of 16 /16
Opinião Saúde Segurança Destaque Cidade Educação Esporte Política Lages, sexta-feira, 25 de julho de 2014 R$ 2,00 Ano 04 - Edição 140 Inauguração dia 30 de outubro Está marcada para o dia 30 de outubro de 2014 a inauguração oficial de um dos maiores centros comerciais de SC, o Lages Garden Shopping. | Pg. 03 Lages Garden Shopping Divulgação Vacinação contra a hepatite B começa neste sábado, 26 Saúde 8 Começa campanha de vacinação em SC Professores participam do Congresso Municipal de Educação Educação 9 Congresso discute a educação Recursos garantem exploração do alagado do Rio Pelotas Regional 12 Região dos Lagos é estimulada para o turismo Mantenha criança longe PANELA AO FOGO

Vitrine Lageana Edição 140

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Vitrine Lageana Edição 140

Page 1: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

OpiniãoSaúdeSegurança Destaque CidadeEducaçãoEsporte PolíticaLages, sexta-feira, 25 de julho de 2014R$ 2,00

Ano 04 - Edição 140

Inauguração dia 30 de outubro

Está marcada para o dia 30 de outubro de 2014 a inauguração oficial de um dos maiores centros comerciais de SC, o Lages Garden Shopping. | Pg. 03

Lages Garden Shopping

Divulgação

Vacinação contra a hepatite B começa neste sábado, 26

Saúde 8

Começa campanha de

vacinação em SCProfessores

participam do Congresso Municipal de Educação

Educação 9

Congresso discute aeducação

Recursos garantem exploração do alagado

do Rio Pelotas

Regional 12

Região dos Lagos é estimulada

para o turismo

Mantenha criança

longe

PANELAAO

FOGO

Page 2: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

Esporte é melhor que guerra

No domingo, 13/7, o Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ, recebeu che-

fes de Estado, autoridades e dezenas de milhares de torcedores para a cerimônia de encerramento da Copa de Futebol. Na disputa final, a disciplinada Alemanha saiu vitoriosa sobre a esforçada Argen-tina, sagrando-se tetracampeã. Para-béns a todos os países, que abrilhanta-ram o Mundial de 2014 no Brasil!

Nossa saudação de Paz aos orga-nizadores; aos atletas; aos que

assistiram, pessoalmente ou pelos meios de comunicação; aos trabalha-dores, desde os simples aos mais grad-uados; aos voluntários; enfim, a tanta gente que compôs a estrutura que pos-sibilitou esse megaevento.

O sucesso obtido será maior à medida que autoridades compe-

tentes e sociedade – na séria avaliação de erros e acertos identificados antes, durante e pós-Copa – realmente assimi-lem o aprendizado que um encontro

esportivo dessa magnitude pode pro-porcionar a uma nação. Aproveitar bem ou não essa experiência dependerá de todos nós.

O futebol tem uma enorme habili-dade de congraçar os seres huma-

nos, nacional e internacionalmente. (...). Ele tem um carisma superior a vergon-hosos e antigos ódios que devem ser expulsos da Terra. Um dia, as criaturas terão de resolver “suas diferenças” em planos elevados que não os da matança

dos seus semelhantes, com milhões de viúvas e órfãos. Pode levar mil anos, mas acontecerá. Que não demore... É só ler as páginas do Apocalipse de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, para saber.

Esporte é melhor que guerra.

José de Paiva Netto — Jornalista, radialista e escritor.

Nossa Opinião

Lages está vivendo uma

nova era. Não há como negar. Os tempos de crise podem estar chegando ao fim. O prefeito Elizeu Mat-tos, a cada discurso, exalta os investimentos de infraestru-tura na cidade, em torno de R$ 150 milhões, sem se esquecer das parcerias com os governos Estado e Federal. Mas, como prefeito, assume o ônus e o bônus. A palavra “alegria” também tem sido pronunciada com frequência.

Aliás, talvez seja a melhor maneira de contextu-

alizar toda a movimentação em torno de fatos concretos e positivos para a economia lageana. São inúmeras as empresa de pequeno, médio e até de grande porte que estão se instalando, e outras tantas, que estão por vir. O prefeito Elizeu faz questão de estar presente em todos os eventos

inaugurais, numa demonst-ração de que tudo precisa ser valorizado. A razão dele em estar feliz, portanto, procede, embora o campo administra-tivo municipal requeira muita dedicação, para, primeiro, construir, depois, comemorar.

Por fim, somente no campo ocupacional,

no que tange à abertura de empregos, a notícia de o Lages Garden Shopping vai começar a recrutar, a partir de agosto, e que deverá absorver cerca de 3 mil colaboradores diretos, mais 4 mil indiretos, é realmente para festejar. Aproxima-se assim, nestes mesmos tempos, antes até de fechar 2014, a possibilidade de Lages contemplar o mer-cado de trabalho, com mais de 5 mil empregos diretos. E isso, que nem foram anun-ciadas as obras da Sinotruk e da Novaer Kraft, entre outras.

Momento é de alegria

‘‘

‘‘

Grimpa

Não há dia em que alguma coisa não tenha sido depredada ou

destruída totalmente pela ação de desocupados que perambulam pelas ruas, especialmente à noite. São pessoas realmente desligadas de qualquer compromisso social. Além dos danos ao patrimônio público e o prejuízos aos cofres municipais, conseguem desestimular a realiza-ção de qualquer benfeitoria. Nada diferente pode ser feito, sem que logo seja destruído. É como se fosse uma questão de honra para os mar-ginais. Por outro lado, vemos um poder público impotente diante do problema. Há como reverter isso?

!

Manter a velocidade nos patamares da legislação é para poucos. Basta observar, a cada abertura de um

semáforo na Avenida. Tente manter a velocidade regular para sentir a pressão. Logo alguém encosta forçando a passagem. Caso não o faça, o motorista de trás ultrapassa

pela direita com sinais de indignação. Mais 500 metros à frente, lá está ele parado em outro semáforo. Realmente, o descontrole no trânsito é algo que impressiona. Mas, res-saltando, a velocidade na Belizário talvez mereça mais controle e mais atenção das autoridades. Enquanto nada for feito...

Altavelocidade

...

Valeo elogio ? Controle

do vandalismo

As pequenas providências no trânsito local e que resultam em

bons resultados merecem também destaque. É o caso da direção única adotada em frente ao Supermercado Martendal. Antes de a providência ser tomada, a movimentação dos veículos era um sério problema, pois, o espaço da rua é muito estreito. Agora o trân-sito flui naturalmente e os riscos de pequenos acidentes e o travamento da circulação dos veículos praticamente zeraram. A cidade tem ainda vários pontos de pequenos estrangulamen-tos e que, se forem revistos, vão facili-tar e muito a vida de quem precisa circular com seus carros. Meritos!

Opinião1202

Page 3: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

03DESTAQUEPrevisão de muito

frio na SerraEspaços entregues aos lojistas

No dia 23 de setembro de 2013, a neve foi vista nos morros de Floripa

Empreendedores preveem a visitação de cerca de 20 mil pessoas logo no primeiro dia

Div

ulga

ção

Paulo C

hagas

No dia 23 de julho de 2013, uma nevasca histórica deixou a todos pasmos com os morros ao redor de Florianópolis com os picos cobertos de neve. O Sul do Brasil tinha tido uma noite e madrugada com muita neve acumulada em cerca de 150 cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Em algumas cidades catari-nenses e paranaenses foi a maior nevada desde 1965. Curitiba, por exemplo, foi a primeira vez desde 1975. Foi tanta neve em alguns pontos que rodovias chegaram a ser bloqueadas e até telhados desabaram devido ao peso da neve.

Ao completar um ano do fenômeno, o dia começa com um cenário muito distinto devido ao deslocamento de uma frente fria com grande atividade. Sem frio, sem neve, mas com chuva. Indicativos

meteorológicos como da Met-Sul reiteram alerta de chuva forte e intensa.

Nesta quinta-feira, 24, a instabilidade foi dando lugar a uma condição com tempera-tura em queda. Os termômet-ros devem desabar e com o indicativo de muito frio a par-tir do final da tarde com mar-cas abaixo de 10ºC, em muitas cidades. Na manhã desta sexta-feira, os indicativos são de mais frio ainda. O sol deve aparecer, mas o frio continua.

A previsão é de que o fim de semana será ensolarado, porém gélido. As madruga-das terão geada ampla (forte na maioria dos municípios) com marcas ao redor de 0ºC ou negativas na maioria dos munícipios da Serra Catari-nense. E há uma pequena pos-sibilidade de neve em pontos localizados. (Fonte: MetSul/AMURES)

Em menos de 100 dias, a cidade de Lages e outros municípios da Serra Catari-nense poderão contemplar a abertura oficial das portas de um dos maiores shoppings do Estado de Santa Catarina. No sábado (19), convidados espe-ciais e a imprensa testemun-haram a entrega das chaves aos empreendedores que adquiriram espaços comerci-ais no Lages Garden Shopping, durante evento denominado de “Festa da Cumeeira”. O evento marcou o momento em que o shopping inicia a contagem regressiva para a inauguração, marcada para 30 de outubro. “A partir de hoje começamos a ver uma movimentação diferente, que são as obras dos lojistas, que adequarão seus espaços conforme suas necessidades”, explica o superintendente do shopping, Paulo Teixeira.

O prefeito Elizeu agradeceu os representantes do Grupo Tenco, principalmente o fun-dador, Eduardo Gribel, que acreditaram no potencial do município. “Será um marco no desenvolvimento da região. É um momento ímpar de cresci-mento, pois toda grande cidade tem um grande shopping e isso está acontecendo aqui”,

comenta. Ele enfatiza que a prefeitura está dando apoio aos empreendedores no que for preciso. Exemplo disso é a pavimentação da Avenida das Torres, que faz ligação entre o bairro Guarujá e o shopping, com investimento de mais de R$ 1,3 milhão em parceria com o Governo do Estado.

Obra em fase final

A obra física do shopping está em fase final, faltando apenas a execução dos acabamentos. De acordo com o superintendente Paulo Teixeira, 75% dos espa-ços comerciais já foram comer-cializados; ainda há vaga para quem tiver interesse em ocu-par uma loja, inclusive, para quem não é comerciante e gos-taria de investir em franquias. No total são 176 lojas, sendo cinco âncoras: Renner, Ria-chuello, Americanas, Marisa e o McDonalds.

O cinema, com o grupo Cin-emark, não será inaugurado junto com o shopping; haverá uma solenidade à parte. Paulo explica que faz parte da dinâmica das empresas de cinema ter uma inauguração diferenciada. “Isso para nós é bom, pois nos dá um segundo

momento de atenção, com uma grande atração acontecendo no shopping”, frisa. Serão quatro salas de exibição, todas com equipamentos em 3D.

Oportunidade de emprego

O faturamento do Lages Garden deve girar em torno de R$ 250 milhões ao ano, com o shopping em seu poten-cial máximo. Serão cerca de três mil empregos diretos e cerca de quatro mil de indi-retos. A maioria das vagas será preenchida por gente do próprio município, através do Banco do Emprego da Sec-retaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda. “O que o grupo Tenco quer é que o município seja o grande responsável pela ocupação des-sas vagas. Temos uma filosofia baseada em um tripé de sus-tentabilidade da ONU, que diz que o empreendimento precisa ser ecologicamente correto, socialmente justo e economi-camente viável. É isso que bus-camos e a contratação local de colaboradores contribui”, diz Paulo. A construtora do shop-ping é local, assim como a mão de obra para a construção e os fornecedores de materiais.

Page 4: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

políTicA04

O Tribunal Regional Eleito-ral de Santa Catarina (TRE-SC) iniciou na segunda-feira (21) as sessões para julgar os pedi-dos de registro de candidatura referente às eleições de 2014. Já nesta primeira sessão foram deferidos pelos juízes do tri-

bunal catarinense os pedidos de 22 candidatos ao cargo de deputado estadual inscritos ao cargo em Santa Catarina.

Ainda nesta segunda-feira, além das decisões de candi-daturas, o TRE-SC também publicou a renúncia de cinco

TRE julga registros de candidatura Pela Reforma Política

A realização de uma audiên-cia pública para discutir a possibilidade de um plebis-cito popular sobre a Reforma Política foi sugerida pelos legis-ladores Felício Martins (PROS) e Professor Domingos (PT) no requerimento 102/2014. A sessão ainda não tem data definida, mas acontecerá no Plenário Nereu Ramos da Câmara.

Plebiscito é uma consulta na qual os cidadãos e cidadãs votam em aprovar ou não uma questão. De acordo com a leg-islação somente o Congresso

Nacional pode convocar um Plebiscito. Apesar disso, desde o ano 2000 vários movimentos sociais brasileiros começaram a organizar plebiscitos populares sobre temas diversos, em que qualquer pessoa pode orga-nizar grupos em seus bairros, escolas, universidades, igreja, sindicatos, etc., sobre um deter-minado tema e coletar votos.

Um grupo de trabalho com representações e participa-ções de diversas organizações envolvidas está mobilizando para a votação de um plebiscito sobre a Reforma Politica.

As decisões serão publicadas no Mural Eletrônico da Justiça Eleitoral de SC

O assunto é nacional, mas políticos de Lages querem abrir a discussão

Divulgação

Elis

andr

a P

andi

nicandidatos ao cargo de dep-utados estadual, um registro de candidatura de partido e um pedido de registro de coligação.

As sessões com todas as decisões referentes às eleições estão sendo realiza-das de segunda à quinta-feira e estão sendo publicadas em acórdãos disponíveis no pai-nel de sessões plenárias do site do TRE-SC.

De acordo com a Resolução TRESC n. 7.911/2014, art. 15, no período de 5 de julho a 10 de outubro de 2014, as decisões monocráticas proferidas nos processos de registro de candidatu-ras serão publicadas no Mural Eletrônico da Justiça Eleitoral de Santa Cata-rina (Resolução TRESC n. 7.904/2014), devendo o ato ser certificado nos autos.

Page 5: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO DE 2014políTicA [email protected]

Por Paulo ChagasVITRINE POLÍTICA

Só alegria

Tenho acompanhado de perto vários atos envolvendo a admi-

nistração municipal. O prefeito Elizeu Mattos, mantém o mesmo discurso sobre as inúmeras obras, dos R$ 150 milhões em investimentos, e por outras grandes coisas que estão por vir. Tem mais é que ressaltar mesmo. Segundo ele, Lages está vivendo o melhor momento dos últimos tempos. Demonstra e fala na alegria que sente por tais acontecimentos. Esta semana passou toda ela em Brasília. Na semana que passou, comemorou as boas novas junto a empreendedores, em dois ou três eventos.

aeroportoS i

Notícias dão conta de que os aeroportos regionais em Santa

Catarina estão tendo boa movimenta-ção, com o primeiro semestre fechando em alta. Há indicativos de que novas empresas entrem em operação para

atender a demanda, em aeroportos como os de Chapecó, Joinville, Criciúma e de Navegantes. O efeito é extremamente positivo para estes municípios. Chapecó é a cidade que mais tem crescido. Motivos suficientes para comemorar.

aeroportoS ii

Em Lages o problema da falta de voos regulares ainda continua.

Não quer dizer com isso que as trata-tivas estejam paradas. Até mesmo o aeroporto local está sofrendo adap-tações. Em Correia Pinto, o Aeroporto Regional, segue também sendo traba-

lhado, mas com perspectivas desani-madoras. Uma grande pena, pois, esses problemas contrastam com o bom momento de Lages e que vem sendo ca-racterizado pelo Executivo. O prefeito Elizeu deverá ter novidades a respeito, assim que retornar de Brasília.

observo que:

Candidatos a deputado estadual e federal estão em busca da atenção dos eleitores. Nos eventos, se encontram e dividem os mesmos espaços.

Para o eleitor, nenhuma novidade. É a hora de eles aparecerem;

Aliás, a eleição para deputado estadual não será fácil. Há pelo menos 11 candidatos por vaga em SC. Somente 40 se elegem. Na Serra, a conta gira

em torno de 11 os que buscam espaço. O risco é de não eleger nenhum. Ao todo são 316 candidatos no Estado;

Novo comando da PM em Santa Catarina revolu-cionou os serviços. O número de policiais nas ruas aumentou. Difícil saber por que o modelo

anterior permaneceu por tanto tempo. Méritos!

efeito daS peSquiSaS

A recente pesquisa apontan-do boa vantagem ao candi-

dato à reeleição, João Raimundo Colombo, contextualizada também pelos índices de aceitação do seu governo, superiores, inclusive, aos da presidenta Dilma Rousseff é um bom indicativo. Obviamente, ainda é cedo para contar vitória. No entanto, o governador Serrano tem conseguido demonstrar força, a partir das ações em todos os municípios e segmentos administrativos. Fazer mais é possível, obviamente. O trabalho, até então, tem tido grande aceitação. Por isso, a vantagem nas pesquisas. Raimundo

entra da premissa de que time que está ganhando, não se mexe.

Raimundo começa campanha bem avaliadoPrefeito Elizeu Mattos está feliz com os acontecimentos em Lages

Paulo C

hagas

Paulo C

hagas

e a Campanha?

Apesar do interesse e dos ma-nifestos do lançamento da

campanha “Serrano Vota em Serrano”, ela esbarra na falta de recursos para poder ganhar dimensão. O jeito, quem sabe, seria apenas explorar jornalis-ticamente, fazendo, pelo menos, que ela possa chegar aos ouvidos e aos olhos dos leitores. Considero que

seja importante o lançamento o mais rápido possível. A Serra não pode mais se acanhar nestas questões políticas e seguir lamentando a falta de represen-tatividade. A Campanha precisa sair do papel e ganhar corpo, independente do seu alcance. A iniciativa é o que conta. Portanto, a ideia não tem como se sus-tentar, se não for oficializada.

CurioSidade

Pela lei eleitoral nenhum can-didato pode aparecer em atos

públicos, pois, corre o risco de ter a can-didatura impugnada. O presidente da Câmara de Vereadores de Lages, Nilton Freitas é candidato a deputado estadual,

pelo PTB. Indiferente, tem participado de vários atos sem preocupação. Esteve, por exemplo, junto às autoridades na inauguração da Planalto Confecções e da entrega de poltronas ao Hospital Tereza Ramos, entre outros.

Page 6: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

ciDADE06

Em Lages o setor imobil-iário tem tido significativo avanço nos últimos anos. Além disso, empresas do ramo estão inovando e implantando grandes projetos. É o caso da J.A. Urbanismo que acaba de lançar um loteamento, dotado de infraestrutura completa. O empreendimento Nova Lages localizado no bairro Jardim Panorâmico, tem espaços

planejados e terrenos adequa-dos a um projeto paisagístico diferenciado. O local escolhido tem aproximadamente 400 mil m² de área.

A empresa, com 23 anos no mercado de construção e urbanização, com sede em São José, aderiu à pro-posta de atrair moradores e investidores, com o objetivo de alavancar ainda mais o

desenvolvimento do mer-cado imobiliário da cidade. Os empreendedores estão con-victos de que o projeto Nova Lages será de enorme sucesso. Quase a metade dos 399 lotes já foi comercializada. O lugar vai contar com arborização, ruas pavimentadas e elevado padrão construtivo, conforme explica o gerente de projetos, Rafael Martins da Silva.

Novo condomínio residencial

Empresa catarinense aposta no crescimento habitacional da Serra Catarinense

Divulgação

Lages substitui pontes de madeira

Começa a substituição de pontes de madeira por novas de concreto

Toninho Vieira

Um levantamento da Secre-taria de Infraestrutura aponta que existem aproximadamente 70 pontes no município, algu-mas sobre rios, mas a maioria dá passagem em córregos. Des-tas, grande parte está em situa-ção precária. Assim, iniciou-se um trabalho de substituição das estruturas de madeira por pon-tes de concreto ou galerias. Nesta

segunda-feira (21) o trabalho foi realizado na Rua Teixeira de Fre-itas, no bairro Copacabana.

Nesta primeira etapa estão previstas ainda a substituição das pontes na Rua Nicolau Copér-nico, no bairro Santa Catarina; duas na José Kichiner, no Santa Catarina; e na Antônio Goulart, no acesso ao Centro de Zoono-ses, no bairro Tributo. Esta foi

executada na terça-feira (22).De acordo com o secre-

tário Benjamin Schultz, o custo médio de uma ponte de concreto construída com galeria, de tamanho médio, está na ordem de R$ 25 mil, mas representa uma grande economia para o município. “Temos muitas despesas com a manutenção das pon-tes de madeira, que precisa ser constante, pois oferece risco aos usuários. Tam-bém temos problemas com o vandalismo, com muitos casos de furtos de madeira”, comenta.

As demais devem ser sub-stituídas gradativamente, com recursos próprios do município. Inicialmente serão feitas duas por mês, podendo ser ampliada mais tarde, dando prioridade às que esti-verem mais danificadas.

Page 7: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO DE 2014 07pUBliciDADE

Page 8: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

08 SAÚDE

Postos de Saúde vão permanecer abertos durante todo o dia

Ascom

PM

L

Vacinação contra a Hepatite B

Estação Bike na Joca Neves

Centro de Atenção Psicossocial

O total de cadastrados chega a 330, mas frequentes e assidu-amente são cerca de 140

Nilt

on W

olff

Neste sábado, dia 26, começa a Campanha de Vacinação contra a Hepatite B em Santa Catarina, que vai até o dia 1º de agosto. A vacinação faz parte da Mobili-zação Estadual contra as Hepa-tites Virais, em alusão ao Dia Mundial de Luta contra as Hepa-tites Virais, lembrado no dia 28 de julho. A campanha inicia-se com o “Dia D”, em que os pos-

tos de saúde ficarão abertos das 8h às 17h, sem intervalo para o almoço.

A gerente de Vigilância das Doenças Imunopreveníveis e Imunização, Vanessa Vieira da Silva, explica que a vacina contra hepatite B já faz parte do calen-dário na rede pública de saúde. “O objetivo dessa campanha é alertar a população sobre os

Neste sábado (26), durante o passeio ciclístico Estação Bike, promovido pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Diretoria de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, os Centros de Atenção Psicossocial (Caps i, II e AD) irão comercializar, em

um stand, os produtos arte-sanais confeccionados pelos próprios pacientes submetidos aos tratamentos nestes locais. O Estação Bike acontecerá a par-tir das 16h, com saída da Praça Joca Neves.

Os ciclistas passarão por ruas

do Centro, incluindo-se trechos da Av.Belizário Ramos (Carahá). As inscrições serão realizadas na Joca Neves. O evento tem par-ceria da Fundação Municipal de Esportes (FME), Serviço Social do Comércio (Sesc), Cycles Beto e rádio Band FM.

Um dos mecanismos de apoio a pacientes vítimas de problemas mentais em Lages, o Centro de Atenção Psicos-social (Caps 2), na Av. João Goulart, bairro Pisani, atre-lado à Secretaria de Saúde, presta atendimentos específi-cos a portadores de transtor-nos mentais severos, como a esquizofrenia, a partir dos 18 anos de idade. A frequência ao

benefícios da vacina contra hepatite B, tanto para as cri-anças quanto para os adultos. Também é importante enfati-zar que a pessoa só fica imu-nizada contra a hepatite B depois de tomar as três doses da vacina”, explica a gerente.

Para as crianças a partir de primeiro ano de idade e jovens e adultos até 49 anos, a vacinação é feita em três doses, com um intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose, e de seis meses entre a primeira e a terceira dose. Pessoas dos seguintes grupos vulneráveis também devem tomar a vacina, inde-pendente da idade: gestan-tes, manicures e pedicures, profissionais do sexo, milita-res, profissionais de saúde, caminhoneiros, usuários de drogas, pessoas que manten-ham relações homossexuais, coletores de lixo e tatuadores.

Centro de Atenção depende do nível de gravidade da doença e da avaliação médica e psi-cológica sobre a intensidade do tratamento. “Há quem venha diariamente, ou três vezes por semana, ou ainda por período. Temos uma média de 40 pacientes frequentes ao dia”, informa a coordenadora Vanuza Brunetta.

O total de cadastrados chega a 330, mas frequentes assidu-amente, cerca de 140. A maio-ria é portador de esquizofre-nia e depressão profunda, moradores de diversos pontos da cidade. Por isso um ônibus é disponibilizado (gratuita-mente). No local são servi-das refeições (café da manhã, almoço e lanche).

São oferecidos atendimento médico com psiquiatra, de segunda a quinta-feira, entrega de medicamentos, acompan-hamento com assistente social através de trabalho individual, em grupos e familiar. Psicóloga, enfermeira, técnicas de enfer-magem e artesã fazem parte do quadro de colaboradores. Terapias ocupacionais; arte-sanato com pintura em vidro e panos de prato; pintura de quadros; desenhos; costura; atividades laborais; passeios e festas comemorativas aux-iliam e integram os pacientes.

Page 9: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

09EDUcAÇÃoComeça o Congresso da Educação

Foca Lisboa

Antônio Nóvoa, professor catedrático do Instituto de Educação da Universi-dade de Lisboa, em Portugal é um dos palestrantes

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 28 de julho na Uniplac

Cla

ine

And

rade

A Universidade do Plan-alto Catarinense recebe até a próxima segunda-feira (28) inscrições para o processo seletivo da concessão de bolsa de estudo aos professores em exercício na Educação Básica da Rede Pública de Ensino, para o curso presencial de licencia-tura em Matemática, com início no segundo semestre deste ano.

Licenciatura gratuita

Os desafios da docência será o tema central da nona edição do Congresso da Educação do Município de Lages, que abriu nesta sexta-feira (25), e ocorre das 8h às 21h30min e no sábado (26), das 8h às 12h, no Cen-tro Serra. Neste ano o evento apresenta dois palestrantes de renome internacional. Antônio Nóvoa, professor catedrático do

Instituto de Educação da Univer-sidade de Lisboa, em Portugal, e Josep Maria Blanch Ribas, pro-fessor de psicologia na Universi-dade de Barcelona, na Espanha, ministrarão suas palestras logo após a abertura.

O Congresso conta ainda com palestrantes reconhecidos no Brasil, como o pesquisador em psicologia Sigmar Malvezzi; o

O projeto vem para atender a demanda da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina – SED, através de seu convênio com a Uniplac.

São 44 vagas voltadas a professores que possuem diploma de cursos de licencia-tura em uma área diferente da qual lecionam atualmente, e que tenham interesse em cur-sar uma segunda licenciatura para aprofundar conhecimen-tos e obter formação na sua área da atuação.

O curso acontece em regime especial, nas quintas e sextas-feiras, no período no turno, e aos sábados durante a manhã e a tarde, entre o segundo semestre de 2014 e o primeiro semestre de 2016, totalizando uma duração de dois anos, incluindo a atividade de real-ização do projeto de interven-ção de estágio.

administrador de empresas eleito um dos cinco palestran-tes mais lembrados do país por nove vezes consecutivas, João Roberto Gretz; o doutor em Educação pela USP, Celso Vasconcellos, e o consultor Nailor Marques Junior.

O Centro Serra estará preparado para receber os congressistas, que contarão com restaurante para que não precisem se deslocar na hora do almoço. Também serão ofertados lanches e bebidas no mesmo local. “É um momento ímpar de reflexões e discussões acerca das demandas da nossa profissão. Todos bus-cam o crescimento profis-sional e são eventos assim que engrandecem nossa bagagem de conhecimento”, destaca a secretária de Edu-cação, Marimilia Coelho.

Page 10: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

10 GERAl

A empresa fabrica duas mil peças por dia e meta é dobrar a confecção

Em setembro Lages voltará a ser a capital catarinense do teatro

Pau

lo C

haga

sNilton W

olff

Os cálculos foram atualiza-dos e, segundo a diretoria da Planalto Confecções, com nova sede inaugurada nesta sexta-feira (18), o crescimento de produção e faturamento da empresa receberam incre-mento de 400% desde que foi instalada em Lages, em agosto de 2011. Esta ampla sede nos possibilita aumentar a entrega de produção e, consequente-mente, o número de empregos para a Lages”, disse o proprie-tário Jeann Roberto Pelizzaro.

Entre construção e equipa-

mentos foram investidos mais de R$ 4 milhões. Com a inaugu-ração se consolida a parceria entre a Planalto e a prefeitura, que doou a área territorial de 6.500 metros quadrados para o empreendimento, sendo em torno de 3.850 metros de área edificada, quase quatro vezes maior que o primeiro bar-racão, de mil metros, no São Cristóvão. O almoxarifado de aviamentos, que hoje está em Tijucas, será centralizado em Lages. O total chegará a 344 profissionais.

Empresa é inauguradaFestival de teatro está de volta

O 35º Festival de Teatro de Lages (Fetel) foi lançado oficial-mente na segunda-feira (21) no Marajoara. Entre os dias 22 e 27 de setembro a cidade vai se trans-formar na capital catarinense do teatro com espetáculos gratuitos da mostra para adultos, crianças e espetáculos de rua. “Não tenho dúvida de que será um festival de sucesso porque há comprometi-

mento da equipe”, destacou o prefeito Elizeu Mattos, presente na solenidade. Para ele, esse é o momento de o lageano assistir trabalhos artístico-culturais di-ferenciados, alternativos, que circulam pelo país, além de peças produzidas em Lages.

O diretor de Políticas Culturais da Fundação Cultural de Lages (FCL), Gilson Maximo, lembrou

que o 35º Fetel é realizado pela prefeitura de Lages por meio da FCL e patrocinado pelo governo do Estado. Na oportunidade, ele e a equipe coordenadora do evento falaram do regulamento e abriram as inscrições que se encerram no dia 22 de agosto. As inscrições são gratuitas e podem ser fei-tas por grupos de toda a América Latina.

Para selecionar os 13 espe-táculos será composta uma curadoria com três mem-bros de elevado nível teatral e cultural, sendo um servidor da FCL e dois convidados. O espetáculo de abertura será convidado pela curadoria e comissão organizadora do festival. A triagem do mate-rial recebido será feita logo em seguida ao encerramento das inscrições.

Page 11: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO DE 2014 11pUBliciDADE

Page 12: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

REGIONAl12

homem do Campopor Cesar Missioneiro

[email protected]

15 de julho: Dia do Pecuarista

Arte da pecuária é a indústria de criar, tratar, medicar, se dedicar ao gado, (gado bufalino, gado bovino, gado ovino, gado lhama, eqüino, etc.).

Ser pecuarista é nascer pecuarista, tornar-se um é muito difícil, principalmente ser um daqueles que vive exclusivamente da pecuária. As dificuldades,

por ser um trabalho pesado, contínuo e de remuneração a longo prazo, faz da pecuária, uma atividade muitas vezes decepcionante para principiantes e apaixonados que pretendem viver exclusivamente dela. Porém, quem é desta lida fica nos campos e leva seus produtos à mesa de tanta gente da cidade. Somos aqueles que têm terra nas unhas e o verde do campo nos olhos. Pecuarista é o homem dedicado às tarefas diárias que inicia ao canto dos galos, ora em madrugadas mornas, ora nos campos brancos de geada - Tirar leite, tratar animais, varrer o galpão, limpar a mangueira, concertar cercas, rotina estafante e necessária - A cavalo, este ser de mãos grosseiras, movimentos rudes e olhar incisivo, se firma sobre cordas fortes que preparou a seu estilo e se arroja campo à fora, a fim de voltear as preciosidades da sua pecúnia, fêmeas selecionadas e reprodutores de elite que formam o plantel de que tanto se orgulha. E ali, na liberdade do campo aberto onde os limites que vê e sente. São o verde do capim e o azul do céu, nesta doce solidão, a galopito, vai dando vida aos seus projetos, revisando seus anseios, refletindo sobre o destino dos filhos e à velhice de sua amada.

Assim os números do calendário vão se sobre-pondo e criando histórias na luta de uma vida, nas alegrias e nas dificuldades destes homens

da pecuária, do agronegócio, da carne na mesa. Foram eles os pecuaristas, os primeiros que colonizaram e deram vida aos campos. São estes pecuaristas que dão suporte alimentar e colocam a proteína vermelha na mesa dos habitantes das cidades.

“Sou pecuarista, sou humilde e forte, sou criador de guachos, e se preciso for, falo nas tribunas”.

Cedup inicia reforma de ala incendiada

Chance ao turismo da região dos lagos

A obra de restauração deverá ficar pronta em seis meses

A partir da implantação do projeto será possível a expansão das atividades turísticas na regiãoFá

bio

Ram

osO

nere

s Lo

pes

A reconstrução da ala do Centro de Educação Profis-sionalizante (Cedup) Caetano Costa começou na terça-feira,

22. Nesse dia, o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, entregou a ordem de serviço à empresa que

O prefeito de Capão Alto e presidente da Agência de Desen-volvimento da Região dos Lagos (Adrel), Luiz Carlos de Freitas recebeu no início desta semana, o extrato de confirmação de R$ 846.153,00 para implantação de sete píeres flutuantes e cinco rampas para retirada e coloca-ção de embarcações no lago do rio Pelotas. Os recursos são de emenda impositiva do deputado federal Onofre Santo Agostini.

Serão contemplados os muni-

cípios gaúchos de Pinhal da Serra com rampa e píer flutuante; Vac-aria com rampa e um centro de apoio ao turista e venda de arte-sanato; Esmeralda com um píer flutuante e Bom Jesus também com um píer flutuante. No lado catarinense Anita Garibaldi com rampa, píer flutuante, quiosque, banheiros e cadeiras; Cerro Negro com rampa, píer flutuante e qui-osque; Campo Belo do Sul com píer flutuante e mirante e Capão Alto com rampa, píer flutuante e

um centro de apoio ao turista e venda de artesanatos.

Como potencial, o reservatório do lago de Barra Grande têm um extraordinário volume de água e permite ampla navegação, apro-priados aos esportes náuticos, pesca esportiva e passeios turísti-cos. E está conectada aos roteiros da Serra Catarinense, Campos de Cima da Serra, Cânions, Camin-hos da Neve, Região da Serra Gaúcha e a Microrregião Rota das Araucárias.

venceu a licitação. Em seguida, os operários iniciaram as obras, que deve ser concluída em seis meses.

O Governo do Estado inve-stirá R$ 361 mil do Fundo Social no projeto de 550 metros quadrados, que inclui três lab-oratórios, uma biblioteca, uma sala de aula, dois banheiros, além da ampliação da padaria. As estruturas incendiaram após um curto circuito elé-trico. “O Cedup Caetano Costa é uma instituição de ensino estratégica, e esse espaço será devolvido aos estudantes e pro-fessores, proporcionando mais conforto e qualidade no dia a dia”, disse o secretário João Alberto Duarte.

Page 13: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

SEGURANÇA 13

por Cleber de Souza Borges - Tenente Coronel PM

UtilidadePública

No ano passado carros acidentados foram expostos em praça pública

Cargo só pode ser ocupado por advogados concursados e com três anos de experiência

Sandro S

cheuermann

Billy C

ulleton

Organização da Semana do Trânsito

O desrespeito, a imprudência e a má conduta no trânsito são as maiores causas de mortes no Brasil, superando, inclusive, a muitas doenças consideradas graves como o câncer e a aids, por exemplo. Todos os anos, cen-tenas de famílias perdem entes queridos em acidentes, princi-palmente pessoas jovens entre 18 e 30 anos, o maior número de vítimas. Para fazer frente a essa grave questão, entidades de todo o país mobilizam-se em cam-panhas educativas e de consci-entização com o grande objetivo

de fazer com que os motoristas sejam mais responsáveis e pru-dentes ao volante.

Em Lages, desde o ano pas-sado, a CDL Jovem está liderando essas ações, juntamente com grande número de entidades e órgãos parceiros. No ano pas-sado, durante a Semana do Trân-sito (que acontece todos os anos no período de 18 a 25 de setem-bro), foram realizadas dezenas de ações, com grande repercussão e ótima participação.

As entidades envolvidas relem-braram as ações levadas à frente

no ano passado, sugeriram novas ações e se encarregaram de trazer a programação de ações que realizarão para contribuir com os objetivos gerais da campanha. Aline Tamanho, coordenadora da CDL Jovem, explicou que no ano passado, graças à ampla parce-ria e ótima organização, Lages foi destaque em nível de Brasil pela grande repercussão que as ações tiveram na mídia. “Neste ano estamos nos organizando com antecedência. De modo que queremos e podemos fazer ainda mais e melhor”, desafiou.

Cargo de defensor público-geral

O cargo de defensor público-geral do Estado deve ser ocu-pado exclusivamente por defen-sor público concursado, com estabilidade obtida após três anos do exercício da função.

Esta é a conclusão do parecer jurídico elaborado pela Procu-radoria Geral do Estado (PGE), nesta semana, por solicitação da Defensoria Pública Estadual.

Na semana passada, a Asso-

Não corte caminho por dentro da mata. Ande apenas em áreas bem iluminadas e com grande circulação de pessoas;

Evite locais isolados, terrenos ou áreas abandonadas;

Procure sempre estar acompanhado de um amigo;

Permaneça atento todo o tempo. Evite utilizar fones nos ouvidos;

Carregue objetos pessoais presos à frente de seu corpo, prefe-rencialmente em uma pochete ou bolsa similar;

Vista-se de forma discreta, com roupas leves e confortáveis;

Faça refeições leves e beba muita água;

Evite o uso de joias e objetos que chamem muita atenção;

Leve consigo somente o dinheiro necessário e divida-o em diferentes bolsos;

Conheça bem o local, saiba onde ficam cabines telefônicas, postos de atendimento, postos da polícia, etc.

Caso algum desconhecido comece a discutir simplesmente desconsidere e continue andando;

Sempre leve consigo alguma identificação pessoal e identifique crianças que estiverem sob seus cuidados;

Caso você tenha problemas lembre-se: mantenha-se o mais calmo possível, não reaja, não faça movimentos bruscos, não banque o herói, lembre-se que não há dinheiro ou patrimônio que valha sua vida; procure se lembrar do máximo de detalhes sobre a ação e o criminoso, como: sexo, idade, roupas, estatura, marcas físicas, peso, etc. Avise a polícia imediatamente e siga as orientações do operador.

Caminhadas, corridase esportes ao ar livre

ciação dos Defensores Públicos de SC encaminhou ofício à che-fia da Defensoria reivindicando a escolha direta do defensor público-geral entre os membros da carreira.

A iniciativa encontra amparo legal, porém, somente para ser-vidores com estabilidade na car-reira, obtida depois de superado o período de três anos de estágio probatório. Como os primeiros defensores públicos tomaram posse em abril de 2013, a escolha direta só poderá acontecer no mesmo mês de 2016.

Assim, de acordo com o parecer da PGE, o defensor público-geral, o subdefensor público-geral e o corregedor-geral da Defensoria Pública serão nomeados pelo governador do Estado “dentre brasileiros, maiores de 35 anos, advogados de reconhecido saber jurídico e reputação ilibada”, enquanto não houver defensores públicos que preencham os requisitos estabelecidos pela legislação.

Page 14: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

ESPORTE14

CA Esportes

Iniciou bem

A equipe colorada iniciou com pé direito no estadual. A vitó-ria por 3 x 0 frente ao Porto em Porto União dá à equipe confiabilidade na competição. Precisa manter este ciclo

e conquistar a uma nova vitória na partida de domingo contra o time do Canoinhas. Isso é importante para quem quer ser um dos classificados para a elite do futebol catarinense.

“Pensemos nisso enquanto é tempo”.

por Celso Aurélio [email protected]

Valeu galera, até a próxima edição!

Na expectativa

O Internacional vive a expectativa em torno da liberação para público do Estádio Vidal Ramos Junior. A Federa-ção Catarinense baixou portaria proibindo que até a

segunda rodada as equipes da Série B recebam públicos nas partidas. O Inter tenta conseguir a liberação para a partida de domingo contra o Canoinhas.

Ki-bola Sub 17 com boa campanha

Celso A

urélio

Celso A

urélio

A equipe está invicta no estadual

O Inter ainda negocia com outros potenciais patrocinadores

A equipe da Ki-Bola Futsal disputou na sexta-feira e sábado mais uma etapa do Campeonato Estadual de Futsal Sub 17. Con-fira os resultados: Ki-Bola 4 x 1 Florianópolis, Itajaí 4 x 0 Tubarão, Ki-Bola 6 x 0 Tubarão, Itajaí 2 x 1 Florianópolis, Flori-anópolis 2 x 0 Tubarão e Itajaí 2 x 2 Ki-Bola .

Inter de Lages: patrocinadores

Orsegups, Ipiranga, GTS, Lages Garden Shopping, Uniplac e Supermercado Martendal: essa é a escalação dos parceiros que começaram com o Internacio-nal de Lages a caminhada para levar o clube de volta à elite do Campeonato Catarinense. As

seis empresas exibirão suas logomarcas nos uniformes de jogo do Colorado Lageano, na disputa da Série B. Das seis, três estão com o clube desde a temporada passada. Orsegups, Ipiranga e GTS abraçaram o pro-jeto de tirar o clube da Terceira

Em Foco

Esse é o pivô Rodrigo, 22 anos, que estava atuando no Katar, e

há dois meses retornou ao futsal brasileiro. Aqui no Brasil ele já atuou pela AD Hering de Blumenau. Ele é o novo reforço da equipe da Caça e Tiro Honolulu.

Divisão do Estadual e foram campeãs com o Inter em 2013. Elas renovaram a parceria para o desafio mais esperado pela torcida, o de colocar o Inter novamente na Primeira Divisão do Estadual. O Lages Garden Shopping, que será inaugurado em outubro, uniu-se ao Inter no fim de 2013, e foi pé quente: a primeira aparição da logomarca do shopping na camisa do clube foi justamente na final da divisão de acesso, contra o Blumenau, quando o Inter levantou o troféu da competição.

O Supermercado Martendal e a Uniplac juntaram-se ao pro-jeto nesta temporada. No caso da Uniplac, que exibirá um selo com sua logomarca na camisa do Inter, o apoio está concen-trado nas categorias de base.

Além dos patrocinadores máster (que exibem suas mar-cas no uniforme), o clube tem parcerias para placas, pinturas dos muros do Estádio Vidal Ramos Júnior e outros produtos.

Classificação:

Ki Bola - 7 pts, 12 gols pró, 3 gols sofridos Itajaí - 7 pts 8 gols pró, 3 gols sofridos

Floripa- 3 pts, 4 gols pró, 6 gols sofridosTubarão- 0 pts, 0 gols pró, 12 gols sofridos

Page 15: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

Vitrine do Pakinhapor Marcelo Vieira Muniz

1 - Aniversariante da semana Pablo Pierre. 2 - Ao aniversariante Maurício José Nunes. O filho Márcio diz que você é o ídolo dele. Felicidades! 3 - Família do tio Ari Moraes. 4 - Família Souza no aniversário do Tadeu. 5 - Felipe Spessato apresentando o material de campanha do Gabriel

Ribeiro - Gente nova, gente nossa!. 6 - Rapaziada Jair, Marcelo, Romeu e Geferson no aniversário do Tadeu. 7 - Thaise e Vanderlei Candiago formam o casal simpatia da semana. 8 - Wilfredo - presidente do Figueira, César Souza, candidato a deputado federal, e Zunino - presidente do Avaí.

7 8

1

4

2

3 5

6

VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO DE 2014 15

Page 16: Vitrine Lageana Edição 140

VITRINE LAGEANA - LAGEs, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO de 2014

VITRINE LAGEANA - LAGES, SEXTA-FEIRA, 25 dE JUlHO DE 201416 CONTRACAPA