodos de trabalho, expem o servidor pblico a substncias inflamveis, explosivas ou

radioativas, em condies de risco acentuado vida (DEPARTAMENTO DE POLCIA RODOVIRIA

FEDERAL, 2012).

3

A auriculoterapia trata-se de mtodo teraputico em que o pavilho auricular

utilizado para aliviar dores em geral, disfunes orgnicas e emocionais. Esta constitui uma

parte importante da Medicina Tradicional Chinesa, sendo atualmente um ramo na

especialidade da acupuntura (OLESON, 2002; SANTOS, 2003; GARCA, 1999). O pavilho

auricular est estreitamente relacionado com um grande nmero de pontos reflexos nervosos

que se comunicam expressamente a atividade funcional de todo organismo (GARCA, 1999).

Na Naturologia Aplicada2 o procedimento de aplicao da auriculoterapia feita no sentido

de intensificar e/ou prolongar os efeitos das prticas naturais mantendo o estmulo at a sesso

seguinte.

A maioria destas tcnicas possui comprovao emprica e milenar, sendo

utilizadas pelas culturas mais antigas e tradicionais do mundo. Entretanto, faz-se necessrio

introduzir esse campo no mundo cientfico, realizando pesquisas que comprovem a sua

efetividade.

Esta pesquisa constatou que os efeitos da reflexoterapia isolada e reflexoterapia

associada auriculoterapia so significativos, porm o efeito mais imediato quando estas

tcnicas so utilizadas em conjunto. Alm disso, foi possvel verificar que a reflexoterapia

associada auriculoterapia prolongou o estmulo teraputico e estabilizou os sintomas de dor

lombar de policiais rodovirios federais.

2 MTODO

A pesquisa teve carter preponderantemente quantitativo, pois aplicou tcnicas

estatsticas, utilizando questionrios para avaliar os efeitos da reflexoterapia podal e da

auriculoterapia na reduo da dor lombar em PRFs. Durante a aplicao da pesquisa e na

anlise dos resultados, este estudo apresentou algumas caractersticas descritivas, buscando o

entendimento do fenmeno como um todo e na sua complexidade, classificando esta pesquisa

com carter ligeiramente qualitativo (GODOY, 1995). A pesquisa classificou-se como

explicativa e experimental, devidos a constatao de fatores que determinaram ou que

contriburam para a ocorrncia da dor lombar em policiais, alm de investigar hipteses para o

esclarecimento da relao de causa-efeito quando tratados com reflexoterapia podal e

auriculoterapia. A pesquisa tambm apresentou natureza de temporalidade longitudinal,

2 A Naturologia Aplicada um campo da rea da sade que prope o cuidado ao Ser partindo de uma viso

integral deste com a inteno de promover, manter e recuperar a sade, a qualidade de vida e a integrao do ser

humano ao meio em que vive (HELLMANN; WEDEKIN; 2008).

4

devido a coleta de dados com o mesmo grupo de policiais (MARCONI; LAKATOS, 2004;

CHIZZOTTI, 2003; GIL, 2002; APPOLINRIO, 2006).

Esta pesquisa baseou-se na Resoluo 196/96 do Conselho Nacional de Sade por

possuir como unidade experimental seres humanos. O projeto foi aprovado pelo Comit de

tica e Pesquisa (CEP) da UNISUL, registro/ cdigo: 12.126.4.06.III e teve como norteadores

os princpios da biotica.

A divulgao do convite para participao voluntria ocorreu atravs de envio

por endereo eletrnico e por aposio de cartazes nas unidades da PRF, ambos com anuncia

da seo de recursos humanos daquele rgo.

Os critrios de incluso foram:

a) ter entre 25 e 65 anos;

b) ter dor lombar constante h pelo menos 1 semana;

c) assinar o termo de consentimento livre e esclarecido;

d) preencher o Questionrio Oswestry de incapacidade por dor lombar

(Disponvel em: ), onde, para prosseguir na pesquisa, a somatria deveria ser igual ou superior

a 10 pontos;

e) preencher a Escala

Search related