Manual etiqueta-sustentavel-30-2011

  • View
    225

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

manual-etiqueta-sustentavel-30-2011

Text of Manual etiqueta-sustentavel-30-2011

  • 1. Manual deEste material parte integrante das revistas Claudia, Contigo, National Geographic Brasil, Superinteressante, Veja e Viagem e Turismo dos meses de junho e julho de 2011 e no pode ser vendido separadamente. Etiqueta 65 ideias para enfrentar o aquecimento global e outros desafios da atualidadeGuia prtico das lmpadasde maior eficinciae menor preoOs peixes bons de comere os que devem serdeixados no marComo utilizar a internetPara tornar sua vidaverde e tranquilaO futuro a gente faz agora www.planetasustentavel.com.br

2. O movimento No existe almoo de graa, Os objetivos so: atenuar as gosta de repetir o economista mudanas climticas, pre- e ambientalista Srgio Bes- servar a diversidade biol- serman ao definir em suas gica, combater a poluio palestras a sustentabilidade. das guas e promover o de- O problema esse. Gastamos senvolvimento econmico. os recursos naturais rpido A chave da participao es- demais e polumos alm do t na inovao. Levar a vida suportvel. A nica manei-de modo criativo em casa, ra de pagar essa conta, ago-na empresa, na escola e na ra, organizar a produorua. No ruim, no. di- e o consumo de forma ino- vertido sair da rotina. Veja vadora. Quem vai faz-lo? como faz-lo nas dicas a A resposta todos gover- seguir. Como mostra a ban- nos, empresas, fazendas,da Pato Fu, em evento do ONGs e mesmo indivduos.P laneta Sustentvel , a m- A proposta deste Manualsica faz parte. de Etiqueta 3.0 oferecer dicas de como voc pode fazer FOTOS: ruy hizatugu parte deste movimento pla- Matthew Shirts netrio para colocar as con- Coordenador editorial, tas da humanidade em dia.Planeta Sustentvel Expediente Manual de Etiqueta uma publicao do movimento Planeta Sustentvel e da Editora Abril. Publisher: Caco de Paula. Coordenador: Matthew Shirts. Gerncia de marketing e comunicao: Caio Coimbra. Gerncia de contedo para web: Mnica Nunes. Colaboraram nesta edio: Chiaki Karen Tada, Rodrigo Gerhardt, Afonso Capelas Jr. e Luiza Caires (texto). Arte: MondoYumi. Reviso: Ktia Shimabukuro. Site: Dbora Spitzcovsky, Ana Luiza Vastag, Marina Franco, Flvio Oota, Mrcio Sartorello, Cristina Catussatto e Ana Teixeira. Marketing: Priscila Perasolo, Caroline Rgo, Camila Silveira, Carolina Lewin, Ione Bonfim e Rafael de Almeida. Agradecimentos: Carolina Bertozzi, Evaristo E. de Miranda, Gabriel Feriancic, Helio Mattar, Ladislau Dowbor, Liana John, Luciano Candisani, Marina Carlini, Renato Caleffi, Tasso Azevedo, Thiago Carrapatoso e Thiago Guimares. 3. clima Todos podem fazer sua parte Mudanas no clima so nosso maior desafio. Influem na oferta de gua e qualidade do solo, na biodiversidade e na degradao dos oceanos e alteram a maneira como vivemos. Se a temperatura do planeta subir alm de 2 C, nossa vida ficar mais difcil. Ou, no mnimo, diferente do que hoje. Ela j subiu 0,6 C. A TERRA MAIS QUENTE14,6 Temperatura mdia da superfcie terrestre (C) 14,3A temperaturaFonte: Nasa/ Earth Policy Institute 14,2no planeta est14,114,0 0,6 C acima da13,9 mdia histrica,13,8 de 14 C. A ltima13,8 dcada foi a mais quente desde o incio da medio, no sculo 19.1880 1900192019401960 1980 2000 2010 O ch Assam, da ndia, perdeu a intensidade do sabor Em 2010, na Olimpada de e produtividade. Na Colmbia, colhem-se menos gros do Inverno, em Vancouver, foi seu caf gourmet. Na Europa e na Amrica do Sul, os pro- preciso trazer neve de outras dutores de vinho procuram novas variedades de uva. Essas regies. Estaes de esqui culturas so sensveis s alteraes de clima. esto ameaadas. Mais chuvas e em altaChuvas fortes e secas A faixa de areia nas intensidade levam mais intensas comprometem apraias de ilhas paradisacas e sedimentos a rios, lagos e produo das hidreltricas: cidades beira-mar diminui reservatrios. Isso requer ou preciso abrir as com-a cada ano, com a elevao esforo maior no trata-portas dos reservatrios, oudo nvel do mar, atingindo mento da gua. surge o medo do apago. moradores e turistas. preciso mudar hbitos para reduzir o impacto do nosso estilo de vida no planeta.Governos buscam acordos mundiais; empresas estudam como produzir mais com menos;voc faz o mesmo ao consumir, descartar e se locomover de forma responsvel. 1972 A sustentabilidade vira Conferncia da ONU sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, Sucia. a primeira uma questo globala abordar os aspectos polticos, sociais e econmicos dos problemas ambientais. 4. DIGITALCaia na realFerramentas da internet e aplicativos para celular so aliados da sustentabili-dade. Coloque-a em prtica com essa seleo: todos funcionam para o Brasil.Waterprint_ Este aplicativo calcula os gastos com www.googlemaps.comgua em quatro categorias de bens: alimentos, bebi- Traa rotas para chegar adas, produtos e itens domsticos. Na App Storeum destino de carro, de ni-bus, a p ou de metr, almFuel_ Alm de dicas sobre consumo de combustveis,de estimar o tempo que vocpermite armazenar o histrico de abastecimentos e vai levar no trajeto.calcular o consumo do automvel. Na Ovi Lojawww.caronetas.com.brEddy_ Jogo educativo sobre coleta seletiva e des- Estimula a carona entretinao correta do lixo, que mostra como manter a funcionrios de empresasfloresta preservada e limpa. Na Ovi Lojana cidade de So Paulo.O sistema organizado porSocial Bike_ Andar de bicicleta pode ficar mais fcil.diversas ferramentas e ca-Este aplicativo registra rotas, informa velocidade e dis- dastro que garantem segu-tncia percorrida, fornece dicas de trnsito e seguran- rana e controle.a e permite compartilhar fotos e vdeos do passeio.Na App Storewww.freecycle.org uma comunidade on-linede troca de objetos entreusurios, que rene gruposem mais de 5 mil cidades.www.projectnoah.orgAjude os cientistas a do-cumentar a biodiversidade.Por meio de aplicativos paracelular, possvel colocar Baixe o aplicativo Aves do Brasil - Mata Atlntica fotos de plantas e animais gratuitamente, em junho e julho de 2011. Veja detalhes no site do Project Noah. em: http://abr.io/aves_app. 1985 a 19951987 A Mata Atlntica perde maisPublicao do Relatrio Nosso Futuro de 1 millho de hectares entre Comum da ONU, conhecido como So Paulo e Santa Catarina.Relatrio Brundtland, que defineo conceito de desenvolvimento sustentvel. 5. inovaoA revanche dos nerdsUm mundo sustentvel depende de invenes que ofeream cada vez maiscom cada vez menos. A imaginao e a tecnologia no tm limites. Acom-panhe as tendncias e mantenha sua mente aberta para incorporar novidadesque podem transformar seus hbitos.O VECULO ELTRICO j uma realidade comercial noSUBSTITUA O SABO e oexterior com o Nissan Leaf. amaciante na lavadora pelaARMAZENE 2 mil LITROS Destaque em 2011, esse hatchEco Laundry Ball. Ela limpade gua da chuva com ode cinco lugares faz 160 km e amacia a roupa gerandotanque Slim, da Fortlev, ins- com uma nica carga e baixa economia no bolso e menospirado em modelos criados emisso de CO2. poluio nas guas.na Austrlia e fcil de insta-www.nissanusa.com www.greenvana.com.brlar em pequenos espaos.www.fortlev.ind.brAS GARRAFAS PET so reci-cladas em fibras para rechearo travesseiro Ecofriendly. Re-MONTAR UM JARDIM na cobertura da casa fcilFOTOS: divulgaovestido de percal 200 fios, com o Ecotelhado, por meio de mdulos. Ele vemcada unidade usa 15 garrafas. equipado com uma placa para autoirrigao.www.altenburg.com.brwww.ecotelhado.com.brem vez DE PLSTICO, o Biocopo feito de papel certificado, uma fonterenovvel, e suporta bebidas quentes e frias. www.fulpel.com.br 1992dezembro 1997 Acontece a Eco-92, no Rio de Janeiro. ratificado o Protocolo de Kyoto, A conferncia da ONU estabelece polticas que estabelece metas de reduo e acordos em mudanas climticas edas emisses de gases de efeito estufa biodiversidade para proteger a vida no planeta. pelas naes industrializadas. 6. PETSCuide dos outros bichos tambmUm bichinho de estimao companhia cada vez mais requisitada. Comtantos gatos e cachorros por a, a responsabilidade do dono vai alm do bem-estar do seu animal e precisa envolver tambm seu impacto sobre o meioambiente e a biodiversidade.Ces e gatos tm gran-de impacto na vida silves- NO LEVE SEUtre local, principalmenteCO A PRAIAS,aves. Mantenha seu bicho cachoeiras, reservasem casa, sobretudo antes e outros recantosdo nascer e do pr do sol, ecolgicos. Almquando h maior movimen- da questo sanitria,tao dos outros animais.ele pode perseguirCuide para que ele no te- outros animais e Mike Theiss/Getty Imagesnha acesso a ninhos. perturbar suas reas de alimentao ou tocas e ninhos. Coc de cachorro no adubo: pode contaminar o solo e a gua. Mesmo em trilhas, praias ou grama, as fezes no devem ser enterradas, mas destinadas ao lixo. E nada Tom And Steve/ Getty Images de largar o saquinho com as fezes no cho ou na rua. Evite os pacotinhos deNunca compre animais rao ou refeies pron-silvestres sem autoriza- tas. Ao optar por sacos o do Ibama, nem solte grandes ou por rao a gra- bichos de cativeiro. A maio- nel, voc economiza dinhei- ria no sobrevive e muitos ro, alm de produzir menostransmitem doenas para lixo porque haver menosa fauna local. Entregue-o embalagem para descartar. a autoridades ambientais. 1999 setembro 2000 A populao mundialSurgem os Objetivos de Desenvolvimento chega a 6 bilhesdo Milnio, conjunto de metas para erradicar de pessoas.problemas como a pobreza e o acesso educao. 7. COMIDA O mar no est para peixe Todos os anos, 78 milhes de toneladas de peixes e frutos do mar so capturados nos mares do mundo, quantidade insustentvel que ameaa astock.xchng REPRODUo vida marinha. Para ajudar a evitar o colapso, varie o cardpio: alm de diminuir a presso sobre as espcies, voc ainda descobrir novos sabores.camaro-branco*CERTIFIC AES PAR A COMPRAR CARNE com origem certificada ou perguntaratum (bonito)PRODUTOS MARINHOS, no aougue quem so os fornecedores evita o consumomanjubapeixe-espada caranguejo-real como o Dolphin Safe e ode produtos que venham de reas desmatadas ilegalmenterobalo* olho-de-boi camaro-de-carapicu Friend of the Sea, ajudam ana Amaznia. O frigorfico JBS-Friboi e a marca Taeq, p