Revista Digitalks - Edi§£o 07

  • View
    229

  • Download
    7

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Integração de Mídias: Tudo converge para um único ponto!

Text of Revista Digitalks - Edi§£o 07

  • REVISTA DIGITALKS . Ano 02 . nmERo 07

  • ExpEDIEnTE

    FLVIO HORTA Publisher

    PRISCILLA SALDANHA Chefe de Redao

    MARIA CARVALHAL Gerente de Relacionamento

    PAULINHO MOREIRA Projeto Grfico

    COLABORADORES Alessandro Vieira, Daniel Spinelli, Denise Cavalcanti, Edmardo Galli, Felipe Zmoginski, Gustavo Hana, Fernando Nogueira, Francisco Morales, Gabriela Comazzetto, Joo Dalla, Jos Luiz Martins, Julio Isnard, Leandro Ogalha, Las Guarizzi,Marcel Leonardi, Marcelo Varon, Paulo Crepaldi, Ricardo Dias, Renato Mesquita, Ricardo Heidorn, Rodrigo Ootani, Sergio Kligin, Rosa Neto, Soraia Lima, Thiago Sarraf e Vivian Vianna.

    EMPRESAS MANTENEDORAS 80 20 MKT, AD.Dialeto, Apiki Wordpress, Baidu, Beats Brasil, ChannelAdvisor, Convert Rocks, +Digital Institute, Dinamize, Easy Easy Apps, Goobec, Goomark, Iagente, IBM, IgnitionOne, Imasters, KingHost, LinkBrand, Live Target, Maple Brasil, Media Reponse, Performa Web, Putz Filmes, Siegel Press, Scup, Seekr, Twitter, Uol Host, Venda e Cia, Video Click, Vitrio, WebStorm e Zanox.

    DIGITALKS Organizao

    > 2.000 exemplares

    www.digitalks.com.br redacao@digitalks.com.br Twitter: @digitalksmkt Facebook: /digitalksbr

    Receba nossa newsletter semanal. Cadastre-se no Portal: digitalks.com.br

    Os artigos assinados so de responsabilidade dos autores e no refletem a opinio da revista. proibida a reproduo total ou parcial dos textos, fotos e ilustraes, por qualquer meio, sem prvia autorizao dos artistas ou do editor da revista.

  • Saiba como anunciar na China,

    escreva para comercialbrasil@baidu.com

    Quer conquistar novos clientes?

    Temos um bilho deles.

    Conhea as solues de publicidade da maior

    empresa de internet da China, atraia investidores,

    conquiste novos clientes e se comunique com o mais

    dinmico mercado web do mundo.

  • EDIToRIAL

    Se existe um nmero que desperta ateno, curiosidade e crendices, sem dvida este o nmero sete. Um dos culpados disso o Pitgoras, quando afirmou que o sete um nmero sagrado, perfeito e poderoso, alm de mgico. Ele s no disse que tambm considerado o nmero da mentira.

    Tirando a parte da mentira, que aqui no tem vez, todo o resto verdade! Revista Digitalks em sua stima edio chegando em um momento mais que especial e mgi-co para a empresa: a produo de um dos maiores eventos de marketing da Amrica Latina.

    Nossa edio vem para somar seus conte-dos de qualidade e cheios de conhecimento ao evento que transformar a viso do mer-cado brasileiro e latino americano sobre o marketing digital. Viemos para mostrar que o marketing digital se consolidou e alm de ser o queridinho da vez, busca performan-ce e gera resultado.

    Embarque com a gente e no se arrependa!

    Boa leitura!

    Priscilla Saldanha Gestora de Contedo

  • CApA> integrao de mdias: tudo converge para um nico ponto!

    #bIGDATA troca justa

    24

    #CApACITAo evite o 7x1, prepare o seu time para o mercado digital

    26

    18

    14x

    #omnIChAnnEL alm da integrao de mdias

    28

    sumrio

    6 Digitalks

  • Quer colaborar com o Digitalks? Envie seu material por e-mail: redacao@digitalks.com.br

    EnTREVISTA marketing Digital para PmEs: ele existe?

    mERCADo o marketing Digital segue descolado da realidade do mercado. Vamos colaborar? nEGCIoS Descubra novos mercados e saiba onde eles mais crescem

    REmARKETInG DiVrcio & rEmarkEting

    CApA integrao de mdias: tudo converge para um nico ponto bIG DATA troca justa CApACITAo Evite o 7 x 1 prepare o seu time para o mercado digital omnIChAnnEL alm da integrao de mdias SoCIAL mEDIA no deixe sua empresa depender de nenhuma rede social

    ConSUmo Pessoas. o P que faltava no marketing do seu negcio

    GUIA IAb guia do iaB Brasil sobre marco civil da internet e publicidade digital

    ESTRATGIA multicanalidade, omni-channel e experincia com marcas: convenincia at para reclamar

    ECommERCE criatividade para sobreviver no Ecommerce

    CompoRTAmEnTo o comportamento & atendimento ao consumidor bRAnDInG a importncia do branding em tempos de marketing de performance GUIA DE EmpRESAS

    08

    44

    52

    57

    10

    12

    18

    16

    26

    24

    28

    30

    sumrio

    7Digitalks

    34

    38

    40

    32

  • EntrEVista

    8Digitalks

    Entrevista

    mARKETInG DIGITALpARA pmES: ELE ExISTE?

  • Com uma palavra, o que representa o marketing digital para pmes?

    Assertividade

    de zero a dez, qual a importnCia do tra-balho em marketing digital para essas pequenas e mdias empresas?

    Dez. Sabemos que as pequenas e mdias empresas so muito sensveis a resulta-dos, tem um budget restrito para aes de marketing e, portanto, precisam ser muito assertivas. O marketing digital oferece s PMEs a oportunidade de segmentar cam-panhas em um nvel super profundo e deta-lhista, e com isso atingir o seu pblico-alvo sem dispersar dinheiro e maximizando resul-tados. Alm disso, permite a construo de uma base de usurios, tem uma tima rela-o custo-benefcio, mensurvel e extre-mamente eficiente. Se uma PME unir uma boa ideia ferramenta certa e escolher a segmentao apropriada, com certeza seu retorno ser muito efetivo.

    aCredita que os pequenos empresrios brasileiros j deram Conta da neCessi-dade de entrar no mundo digital?

    Temos vrias PMEs com cases de sucesso no mundo digital, mas com certeza a oportu-nidade imensa. Estar no mundo digital no mais uma opo. Nesse mundo conecta-do, se voc no estiver na internet, est jo-gando fora milhares de consumidores. Con-sumidores esses que buscam, comparam, compram e se informam atravs da internet. Seja atravs de um tablet, de um PC, de um celular. A quantidade de negcios que uma

    PME pode gerar atravs da internet imen-sa, atingindo o seu pblico, sem disperso, e chegando a mercados/pessoas que, fisi-camente, no seria possvel alcanar.

    voC aCredita que uma pme preCisa pro-Curar uma agnCia ou profissional para dar suporte as suas aes digitais, ou Consegue seguir Com isso internamente?

    Sabemos que otimizar recursos funda-mental para uma PME e a plataforma self--service do Twitter extremamente simples, portanto qualquer PME pode programar a sua prpria campanha e gerenci-la, sele-cionando a segmentao necessria e o budget disponvel.

    o twitter aCabou de lanar sua ferra-menta self-serviCe para os annCios na plataforma. o que isso muda? Conta um pouCo pra gente!

    Estamos abrindo nossa plataforma de publi-cidade para pequenas e mdias empresas no Brasil. uma plataforma self-service que permite que qualquer empresa, de qualquer tamanho, possa anunciar no Twitter. No tem investimento mnimo, tudo de que voc precisa para anunciar uma conta no Twit-ter e um carto de crdito. A propria PME gerencia sua campanha.

    A plataforma self-service muito simples, to simples quando tuitar, disponibilizando s PMEs todas as ferramentas de que eles precisam para subir uma campanha seg-mentada para o pblico desejado, de forma assertiva e eficiente.

    EntrEVista

    9Digitalks

    Gabriela Comazzetto (@gabries), formada em administrao pela Fundao Armando Alvares penteado (FAAp), fez mbA em gesto de vendas e marketing pela Escola Superior de propaganda e marketing (ESpm) e tambm participou do programa de liderana da microsoft brasil pela Georgetown University mcDonough School of business, em Washington, nos EUA.

    Trabalha no Twitter brasil como Diretora de vendas de pequenas e mdias empresas do Twitter para o brasil e falar sobre marketing Digital para pmEs. Elas devem trabalhar a estratgia de marketing digital em seus negcios? Confira a entrevista e saiba mais!

  • mErcaDo

    10Digitalks

    o mARKETInG DIGITAL SEGUE DESCoLADo DA REALIDADE Do mERCADo. VAmoS CoLAboRAR?

    Por Ricardo Dias

    Praticamente todas as tendncias e novida-des do mercado brasileiro so provenientes da Europa (destaque Inglaterra e Irlanda) e dos EUA. L esto as principais referncias, tanto em plataformas, meios e canais digi-tais, quanto em profissionais qualificados. Isto se deve ao fato da proximidade com os famosos grandes players, como o Google e o Facebook.

    Atualmente, o que vejo, muito baseado na experincia prtica na rea comercial, que as empresas brasileiras, independentes da classificao como PMEs ou Enterprise, so assediadas constantemente por ideias digitais que esto alm de suas necessi-dades ou de sua fase/etapa de maturida-de. Isto se deve a dois fatores principais: o acesso ao conhecimento (ainda muito sem uma lgica clara) e a convivncia com pro-fissionais (internos ou das prprias agncias contratadas para desempenhar o digital).

    Muitas vezes, este contato provoca dis-tores adequadas a realidade de cada empresa que busca solues digitais no Brasil. As informaes ofertadas em lngua portuguesa (que j so distantes do ingls - origem das informaes) e alguns profissio-

    nais que atuam quase que exclusivamente na esfera terica, contribuem para um des-colamento que eu chamaria de beab do Marketing Digital.

    Um exemplo interessante de que no fa-zemos o bsico a nova atualizao do Google que, pelas palavras de um de seus executivos h mais de 4 anos, previa um melhor posicionamento de sites que esti-vessem adaptados e com verses mobile e/ou responsivos. Tivemos um grande tem-po para nos organizarmos e nos adequar-mos a isto e at o momento temos diversas empresas que ainda no observaram este pequeno ponto. Sendo o Google em sua esfera orgnica um dos maiores catalisado-res de negcios do digital para as empre-sas, como isto pode acontecer?

    Outro exemplo , em 2015, falarmos em Big Data. Atualmente sabemos que um an-tecessor muito importante do BD se chama Web Analytics (tendo o Google Analytics como ferramenta de maior share no mer-cado naci