of 44 /44
O Curso Técnico de Informática com Ênfase em Sistemas de Informação terá uma duração de 1 ano e 6 meses distribuídas em 3 Módulos com o 1º SEMESTRE: 380H, 2º SEMESTRE: 480H e 3º SEMESTRE: 400H, com uma CARGA HORÁRIA de 1.200h. e ESTÁGIO SUPERVISIONADO de 240h, obtendo um TOTAL DE CARGA HORÁRIA de 1.440h. conforme a descrição abaixo: 1º SEMESTRE: 380H Metodologia do Trabalho Científico – 40h / 2T; Valores e Ética Sociais – 20h / 1T; Inglês Instrumental – 40h / 2T; Fundamentos de Microinformática – 40h / 2T; Fundamentos de Sistemas Operacionais – 40h / 2T; Fundamentos de Programação – 100h / 5T; Redação Técnica – 40h / 2T; 2º SEMESTRE: 480H Microinformática – 60h / 3T; Aplicação de Sistemas Operacionais – 80h / 4T; Redes de Computadores – 80h / 4T; Linguagem de Programação I – 100h / 5T; Banco de Dados – 60h / 3T; Técnicas de Manutenção de Computadores – 40h / 2T; Analise e Projeto de Sistemas I – 40h / 2T; Educação Ambiental Aplicada a Informática – 20h / 1T. 3º SEMESTRE: 400H Gestão Aplicada a Informática – 40h / 2T; Webdesing – 100h / 5T; Linguagem de Programação II – ORIENTADA A OBJETO – 100h / 5T; Analise e Projeto de Sistemas II – 40h / 2T; Direito Aplicada a Informática – 40h / 2T; Sistemas de Informação – 60h / 3T; Ética Profissional – 20h / 1T. 1

MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

O Curso Técnico de Informática com Ênfase em Sistemas de Informação terá uma duração de 1 ano e 6 meses distribuídas em 3 Módulos com o 1º SEMESTRE: 380H, 2º SEMESTRE: 480H e 3º SEMESTRE: 400H, com uma CARGA HORÁRIA de 1.200h. e ESTÁGIO SUPERVISIONADO de 240h, obtendo um TOTAL DE CARGA HORÁRIA de 1.440h. conforme a descrição abaixo:

1º SEMESTRE: 380H Metodologia do Trabalho Científico – 40h / 2T; Valores e Ética Sociais – 20h / 1T; Inglês Instrumental – 40h / 2T; Fundamentos de Microinformática – 40h / 2T; Fundamentos de Sistemas Operacionais – 40h / 2T; Fundamentos de Programação – 100h / 5T; Redação Técnica – 40h / 2T;

2º SEMESTRE: 480H Microinformática – 60h / 3T; Aplicação de Sistemas Operacionais – 80h / 4T; Redes de Computadores – 80h / 4T; Linguagem de Programação I – 100h / 5T; Banco de Dados – 60h / 3T; Técnicas de Manutenção de Computadores – 40h / 2T; Analise e Projeto de Sistemas I – 40h / 2T; Educação Ambiental Aplicada a Informática – 20h / 1T.

3º SEMESTRE: 400H Gestão Aplicada a Informática – 40h / 2T; Webdesing – 100h / 5T; Linguagem de Programação II – ORIENTADA A OBJETO – 100h / 5T; Analise e Projeto de Sistemas II – 40h / 2T; Direito Aplicada a Informática – 40h / 2T; Sistemas de Informação – 60h / 3T; Ética Profissional – 20h / 1T.

1

Page 2: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

DESENHO CURRICULAR DO CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA

2

Page 3: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Metodologia do Trabalho Cientifico CH: 40 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL:Fornecer ao aluno conhecimentos teóricos fundamentais em metodologia da pesquisa científica.EMENTA:Métodos de abordagem científica. Escolha e delimitação do tema. Construção do problema de pesquisa. Referencial teórico. Construção de hipóteses. Fontes de informação. Formas de coleta de dados. Formas de apresentação dos resultados da pesquisa. Fases de execução da pesquisa.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Viabilizar a aplicação correta de técnicas de estudo. Conhecer a estrutura de trabalhos científicos. Elaborar e executar um projeto de pesquisa. Identificar as etapas da pesquisa científica. Possibilitar a iniciação dos alunos na atividade de produção científica.CONTEÚDO: UNIDADE I: PESQUISA – A BUSCA DE CONHECIMENTO DA REALIDADE: 1.1. O Conhecimento científico e os outros tipos de conhecimento; 1.2. A Natureza da Ciência e o conceito de pesquisa; 1.3. Finalidade e níveis de Pesquisa;1.4. Etapas da Pesquisa Científica; 1.5. A tarefa de investigar a realidade e seus instrumentos auxiliares (resumos, resenha e artigo).UNIDADE II: A REALIZAÇÃO DA PESQUISA PARA A ELABORAÇÃO DO PROJETO2.1. O que é o projeto de pesquisa; 2.2. Estrutura de um projeto: Página de rosto, introdução, objetivo geral e específico, justificativa, metodologia (métodos), cronograma e orçamento.2.3. A Coleta de Dados e os recursos metodológicos (as especificidades de métodos e as técnicas de coleta de dados); 2.4. A Análise dos Dados;2.5. Redação do Relatório de Pesquisa. 2.6. Apresentação Gráfica: Organização das partes e titulação; Disposição do Texto; Citações; Notas de Rodapé; Tabelas; Gráficos e ilustrações.UNIDADE III: A pesquisa bibliográfica.2.1. Tipos de fontes de pesquisa. 2.2. Bases de dados reais e virtuais, a pesquisa em fontes reais (bibliotecas) e virtuais (internet, CD-Rom).2.2.Como fazer uma pesquisa bibliográfica. O uso do livro-texto, CD-ROM, Internet. 2.3. Fichamento dos dados de uma pesquisa bibliográfica, como organizar e arquivar os dados de uma pesquisa bibliográfica.COMPETENCIAS HABILIDADES Pesquisar e obter conhecimento específico e estruturado sobre um assunto preciso. Conhecer elementos teórico-práticos necessários à elaboração de projetos e relatórios. Redigir textos em acordo com a tipologia exigida, primando pela seqüência lógica de idéias, correção, conteúdo interessante.

Conhecer elementos teórico-práticos necessários à elaboração de projetos; Consultar as orientações da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) quanto a digitação, margens, paginação, numeração, espaços, tabelas, ilustrações, citações, notas de rodapé e referências bibliográficas; Obedecer a uma ordenação lógica preestabelecida nos projetos e relatórios; Apresentar oralmente projetos e relatórios,

3

Page 4: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

utilizando recursos audiovisuais disponíveis.REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:JUNG, C. F. Metodologia para pesquisa e desenvolvimento: aplicada a novas tecnologias, produtos e processos. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2004.Bibliografia complementar:ECO, Umberto. Como se faz uma tese. 16.ed. São Paulo: Perspectiva, 2001.Associação Brasileira de Normas Técnicas. Normas ABNT sobre documentos. Rio de Janeiro: ABNT (Coletânea de Normas): 1989 Andrade MM. Introdução à metodologia do trabalho científico. São Paulo-SP: Ed Atlas: 1998 CARMO-NETO. Dionisio Gomes do. Metodologia científica para principiantes. 2 Ed. Bahia: Editora Universitária Americana, 1993.SANTOS, João Almeida e PARRA Filho, Domingos. Metodologia Científica. São Paulo: Futura, 1998.SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: CATY,2000.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Fundamentos de Programação CH: 100 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Fornecer ao aluno conhecimentos teórico e prático para a construção de um sistema lógico, seus componentes fundamentais para a construção do mesmo.EMENTA:Desenvolvimento de algoritmos e programas de computador. Metodologias, técnicas e ferramentas de programação de computadores. Estudo de uma linguagem de programação estruturada.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Interpretar pseudocódigos e algoritmos e outras especificações para codificar programas; Analisar as características dos meios físicos disponíveis e as técnicas de transmissão digital e analógica. Interpretando orientações dos manuais. Organizar atividades de entrada e saída de dados de Sistema de Informação. Identificar as noções fundamentais de Informática. Reconhecer os recursos da informática. CONTEÚDO: 1. Conhecer aos princípios fundamentais da lógica matemática (Álgebra de Boole)2. Compreender a Aplicação das relações entre conjunto e preposições (diagrama de Euler Venn);3. Utilizar Diagrama de Bloco e algorítmo para descrever rotinas de programação4. Utilizar as técnicas de diagramação: árvore de decisão e tabela de decisão;5. Criação de rotinas em linguagem de programação.COMPETENCIAS HABILIDADES Interpretar pseudocódigos e algoritmos e outras especificações para codificar programas; Analisar as características dos meios físicos disponíveis e as técnicas de transmissão digital e analógica. Interpretar orientações dos manuais. Organizar atividades de entrada e saída de dados de Sistema de Informação. Identificar as noções fundamentais de Informática. Reconhecer os recursos da informática.

Adequar programas as necessidades do usuário; Utilizar adequadamente os recursos de hardware dos computadores. Elaborar e executar casos e procedimentos de testes de programas; Identificar e utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resolução de problemas, analisando seu funcionamento. Interpretar e executar orientações dos manuais dos equipamentos e do sistema operacional. Conhecer as noções de informática.

4

Page 5: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

Utilizar os recursos de informática.REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:GUIMARÃES A. M.; LAGES N. A. C. Algoritmos e estruturas de dados. Rio de Janeiro: LTC, 1994.MANZANO J. A. N. G.; OLIVEIRA J. F. O. Algoritmos: lógica para desenvolvimento de programação de computadores. 14.ed. São Paulo: Érica, 2002.Bibliografia complementar:KERNINGHAN, B. W. Prática da programação. Rio de Janeiro: Campus, 2000.SCOTT, M. L. Programming language pragmatics. [S.I]: Morgan Kaufmann, 1999.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Fundamentos de Sistemas Operacionais CH: 40 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Construir no aluno o entendimento dos sistemas operacionais, dispositivos de E/S, gerenciamento de memória, de processos e a interação desses dispositivos com a camada de aplicação, buscando o melhor desempenho do sistema.EMENTA:O histórico, o conceito e os tipos de sistemas operacionais. A estrutura de sistemas operacionais. Gerenciamento de memória. Memória virtual. Conceito de processo. Gerência de processador: escalonamento de processos, monoprocessamento e multiprocessamento. Concorrência e sincronização de processos. Alocação de recursos e deadlocks. Gerenciamento de arquivos. Gerenciamento de dispositivos de entrada/saída.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Compreender o papel de um Sistema Operacional no gerenciamento dos dispositivos dos computadores. Discutir conceitos de Sistemas Operacionais: tipos, estruturas, processos, sistemas em lote, dentre outros. Conhecer os principais sistemas operacionais disponíveis no mercado, visualizando as vantagens e desvantagens de cada um. Inserir conceitos básicos de Sistemas Operacionais, inclusive os Sistemas Operacionais Abertos. CONTEUDO: 1) Conceitos Básicos . Introdução . Máquina de níveis . Histórico 2) Conceitos de hardware e software . Hardware: CPU, Clock, registradores, memória principal, memória secundária, dispositivos de E/S, barramento, pipelining, ativação/desativação do sistema, arquitetura RISC/CISC. . Software: Tradutor, interpretador, linker, loader, depurador, linguagem de controle, linguagem de máquina -microprogramação 3) Tipos de Sistemas Operacionais . Introdução . Estrutura do Sistema Operacional: - Sistemas Monolíticos - Sistemas em camadas - Sistemas Cliente-Servidor . Sistemas Monoprogramáveis / Monotarefas . Sistemas Multiprogramáveis / Multitarefa - Sistemas Batch - Sistemas de tempo compartilhado - Sistemas de tempo real

5

Page 6: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

. Sistemas com Múltiplos Processadores

. Sistemas fortemente aciplados - Sistemas assimétricos e simétricos - Multiprocessamento - Processamento vetorial - Processamento paralelo - Organização funcional . Sistemas fracamente acoplados - Sistemas operacionais de rede - Sistemas operacionais distribuídos - Sistemas multiprogramáveis . Introdução . Interrupção e exceção . Operações de entrada saída . Buffering . Spooling . Reentrância . Proteção do Sistema 4) Processo . Introdução . Modelo de processo - Contexto de hardware - Contexto de software - Espaço de endereçamento . Estados do processo . Mudanças de estado do processo . Subprocesso e Thread . Processos do Sistema . Tipos de processo 5) Comunicação entre processos . Introdução . Especificação de concorrência entre programas Problemas de compartilhamento de recursos . Solução para os problemas de compartilhamento . Problemas de sincronização - Velocidade de execução dos processos - Starvation - Sincronização condicional . Soluções de hardware - Semáforos - Monitores - Troca de mensagens . Deadlock - Prevenção de deadlock - Detecção de deadlock - Correção de deadlock 6) Gerência do processador . Introdução . Critérios de escalonamento . Escalonamento não-preemptivo . Escalonamento preemptivo . Escalonamento com múltiplos processadores 7) Gerência de memória . Introdução . Alocação contígua simples . Alocação particionada

6

Page 7: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

. Swapping

. Memória virtual 8) Sistemas de arquivos . Introdução . Arquivos: organização, métodos de acesso, operações de E/S, atributos . Diretórios . Alocação de espaço em disco . Proteção de acesso . Implementação de caches 9) Gerência de dispositivos . Introdução . Operações de Entrada e Saída . Subsistema de entrada e saída . Device drivers . Controladores . Dispositivos de entrada/saída . Outros dispositivos COMPETENCIAS HABILIDADES Conhecer os conceitos básicos de informática; Verificar o coreto funcionamento dos equipamentos s software do sistema de informação; Analisar os serviços e funções do sistema operacional, utilizando suas ferramentas e recursos em atividades de configuração manipulação de arquivos e outros; Analisar as características dos meios físicos disponíveis e as técnicas de transmissão digital e analógica. Selecionar o sistema operacional de acordo com as necessidades do usuário. Identificar as noções fundamentais de Informática. Reconhecer os recursos da informática. Interpretando orientações dos manuais.

Adequar programas as necessidades do usuário; Utilizar adequadamente os recursos de hardware dos computadores. Adequar programas e sistema operacional às necessidades do usuário; Elaborar e executar casos e procedimentos de testes de programas; Identificar e utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resolução de problemas, analisando seu funcionamento. Interpretar e executar orientações dos manuais dos equipamentos e do sistema operacional. Utilizar as ferramentas do sistema operacional (organização dos diretórios, organização dos arquivos) Conhecer as noções de informática. Utilizar os recursos de informática.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:MACHADO, F.B. e MAIA, L. Arquitetura de Sistemas Operacionais. Rio de Janeiro: LTC, Terceira Edição, 2002.Bibliografia complementar:TANENBAUM, A. S. Sistemas operacionais modernos. Guanabara Koogan, 1999.STALLINGS, WILLIAM. Operating systems. 4.ed. Prentice Hall, 2001.TANENBAUM, Andrew S. Sistemas Operacionais Modernos. Editora Prentice-Hall do Brasil OLIVEIRA, Rômulo Silva de; CARISSIMI, Alexandre da Silva; TOSCANI, Simão Sirineo. Sistemas Operacionais. Instituto de Informática da UFRGS. Editora Sagra Lizatto. SHAY, William A. Sistemas Operacionais. Editora Makron Books. NUNES, José Renato Soares. Introdução aos Sistemas Operacionais. Rio de Janeiro, LTC

7

Page 8: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Fundamentos de Microinformática CH: 40 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Oportunizar o aprendizado dos conteúdos relativos aos módulos introdutórios da informática – Introdução a Microinformática (IPD), Sistema Operacional Windows e Internet, bem como favorecer as melhores práticas de cidadania, com vistas a uma ampla Inclusão SocialEMENTA:Sistemas numéricos. Aritmética binária: ponto fixo e ponto flutuante. Organização de computadores: memórias, unidade central de processamento, unidades de entrada e unidades de saída. Linguagens de montagem. Modos de endereçamento, conjunto de instruções. Mecanismos de interrupção e de exceção. Barramento, comunicações, interfaces e periféricos. Organização de memória. Memória auxiliar. Arquiteturas RISC e CISC. Pipeline. Paralelismo de baixa granularidade. Processadores superescalares e superpipeline. Multiprocessadores. Multicomputadores. Arquiteturas paralelas e não convencionais.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Desenvolver competências necessárias para o uso das ferramentas computacionais básicas presentes no Sistema Operacional Windows e em suas ferramentas; Proporcionar aprendizado no uso das tecnologias da informação e da comunicação; Estimular a formação continuada do aluno; Reconhecer a Informática como ferramenta para novas estratégias de aprendizagem, capaz de contribuir de forma significativa para o processo de construção do conhecimento, nas diversas áreas. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 1. EVOLUÇÃO DOS MICROPROCESSADORES:1.1. Passado, presente e futuro1.2. O que é um computador?1.3. Sistemas de computador1.4. Sistema numérico e codificação2. Hardware2.1. Componentes básicos de um computador2.2. Como funciona um computador digital2.3. Armazenamento secundário3. Software3.1. Software de sistemas3.2. Software aplicativo3.3. Software orientado à tarefa3.4. Software de negócios3.5. Os profissionais de informática4. Sistemas Operacionais4.1. Estudos de caso: Windows, Linux4.2. Ligar e desligar o computador4.3. Utilização de teclado e mouse4.4. Tutoriais e ajuda4.5. Área de trabalho4.6. Gerenciando pastas e arquivos4.7. Utilização de aplicativos básicos: texto padrão, texto formatado e figura.5. Redes de computadores5.1. Comunicação de dados5.2. Meios de comunicação

8

Page 9: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

5.3. Topologias5.4. Classificação5.5. Equipamentos de conectividade6. Internet6.1. Histórico e fundamentos6.2. Serviços: acessando páginas, comércio eletrônico, pesquisa de informações, download de arquivos, correio eletrônico, conversa on-line, aplicações (sistema acadêmico)7. Segurança da Informação7.1. Objetivo7.2. Princípios e ameaças7.3. Controles8. Softwares utilitários8.1. Compactadores de arquivos8.2. Impressão e visualização de arquivos post-script8.3. Antivírus e antispyware8.4. FirewallCOMPETENCIAS HABILIDADES Identificar os principais equipamentos de Informática, reconhecendo-os de acordo com suas características, funções e modelos. Compreender as funções básicas dos principais produtos de automação da micro-informática, tais como sistemas operacionais, interfaces gráficas, editores de textos, planilhas de cálculos e aplicativos de apresentação. Reconhecer o papel da Informática na organização da vida sócio-cultural e na compreensão da realidade, relacionando o manuseio do computador a casos reais, seja no mundo do trabalho ou na vida privada.

Utilizar aplicativos e ferramentas do pacote Microsoft Office: Word, Excel e Power Point e Internet De entender para que serve cada um destes produtos, podendo planejar as estratégias que irá utilizar para desenvolver seu trabalho e, em um futuro próximo, poderá incorporar ferramentas específicas nas suas atividades profissionais. Conhecer as técnicas utilizadas para elaborar documentos.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:MONTEIRO, M.A. Introdução à organização de computadores. Rio de Janeiro: LTC. 2000. 1TANEMBAUM, A.S. Organização e estrutura de computadores. Rio de Janeiro: Prentice-Hall, 1992.Bibliografia complementar:WEBER, R. F. Fundamentos de arquitetura de computadores. Sagra. 2000NORTON, P. Introdução à Informática. Editora Makron Books, 1996VELOSO, F. C. Informática - Uma Introdução. Editora Campus, 1991.GONIK, L. Introdução Ilustrada à Computação. 1a ed., Editora Harbra, 1986.H. L. CAPRON, J. A. JOHNSON. Introdução à Informática 8ª edição. Editora Pearson / Prentice Hall (Grupo Pearson). 2004. NORTON, P. Introdução à Informática. Makron Books. 1997.BROOKSHEAR, J. G.; Ciência da Computação - uma Visão Abrangente, 7ª Edição, Bookman, 2004.CAPRON, H.L. e JOHNSON, J.A. Introdução à informática. São Paulo : Pearson Prentice Hall, 2004.

9

Page 10: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática com Ênfase em Sistema de Informação – SUBSEQUENTEÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Valores e Éticas Sociais CH: 20 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subseqüente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: . Desenvolver o pensamento crítico a cerca da existência humana e refletir sobre o significado das relações sociais e de trabalho para a formação do cidadão e da sociedade.

EMENTA:Ética: introdução e conceitos. Identidade do sujeito moral, relação do homem com os outros homens e com o mundo. Cidadania e Direitos Humanos. Postura profissional: confiabilidade, tratamento e privacidade dos dados e informações.

OBJETIVOS ESPECIFICOS: Possibilitar o desenvolvimento do pensamento reflexivo e de atitudes que favoreçam o diálogo, a discussão e a investigação; Distinguir e circunscrever a esfera da moral como o lugar das ações e escolhas humanas, das normas e dos valores; Preparar para o exercício consciente da cidadania; Possibilitar uma formação humanística para o aluno; Mostrar a necessidade da Ética na profissão;CONTEÚDO: Ética1.1. O campo da ética e da moral1.2. Ética e Cidadania1.3. Liberdade: autonomia do sujeito e a necessidade das normas;1.4. Ética e Violência1.5. Ética no Mundo do Trabalho

COMPETENCIAS HABILIDADESLer textos filosóficos de modo significativo.Ler, de modo filosófico, textos de diferentes estruturas e registros.Elaborar por escrito o que foi apropriado de modo reflexivo.Debater tomando uma posição, defendendo-a argumentativamente e mudando de posição face a argumentos mais consistentes.Articular conhecimentos filosóficos e diferentes conteúdos e modos discursivos nas Ciências Naturais e Humanas, nas Artes e em outras produções culturaisContextualizar conhecimentos filosóficos, tanto no plano de sua origem específica, quanto em outros planos: o pessoal-biográfico; o entorno sócio-político, histórico e cultural; o horizonte da sociedade científico-tecnológica.

. Compreender a dimensão ética e moral da existência humana.. Compreender e distinguir entre leis naturais e as leis morais.. Compreender e distinguir juízos de realidade e juízos de valor. . Estabelecer distinções entre ética e moral. Compreender as diferentes concepções acerca da liberdade.. Discernir e relacionar os conceitos de liberdade e de determinismo.. Distinguir a idéia de liberdade da de livre arbítrio.. Compreender e distinguir conceitos e teorias acerca da felicidade e do dever.Compreender e diferenciar vontade autônoma e heterônoma.Compreender as relações entre Ética e ciênciaCompreender os diferentes conceitos e teorias relativos à justiça, cidadania, poder, democracia, jusnaturalismo e contratualismo.. Compreender e utilizar de forma coerente os conceitos de direito, dever, responsabilidade e cidadania,

10

Page 11: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

vinculando-os à idéia de ordem política.. Compreender a violência como um fenômeno ocasionado pela ausência de valores éticos. Os temas deverão ser definidos pelo professor levando em conta as variáveis acima mencionadas.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS ARISTÓTELES, Ética a Nicomaco, São Paulo, Abril Cultural, 1979 (Os Pensadores) ARISTÓTELES, A política, Ed. Martins Fontes, 1991 HABERMAS, Direito e democracia, Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1997, vol. I HOBBES, T. Leviatã ou Matéria, forma e poder de um estado eclesiástico e civil, São Paulo, Abril Cultural, 1979HOBBES, T. Do cidadão, São Paulo, Martins Fontes, 1992KANT, I. Fundamentação da metafísica dos costumes (segunda formulação),Trad. Paulo Quintela, Abril Cultural, 1980LOCKE, J. Segundo tratado sobre o governo, São Paulo, Abril Cultural, 1978 MAQUIAVEL, N. O Príncipe, São Paulo, Abril Cultural, 1979PLATÃO. A Republica, Belém, Ed. da UFPA, 1988RICOEUR, P. Leituras 1 : Em torno ao político, (“Distinção entre Ética e Moral”), trad. Marcelo Perine, São Paulo, Loyola, 1995 ROUSSEAU, J-J. Do contrato social, São Paulo, Abril Cultural, 1979 ROUSSEAU, J.J. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, Trad. de Lourdes S. Machado, São Paulo, Abril Cultural, 1978.

CURSO: Técnico em Informática com Ênfase em Sistema de Informação – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Inglês Instrumental

CH: 40 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE OFERTA: Subseqüente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Levar o aluno a desenvolver sua competência de leitura habilitando-o a ler e interpretar material técnico de sua área de atuação profissional.EMENTA:Gramática e vocabulário elementar, avançado e instrumental. Conscientização do processo de leitura. Exploração de informação não linear, cognato e contexto. Seletividade do tipo de leitura (Skimming/Scanning). Levantamento de hipóteses sobre o texto (Títulos, Subtítulos,...). Abordagem de pontos gramaticais problemáticos para leitura. Uso do dicionário como estratégia-suporte de leitura: tipos, recursos, prática. Leitura e tradução de textos técnicos e comerciais da área de informática.

OBJETIVOS ESPECIFICOS: Utilizar as estratégias de leitura: prediction, skimming e scanning.Apreender estruturas particulares da língua inglesa necessárias para a compreensão de textos; CONTEÚDO: 1. Técnica de leitura 2. Skimming (leitura para compreensão) 3. Scanning (leitura para a localização e entendimento de informações específicas) 4. Estudo da gramática em contexto 5. Verbos, adjetivos, graus, pronomes e advérbios: diferenças e usos  6. Importância do gerúndio 7. Aspectos lingüísticos relevantes comuns à linguagem técnica em textos e manuais de computação

11

Page 12: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

COMPETENCIAS HABILIDADES Compreender técnicas de leitura e interpretação de Inglês Técnico/Instrumental. Aplicar os conhecimentos das técnicas de leitura e escrita de Inglês Instrumental aos textos técnicos da área de Informática.

Capacitar o aluno a conhecer e reconhecer os mecanismos e vocabulário técnico estudados durante as aulas e de utilizá-las em atividades orais e escritas, considerando as estratégias de leitura. Redigir textos técnicos em nível básico.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASGALANTE, T.P., POW, E.M. Inglês para processamento de dados: textos sobre Computação, Exercícios de Compreensão, Abreviações e Glossários. 6.ed. São Paulo: Atlas, 1990.Bibliografia complementar:MUNHOZ, R. Inglês instrumental: estratégias de leituras. São Paulo: Novotexto, 2001, 2v. DICIONÁRIO Oxford escolar para estudantes brasileiros de inglês: português-inglês/inglês-português. Oxford: Oxford University Press, 1999.CRUZ, Décio Cruz. Inglês.com.textos para informática. Salvador: O Autor, 2001.DIAS, Reinildes. Inglês Instrumental: reading critically in English. Belo Horizonte: UFMG, 1996.DIÓGENES, Isabel Maria Gadelha. Inglês Instrumental: o jogo da leitura. Teresina: EDUFPI, 1994.GEFFNER, A. B. Como escrever cartas comerciais em Inglês. São Paulo: Martins Fontes, 2004.MACMILLAN, Education. Macmillan English Dictionary. Oxford: Bloomsbury Publishing, 2002.MUNHOZ, Rosângela. Inglês Instrumental – estratégias de leitura (Módulo II). 3 ed. São Paulo: Textonovo, 2000.OLIVEIRA, Nádia Alves de. Para ler em inglês - desenvolvimento da habilidade deleitura. Belo Horizonte: N. O. S. Tec. Educ. Ltda, 2000.SILVA, João Antenor de C., GARRIDO, Maria Lina, BARRETO, Tânia Pedrosa.Inglês Instrumental: Leitura e Compreensão de Textos. Salvador: Centro Editorial e Didático, UFBA, 1994.TAYLOR, J. Gramática Delti da Língua Inglesa. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1995.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Redação Técnica CH: 40 h. SEMESTRE: 1ª

FORMA DE ENSINO: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: PÓS Médio

OBJETIVO GERAL:Intensificar o desenvolvimento das habilidades de leitura, interpretação e produção de textos em nível de língua padrão, aperfeiçoando técnicas de expressão oral e escrita, assim como conduzir o aluno ao uso da linguagem oral/escrita em diferentes situações comunicacionais, utilizando a variedade linguística conveniente concomitante ao uso dos gêneros e tipos textuais.EMENTA:Leitura. Tipos Textuais. Gêneros Textuais. Produção de Textos. Interpretação. Análise Textual. Análise e Descrição Gramaticais. Níveis de Linguagem. Texto. Hipertexto. Textualidade. Intertextualidade. Aperfeiçoamento das técnicas de Redação.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Compreender, sistemicamente, o processo inerente à interpretação de textos. Adquirir conhecimento necessário para desenvolver atividades específicas de produção textual. Intensificar aspectos da língua padrão imprescindíveis às produções escritas do(a) secretário(a) Ampliar as informações através do contato com textos diversos, contextualizando aspectos referentes ao universo da rotina do secretariado e de outras situações comunicacionais. Relacionar aspectos comuns ao universo das tarefas do secretariado e de outras situações da comunicação com a sua realidade como falante da língua portuguesa. Identificar informações relacionadas ao hipertexto. Ampliar o conhecimento através do universo midiático, reconhecendo aspectos implícitos da comunicação, e as suas reais intenções no universo da comunicação humana. Articular o conhecimento adquirido para transformar a sua inserção no mercado de trabalho, valorizando-se

12

Page 13: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

como falante da língua portuguesa, em suas particularidades. Fazer correlação entre as informações do texto, sua intenção comunicativa e o nível de linguagem que deverá usar para a eficácia da comunicação. Contextualizar os aspectos absorvidos no texto a fim de facilitar o seu empoderamento como cidadão, falante e condutor da comunicação. CONTEÚDO: 1. Leitura.Técnicas de leitura: A formação do leitor. Identificação de informações inerentes aos textos. Informações e Vocabulário. Leitura e Interpretação. Leitura como pré-requisito para outras atividades. Leitura e Contexto..2. Texto.Hipertexto.Textualidade. Intertextualidade Definição de texto. Características Textuais Periódicos Tipos Textuais Gêneros Textuais Produção textual3. Elementos da Língua Padrão Prosódia e Ortoépia. Identificação e Análise Gramatical Ortografia e Acentuação Gráfica segundo o Novo Acordo Ortográfico Sintaxe de Concordância Verbal e a Nominal. Regências Verbal e a Nominal Dificuldades Ortográficas mais pertinentes4. Produção Textual Produção de textos argumentativos Produção de textos informativos Produção de textos narrativos Produção de textos injuntivos Produção de demais gêneros textuais5. A Redação Técnica Curriculum Memorando Ata E-mail Requerimento Declaração Ofício. Carta Pessoal Carta ComercialCOMPETENCIAS HABILIDADES Articular o conhecimento adquirido com pleno domínio da sua competência linguística, com aptidão para produção de textos comuns ao universo do Secretariado.

Conhecer as particularidades que envolvem um texto. Perceber as informações implícitas em um texto. Reconhecer a necessidade do uso da variante linguística coerente com a situação comunicacional. Produzir textos técnicos, informativos e argumentativos.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBECHARA, Ivanildo.O Novo Acordo Ortográfico.Rio de Janeiro:Nova Fronteira, 2009GERALDI, J.W.Linguagem e ensino:exercícios de militância e divulgação.Campinas:ALB/ Mercado de Letras, 1998.KOCH, L.V. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.

13

Page 14: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

LUFT.Celso Pedro.Gramática. Forense,1989MARCUSCHI.L.A.; XAVIER, AC.(Orgs.)Hipertexto e Gêneros Digitais.Rio de Janeiro:Lucerna, 2004.PLATÃO & FIORIN.Para entender o texto.São Paulo:Ática,1989.REINALDO, Mathias Ferreira.Correspondência Comercial e Oficial.São Paulo:Ática, 1990ROJO,R.H.R.(Org.) A prática de linguagem em sala de aula: praticando os PCNs.Campinas:Mercado de Letras/Educ, 2000.SCHNEUWLY,B. et al.Gêneros orais e escritos na escola.Campinas:Mercado de Letras,2004

CURSO: Técnico em Informática com Ênfase em Sistema de Informação – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Educação Ambiental Aplicada a Informática CH: 20 h. FASE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subseqüente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Permitir ao ser humano compreender a natureza complexa do meio ambiente, resultante das interações dos seus opostos biológicos, físicos, sociais, e culturais.

EMENTA:Dinâmica das relações homem-natureza e das relações causa-efeito da ação antrópica. Efeitos socioeconômicos da ação antrópica. Efeitos da tecnologia sobre o equilíbrio ecológico. Preservação dos recursos naturais. Visão global dos aspectos físicos dos ecossistemas e sua diversidade.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Desenvolver uma perspectiva de educação ambiental holística, enfocando a relação entre o ser humano, a natureza e o universo de forma interdisciplinar. Incentivar à participação individual e coletiva, permanente e responsável, na preservação do equilíbrio do meio ambiente, entendendo-se a defesa da qualidade ambiental como um valor inseparável do exercício da cidadania; Promover uma utilização mais reflexiva e prudente dos recursos naturais para satisfazer ás necessidades da humanidade; Analisar problemas socioambientais com vistas a incorporarem em seus conhecimentos as questões ambientais atuais;

CONTEÚDO: Natureza e sociedade: das sociedades industriais à crítica ecológica das sociedades pós-modernas Ambiente Natural – Biodiversidade e sociodiversidade. Meio Ambiente e Cidadania: a questão populacional; o meio ambiente urbano e rural; a qualidade de vida; Sustentabilidade: reciclagem, racionalização de recursos naturais; Biocombustíveis.

COMPETENCIAS Analisar, de forma interativa, os problemas locais, tendo em vista os diversos contextos e suas conseqüências em relação à qualidade dos ecossistemas, com base em indicadores socioeconômicos, ambientais e culturais. Reconhecer-se como parte do Meio Ambiente que interage em um sistema complexo com diversos cenários e atores, respaldando sua ação nos princípios da sustentabilidade e da responsabilidade socioambiental.

HABILIDADES Usar a informática como instrumento auxiliar aos processos de conscientização sobre as questões ambientais; Compreender a utilização dos recursos naturais; Compreender a diversidade da vida; Desenvolver atitudes e hábitos de preservação ambiental; Criar estratégias de sustentabilidade na comunidade a qual está inserido.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:

14

Page 15: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CASCINO, F. Educação ambiental: princípios, história, formação de professores. 2.ed. São Paulo: SENAC, 1999Bibliografia complementar:DIAZ, A. P. Educação ambiental como projeto. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2002.RUSCHEINSKY, A. Educação ambiental: abordagens múltiplas. Porto Alegre: Artmed, 2002.TRAJBER, R.; COSTA, L. B. da (orgs.) Avaliando a educação ambiental no Brasil: materais audiovisuais. São Paulo: Instituto Ecoar para a Cidadania, 2001.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Técnicas de Manutenção de Computadores CH: 40 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: O objetivo do curso de Montagem e Manutenção de Micros PC é preparar profissionais como técnicos para Conserto, Manutenção, Configuração e Montagem de microcomputadores PC.EMENTA:Conhecer e identificar placas e dispositivos eletrônicosDetecção e instalação de drivers de placas;Formatação do computador;Utilização do disco de boot;Configuração de placasConhecer e configurar setupOBJETIVOS ESPECIFICOS: Verificação do funcionamento do Sistema Operacional; Verificação do funcionamento da CPU e dos periféricos em uso; Mapeamento e checagem da rede e de seus componentes; Definição da política de segurança para acesso aos dados e a rede; Manutenção dos HDs verificando a existência de erros, desperdícios ou inconsistências; Checagem dos backups realizados no período; Orientação dos funcionários quanto ao uso do equipamento e dos softwares de uso geral adotados pela empresa; Resolução de problemas relatados; Instalação de softwares e de componentes de hardware.CONTEÚDO: 1. Como começar a montar um computador 2. Configurando os jumpers 3. Configurando e encaixandos o processador 4. Configurando display do gabinete 5. Instalando os cabos do gabinete 6. Configuração do CMOS 7. Jumpres de hds e cd-rom 8. Identificando placas ISA, PCI e AGP 9. Instalando e configurando placas OFF BOARD + OFF BOARD 10. O que é formatação de HD 11. O que é particionar HD 12. Como formatar e particionar HD 13. Configuração do Sistema Operacional 14. Configuração e instalação de hardwares 15. Dicas de sites para conseguir drivers atualizados 16. Instalação de controladora SCSI 17. Configurando e instalando placa de som + video

15

Page 16: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

18. Instalando e configurando impressoras 19. Montagem da maquina para uso finalCOMPETENCIAS HABILIDADES Identificar problemas específicos, Montar e configurar um microcomputador, Identificar falhas no funcionamento dos computadores (Hardware e Software) Verificar o correto funcionamento dos equipamentos, Interpretar orientações dos manuais de Hardware, Conhecer procedimentos preventivos,

Redigir manuais de utilização de programas e operação de equipamentos de informática; Utilizar programas de instalação. Efetuar atividades de prevenção, detecção e remoção de vírus. Utilizar as ferramentas de verificação e otimização dos discos, configuração do vídeo e da impressora.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASZELENOVSKY, Alexandre Mendonça Ricardo  "PC: um Guia Prático de Hardware e Interfaceamento" ISBN 8587385011 MZ Editora. MUELLER, Scott. Upgrading and Repairing PCs (with CD-ROM) - 12th edition ISBN: 0789723034 QUE MORIMOTO, Carlos. Hardware PC: Treinamento & Manual Completo. BookExpress. 2000 (LT) TORRES, Gabriel. Hardware: Curso Completo ISBN: 8573231157 3ª edição AXCEL BOOKS VASCONCELOS, Laercio. Como cuidar bem de seu micro. Rio de Janeiro: Lvc,1995 200p. : il.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Banco de Dados CH: 60 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Capacitar o aluno a projetar, implementar e gerenciar bases de dados. Para tanto, o aluno utiliza técnicas avançadas e modernas ferramentas de programação, administração e supervisão. EMENTA:Visão geral do gerenciamento de banco de dados. Arquitetura de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados. Modelagem e projeto de banco de dados. Gerenciamento de transações. Controle de concorrência. Recuperação e otimização. Segurança. Bancos de dados distribuídos. Bancos de dados hierárquico, relacional, orientado à objetos. Datawarehouse, Datamarts. Datamining e OLAP.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Capacitação de modelagem de dados; Implementação de vários tipos de informações em diversos tipos de SGBDs; Ter condições de elaboração de um projeto de SGBD desde a construção conceitual, passando pela parte lógica e aplicando todos os conceitos para a implantação física do BD.CONTEÚDO: 1. Conceitos de Gerenciamento de banco de dados;2. Arquitetura de um SGBD (Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados – Software com recursos específicos para facilitar a manipulação das informações dos bancos de dados e o desenvolvimento de programas aplicativos);3. Modelagem de dados : Representa um conjunto de requerimentos de informações de negócio;4. Modelo relacional: é um modelo de dados, adequado a ser o modelo subjacente de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD), que se baseia no princípio em que todos os dados estão guardados em tabelas (ou, matematicamente falando, relações). Toda sua definição é teórica e baseada na lógica de predicados e na teoria dos conjuntos.5. Álgebra Relacional: operações mapeiam uma ou mais relações em uma nova relação algumas operações impõem restrições nas relações de entrada. Segue algumas operações básicas que podem ser efetuadas com a Álgebra Relaciona: Produto Cartesiano, União e Diferença, Seleção, Projeção e Renomeação;

16

Page 17: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

6. A linguagem SQL (DDL, DML, DC) - DDL (Data Definition Language) – Linguagem definição: permite ao usuário a manipulação de tabelas e elementos associados dentre os comandos básicos estão o CREATE, DROP e o ALTER;7. DML (Data Manipulation Language) – Manipulação de dados: permite ao usuário com um conjunto de subcomandos a manipulação das informações nas tabelas dentre os comandos destacam-se: INSERT, UPDATE, DELETE e o SELECT;8. DCL (Data Control Language) – Controle de dados: faz o controle de acesso a determinadas informações do banco, podendo agrupar tipos de usuários.9. Indexação: é um tipo de melhoramento para consultas em banco de dados, mas tem um impacto na hora do cadastro dos itens relacionados ao índice.10. Projeto físico de banco de dados relacionais.11. Implementação de banco de dados.COMPETENCIAS HABILIDADES Conhecer os principais elementos de um banco de dados; Conhecer sistemas gerenciadores de banco de dados; • Modelar a estrutura de um banco de dados; • Conhecer a linguagem SQL para programação em banco de dados; Conhecer os tipos cópias de segurança (backup); Definir perfis de acessos diferentes para um banco de dados; Conhecer os principais modelos de bancos de dados da atualidade; Conhecer e utilizar linguagens de definição e manipulação de dados; Conhecer e utilizar estruturas de dados na resolução de problemas computacionais; Elaborar consultas ao banco de dados; Interpretar e analisar o resultado das consultas ao banco de dados.

Criar tabelas e bancos de dados; Definir chaves primárias e chaves estrangeiras nas tabelas, quando necessário; Criar consultas em um banco de dados; Automatizar tarefas em um banco de dados utilizando a linguagem SQL (Structured Query Language); Estabelecer uma política de backup; Construir visões em um banco de dados; Projetar um banco de dados; Utilizar ferramentas que auxiliem a criação de um banco de dados; Construir uma aplicação que se comunique com um banco de dados.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:DATE, C. J. Introdução a sistemas de banco de dados. Rio de Janeiro: Campus, 2000.Bibliografia complementar:SILBERSCHATZ, A. KORTH, H.F. SUDARSHAN, S. Sistema de banco de dados. 3.ed. Makron Books, 1999.PostgreSQL 7.2. The PostgreSQL Global Development Group. http://www.postgresql.org.PgAccess - a Tcl/Tk interface for PostgreSQL. http://www.pgaccess.org.YONG, C. S. Banco de dados: organização, sistemas e administração. São Paulo: Atlas, 1986.

17

Page 18: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Redes de Computadores CH: 80 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subseqüente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL:  O Curso de Tecnologia em Redes de Computadores da UTP tem como objetivo formar e atualizar profissionais especializados na elaboração, implantação e manutenção de projetos lógicos e físicos de redes de computadores locais e de longa distância. Além de ser capacitar o aluno a gerenciar a segurança da rede implantada a conectividade entre sistemas heterogêneos, e realizar diagnósticos e soluções de problemas relacionados à comunicação de dados e programação para redes de computadoresEMENTA:Evolução das redes de computadores. Organização das redes de computadores. O modelo OSI e a arquitetura TCP/IP. Padrões da ISO e do IETF. Redes Locais. Projeto de Redes. Redes de longa distância. Equipamentos de conectividade. TCP/IP. Algoritmos e protocolos de roteamento. Protocolos de transporte TCP e UDP. Protocolos de aplicação. Qualidade de Serviço em redes de computadores. Multicast. ATM. Administração de redes de computadores. Gerência de redes de computadores.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Efetuar instalação de redes de computadores; Configurar meio físico e equipamentos para redes; Orientar os usuários no uso dos recursos da rede; Descrever as necessidades do usuário entre os recursos da rede; Utilizar recursos dos sistemas operacionais de redes; Implantar e gerenciar recursos de redes; Administrar uma rede de computadores.CONTEÚDO:1. Lógica de Programação Estruturada,2. Redes de Computadores,2.1. Conceitos básicos de redes locais;2.2. Redes Ethernet;2.3. Pilha de protocolos TCP/IP;2.4. Modelo de Referência OSI;2.5. Conceitos básicos de redes de longa distância;2.6 Conceitos de Redes Sem-Fio (Bluetooth e Wi-Fi IEEE 802.11x)3. Sistemas Operacionais para Redes,3.1 Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows, Windows Server e Linux.3.2. Configuração Redes Cliente – Servidor baseadas em Windows 2003 e 2008 Server.3.3. Configurações Redes Cliente – Servidor baseadas em Linux.4. Arquitetura de Computadores;4.1. Barramentos ISA – IDE – ATA – SATA – SCSI4.2. Memórias RAM, ROM, CMOS4.3. Bios, seqüência de inicialização do computador4.4. Periféricos de entrada e saída4.5. Dispositivos de memória auxiliar4.6. Tipos de processador e arquitetura interna5. Segurança da Informação;5.1. Vírus de Computador e ameaças eletrônicas5.2. Tipos de Backup5.3. Firewall5.4. Conceitos básicos de VPN

18

Page 19: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

6. Configuração de equipamentos de rede6.1. Roteador6.2 Switch6.3 Access PointCOMPETENCIAS HABILIDADES Conhecer e identificar sistemas operacionais de redes de computadores; Identificar equipamentos de comunicação de dados. Compreender o funcionamento as redes de computadores Utilizar programas de instalação. Identificar os componentes dos computadores e seus periféricos, analisando funcionamento e relacionamento entre eles. Identificar a origem de falhas no funcionamento de computadores, periféricos e softwares básicos, avaliando seus defeitos; Descrever componentes de redes Analisar as características do meio físico disponível e as técnicas de transmissão digitais e analógicas fazendo relação entre os dois; Instalar os dispositivos de rede, os meios físicos e softwares de controle desses dispositivos, analisando seu funcionamento e relação entre eles. Identificar os equipamentos de certificação de meios físicos Coordenar atividades de garantia da segurança dos dados armazenados em sistemas computacionais, efetuando cópias de segurança, restauração de dados e atividades de prevenção, detecção e remoção de vírus. Operar os serviços e funções do sistema operacional de rede.

Fazer conexões entre as partes que integram o computador bem como a equipamentos externos a este. Instalar e configurar computadores e seus periféricos utilizando softwares e ferramentas de montagem e conecções de suas partes; Executar procedimentos de teste, diagnóstico e medidas de desempenho em computadores e seus periféricos, assim como os softwares básicos instalados. Utilizar serviços disponíveis nas redes de computadores. Aplicar as soluções selecionadas para corrigir as falhas no funcionamento dos computadores, periféricos e softwares. Configurar sistemas operacional cliente para trabalhar em rede Colocar em funcionamento uma pequena rede de computadores. Configurar programas e sistema operacional de acordo com as necessidades do usuário. Interpretar e executar orientações dos manuais dos equipamentos e do sistema operacional. Adequar programas e sistemas operacionais às necessidades do usuário. Utilizar ferramentas de conexão de cabos de redes Fazer conexão de cabos e computadores e a equipamentos de rede segundo as diversas categorias de certificação. Executar a configuração básica de equipamentos de comunicação; Identificar e caracterizar os processos que ocorrem nas organizações;

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:TANENBAUM, A. S. Redes de computadores. Rio de Janeiro: Campus, 1997.Bibliografia complementar:SOARES, L. F. G. Redes de Computadores: das LANs, MANs e WANs às redes ATM. Rio de Janeiro: Campus, 1995.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Analise e Projeto de Sistemas I CH: 40 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Desenvolver junto ao aluno a capacidade de realizar atividades de projetos de sistemas, bem como torná-lo apto a empregar metodologias mais utilizadas e atuais para implementação das atividades mencionadas.

19

Page 20: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

EMENTA:Conhecer os princípios da programação estruturada;Conhecer a técnica de modularização e refinamento passo-a-passo;Conhecer técnicas de programação Top down E Bottom-Up;;Conhecer e aplicar os fundamentos da programação orientada e objetos.Etapas do projeto Lógico: modelagem de processo de controle; modelagem de dados; Definição de bancos de dados; Definição de programa.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Ao final do curso o aluno terá condições de utilizar as metodologias e técnicas atuais de projetos de sistemasCONTEÚDO: 1. Conhecer os princípios da programação estruturada;2. Conhecer a técnica de modularização e refinamento passo-a-passo;3. Conhecer técnicas de programação Top down E Bottom-Up;;4. Conhecer e aplicar os fundamentos da programação orientada e objetos.5. Etapas do projeto Lógico: modelagem de processo de controle; modelagem de dados; Definição de bancos de dados; Definição de programa.6. Etapas do projeto Físico; Uso de formulários; Elaboração de layout de relatórios.COMPETENCIAS Coordenar as atividades de garantia de segurança dos dados armazenados em sistemas computacionais; Interpretar documentação de sistemas e programas; Interpretar e avaliar a documentação de análise e projeto de sistemas. Conhecer termos técnicos utilizados na informática; Distinguir e avaliar linguagens e ambientes de programação, aplicando-os no desenvolvimento de software. Conhecimento de Linguagem de Programação Visual;

HABILIDADES Identificar, indicar e utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resolução de problemas; Adequar programas e sistemas as necessidades do usuário; Documentar todas as fases do desenvolvimento de projetos; Redigir manuais de utilização de programas e operação de equipamentos de informática; Identificar as necessidades dos usuários quanto ao suporte de sistemas. Identificar e interpretar manuais e programas. Utilizar editores de textos, planilhas, gerenciadores de bases de dados, compiladores e ambientes de desenvolvimento na elaboração de programas.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBEZERRA, Eduardo. Princípios de Análise e Projetos de Sistemas com UML. Rio de Janeiro: Campus, 2002. 320 p. GANE, C.; SARSON, T. Análise Estruturada de Sistemas. Rio de Janeiro: LTC, 1995. 258 p.POMPILHO, S. Análise essencial: guia prático de análise de sistemas. São Paulo: Ciência Moderna, 2002. 288 p. PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. São Paulo: Makron Books, 1995.TONSIG, Sergio Luiz. Engenharia de Software: análise e projeto de sistemas. São Paulo: Futura, 2003. 351 p. YORDON, Edward; ARGILA, Carl. Análise e Projetos Orientados a Objetos. São Paulo: Makron Books, 1999. 336 p.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Linguagem de Programação I CH: 100 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Capacitar o aluno a desenvolver algoritmos e programas utilizando-se da linguagem de programação, por meio da apresentação de conceitos teóricos e da utilização dos recursos disponíveis no laboratório.

20

Page 21: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

EMENTA:Conhecer os princípios fundamentais de programação ;Conhecer o ambiente de programação da linguagem;Conhecer a aplicabilidade dos principais componentes de linguagem;Conhecer e utilizar o DBE (Gerenciador de Banco de Dados);Conhecer e aplicar comandos básicos em SQL;Criar aplicações mono usuário, e em rede.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Apresentar os conceitos básicos da linguagem de programação; Discutir as estruturas condicionais e de repetição suportadas pela linguagem; Demonstrar o uso de vetores, matrizes, ponteiros e funções; Introduzir o conceito de Programação Orientada a Objetos.CONTEÚDO: 1. A Linguagem Turbo Pascal2. Estrutura de um programa em Pascal:3. Declaração de Bibliotecas (Uses):4. Variáveis do Turbo Pascal5. Constantes6. Operadores do Turbo Pascal7. Entrada de dados Comandos Read e Readln8. Saída de dados Comandos Write e Writeln9. Manipulação de Variáveis Numéricas Função ABS Função DEC Função INC Função EXP Função FRAC Função INT Função RANDOM Função RANDOMIZE Função ROUND Função TRUNC Função SQR Função SQRT10. Biblioteca CRT – Recursos na Tela11. Estruturas de Decisão: SE...ENTÃO...SENÃO (IF...THEN...ELSE) CASE...OF (Caso...Seja)12. Estrutura de Repetição While...Do (Enquanto...Faça) Repeat...Until (Repita...Até que) FOR...TO...DO (PARA..ATÉ..FAÇA)13. Estruturas de Dados Homogêneas Matrizes Unidimensionais ou Vetores ou Arrays Declaração de uma Matriz Unidimensional Ordenação Vetores14. Métodos de Pesquisa em uma Matriz15. Método de Pesquisa Seqüencial ou Linear 16. Método de Pesquisa Binária (Manzano).COMPETENCIAS HABILIDADES Distinguir e avaliar linguagens e ambientes de programação, aplicando-os no desenvolvimento de software.

Utilizar editores de textos, planilhas, gerenciadores de bases de dados, compiladores e ambientes de desenvolvimento na elaboração de programas.

21

Page 22: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

Conhecimento de Linguagem de Programação Visual; Conhecimento de Linguagem de Banco de Dados; Criar Banco de Dados, para subsidiar o sistema de informação; Criar Sistema de Informação

Elaborar e executar casos e procedimentos de testes de programas. Redigir instruções de uso dos programas implementados. Utilizar a Linguagem de programação, para simular as rotinas e tarefas do dia-a-dia.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASVÁRIOS; Paradigmas de Linguagem de Programação, E. UNICAMP, 1999, São Paulo-SP.DEMARCO, Tom; Análise Estruturada e Especificação de Sistemas, Ed. Campus, 1999, Rio de Janeiro-RJ.YORDON, Edward; Analise Estruturada Moderna, Ed. Campus, 1996, Rio de Janeiro-RJ.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Microinformática CH: 60 h. SEMESTRE:: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Oportunizar o aprendizado dos conteúdos relativos aos aplicativos ( software ) de informática – Digitação de textos, criação de planilhas e suas formulas, criação de apresentação slides e suas formações. Navegando na Internet, bem como favorecer as melhores práticas de cidadania, com vistas a uma ampla Inclusão SocialEMENTA:Fazer a editoração de textos e imagens, criar planilhas eletrônicas, criar apresentações em slides em software fechado e livre e navegar na internet.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Relacionar e descrever soluções de software orientado para tarefa. Operar softwares aplicativos, despertando para o uso da informática na sociedade. Criar páginas simples para a Internet.CONTEÚDO:1. Software de apresentação1.1. Visão geral do Software1.2. Sistema de ajuda1.3. Como trabalhar com os modos de exibição de slides1.4. Como gravar, fechar e abrir apresentação1.5. Como imprimir apresentação apresentações, anotações e folhetos1.6. Fazendo uma apresentação: utilizando Listas, formatação de textos, inserção de desenhos, figuras, som, vídeo, inserção de gráficos, organogramas, estrutura de cores, segundo plano1.7. Como criar anotações de apresentação1.8. Utilizar transição de slides, efeitos e animação2. Processador de texto2.1. Visão geral do software2.2. Configuração de páginas2.3. Digitação e manipulação de texto2.4. Nomear, gravar e encerrar sessão de trabalho2.5. Controles de exibição2.6. Correção ortográfica e dicionário2.7. Inserção de quebra de página2.8. Recuos, tabulação, parágrafos, espaçamentos e margens2.9. Listas2.10. Marcadores e numeradores2.11. Bordas e sombreamento

22

Page 23: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

2.12. Classificação de textos em listas2.13. Colunas2.14. Tabelas2.15. Modelos2.16. Ferramentas de desenho2.17. Figuras e objetos2.18. Hifenização e estabelecimento do idioma2.19. Mala direta3. Planilha eletrônica3.1. O que faz uma planilha eletrônica3.2. Entendendo o que sejam linhas, colunas e endereço da célula Fazendo Fórmula e aplicando funções3.4. Formatando células3.5. Resolvendo problemas propostos3.6. Classificando e filtrando dados3.7. Utilizando formatação condicional3.8. Vinculando planilhas COMPETENCIAS HABILIDADES Interpretar documentação de sistemas e programas; Verificar o correto funcionamento dos aplicativos; Interpretar orientações dos manuais de software; Conhecer procedimentos preventivos,

Identificar, indicar e utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resolução de problemas; Adequar programas e sistemas as necessidades do usuário; Descrever configuração para software de rede. Utilizar programas gerais do cotidiano. Utilizar as ferramentas de verificação e otimização dos discos, configuração do vídeo e da impressora.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASJORGE, Marcos (coord). Excel 2000. Makron Books, 2000.JORGE, Marcos (coord). Internet. Makron Books, 1999.JORGE, Marcos (coord). Word 2000. Makron Books, 1999.TINDOU, Rodrigues Quintela. Power Point XP. Escala Ltda, 2000.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Aplicação de Sistemas Operacionais CH: 80 h. SEMESTRE: 2ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Instalar vários Sistemas Operacionais e software de auxilio para manutenção Lógica do computador.EMENTA:Realizar Instalação e Configuração de sistemas operacionais, Coordenar atividades de garantia da segurança dos dados armazenados em sistemas computacionais, efetuando cópias de segurança, restauração de dados, Operar os serviços e funções do sistema operacional.

OBJETIVOS ESPECIFICOS: Identificar qual o S. O. a ser instalado no PC; Identificação de Pré requisito para a instalação do S. O. Identificar e sugerir software de auxilio para manutenção Lógica do PCCONTEÚDO: 1. Instalação de Softwares- Por que e como instalar vários Sistemas Operacionais em um único PC?

23

Page 24: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

2. Preparando-se para a Instalação- Verificando se a configuração de hardware do computador atende aos requisitos de hardware dos softwares;- Criando um Disco e Pendrive de Boot3. Preparando o disco rígido com um Gerenciador de Partição- O que é um Gerenciador de Partição?- Instalando o Gerenciador de Partição- Criando e Formatando as Partições- Instalando e Configurando o Menu de Inicialização do Gerenciador de Partição- Instalando os Arquivos de Inicialização dos Sistemas Operacionais4. Instalando os programas- Instalando o Sistema Operacional- Instalando os aplicativos de uso geral e específico- Instalando os utilitários usados para a manutenção do PC.COMPETENCIAS HABILIDADES Planejar e preparar o computador para a instalação dos sistemas operacionais e dos programas aplicativos. Coordenar a instalação e configuração dos sistemas operacionais e programas aplicativos de acordo com as necessidades dos usuários. Coordenar atividades de garantia da segurança dos dados armazenados em computadores.

Conhecer como é feita a instalação de vários sistemas operacionais em um PC. Identificar e relacionar a configuração de hardware do PC e preparar softwares e discos necessários ao processo de instalação dos softwares básicos e aplicativos. Usar um Gerenciador de Partição para criar e formatar as partições que receberão os sistemas de arquivos de cada sistema operacional. Instalar o sistema operacional e os programas aplicativos.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBIBLIOGRAFIA BÁSICAAMORIM, Rodrigo. Montagem de computadores e Hardware. Rio de Janeiro: Brasport, 2004.CARMONA, Tadeu. Guia Profissional Hardware. Digerati Books.BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTARFERREIRA, Silvio. Montagem de Micros: para Estudantes e Técnicos de PCs. Axcel Books.MAX, Ivan. Treinamento Profissional em Hardware. Digerati Books.VASCONCELOS, Laércio. Manual de manutenção de PCs. São Paulo: Makron Books, 2002.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Sistemas de Informação CH: 40 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Gerenciar projetos de tecnologia da informação.EMENTA:Um curso completo e interdisciplinar que formar profissionais aptos a planejar e organizar o processamento, armazenamento, recuperação e disponibilização das informações dentro de uma empresa, propondo soluções criativas e estratégicas para o uso da tecnologia.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Atuar como técnico de sistemas para web; Otimizar o fluxo de informações dentro da empresa, selecionando, configurando ou desenvolvendo programas de computador; Administrar sistemas de bancos de dados; Comercializar elementos de hardware e software;

24

Page 25: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

Gerenciar sistemas de redes de computadores, internet e dispositivos móveis.CONTEÚDO: O enfoque sistêmico. Conceitos, componentes e classificação. Bases conceituais e filosóficas da área de Sistemas de Informação. Os conceitos, objetivos, funções e componentes dos sistemas de informação. As dimensões tecnológica, organizacional e humana dos sistemas de informação. Os tipos de sistemas de informação. Áreas de pesquisa em Sistemas de Informação. Conhecimento científico e metodologia de pesquisa em Sistemas de Informação.Informação Gerencial: Tipos e Usos. Evolução dos Sistemas de Suporte a Decisão. O Ambiente de Data WareHouse. Projeto de Dados, Arquitetura, Implementação e Implantação de Data WareHouse. Data Warehouse Distribuído. Sistemas de Informação Executivos.COMPETENCIAS HABILIDADES Organizar a coleta e documentação de informações sobre o desenvolvimento de projetos; Pesquisar e obter conhecimento específico e estruturado sobre projetos, relatórios e assuntos específicos; Apresentar projetos e relatórios, seguindo sua estruturação e normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e segundo o manual de metodologia da instituição;

Reproduzir, com palavras próprias, as idéias e/ou informações coletadas, tendo como atividade essencial a leitura crítica e a compreensão dos textos e documentos; Ler e interpretar artigos e outros textos sobre informática e sua aplicação nas atividades modernas de comunicação; Usar adequadamente a língua portuguesa como instrumento de comunicação em todas as formas de convivência humana; Conhecer os principais controles administrativos e contábeis que fazem parte da vida organizacional de uma empresa; Conhecer as regras básicas na relação de emprego em empresas de informática e ter consciência da influência da internet na relação de trabalho; Conhecer a Lei de Informática e legislação pertinente; Interpretar gráficos, tabelas e demais demonstrativos;

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:STAIR, R. M; REYNOLDS, G. W. Princípios de sistemas de informação: uma abordagemgerencial. Rio de Janeiro: LTC, 2002.KIMBALL, R. Data Webhouse: construindo o Data Warehouse para a Web. Rio de Janeiro: Campus.Bibliografia complementar:ARAÚJO, A. C. M. A administração na era da informação. Rio de Janeiro: Papel e Virtual, 2002.BIO, S. R. Sistemas de informação: um enfoque gerencial. São Paulo: Atlas, 1993.CASSARRO, A. C. Sistemas de informações para tomada de decisões. 3.ed. São Paulo: PioneiraThomson Learning, 2001.PRESSMAN, R.S. Engenharia de software. São Paulo: Makron, 1995.INMON, W.H. Como construir um dataware house. Rio de Janeiro: Campus, 1997.KIMBALL, R. The Data Warehouse lifecicle toolkit: experts methods for desiginig, developing, and deploying Data Warehouses. New York: John Wiley, 1998.

25

Page 26: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Direito Aplicado a Informática CH: 40 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Fornecer conceitos básicos do Direito e da Informática Jurídica, familiarizando os alunos com os temas mais importantes da Ciência Jurídica para a área cibernética e seus respectivos termos técnicos.EMENTA:Noções de legislação trabalhista, comercial e fiscal. Crime e abuso na área de Sistemas de Informação. Propriedade intelectual e Legislação na área de informática.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Apresentar uma visão crítica sobre o uso das modernas tecnologias da informação e seu impacto na sociedade. Identificar e apontar soluções para os principais problemas jurídicos surgidos com o uso crescente da tecnologia da informação. CONTEÚDO: Unidade I - O Direito; Definição; Características das normas éticas, técnicas e jurídicas; Importância do Direito na Informática.Unidade II - Divisão Geral do Direito; Critérios; O ordenamento jurídico; Relação Jurídica; Direito Público e Privado.Unidade III - O Direito de Propriedade; Conceitos de Propriedade; Posse, domínio, solo, espaço aéreo; Direitos autorais; Leis na área de informática; Contratação de equipamentos de processamento de dados e softwares.Unidade IV - Direito Administrativo; Normas pertinentes à área da Informática; Concorrência; Tomada de Preços; Licitação Pública; Editais de licitação; Normas trabalhistas do Direito Social.Unidade V – Regulamentação da Profissão. Processo de regulamentação de profissões; Conselhos federais e regionais.COMPETENCIAS HABILIDADES Conhecer o comportamento do consumidor de jogos digitais em suas diferentes modalidades; Identificar diferentes estratégias de marketing de acordo com o público alvo dos jogos; Realizar atividades de negócio de forma legal e segura

Capacidade de analisar o ambiente macro-econômico do setor varejista e atacadista de uma região, com o propósito de estabelecer oportunidades à comercialização de jogos; Desenvolvimento de estratégias de vendas de jogos.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:DINIZ, M. H. Compêndio de introdução à ciência do Direito. 8.ed. São Paulo: Saraiva, 2002.Bibliografia complementar:BETIOLI, A. B. Introdução ao Direito: lições de propedêutica jurídica. 7.ed. São Paulo: Letras & Letras, 1995. 7REALE, Miguel. Lições Preliminares de Direito. 22. ed. São Paulo: Saraiva, 1995

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Webdesign CH: 100 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: O curso de webdesigner tem com objetivo Formar equipes com competências multidisciplinares, visando à capacidade de criar estratégias corporativas eficazes para aplicação na web, e que, efetivamente, alcancem os seus

26

Page 27: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

clientes on-line.EMENTA:Autoria: plataformas para multimídia; ferramentas de desenvolvimento. Áudio: propriedades físicas do som; representação digital. Processamento e síntese de som. Imagens: representação digital, 10 dispositivos gráficos, processamento. Desenhos: representação de figuras. Vídeo: interfaces, processamento. Animação. Realidade Virtual: modelagem, arquitetura e aplicações.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Focar sempre no usuário e na sua tarefa - Isto significa mais do que identificar e categorizar usuários. O processo implica contato direto entre usuários e a equipe de designeres, durante todo o período de vida do produto; Coletar informações sobre clientes de modo sistemático e estruturado; Enfatizar e direcionar à coleta de dados comportamentais sobre facilidade de aprendizado e uso, com usuários reais do produto; Desenhar, modificar e testar repetidamente o produto.CONTEÚDO: HTML1. DEFINIÇÃO2. CRIANDO DOCUMENTOS HTML2.1 - ELEMENTOS BÁSICOS2.1.1 - TÍTULOS2.1.2 - CABEÇALHO2.1.3 - PARÁGRAFO2.1.4 - QUEBRA DE LINHA2.1.5 - COMENTÁRIOS2.1.6 - LISTA DE ELEMENTOS BÁSICOS2.1.7 - DICAS3. FORMATAÇÃO DE TEXTO3.1 - DEFININDO FONTES3.2 - ESTILO DE TEXTOS3.3 - FORMATANDO BLOCO DE TEXTOS3.3.1 - TAG DIV4. CONTROLE DE CORES E GRÁFICOS DE FUNDO4.1 - CORES E ELEMENTOS GRÁFICOS DE FUNDO4.1.1 - BACKGROUND (IMAGEM DE FUNDO)4.1.2 - BGCOLOR4.2 - CORES DE LETRAS E LINKS4.2.1 - ATRIBUTO TEXT4.2.2 - ATRIBUTO LINK, VLINK E ALINK5. LINKS5.1 - ÂNCORAS5.2 - INTERLIGANDO DOCUMENTOS EM OUTROS DIRETÓRIOS5.3 - INTERLIGANDO URL'S5.4 - LINKS PARA E-MAILS6. LISTAS6.1 - LISTAS NÃO NUMERADAS6.2 - LISTAS NUMERADAS6.3 - LISTA DE DEFINIÇÕES6.4 - LISTA INTERCALADAS7. IMAGENS7.1 - INSERINDO IMAGENS NA PÁGINA7.2 - DIMENSIONANDO IMAGENS7.3 - ALINHANDO IMAGENS7.3.1 - ALINHAMENTO EM RELAÇÃO AO NAVEGADOR7.3.2 - ALINHAMENTO EM RELAÇÃO AO TEXTO7.4 - OUTROS ATRIBUTOS

27

Page 28: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

8.TABELAS8.1 - MARCAÇÕES BÁSICAS8.2 - DESENVOLVENDO UMA TABELA SIMPLES8.3 - ATRIBUTOS DE CONTROLE DE TABELAS8.4 - CORES E IMAGEM NA TABELA8.4.1 - CORES NA TABELA8.5 - IMAGEM DE FUNDO NAS TABELAS9. CORES9.1 - MATIZ, SATURAÇÃO E TONALIDADE9.2 - SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO DAS CORES9.3 - PSICOLOGIA DAS CORES10. TIPOLOGIA10.1 - ESTILO ANTIGO10.2 - ESTILO MODERNO10.3 - SERIFA GROSSA10.4 - SEM SERIFA10.5 – MANUSCRITO10.6 – DECORATIVOPHOTOSHOP11. FERRAMENTAS DO PHOTOSHOP11.1 – INICIANDO O PHOTOSHOPEXERCÍCIOS PARA REVISÃO12. VISUALIZANDO AS IMAGENSEXERCÍCIOS PARA REVISÃO13. SELECIONANDO E MOVENDO IMAGENS13.1 – MARCA DE SELEÇÃO13.2 – LAÇO13.3 – VARINHA MÁGICA13.4 – CORTE DEMARCADOEXERCÍCIOS PARA REVISÃO14. MODIFICANDO AS SELEÇÕES14.1 – FILTROSEXERCÍCIOS PARA REVISÃO15. TRANSFORMANDO AS SELEÇÕES15.1 – PINCEL15.2 – FERRAMENTA DEGRADÊ15.3 – CARIMBO15.4 – DESFOQUE, NITIDEZ E BORRAREXERCÍCIOS PARA REVISÃO16. FERRAMENTAS DE TEXTOEXERCÍCIOS PARA REVISÃO17. CRIAÇÕES DE ARQUIVOS PARA WEBEXERCÍCIOS PARA REVISÃO18. VOCABULÁRIO UTILIZADO NO PHOTOSHOP19. SEJA UM BOM WEB DESIGNERDREAMWEAVER20. APRESENTANDO O DREAMWEAVER20.1 – BARRA DE TÍTULOS20.2 – BARRA DE MENUS20.3 – BARRA INSERIR20.4 – BARRA DE FERRAMENTAS DOCUMENTOS20.5 – PAINÉIS20.6 – GRUPOS DE PAINÉIS20.7 – ÁREA DE DESENVOLVIMENTO20.8 – VISUALIZAÇÃO DO DREAMWEAVER

28

Page 29: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

20.9 – BARRA DE STATUS20.1.1 – MENUS CONTEXTUAISEXERCÍCIOS PARA REVISÃO21. CRIANDO UM NOVO SITE22. INICIANDO UMA PÁGINA NO DREAMWEAVER22.1 – CRIANDO E SALVANDO UMA NOVA PÁGINA22.2 – CRIANDO O ARQUIVO INDEX.HTM22.3 – DEFININDO AS PROPRIEDADES DA PÁGINA22.4 – INSERINDO TABELAS22.5 – MAPEAMENTO DE IMAGENSEXERCÍCIOS PARA REVISÃO23. LINKS E NAVEGAÇÃO23.1 – LOCALIZAÇÃO E CAMINHOS DOS DOCUMENTOS23.2 – TESTANDO A PÁGINAEXERCÍCIOS PARA REVISÃO24. FORMULÁRIOS25. DICAS PARA A CRIAÇÃO DE UM SITE25.1 – DEFINIR O CONTEÚDO, O QUE SERÁ DIVULGADO NO SITE25.2 – ESTABELECER OBJETIVOS25.3 – DIVIDA SEUS CONTEÚDOS EM TÓPICOS25.4 – QUAIS AS QUESTÕES QUE DEVO LEVANTAR COM RELAÇÃOÀ ORGANIZAÇÃO E NAVEGAÇÃO DE UM SITE?25.5 – Próxima etapa do planejamento.COMPETENCIAS HABILIDADES Conhecer e aplicar recursos do PhotoShop CS3, Flash CS3 e Corel Draw X3 ; Conhecer a infra-estrutura necessária para criar e hospedar sites; Conhecer a estrutura e funcionamentos de sites; Os meios de acesso de um site; Para que serve o site; Criando estratégias para elaboração de sites;

Produzir sites com interfaces estáticas e animadas, desenvolvendo estruturas dinâmicas de aperfeiçoamento da inteligência no acesso dos dados; Desenvolver plataformas completas para o comércio eletrônico, articulando conhecimentos e habilidades no uso de linguagens de programação e de sistema de segurança que garantam a privacidade e a integridade das informações. Gerir um negócio com visão sistêmica, mobilizando conceitos e princípios de empreendedorismo e habilidades na definição de estratégias que contribuam para a sustentabilidade do empreendedorismo.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:PAULA FILHO, W. de P. Multimídia: conceitos e aplicações. Rio de Janeiro: LTC, 2000.Bibliografia complementar:VAUGHAN, T. Multimedia: making it work. 5.ed. New York: Osborne/McGraw-Hill, 2001.

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Analise e Projeto de Sistemas II CH: 40 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Desenvolver junto ao aluno a capacidade de realizar atividades de projetos de sistemas, bem como torná-lo apto a empregar metodologias mais utilizadas e atuais para implementação das atividades mencionadas.

29

Page 30: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

EMENTA:Etapas do projeto Físico; Uso de formulários; Elaboração de layout de relatórios.Manuais e Documentação de Sistemas: Manual de produção do sistema; manual de análise.Avaliação de Sistemas; Conceitos; Aspectos de avaliação de sistema.Noção de Análise Orientada à ObjetosConhecendo UMLOBJETIVOS ESPECIFICOS: Ao final do curso o aluno terá condições de utilizar as metodologias e técnicas atuais de projetos de sistemas.CONTEÚDO:1. Conhecer e aplicar os fundamentos da programação orientada e objetos.2. Etapas do projeto Lógico: modelagem de processo de controle; modelagem de dados; Definição de bancos de dados; Definição de programa.3. Etapas do projeto Físico; Uso de formulários; Elaboração de layout de relatórios.4. Manuais e Documentação de Sisitemas: Manual de produção do sistema; manual de análise.5. Avaliação de Sistemas; Conceitos; Aspectos de avaliação de sistema.6. Noção de Análise Orientada à Objetos7. Conhecendo UMLCOMPETENCIAS HABILIDADES Conhecimento de Linguagem de Banco de Dados; Criar Banco de Dados, para subsidiar o sistema de informação; Criar Sistema de Informação Conhecer os fundamentos que regem as linguagens para Banco de Dados; Conhecer os tipos de relacionamentos existentes entre Dados; Conhecer os tipos de chaves de acesso, existente em um banco de dados; Conhecer os principais comandos da Linguagem SQL; Conhecer as principais técnicas utilizadas para garantir a integridade dos dados; Conhecer o paradigma da arquitetura cliente-servidor. Distinguir e avaliar linguagens e ambientes de programação WEB, aplicando-os no desenvolvimento de software; Conhecer a Linguagem de JAVA; Conhecer Linguagem de Banco de Dados utilizados em WEB; Conhecer o paradigma da interação entre Banco de Dados e sistema de informação WEB; Elaborar projetos de Sistema de Informação WEB em JAVA.

Elaborar e executar casos e procedimentos de testes de programas. Redigir instruções de uso dos programas implementados; Utilizar a Linguagem de programação, para simular as rotinas e tarefas do dia-a-dia; Criar estruturas de banco de dados; Implementar adequadamente, a criação de modos de acesso aos banco de dados, através dos vários tipos de “chaves” existentes; Utilizar adequadamente, os comandos da linguagem SQL, na manipulação de estrutura de dados; Utilizar ambientes para manipulação de dados nos diversos modelos de SGBD; Utilizar editores de textos, planilhas, gerenciadores de bases de dados e ambientes de desenvolvimento na elaboração de sistema para WEB; Elaborar e executar rotinas e procedimentos de testes de programas; Redigir instruções de uso dos programas implementados. Utilizar a Linguagem de programação WEB, para a criação de sistema de informação.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBEZERRA, Eduardo. Princípios de Análise e Projetos de Sistemas com UML. Rio de Janeiro: Campus, 2002. 320 p. GANE, C.; SARSON, T. Análise Estruturada de Sistemas. Rio de Janeiro: LTC, 1995. 258 p.POMPILHO, S. Análise essencial: guia prático de análise de sistemas. São Paulo: Ciência Moderna, 2002. 288 p. PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. São Paulo: Makron Books, 1995.TONSIG, Sergio Luiz. Engenharia de Software: análise e projeto de sistemas. São Paulo: Futura, 2003. 351 p. YORDON, Edward; ARGILA, Carl. Análise e Projetos Orientados a Objetos. São Paulo: Makron Books, 1999. 336 p.

30

Page 31: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Gestão Aplicada a Informática CH: 40 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Pesquisa interdisciplinar e interinstitucional que tem por objetivo geral explorar as possibilidades oferecidas pela informática para o apoio à Gestão.EMENTA:Verificar com que intensidade um grupo de problemas se manifesta quando as organizações adotam novas tecnologias, bem como a ocorrência, a intensidade e o sucesso de um conjunto de ações adotadas para enfrentar esses problemas. OBJETIVOS ESPECIFICOS: Adaptar (traduzir e validar) um instrumento americano para identificação da intensidade de ocorrências de problemas e ações inerentes à adoção de TI nas organizações. Estabelecer um perfil de TI pelas organizações. Identificar a ocorrências de problemas e em que intensidade se manifestam nas organizações. Difundir aos gestores referencial (de problemas e ações adotadas, e se bem ou mal sucedidas), de forma a auxiliá-los a melhor administrar e mesmo prevenir o impacto no processo de adoção de novas tecnologias. CONTEÚDO:O MERCADO DE TRABALHO E O SISTEMA ECONÔMICO: Empresa – fatores de produção, conceito de empresa e entidade; Administração – A técnica administrativa nas empresas, empresa, mercado e tecnologia.PLANEJAMENTO: Conceito, tipos de planejamento administrativo; Metas de planejamento.PROJETOS: Tipos de projetos. Fases do projetos; Elaboração e avaliação de projetos.OPORTUNIDADE DE MERCADO (INVESTIMENTO): mercados-espaços a serem conquistados. Gestão – A técnica e administrar a própria capacidade de trabalho; Franquias (Franchising); Terceirização.QUALIDADE: A BUSCA DA EXCELENCIA: O que significa gestão pela qualidade total; Ferramentas da gestão pela qualidade total.ÉTICA e AUDITORIACOMPETENCIAS HABILIDADES Coordenar as atividades de garantia de segurança dos dados armazenados em sistemas computacionais; Interpretar documentação de sistemas e programas; Interpretar e avaliar a documentação de análise e projeto de sistemas. Conhecer termos técnicos utilizados na informática;

Identificar, indicar e utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resolução de problemas; Adequar programas e sistemas as necessidades do usuário; Documentar todas as fases do desenvolvimento de projetos; Redigir manuais de utilização de programas e operação de equipamentos de informática; Identificar as necessidades dos usuários quanto ao suporte de sistemas. Identificar e interpretar manuais e programas. Utilizar editores de textos, planilhas, gerenciadores de bases de dados, compiladores e ambientes de desenvolvimento na elaboração de programas.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

31

Page 32: MATRIZ CURRICULAR INFOMÁTICA

CURSO: Técnico em Informática – SUBSEQUENTE

ÁREA DE CONHECIMENTO: Comunicação e Informação

DISCIPLINA: Linguagem de Programação II Orientada a objeto CH: 100 h. SEMESTRE: 3ª

FORMA DE OFERTA: Subsequente NÍVEL DE ENSINO: Pós Médio

OBJETIVO GERAL: Permitir que o aluno adquira as competências e as habilidades básicas sobre o funcionamento do computador, assim como desenvolver sua lógica de programação para a utilização em programas de computadores.EMENTA:Conceitos de linguagens de programação. Paradigmas de linguagens de programação: imperativas, funcionais, lógicas e orientadas a objetos. Linguagens de programação para internet.Linguagens para desenvolvimento de sistemas Web. Interface com sistemas gerenciadores de bancos de dados. Comércio eletrônico.OBJETIVOS ESPECIFICOS: Desenvolver aplicações para WEB; Utilizar a plataforma Java para desenvolvimento em WEBCONTEÚDO: 1. Paradigma e padrões de desenvolvimento de aplicações para a Web.2. Interface gráfica do usuário (GUI - Graphical User Interface) em ambiente Web.3. Plataforma Java para desenvolvimento de aplicações para a Web.4. Visão geral e Arquitetura de Servlets.5. Linguagem para conteúdo web dinâmico na arquitetura Java (JSP – Java Server Pages).6. Tratamento de Eventos em Java no ambiente Web.7. Acesso a Banco de dados em ambiente WEB (JDBC - Java Database Connectivity).8. Estudos de caso de aplicações desenvolvidas com a linguagem Java para web.COMPETENCIAS HABILIDADES Desenvolver um website funcional e publicá-lo na Internet. Desenvolver aplicações WEB dinâmicas.

Conhecer HTML e suas aplicações para a Web. Selecionar o Provedor para hospedar o Site. Conhecer uma linguagem de scripts da Web, rodando no servidor, em uma combinação com comandos HTML.

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICASBibliografia básica:DEITEL, H. M. & DEITEL, P. J. Java como Programar. Porto Alegre: Bookman, 2004.DEITEL, H. M. & DEITEL, P. J. C++ como Programar. Porto Alegre: Bookman, 2001.CARDOSO, M. Desenvolvimento web para ensino superior. Axcel Books, 2004Bibliografia complementar:ALVES, W. P. C++ Builder 6: desenvolva aplicações para Windows. São Paulo: Érica, 2002.SCHILDT, H. Borland C++ Builder. Rio de Janeiro: Campus, 2001.SCHILDT, H. C completo e total. 3.ed. São Paulo: Makron Books, 1997.WELLING, L., THOMPSON, L. PHP e MySQL: Desenvolvimento web. Rio de Janeiro: Campus, 2005

32